Log In

Reviews

Rookie Blue – Skeletons e Friday the 13th

Pin it
Série: Rookie Blue
Episódios: Skeletons e Friday the 13th
Número dos Episódios: 4x06 e 4x07
Exibição nos EUA: 25/07 e 1/08/2013
94.5
4.7
2

O resumo dos episódios poderia ser ‘Gail, a bitch, quebrando a cara novamente’. Mas reduzir os episódios a isso seria errado, já que muitas outras coisas – bem legais, diga-se de passagem – aconteceram.

Por exemplo: os casos de Skeletons e Friday The 13th foram bem interessantes. E os dois envolveram bastante os oficiais. Traci, Gail e Sam, no do episódio 6. Sam, no do episódio 7.

O serial killer responsável pelo sequestro de Gail e pela morte de Jerry voltou ao centro da cena, já que o bibliotecário da prisão saiu em condicional e resolveu seguir o modus operandi do médico. E enquanto Traci e Sam tentavam lidar com a dor que o caso trouxe de volta, Gail precisou enfrentar o algoz, cara a cara, em um interessante jogo psicológico.

O caso terminou de forma positiva, depois dos esforços de toda a 15ª. Mas não foi só ele que se encerrou: o relacionamento de Nick e Peck seguiu o mesmo caminho.

Gail conseguiu o que queria revelando alguns segredos ao seu captor. Entre eles que dormiu com outro homem – seria o cara da narcóticos? – já que estava insegura na relação com Collins. O que ela não sabia é que o policial estava (fofamente) do lado de fora do vidro, ouvindo tudo, enquanto esperava pra prestar auxílio psicológico à namorada.

Gostei do papo do ex-casal no carro. Nick admitiu que está apaixonado por Andy, mas fez questão de frisar que estava esperando passar. E Gail ficou sem saber se passaria ou não, já que meteu os pés pelas mãos e acabou colocando um final no relacionamento de ambos. Dois coraçõeszinhos quebrados vagam pela 15ª.

Outro relacionamento que pra mim está se encerrando definitivamente, é o de Sam com McNally. Tenho detestado a forma que Sam age com Andy. Em Skeletons ele foi um ogro com ela. Mais uma vez, ele quis permanecer perto dela pra não precisar falar. E por mais que seja fofo saber que ela é a companhia que ele quer nos momentos difíceis, cansei de ver Andy como saco de pancadas de Swarek. Em Friday The 13th fica bem evidente que ele sente falta de Andy, e que deseja se abrir pra alguém – foi esse o principal impedimento no relacionamento dele com a “novata”. Mas tenho certeza que Marlo não suportará ser essa pessoa, especialmente porque ela teve a chance de abrir a questão da bipolaridade quanto Sam contou sobre seu pai e o mentor, e preferiu ficar calada. Não vejo um grande futuro para os dois, mas também não vejo mais Swarek voltando pra Andy.

Isso porque Nick e McNally estão cada vez mais fofos “juntos”. Claro, Andy nem sonha que o amigo tem sentimentos por ela, e sua atitude em relação ao final do romance dele com Gail é prova concreta disso. Mas a química e o companheirismo são grandes ali, e acho que um envolvimento mais próximo se avizinha. Até porque Collins estava quase abrindo o coração pra Andy em plena sexta-feira 13. Torço pra que ele faça isso logo. Os dois merecem a chance de terem um relacionamento leve e feliz. E mal posso esperar para ver a reação de Sam quando ele descobrir do envolvimento (sim, estou dando como certo) dos dois. Vai ser a hora do “ou vai, ou racha” definitivo.

Assim como Dov e Chloe. Depois da mancada de Poison Pills, Epstein – que sofreu com o afastamento de Chris em Skeletons – resolveu ser homem e ir atrás de Chloe. E nem o jogo duro da garota (cheia de razão em não dar mole, aliás) afastou o policial de seu objetivo. Espero que Dov volte a ser o cara bacana que já foi um dia. Agradecerei à Chloe por isso.

No mais, ainda acho que está faltando um episódio DAQUELES nessa temporada. De nos fazer ficar com o coração na mão. Tenho minhas esperanças de que um dos dois próximos episódios seja ele – as sinopses mostram que coisas boas vêm por aí. Espero ansiosa.

P.S.1: gostei da participação do irmão Peck em Skeletons. Ele teve uma boa dinâmica com Traci. Quero ver mais dele na série.

P.S.2: interessantíssimo usarem alguém do passado de Swarek pra fazer ele repensar sua vida. E a atitude dele – de não querer entregar o mentor – prova a suprema inabilidade dele de lidar com questões pessoais mais profundas.

P.S.3: Shaw está solteiro de novo. E pronto para um grande amor, aparentemente. Foi bonitinho ver ele com a “bruxa” na sexta-feira 13. Ela bem que poderia aparecer para mais um chá.

P.S.4: genial a interação entre Gail e a legista no último episódio. Enquanto todo mundo vislumbrava uma tensãozinha sexual, Gail alardeava que não suporta pessoas, mesmo. Me diverti bastante com a loira platinada em versão amarga. Estava com saudade dela.

P.S.5: Luke voltou. Mas nem precisava ter voltado. Mais uma participação dispensável de Eric Johnson, que nem bonito fica com aquela barba.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

3 Comments

  1. Marcia

    Vixe Mariela estava adorando seu texto principalmente a clareza, que eu acho que falta aos fãs incondicionais de Sam e Andy, é muita patada e atitides sem noção de Sam em relação a Andy, pra mim já deu ela tem que partir pra outra mesmo. Mas você podia ser menos dura com Luke(kkk) a barba nem é tão feia assim… Acho que ta faltando uma história legal para o personagem.

  2. Patricia Emy

    Sei que tem muito shipper Sam/Andy torcendo pra que os dois se acertem, mas estou adorando a ideia de Andy/Nick, apesar de gostar da Gail (só que a arrogância e a insegurança dela acabaram atrapalhando ela mesma). Marlo tem todo aquele histórico problemático, então prevejo um pouco de drama envolvendo a personagem e, de quebra, o Sam — mas por mim ele pode se explodir (cara mala). Também estou gostando de os outros personagens estarem ganhando um pouco mais de atenção, mas ainda acho que a temporada tá bem morna… os casos estão bem fraquinhos.

  3. Mariela Assmann

    Prefiro ele de cara limpa! Mas concordo, falta uma história boa pra ele. Lá nos primórdios ele tinha várias legais!

  4. Pingback: Destaques na TV – sábado, 6/09 e domingo, 7/09 » TeleSéries

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account