Log In

Reviews

Rookie Blue – All By Her Selfie

Pin it
Série: Rookie Blue
Episódio: All By Her Selfie
Número do Episódio: 5x02
Exibição no Canadá: 26/05/2014
69.666666666667
3.4
3

All By Her Selfie, o segundo episódio da 5ª temporada de Rookie Blue, focou em Andy McNally e em sua tentativa de treinar o novo novato da 15ª Divisão. E se achávamos o Dov atrapalhado, foi porque ainda não conhecíamos Duncan Moore.

Eu confesso que não gostei muito do novato. E também não fui muito com a cara do episódio. Lembram como comentei na review de Blink ter ficado feliz pelo fim dos mimimis amorosos? Pois então, eu me precipitei.

Em All By Her Selfie Andy voltou a ter dúvidas em relação à Swarek, já que o cara continua todo durão e não fez o mínimo esforço para se reconectar com a irmã. A moça partiu (e foi mal aproveitada, diga-se de passagem), mas não sem antes falar algumas coisas para Andy, que repensou a possibilidade de ser “feliz para sempre” ao lado de Sam. Aparentemente, ele é perito na arte de magoar. E, assim, ela corre muitos riscos.

Eu entendo o lado da Andy, de verdade. Mas ela sabe como o Sam é desde a primeira temporada. Quando ela abriu mão do relacionamento leve que estava tendo com o Collins, sabia que estava optando por voltar para um Swarek “danificado”. Ainda é muito cedo para dizer se o Sam tentará com mais afinco se abrir para Andy e fazê-la feliz. Mas espero, de verdade, que esse plot não seja mais do mesmo. O casal tem muita química. Seria uma pena vê-la desperdiçada.

Outro relacionamento que eu achei que tinha se consolidado era o de Dov e de Chloe. Mas o Dov ainda estava todo inseguro. Até dá pra entender isso, afinal de contas ela era casada e não contou nada, mas acho que os roteiristas estão se repetindo demais. E pelo que vi do promo do próximo episódio, isso tende a piorar, já que Wes estará de volta. Só espero que não repitam os desastres da vida amorosa do Dov novamente. Ele e Chloe tem um bom potencial juntos, não deveria ser jogado ao vento.

Por falar em vida amorosa, Chris voltou à ativa com tudo, não? Ele está bem parecido com o que era no início da série, antes de namorar com Gail. Mas estou sentindo falta de ver o policial Chris em ação, achei ele mal aproveitado nesses dois primeiros episódios. Espero que ele ganhe plots policiais interessantes. Aliás, espero isso para o Nick também, ele mal apareceu em All By Her Selfie, e na temporada passada ele tinha histórias legais, mesmo antes do envolvimento dele e da McNally. Mas eu sei que as histórias funcionam quase como em um carrossel de personagens, por isso é muito cedo para criticar o desenvolvimento da temporada.

Rookie Blue - All By Her Selfie 2

E nem só de dramas amorosos o episódio foi feito. Aliás, boa parte dele focou na parte policial mesmo. E temos um novo chefe na área: Oliver tirou o uniforme de sempre e vestiu a camisa branca. Isso mesmo, Best foi substituído por Shaw, que chegou com tudo, tentando colocar ordem na zorra que virou a 15ª (cá entre nós, ela sempre foi, né? E a gente adora isso).

E uma das primeiras providencias dele foi alertar McNally que Moore não estava pronto para ir para as ruas. Mas sabemos que Andy é teimosa, e ela é a oficial encarregada pelo novato, agora. E terá muiiiiito trabalho com Moore, que é um pouco arrogante, além de ser sem noção e bem atrapalhado.

As coisas que ele fez nesse episódio foram escatológicas, e olha que estamos falando da 15ª Divisão. Já vimos de tudo por lá. Sair tocando em tudo na cena do crime, dar a notícia da morte para a esposa da vítima daquele jeito, não acatar as ordens da McNally, enfim, foi um festival de mancadas. Mas depois do discurso final da Andy eu acho que ele achou o rumo, e trabalhará duro para mostrar que tem valor por si só, e não pelo fato de ser enteado do superintendente. Posso estar sendo otimista demais, mas torço para que não.

Espero que o episódio dessa noite me surpreenda positivamente. E ele tem tudo para fazer isso, já que Rookie Blue é justamente a série que despretensiosamente chega e ocupa um espaço considerável dos nossos corações.

P.S.1: Nash voltou a ter um plot que dividiu vida pessoal/trabalho. Funcionou bem. Torço para que os roteiristas não voltem para aquela Nash das primeiras temporadas, nas quais ela era muito mãe e pouco policial.

P.S.2: Gail merece mais tempo de tela. Nós merecemos mais do seu sarcasmo.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

7 Comments

  1. geostorino

    Mariela, muito boa a review! Estava esperando por ela. Gostaria de comentar que o diferencial de RB de outras séries é o foco na vida pessoal dos personagens. Isso é muito bom quando é bem aproveitado. As vezes, acho que os casais não são fadados a serem felizes ali…falo do nosso Sandy. Quando começa a melhorar, eles ( roteiristas) pioram as coisas. Parabéns!

  2. Vanessa

    Imagine, se as temporadas com 13 episódios de Sam e Andy neste vai vem já deixavam a gente louca da vida… imagine 22?
    Não dá.
    Acho q já passou do tempo, ta na hora de resolver isso.
    Eu rolei os olhos qdo percebi que a Andy agora vai fazer doce. ¬¬
    E Marlo sumiu pra não voltar mais né? Ela não apareceu nem pra ver o Sam entre a vida e a morte. Oo
    Puxa, no final da temporada eu estava simpatizando com a moça.
    Ainda temos 20 episódios pela frente. To cansada das enrolação “Sandy”, mas não largo o osso. rs

  3. pedroluiz02

    a McNally suplicou para ser a oficial encarregada do enteado do chefão ( pareceu plot de Chicago Fire ).

  4. geostorino .

    Ela seguiu o conselho do amado Sam….coisas do coração pedroluiz02! O amor faz coisas! :-)

  5. Mariela Assmann

    Ela queria ser a encarregada pra mostrar como está madura. Mas isso sem saber quem era o novato.

  6. Mariela Assmann

    Sim, não é a toa que a série é chamada de “Grey’s Anatomy policial”. Quando eles conseguem dosar pessoal/profissional, as tramas são ótimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account