Log In

Reviews

Rizzoli & Isles – Class Action Satisfaction

Pin it
Série: Rizzoli & Isles
Episódio: Class Action Satisfaction
Número do Episódio: 3x11
Exibição nos EUA: 27/11/2012
57
2.8
2

E depois de 3 meses e meio, Rizzoli & Isles está de volta. A audiência dos EUA não gostou muito do hiato, e Class Action Satisfaction foi assistido por apenas 3 milhões e 440 mil pessoas. Três milhões a menos que Melt My Heart to Stone. Estou torcendo para a audiência subir, e o que me tranqüiliza é que a quarta temporada da série já está garantida.

Eu gostei do episódio. Foi divertido, leve, e desenvolveu bem a história de Tommy, Lidia e TJ. Mas passou longe de ser um episódio daqueles.

Eu temia que Jane fosse criar o pequeno Tommy. Por isso gostei do retorno de Lidia, e achei especialmente legal o esforço que as duas famílias fizeram para conviver em harmonia e manter o bebê perto de todos. E ficou em aberto a possibilidade de Tommy e Lidia virarem um casal, o que deve de fato acontecer, eventualmente. A presença de um bebê no episódio rendeu ótimas cenas, algumas engraçadas (o desespero de Tommy porque o filho bateu a cabeça no travesseiro foi ótima) e outras tantas fofas. E quem diria que Jane daria uma ótima tia? Surpreendentemente delicioso.

O caso da semana foi interessantezinho, e só. Desde o início ficou BEM evidente que o envenenamento tinha sido causado pelo café, e não pela comida da lanchonete da delegacia, então essa parte do plot não funcionou como desejado, pra mim. Mas foi intrigante acompanhar a ligação entre o grupo de “alcoólatras anônimos”, o surto de meningite e o assassinato/suicídio.

Maura e Jane estavam ótimas no episódio, mas isso não é novidade. Foi divertido e fofinho vê-las cuidando de Tommy e preparando o jantar, e foi hilário vê-las dividindo o quartinho de isolamento com o paramédicos-modista-naturista. Outros que fizeram uma boa dupla foram Frost e Korsak. Ri demais quando o detetive não reconheceu a própria ex-mulher porque ela “duplicou de tamanho”.

Espero que o próximo episódio seja melhor, e já comece a preparar a trama para um final de temporada daqueles, que Rizzoli & Isles sabe fazer, e muito bem. Até loguinho!

P.S.: são só mais quatro episódios e BAM, final de temporada. No dia 25 de dezembro nos despedimos, mais uma vez, de Rizzoli & Isles. Muito cedo.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account