Log In

Reviews

Review: True Blood – Mine

Pin it

True Blood - MineSérie: True Blood
Episódio: Mine
Temporada:
Número do Episódio: 3
Data de Exibição nos EUA: 21/9/2008
Data de Exibição no Brasil: 1/2/2009
Emissora no Brasil: HBO

Pronto, True Blood ficou suficientemente interessante a ponto que a gente consiga assistir até o final, mas ainda está longe de fazer a gente querer assistir o próximo.

Foi até possível pescar os geniais textos de Alan Ball no meio de tanta morosidade e enrolação. É claro que é da natureza da cidade ter esse estilo de vida mais “lento” com um excesso de conversa fiada, mas não por isso a maior parte dos 50 longos minutos de exibição precisam ser tomados com isso.

True Blood - MineSe na resenha da semana passada reclamei das tramas paralelas, no episódio Mine foram justamente às histórias que não envolvem a bela e paranormal Sookie e o vampiro Bill as que chamaram a atenção. O destaque foi pro dono do bar Sam com a garçonete Tara e as contínuas peripécias do ninfomaníaco Jason (sim, estou qualificando todo mundo porque é difícil lembrar de tantos personagens pouco expressivos).

Pena que True Blood oscila o tempo todo entre momentos bons com cenas gratuitamente trash colocadas ali com o objetivo inicial de chocar, sem às vezes servirem à trama. A série vai ficando melhor contextualizada, mas, como eu disse acima, falta muito para empolgar.

Texto publicado originalmente no weblog Ligado em Série.

Nota do Editor: As reviews de True Blood serão feitas em sistema de rodízio por diversos blogueiros convidados. Se você quiser entrar, escreva pra nós. Na próxima semana, a review é do Hélio, do weblog Comentários em Série.

Séries citadas:

22 Comments

  1. Andrew Maxwel

    Não vejo como enrolação o modo lento como a série é conduzida, mas como desenvolvimento dos personagens. Como disse em meu blog, esperava mais ação, porém o texto se desenrola muito bem e realmente acho que os coadjuvantes foram o tema principal deste terceiro episódio.

    Visitem meu blog, clicando em meu nome acima. É simples mas é sincero. Grato.

  2. Luciana Beltrão

    O interessante da série é antes de tudo a continuidade lógica entre um episódio e outro. Assisti ao 12 episódios e toda vez que terminava um, já estava ansiosa para assistir ao próximo. As histórias são totalmente coerentes e amarradas.Os personagens são ricos e bem utilizados, principalmente,os segundários, como Tara e Sam. Aparentemente, TrueBlood é demais para vc, então, deixe que outra pessoa faça o review! A série é ótima e merece reviews mais bem elaborados!

  3. ViNi

    A série realmente vai ficando melhor a cada episódio, vale a pena acompanhar. Os episódios 4, 5 e 6 estão entre as melhores coisas do ano passado! Ah, na verdade o episódio “Mine” é o terceiro, e não o segundo!

  4. Alessandro

    Péssimo review!! Uma série tão boa e viciante como True Blood merecia um review de alguém mais “apaixonado” pela série.

    Esse review meia boca vai dar a impressão que a série é arrastada e ruim, coisa que ela passa longe de ser!

  5. Mary

    concordo com o alessandro.
    a série é otima, uma das melhores estreias nos EUA, muito viciante e bem produzida.

    por favor, tem alguem melhor pra fazer a review?

    pra mim, desde o piloto eu ja fiquei querendo assistir o proximo.

  6. Milena

    É verdade. Esse carinha se acha e só fala mal da Anna Paquim no blog dele. Não dá pra confiar.

  7. João da Silva

    Não sei se a série é arrastada e ruim (só vi os episódios exibidos pela HBO), mas o episódio de ontem foi sem dúvida arrastado e ruim.

    E o irmão da personagem principal deve ser o personagem mais chato da TV no momento. Espero que matem ele.

  8. Edson

    Discordo dessa posição de que pra escrever sobre uma série é necessário ter “paixão” por ela. E onde fica o juízo crítico? Pra mim, conceituar uma série de forma muito subjetiva empobrece a análise e embota nela valores de cunho pessoal que nem sempre estão presentes ou podem ser observados na dita cuja. Prefiro um texto que tenha independência de juízo e deduções que podem ser comprovadas pela simples reflexão. Caso contrário, tornar-se-ia um texto de exaltação e babação de ovo, com juízo de valores comprometidos.

  9. Lucas "Gandalf" Leal

    concordo com o Edson, e gostei do texto apesar de discordar de algumas coisas…

    mas só acho q mesmo não sendo apaixonado pela série o texto podia ser um pouco maior…pareceu texto da coluna ‘semana lá fora’!
    pessoalmente achei q podia discorrer mais sobre o q pensa da série ou das situações abordadas na mesma…

  10. Fernando dos Santos

    Até o momento estou gostando da série, se continuar neste ritmo pra mim está bom.Gosto principalmente do humor da série.

