Log In

Notícias Opinião

Robbin Williams contra o Rio: a melhor defesa é o bom humor

Pin it

Robin Williams no Late ShowNesta segunda feira esperei, como muita gente, a participação do comediante Robin Williams no Late Show de Dave Letterman, no GNT. As aparições de Williams (assim como as de Jim Carey, Julia Roberts e Madonna) no programa são imperdíveis. Na melhor tradição do show business americano, é tudo roteirizado, escrito, pensado. Chega ao nível de perfomance.

Logo na entradada, Williams fez piada sobre Letterman ser o sucessor de Oprah (que anunciou abandonar seu show daqui a dois anos… e eu torcendo pela Ellen!) e no ritmo característico de metralhadora de piadas, engatou outras, entre elas, sobre a escolha do Rio como sede das Olímpiadas de 2016.

Enquanto Chicago mandou a Oprah e a Michele Obama, o Rio mandou o quê? Strippers e meio quilo de pó.

Claro, no Brasil parece que ninguém tem senso de humor, e parece que só a gente pode fazer troça com a gente mesmo. A posição do jornalismo das nossas emissoras foi absolutamente reacionária, taxando a piada de “mau gosto” e criticando a postura de Williams. Foi APENAS uma piada. O jeito certo de responder é, obviamente, fazendo piada!

Obviamente Williams comentou um engano. Ele sabe sabe que a cocaína da boa é da Colômbia, não do Brasil. Em segundo lugar, se a gente quisesse ganhar essa bagaça com droga pesada e sexo, mandava o Calypso cantando com a Mulher Melancia. Na verdade, no final de tudo, eu fiquei na dúvida se ele estava xingando a gente ou com saudades do Brasil…

E fiquei muito do indignado, também. Como assim o Robin Williams vai lá no talk show de maior audiência dos EUA e me fala que o Brasil só tem drogas e gostosas? E a corrupção? E a violência? E a invasão de macacos? E o Jorge Vercillo? Disso aí ele não vai falar nada?

PS: Sou mais fã ainda do Robin Williams e do Letterman, onde, inclusive, estive ano passado vendo uma gravação do programa, como você pode ler clicando aqui.

* * *

A entrevista de Robin Williams no Late Show foi ao ar no dia 23 nos Estados Unidos e nesta segunda-feira, dia 30, no Brasil. O GNT disponibilizou este trecho em seu website. Clique aqui para assistir.

Bruno Motta, é stand up comedian, redator do núcleo de humor da MTV e mantém um blog no endereço www.brunomotta.com.br

Séries citadas:

68 Comments

  1. Bruno A.

    Ele esqueceu de dizer que 90% desse meio quilo de pó teve os EUA como destino final. Talvez até ali no bolso dele.

    O problema das drogas é mundial, não é restrito ao Brasil. Contudo, acho que para evitar esses tipos de piada, deveríamos ter uma fiscalização melhor e uma luta contra o crime mais efetiva.

    E ligar para Robin Williams… seus tempos de Patch Addams já acabaram. Até suas piadas já estão ultrapassadas. Na velocidade dos dias atuais, a escolha das Olimpíadas já foi há um bom tempo.

  2. Cristal

    Enfim uma opnião sensata!
    A gente pode fazer piada com português e norte-americano não pode falar de brasileiro? Faça-me o favor… Ainda mais sendo quem eras, Robin Williams, ator e comediante!

    Quanto mais a imprensa mostra que se importa, mais dá a impressão de que concorda com tudo o que Williams disse.

    Se esse lenga-lenga todo me serviu de alguma coisa, foi pra rir da sua menção a Jorge Vercilo!

  3. Ana Maria

    Assisti o programa do Letterman, ouvi a piada, achei-a engraçada e não vejo motivo para tanto estardalhaço.Evidente que por trás do comentário sarcástico e maldoso do Robin, está embutida a imagem que se projeta do Brasil no exterior: um país de mulheres “gostosas”,e o uso de drogas,embora não sejamos campeões neste último quesito.
    Acho que não devemos(falo da imprensa), reagir de forma agressiva a tal comentário, pois se trata apenas de uma piada.Esperamos que, dentro de alguns anos,com os avanços sócios-econômicos que estão a se processar no Brasil,os índices não nos deixam mentir, passaremos a ouvir piadas sobre o nosso pais, ressaltando outros aspectos e outras qualidades, que não o “traseiro de nossas mulheres” e a violência urbana.Essa é a minha esperança. Por enquanto, temos que aturar comentários depreciativos,embora com um gosto amargo na boca e uma tristeza disfarçada no coração.

