Log In

Reviews

Rizzoli & Isles – Dirty Little Secret e This Is How a Heart Breaks

Pin it

Série: Rizzoli & Isles
Episódios: Dirty Little Secret e This Is How a Heart Breaks
Número dos Episódios: 3×02 e 3x03
Exibição nos EUA: 12/06/2012 e 19/06/2012

Preciso dizer que amei esses dois episódios de Rizzoli & Isles? Definitivamente as duas amigas – SIM, elas voltaram às boas – alegram nossa Summer Season com suas ótimas tiradas, casos redondinhos e corações partidos.

Fico impressionada com a qualidade da série da TNT. Isso porque é muito, mas muito raro o seriado deixar a peteca cair. Os episódios são sempre tensos, dramáticos e divertidos na medida exata, de forma muito balanceada, o que os torna deliciosos de assistir. A dinâmica entre o elenco é perfeita. Angie Harmon e Sasha Alexander funcionam muito bem juntas, e Lorraine Bracco é uma das coadjuvantes mais queridas de todos os tempos. Por isso preciso confessar que torço de montão pela renovação da série. Como a audiência tem sido bacana, acho que a tendência é a renovação, mas meu coração não descansará enquanto não sair o anuncio oficial.

Os casos de Dirty Little Secret e This Is How a Heart Breaks foram instigantes, cativantes. Bem construídos mesmo.

No 2° episódio da temporada, vivemos a tensão de ver Maura e Jane em perigo, caindo nas garras de um professor de yoga mafioso. A tensão que o episódio trouxe, somada ao fato das amigas ainda estarem estremecidas, deu o tom certo para que ficassemos apreensivos por mais de 40 minutos, desejando que as duas ficassem logo à salvo, e de preferência voltassem à ser BFFs. E isso aconteceu, depois de tiroteio, acidente de carro, inundação e “operação improvisada” no meio do nada. Claro, com direito a final fofo, com abraço e confissão de “senti saudade”, tudo sob olhares atentos da “mamãe Angela”.

Para contrabalancear a tensão, presenciávamos a cara de pau do Sr. Rizzoli, que resolveu dar uns pegas numa amiga de Tommy (mui amiga, diga-se de passagem), e queria renegar a ex-mulher e os filhos para poder se casar na igreja com a novinha. Foi engraçado, embora um tantinho triste.

Em This Is How a Heart Breaks as coisas entre Maura e Jane já haviam se normalizado, e isso significou ótimos momentos de parceria entre as amigas. E aMaura rebelde (cavalgar nua em protesto pela redução das verbas da equipe de é a cara dela), pixando com o “cara da ereção” – sério, produção?! Não tinha uma forma mais convencional de descobrirem a vida do bonitão? – foi a cereja do bolo. Ri demais. Mas nem só de momentos divertidos e engraçados viverá o homem, e o retorno de Casey trouxe aquele draminha de amor necessário em todo seriado.

Além disso, o episódio abordou um assunto super atual e importante, que é o problema dos veteranos de guerra que, desestabilizados após presenciar o horror dos conflitos armados. E esse drama, misturado com o controverso e polêmico – embora muito belo – ambiente da arte de rua, rendeu um ótimo e emocionante caso, com um homicídio triplo de dar pena. E como Casey traz as marcas da guerra, acho que esse assunto continuará rendendo. Ponto pra produção, que consegue aprofundar assuntos sem perder a leveza do seriado.

Ah, adorei a aparição do Rondo. Foi muito divertido ver ele e seus informantes dando as pistas pra resolução do caso da forma mais esquisita possível, mas foi bem tocante descobrir um pouco mais sobre o drama do sem-teto.

Enfim, dois episódios bacanas demais, super ilustrativos da qualidade de Rizzoli & Isles, meu passatempo favorito da Summer Season.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account