    E só agora me dei conta de uma coisa muito forçada e absurda que aconteceu no piloto.A Sookie conseguiu derrotar na briga aquele casal da caipiras marrentos e perigosos.Ou talvez assim como a Buffy, a garçonete possua aqueles dons para o combate desde que nasceu.Mas se assim fosse, então eles não teriam conseguido dar aquela tremenda surra na garota no final do episódio.

  11. Paulo Antunes

    Caros,
    Como está descrito na nota do editor no rodapé do texto, estamos fazendo um rodízio de colunistas em True Blood. Justamente para termos opiniões diversificadas, uma vez que a série não é unânime (há quem goste muito e há quem não suporte). O Bruno Carvalho é parte importante desta história, uma vez que ele foi um dos primeiros aqui no Brasil a fazer críticas pesadas a True Blood (e quem acompanha o blog dele sabe que ao passar das semanas eles foi mudando sua opinião).
    Eu escolhei este texto dele e não outros propositadamente, para ressaltar que nas primeiras semanas de exibição nos EUA a série ainda não tinha caído no gosto de parte da crítica.
    Ah, e como estamos reproduzindo textos de outros blogs, eles, obviamente, não seguem os critérios editoriais do TeleSéries. Alguns textos serão bem curtos e outros serão bem longos e descritivos. Viva a diferença.

  12. Letícia

    só concordo com a parte das cenas trash, o objetivo perde o sentido apartir do momento que tem cenas de sexo e matança a cada 10 minutos ._.

  13. beta

    Paulo Antunes, pode me tirar uma divida, por favor?
    Pq algumas series que sao pops e vao bem na audiencia nao tem reviews publicadas no site? é uma questao de espaço, interesse ou falta de colaboradores?

    Sinto falta de ler reviews de algumas series que eu gosto…

    (é so uma curiosidade, nao uma critica, ta?)

  14. Flalice

    A Série é totalmente viciante e possui personagens fantasticos como Tara ,Lafayeete e ate o proprio jason,qua na minha opinião será bem aproveitado na 2º temporada pelo AB na hora de fazer uma critica mais profunda a religião.
    Como o proprio Bruno carvalho disse muito bem ,TB é uma serie que vai evoluindo a cada capitulo.

  15. WampaOne

    Sei nao, achei esse episodio fraquissimo, nao aconteceu nada de relevante. Gostei muito dos dois primeiros no entanto.

  16. Paulo Antunes

    Wampa,
    Eu concordo contigo, este é o pior da temporada.

    Beta,
    A verdade é que não temos lá um critério muito definido. O maior deles, é claro, é a capacidade da série de gerar debate. Nada é mais decepcionante que publicarmos um texto e ninguém comentar nada. Pro colunista isto é muito mais importante que leitura, porque é o feedback do trabalho dele. E, bom, séries mais pop ou mais cult costumam ter mais espaço na seção. Mas também existem reviews que são apostas puramente pessoais minhas ou de um colaborador – queremos falar delas já que os outros sites não falam delas e elas também merecem ser comentadas.

  17. Davi Garcia

    O início da série é de fato difícil, mas depois que engrena fica simplesmente imperdível principalmente a partir do episódio 5. Sobre ele aliás, sinta-se à vontade para reproduzí-lo aqui no TS se quiser, Paulo.

    Abraço!

  18. Will Drown

    Péssima review.
    Vá assistir crepúsculo com seu roteiro clichê, enqnt true blood te surpreende a cada cena.
    N q crepúsculo seja ruim, mas é bem clichê, tudo eu previ.

  19. Uriel Arnauld

    hahahaha Para falar a verdade concordo com o Will e aibda pioro! Mesmo crepusculo tendo pego algumas coisas do querido e divertido VAmpiro: A mascara! (Não vai dizer que algumas coisas tem a ver) Não considero aquilo que criaram nada mais do que uns vagalumes porpurinados que bebem sangue de humanos. Gostei muito do jeito que3 a maldição foi explorada no crepusculo afinal é mesmo uma maldição terrivel a vida eterna feira daquele jeito, porem em algum lugar se perdeu o rumo.

    Já em true blood os vampiros são algo muito mais verdadeiros. Criaturas lascivas e noturnas que mesmo o mais bonzinho pode fazer um policial se mijar na estrada se estiver suficientemente motivado para isso.

    Estamos basicamente numa luta entre realismo e romantismo e eu prefiro muito mais não olhar as bonitas ilusoes ultrapassadas.

  20. Edilson Júnior.TB

    – Aaah, já to no 3° episóidio da segunda temporada, e sou viciado em True Blood !
    As histórias envolvem o telespectador, sem contar que os personagens estão sendo muito bem interpretados, principalmente pela Anna Paquin e o Stephen Moyer, são excelentes!
    Pena que a terceira temporada só saia no meio do ano que vem ;X
    Boom, pra quem nunca assistiu, eu recomendo, é muito viciante ! ;D

    Abraços á todos !

  21. Amanda

    Eu sou viciada em vampire diaries e ao assistir esse seriado reparei a diferença primeiro a quantidade de cenas de sexo e segundo o “clima” que comparada com vampire diaries e ele é um tanto sinistro.
    Mais o complicado de tudo e que acabei de baixar o primeiro episodio e ja estou baixando o proximo, uaHAUHUAHUah

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account