Log In

Reviews

Rizzoli & Isles – Love the Way You Lie e Virtual Love

Pin it
Série: Rizzoli & Isles
Episódios: Love the Way You Lie e Virtual Love
Número dos Episódios: 3x11 e 3x12
Exibição nos EUA: 04/12/2012 e 11/12/2012
81
4
1

Rizzoli & Isles definitivamente voltou meio morninha depois do hiatos que separa os 10 primeiros episódios da temporada dos cinco finais. Nenhum dos 3 episódios exibidos me deixou muito satisfeita, e os baixos números de audiência indicam que nossos vizinhos da América do Norte também estão um pouco descontentes.

É claro que tem muita coisa funcionando. Angela, por exemplo. Foi muito divertido ver a matriarca da família Rizzoli com Cavanaugh. Os dois fazem um casal bonitinho, fofo – e eu já havia comentado que achava possível um envolvimento entre eles. E o pós-separação deles também rendeu bons momentos. Porque a postura de Angela, tentando fazer ciúmes no ex, me proporcionou boas risadas, especialmente quando o detetive dos “carrões” estava presente. Além disso, é hilário observar Jane toda protetora com a mãe, fazendo birra e depois toda fofa, aconselhando Angela. Realmente, mamãe Rizzoli. Você fez um bom trabalho criando Jane.

E creio que logo o casalzinho volte às boas. Torço por isso.

Outra coisa que é sempre perfeita nos episódios é a dinâmica entre Jane e Maura. Elas são tão diferentes, mas tão complementares, que não tem como deixar de achar fofíssima a amizade das duas. O requinte de Maura e a “truculência” de Jane são complementares, e confesso que até se os casos se tornarem uma porcaria e o resto dos personagens parar de funcionar eu insistirei com a série. Porque a amizade de Rizzoli e Isles é muito legal.

Eu sempre achei os casos de Rizzoli & Isles muito bons. De verdade. E agora estão achando tão pouco interessantes… Em Virtual Love nem a presença de Rondo tornou as coisas mais agradáveis. O plot das crianças “rejeitadas” era bastante óbvio, e me pareceu que estava ali apenas para encher tempo de tela. Era previsível, batido, gasto.

Apesar disso achei interessante explorarem temas como o suicídio e a obsessão de certas pessoas pela “vida virtual”, a ponto de esquecerem de separar o que acontece em jogos online, por exemplo, da vida real. São temas bastante atuais e pertinentes, e é sempre positivo ver a mídia trazendo eles para a casa das pessoas.

Gostei do destaque que Frost recebeu em Love the Way You Lie. Foi interessante ver o detetive fazendo justiça, só fiquei meio perdida com a “rápida” conexão entre o homicídio do Garoto Suicída com a morte da estudante pelo ex-namorado. Compreendi perfeitamente o motivo de todos os crimes, só achei que foi meio BAM, descobrimos tudo e está tudo interligado.

Pro final da temporada, eu espero mais ação e emoção. A finale deve manter a tradição da série e nós deixar tensos e à beira de um ataque de nervos. Ou seja, vai ser um presente de Natal. Eu realmente espero que isso aconteça, senão a audiência, que anda fraca, deverá ser ainda menor em 2013. E Jane e Maura ainda tem muita história pra contar, não desejo que a 4ª temporada seja a última.

Até semana que vem, pessoal!

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

1 Comment

  1. scott

    po vi noticias de renovaçoes de suits , burn notice , white collar necessary roufghness , menos de rizzoli e isles …………………….. !!!! alguem saberia dizer se vai ser renovada pra uma quarta temporada ???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account