Log In

Reviews

Review: True Blood – Timebomb

Pin it

True Blood - TimebomSérie: True Blood
Episódio: Timebomb
Temporada:
Número do Episódio: 20 (2×08)
Data de Exibição nos EUA: 9/8/2009
Data de Exibição no Brasil: 6/9/2009
Emissora no Brasil: HBO

Muitos podem falar que este episódio foi fraco depois dois ótimos que tivemos, mas ele serviu para mostrar que True Blood é de deixar muita séries no chinelo. Os ganchos para os próximos episódios são de matar qualquer um de ansiedade, e por mais altos e baixos que teve este episódio, ele foi quase perfeito. Afinal não é sempre que se vê um suflê feito com carinho e seu ingrediente especial é coração humano.

Primeiro vamos ao hotel Carmilla, onde vemos que quem pegou Barry foi Lorena, que fica intrigada com o gosto do sangue do mensageiro de Sookie, mas antes de descobrir que ele é um telepata, Bill a derruba com um gol com uma televisão de 52″. Antes de ir atrás da amada, ele libera Barry e invade o quarto de Jessica e aproveitando que Hoyt está com ela, pede para ele levá-la de volta para Bon Temps, e assim protegê-la.

Jess perdeu sua virgindade com Hoyt, o casal é perfeitinho e tudo mais, mas foi engraçada e dolorosa a cena onde ela descobre que será uma virgem para sempre, afinal para homens é fetiche, enquanto para algumas mulheres a coisa é bem mais complicada.

Sookie:

Ele é seu criador, não é?

Eric:

Não use palavras que não entende.

Sookie:

Você tem muito amor por ele.

Eric:

Não use palavras que eu não entendo.

Do ponto onde paramos, vemos Godric matar Gabe e libertar Sookie e Eric, que foi buscá-la e vemos o amor dele pelo seu criador. Já Jason na verdade foi atingido por uma bala de paintball, já que Sarah está gostando dele e descobriu que ele é irmão da Sookie. Jason corre para ajudar a irmã e deixa Sarah estatelada no chão, depois dela chamar Sookie de fangbanger.

Na igreja uma guerra é quase instaurada, e Steve adora tudo aquilo, ainda mais que prenderam Eric em correntes, mas Bill parece para ajudá-lo e quase é preso, sendo salvo em seguida por Jason, que desarma o reverendo. Stan e os outros vampiros invadem a igreja e antes que uma desgraça aconteça Godric proclama a liberdade de todos em um discurso sobre evolução e até diz que gostaria de ter conhecido Jesus, já que é mais velho que ele. Antes de irem embora, Jason conta para Steve que esteve no céu dentro de Sarah e lhe dá um soco.

Todos voltam para a casa de Godric e lá vemos que ele não gosta dos vampiros não terem evoluído nada nos últimos séculos, que só fazem querer agredir os outros. Isabel chora por Hugo, mas Godric, que é Xerife de Dallas o libera. Jason aproveita para se desculpar com Bill, mas eis que Lorena aparece para tentar tirar Bill de Sookie, mas ela é colocada em seu lugar, afinal Sookie não é fraca ao tratar de seu amor, e a criadora de Bill é expulsa e humilhada por Godric.

No final vemos Luke invadir o covil e proclamar fidelidade a Fellowship of the Sun e acionar uma bomba cheia de prata ligada ao seu corpo, mostrando o que o fanatismo ao extremo pode fazer. Eis aí o tal gancho, pois não sabemos o que acontece com Isabel, Godric, Sookie, Jason, Eric, Stan e todos os outros que estão na sala do covil.

True Blood - TimebombJá em Bon Temps as coisas também pegam fogo, afinal Sam encontra Daphne morta e sem coração dentro de seu freezer, e Xerife Dearborn e a policial Kenya chegam logo em seguida, e para a sorte de Sam, Andy aparece no momento certo, e mesmo desacreditado, acaba ajudando sem saber, ao fazer Sam ser preso. Lá ele encontra diversos habitantes da cidade presos por atentado ao pudor e até mesmo sodomia.