  4. Ig

    Na boa? Que dane-se. O que esse país (Brasil) exporta todo ano de filmes para eles verem? É favela, tiroteio, traficantes, sexo, e depois não querem ser motivos de piadas?

    Ainda teve gente que na época da porcaria do filme “Turistas” fez abaixo assinado para boicotar o filme pq passava uma imagem ruim do Brasil.

    Agora, exportar 500 filmes com bandidos chamado Zé pequeno, baiano, policia farinha do mesmo saco que ladrão é super normal e aplaudido.

    Kk tem mais que servir de piada mesmo, quem sabe assim aprendem a se valorizar mais e não lotar os cinemas com tropas de elites da vida.

  5. Daniele

    Eu achei a piada ridícula, mas não deveria ser levada tão a sério, afinal o cara não sabe nem geografia….agora, a mídia devia dar mais atenção aos problemas atuais como o caso do governador de Brasilia Sr José Roberto Arruda, devia fazer um fuzuê maior sobre isto.

  6. Camila Lima

    Brasil… um país de Tolos?! Ai, que delícia!
    Vou usar.
    Será que alguém pode explicar o que Jorge Vercilo andou fazendo pelo mundo afora? Sei que ele é um cantor(?) e o que mais? É possível cometer gafes piores que as do Lula? Se for nem me contem…
    Falta 1 ano… Sim, estou na contagem regressiva.

  7. Eduardo

    A imprensa só tem a si mesma para culpar. Eles foram os que mais ajudaram a criar essa imagem específica do Brasil.

    Moro no Rio há 28 anos. Não dá pra assistir um telejornal ou ler um jornal sem uma notícia que exalte ou exagere qualquer que seja a tragédia da semana, porque é assim que eles se vendem.

    Mas o Rio que eles retratam não é o Rio que em que eu vivo. Fora o trânsito, não tenho problemas com a cidade em que moro. Fui assaltado 4 vezes no máximo, e sempre saí inteiro. Não é o campo de guerra que fica sendo alardeado.

    Que há prostitutas e desfiles de bundas também não é novidade. A mídia e a imprensa também ajudaram a propagar esse lado cultural.

    Amo a cidade em que moro. Não há nada errado em fazer uma piada de vez em quando. Se há alguém incapaz de enxergar isso, é bom rever a forma como a mídia e a imprensa noticia o Brasil em que moramos, porque eles são muito mais culpados e hipócritas do que qualquer comediante estrangeiro.

  8. Mauricio Costa

    Que vergonha desses brasileiros que apareceram por aqui para deixar seus comentários!! Quanta ignorância, preconeito e desconhecimento. Se o Brasil é um pais de tolos como muitos
    “brilhantemente” colocaram. Com certeza, grande parte desses tolos passaram por aqui e deixaram seus comentários.

    É muito engraçado como muitos “viciados” em séries compram essa idéia de EUA país da liberdade de expressão e de imprensa. Muito pelo contrário!

    Quando fui aos EUA fiquei chocado ao ver quantos cortes e censuras são feitas em filmes e séries. A censura e repressão corre solta. É um pais extremamente moralista e preconceituoso. Mas é claro que estou falando da sociedade em geral e das empresas de comunicação que agem por meio de pesquisas de opinião pública. Não me refiro aos americanos “gente boa” e moderninhos que vivem em New York ou San Francisco.

    Faça uma piada na escola, faculdade ou no tranalho sobre 11 de setembro para vc ver. No mesmo dia aparece a polícia na porta da sua casa para te investigar.

    Tente baixar pela Internet alguma série, música ou filme. Logo eles rastreiam o IP da sua máquina e vc é processado.

    Definitivamente, é um país muito bem humorado e libertário!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    “A ignorância e uma benção”

  9. Rô Floripa

    Piada de mau gosto é da panetone da caridade. Esta sim me ofendeu!

  10. Taciana

    Ah, vai dizer que eles não levaram passistas de samba seminuas.

    Pra mim, o pior foi o Jornal Nacional noticiar que metade do comércio de Copacabana foi fechado por ordem de um traficante e, logo depois, William Bonner e Fátima Bernardes se mostrarem tão indignados com uma simples piada sem graça!

  11. Fernando dos Santos

    “Faça uma piada na escola, faculdade ou no tranalho sobre 11 de setembro para vc ver. No mesmo dia aparece a polícia na porta da sua casa para te investigar.”

