Log In

Reviews

Rookie Blue – Best Laid Plans

Pin it

Série: Rookie Blue
Episódio: Best Laid Plans
Temporada:
Número do Episódio: 2×10
Datas de Exibição nos EUA: 25/08/2011

Em duas semanas veremos o episódio duplo que colocará final à boa 2ª temporada de Rookie Blue. Muito se falou da qualidade dessa temporada ser muito melhor que a da primeira. E episódios como Best Laid Plans só confirmam tal opinião.

No episódio dessa semana tivemos muito drama e muita ação. E, mais uma vez, os personagens envolvidos no caso da semana – um seqüestro que culminou em um acidente de trânsito – tocaram nos assuntos que incomodavam nossos novatos.

Andy está procurando um lugar para morar. E Traci é sua parceira nessa missão, o que lhe dá a oportunidade de fazer a pergunta que todos queremos ver respondida: quando ela e Swarek se tornarão um casal? Só que um agravante apareceu nesse rolo amoroso: Swarek foi convidado para trabalhar disfarçado mais uma vez, o que o afastaria da 15ª Divisão – e de MacNally. Por mais que Sam sinta-se tentado pelo convite, conversa sobre ele com Andy. Mas a “mulher-planejamento” não percebe que Swarek está pedindo por uma razão para ficar, e continua naquela eterna enrolação de ficar planejando e não agir jamais.

Enrolação que também se aproxima de Gail. Detestei a conduta dela nesse episódio. Ela está, claramente, com ciúmes de Dov. E Epstein, depois da declaração de amor, resolveu recuar para não magoar Chris, o que deixa a loira ofendida. E o que mulheres ofendidas fazem? Dão um jeito de vingar-se. No caso, Gail achou que o melhor seria colocar o namorado contra Dov, confessando que tinha recebido uma declaração do melhor amigo do namorado. Falhou epicamente.

Mas vamos ao caso da semana – que foi mostrado fora da sequência cronológica, o que tornou as coisas ainda mais interessantes.

Um roubo à mão armada leva os policiais da 15ª Divisão à uma espécie de casa de festas infantis. Além do criminoso ter fugido,  dois menininhos desapareceram do local. Quando apenas uma das crianças é localizada, os policiais descobrem que o ladrão levou o outro garoto com ele. E no QG da 15ª divisão, a mãe do garoto seqüestrado informa que o seqüestrador é seu próprio pai.

Andy e Swarek perseguem o seqüestrador, que fugiu da barreira policial montada por Shaw, Epstein e Diaz – e atrapalhou a iminente troca de socos entre os (ex) amigos. Mas antes de localizarem o criminoso, MacNally e Sam encontram uma mulher presa a um carro acidentado. Após serem alvejados pelo seqüestrador, Sam e Andy conseguem socorrer a mulher. Mas um incêndio nas redondezas faz com que não existam viaturas e ambulâncias para atender à ocorrência. Assim, é Andy que, mais uma vez, precisa permanecer com a vítima, socorrê-la, e mantê-la calma.

E a permanência de Andy faz com que ela crie um vínculo emocional com a vítima – uma garçonete que, de tanto planejar, não consegue realizar seu maior sonho: torna-se uma cantora. E ficou evidente que Andy se identificou com a questão do excesso de planejamento. No final das contas, MacNally fez tudo certinho e conseguiu salvar a garçonete do carro que estava prestes a incendiar.

Enquanto isso, Swarek, Shaw, Epstein e Diaz conseguem localizar o seqüestrador e recuperar o garotinho. Mas não antes de Dov, mais uma vez, colocar sua vida em risco. Acho que já passou da hora dele crescer como policial, e parar de se colocar sempre em situações complicadas. Por isso adorei a frase de Diaz no final do episódio.

E o momento tão esperado pelos ‘shippers’ Sandy chegou: o do beijo. Mas, espera aí! Que beijos? O vídeo promocional nos enganou, e mais uma vez tivemos que nos contentar com a iminência do beijo. E, depois que soube que a vítima do acidente de carro tinha morrido vitimada por uma embolia, Andy se deu conta de que precisava beber a champagne de uma vez por todas, e liga para Sam, propondo que eles comecem a aproveitar as três semanas que restam antes que ele comece a trabalhar disfarçado naquele momento. Mas Swarek, sem esperanças, resolve começar a trabalhar disfarçado já naquela noite. Ou seja, o momento “vou jogar tudo para o alto” de Andy não foi aproveitado.

E antes do apagar das luzes, ainda tivemos tempo para o confronto Chris x Gail. Peck acabou vendo o namorado sair sem rumo, convicto de que ela nutre sentimentos por Dov. Apesar do choro dela, não sei onde essa história acabar. Mas minha pena de Diaz só aumenta.

Enfim, são muitas as tramas que serão desenvolvidas nesses três episódios restantes. E acho que veremos muita confusão já em Keep The Faith. No vídeo promocional do 11° episódio, dá pra perceber que Andy, Traci e Dov trabalharão disfarçados, e que irão encontrar um velho conhecido durante a missão. Enfim, mais uma vez, só nos resta aguardar.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account