Maryann prepara com carinho um suflê, que ela dá o nome de “Hunter Suflê”, e seu ingrediente especial é o coração de Daphne. Eggs e Tara discutem sobre os apagões que todos vem tendo e antes que cheguem a uma conclusão comem o suflê e perdem o controle, integrando seus corpos aos poderes da mênade.

Lafayette apareceu pouquíssimo, mas deixou algo no ar, afinal ele tirou duas cartas para Tara, os amantes e a justiça, e em seguida fez cara de mistério, espero que saia algo interessante disso.

Um episódio onde esteve tudo bem dosado, mas queria um pouco mais de explicações de certos acontecimentos. Wspero ansioso pelo nono episódio e não acredito que Lorena irá embora assim humilhada, fora que os vampiros irão aprontar alguma para cima de Luke – eles não irão perder muitas vidas assim. Será que Sookie usará seus poderes de forma decente?

Abraços e até o próximo episódio comentado.

* * *

Texto publicado originalmente no weblog Episódios Comentados.

Séries citadas:

8 Comments

  1. bia mafra

    Amei o episodio e amei mais ainda do lafayette ver o que tem alem da beleza. que o Eggs eh lindo a gente sabe, mas mesmo o lafayete tambem tá longe de ser chamado de feio.
    caraca, me irrita como o sam pode ser tao burro. ja devia ter saido dali ou pelo menos ter ficado icognito ate a chegada dos vampiros, ja que tem um bom relacionamento com eles e eles serem uma criatura antiquissima, poderia tentar saber mais por eles do que fica a espera dentro de um carro do que a maryan eh capaz.
    Amei o Godric, adorei e queria que ele fizesse parte do cast regular.

  2. Júnior Delduque

    Todas as cenas nas quais Lorena aparece são dignas de aplausos, mas a da despedida dela com Bill é de cortar o coração. Linda!!!

  3. Claudemir Antonio Zamproni

    Bom episódio, mas, para mim, os melhores da temporada estão por vir: o 10° e o 12º-final, sendo que o pior é o 11º. No balanço geral, é uma boa temporada.

  4. Vania M.

    A review está atrasada um episódio.
    Estou doida para os comentários da loucura que tomou Bom Temps.

  5. Juninho

    Pra mim esse episodio não foi nenhum um pouco fraco,foi um dos melhores e o proximo então nem se fala,estáva meio intediado com Jason e a seita,mas Alan Ball soube levar a historia muito bem e tornou a trama de Texas a melhor parte desse temporada(Na Minha Humilde opinião),só de ver o trio Bill/Eric/Sookie,o casal Jessica e Hoyt,e a aparição de Godric já valeu a pena,esse episodio foi massa,e por falar em Jessica me encantei por essa menina,ela é disparada o melhor presente dessa temporada,só espero que não estraguem ela assim como estragaram a Tara!

  6. bia mafra

    juninho, como a parte da seita, acho que a tara ainda nos reserva boas surpresas. tambem gostei dela. e ela fez uma rapida aparição em the mentalist, nao fazia juz ao talento.

  7. Chelsea

    Esse episódio, pra mim, serviu de prelúdio pro melhor que a série apresentou, que é o 9 (I will rise up). Legal mesmo foi ver o Eric se passando por um humano e a frase destacada acima, além do Godric destruindo a Lorena com classe sem igual. Quanto à Sociedade do Sol, gracas a Deus acabou aquilo, nao aguentava mais, assim como nao suporto mais a Tara e seu núcleo chapado (alguém mata todos eles, por favor! Eric, meu deus nórdico, faz uma carnificina naquele lugar e nao deixa ninguém pra contar história). Espero o próximo, que esse sim vou poder comentar.

  8. Fernando dos Santos

    Gostei do episódio, teve bastante ação.Podem dizer que foi um episódio menor, mas não foi monótono.

    Eu estou gostando desta temporada, mas acho que foi um grande erro separarem Jason,Tara e Lafayette.Estes três quando interagiam um com o outro rendiam cenas hilárias no primeiro ano da série.
    Neste segundo ano, o Jason passou a maior parte do tempo na Fellowship que aliás foi uma trama meio arrastada.
    A Tara virou seguidora da Maryann em outra storyline um tanto vagarosa também.
    E o Lafayette pouco apareceu e nem trama teve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account