    Em Family Guy eles já fizeram piada com o 11 de Setembro,foi num episódio algumas temporadas atrás.No episódio em questão a Lois estava disputando um cargo publico(não lembro qual) e o Brian aconselhou-a a gritar:”11 de setembro” e “segurança nacional” quando estivesse acuada em um debate, pois isso colocaria a platéia do seu lado.Ela colocou a idéia em prática e acabou eleita.

    “Quando fui aos EUA fiquei chocado ao ver quantos cortes e censuras são feitas em filmes e séries. A censura e repressão corre solta.”

    Quanto ao cortes e censura feitos pela tevê ABERTA americana em filmes e séries, eu tenho conhecimento deles faz muito tempo e nunca fui aos EUA.Eu acho até compreensível que as redes abertas sejam mesmo um pouco mais rigorosas com conteúdo que exibem.
    A situação vai ficar preocupante no dia em que passarem a censurar o conteúdo de canais a cabo voltados ao publico adulto como HBO,Showtime,FX e AMC.Neste dia então, poderemos dizer que a censura está exagerada na tevê americana.

  12. Pedro Ortega

    O grande problema não foi a piada mas sim que nossa imprensa é sensacionalista…nada mais que tempestade em copo d’água.
    Tanta coisa realmente séria pra se indignar..

  13. Alex

    Desculpa, mas eu acho engraçado esse falso senso de patriotismo quando acontece uma situação como essa.
    Aposto que tem uma ponta de orgulho só de ser mencionado, vai entender como a mente humana funciona…
    E eu concordo que a mídia, como sempre, se aproveitou dessa situação para criar uma polêmica que não existe.

  14. Maria Clara Lima

    LOL.

    Eu acho que ele estava sendo irõnico. Ou pelo menos assim espero.
    Uma piada de mau gosto, até dá pra engolir, mas patriotismo falso de brasileiro, é dose. Aqui só se lembra que é brasileiro em época de Copa do Mundo.

  15. Fábio Ciribeli

    O Robbin Williams é um comediante ja deu o que tinha que dá, para começar. Ele é um drogado como 99% dos artistas americanos, um exemplo na minha opnião está a Brittany Murphy que já foi para o saco, pois desde o inicio de sua vida, igual a todos os americanos, aprendem que devem ser o melhor dos melhores. e competem freneticamente entre eles mesmos, infelizmente estgamos indo para o mesmo caminho.

    Vocês só podem estar de brincadeira, é claro que precisamos de um bom humor, e nisso somos mestres, para levar a vida que têm muitas dificuldades. Mas aceitar e dar força ao Robbin Williams, assim como muitos americanos que são hipócritas em quase tudo no que fazem, e falar mal do meu pais. É ser um patriota de merda…..então mudem-se para lá e enfrentem os problemas de lá com sua tolerância zero.

    Meus amigos, podemos ter corrupção, violência, muita coisa podre mas pelo menos mostramos isso ao contrário deles que fazem tudo artificialmente, na sua frente são uma coisa mas nos bastidores…hummm

    Lá têm pó? Têm sim….têm strippers….têm sim…..têm quase 40% da população obesa…sim….Lá têm crianças que atiran em colegas em escoas e pessoas fazem de matrix a sua realidade…sim….mas aqui é difícil, né?

    Então senhores…ou muleques…que favorecem este tipo de piada de mal gosto….pense que somos livres em que podemos ajudar o proximo sem que esse proximo nos processem por tentar ajudá-lo….temos algo que eles não têm: a cordialidade, a alegria de viver mesmo em dificuldade, churrasco e praia nos finais de semana, sem teremoto, sem frio ao extremo. Vamos fazer a nossa parte como cidadãos, dar o exemplos que eles merecem.
    Que podemos ser melhores a cada dia

    Só dependem de nós.

  16. Jason Correia Santos

    Robbin Williams é um ótimo ator/comediante, talvez quem sabe daí venha tamanha arroância? Boca fechada não entra mosca, perdeu a oportunidade de ficar calado quando não tem uma palavra sábia para dizer. Pela segunda vez a COI venceu mais uma etapa que é o preconceito de olhar o Terceiro Mundo como ser inferior, tanto Pequim quanto o Rio merecem destaque, afinal, o Sol nasce pra todos, aliás, que assim como o COI aprendeu a lição, espero que um dia você também amadureça, quem sabe um dia você chega lá, hem Robbin Williams?!…

  17. Ana

    É isso que dá não saber perder. Ele teria feito uma piada de mal gosto com qualquer outro país que tivesse ganho a oportunidade que o país DELE perdeu. Esses americanos e seu complexo de superioridade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account