Log In

Reviews

Review: Torchwood – Small Worlds

Pin it

Cena de TorchwoodSérie: Torchwood
Episódio: Fadas (Small Worlds)
Temporada:
Número do episódio: 5
Data de exibição na Inglaterra: 12/11/2006
Data de exibição no Brasil: 2/9/2007
Emissora no Brasil: People+Arts

O episódio inicia com a idosa Estelle fotografando fadas em uma floresta. Ela vê apenas os minúsculos seres de luz que acreditava serem as fadas, mas nós vemos a verdadeira forma das entidades, que são nada angelicais.

Jack acorda na base, depois de um sonho perturbador com a morte de seu pelotão no trem. Ao levantar, encontra uma pétala de rosa sobre a mesa e fica preocupado. Em seguida encontra Ianto, que lhe fala que há alguns problemas de alteração climática na cidade.

Jack e Gwen vão até o local onde Estelle fazia uma palestra sobre as fadas que fotografara. Enquanto Gwen tratava o assunto com desdém e ceticismo, Jack demonstrava bastante preocupação. Ele acreditava que as fadas eram entidades milenares, provenientes da própria Terra e, por isso mesmo, mais difíceis de serem combatidas, principalmente porque elas tinham controle dos elementos: terra, água, ar e fogo.

Os dois visitam a casa de Estelle, onde ela mostra sua coleção de fotos de fadas, inclusive do local onde as tirou. Lá, Gwen vê várias fotos de Estelle ainda jovem, juntamente com Jack, mas ele diz que aquele é seu pai. Desconfiada, Gwen pergunta à própria Estelle sobre o seu relacionamento com Jack e a idosa responde que teve um caso com o pai dele durante a guerra e nunca mais o viu. Entretanto, alguns anos atrás, foi procurada por Jack e sempre se surpreendia em como ele era parecido com o pai.

Simultaneamente, o episódio mostra a pequena Jasmine Pierce, uma menina sem amigos e que aparentemente tem uma ligação estreita com as entidades da Terra. Quando um pervertido a segue depois da escola, ele é atacado pelas fadas, que quase o sufocam com pétalas de rosa. Ele vai até a polícia pedir ajuda e é encarcerado, morrendo sufocado na cela.

Torchwood vai até a polícia investigar e Jack, ao ver as pétalas de rosa, fica perturbado, pois já viu isso antes.

Pouco depois, Jack recebe uma ligação de Estelle, dizendo que ela sabe agora que as fadas não são criaturas boas e que está com medo, pois elas estão rondando sua casa. Imediatamente o grupo vai até a casa da senhora, e Tosh verifica que houve uma súbita alteração climática exatamente sobre a residência de Estelle. Quando finalmente chegam ao destino, encontram Estelle caída no chão, o jardim seco, mas ela aparentemente morta por afogamento.

Jack ajoelha-se ao lado da amiga e a toma nos braços, chorando pela perda. Gwen gentilmente comenta que não era o pai do Jack quem se apaixonou por Estelle, mas sim o próprio capitão. Ele confirma e diz que a conheceu quando Estelle tinha apenas 17 anos, em Londres, e que haviam feito um pacto de ficarem juntos até a morte. Ela pergunta sobre a experiência que ele diz que já teve com as fadas, as rosas e as mortes por asfixia e ele conta que em 1909, em Lahore, quando estava no trem com o seu pelotão, ao entrarem em um túnel ouviram barulhos de asas. A princípio pensaram que fossem pássaros, mas quando saíram do túnel, Jack percebeu que todo o seu pelotão estava morto, com pétalas de rosa em suas bocas. Era uma vingança das entidades, porque uma semana antes um dos soldados ficara bêbado e entrara em um caminhão, matando uma criança. Aquela criança era uma Escolhida.

Não muito depois, ao chegar em casa, Gwen e Rhys percebem que o apartamento foi todo revirado, com folhas espalhadas pelo chão e um pequeno círculo de pedras simulando aquele onde Estelle fotografara as fadas no início do episódio, foi montado na sala. Assustada, Gwen chama Jack que vai até lá.

Ele comenta que as fadas na verdade são entidades malignas, parte Mara, pertencentes às Terras Perdidas, antigas florestas sagradas que foram destruídas pelos homens. E as fadas na verdade foram crianças um dia, espalhadas pelos séculos e milênios, sempre em busca da próxima Escolhida.

Enquanto isso, a pequena Jasmine enfrenta problemas cada vez maiores em casa e na escola, já que nem o seu padrasto aceita seu jeito taciturno e suas constantes escapadelas para o bosque atrás de casa, nem suas colegas de aula a aceitam como parte da turma. Numa dessas ocasiões, as colegas a empurram e as fadas, vingativas, armam um vendaval sobre a escola e apenas Jasmine não é atingida.

Torchwood vai até o local e ficam sabendo que a menina saiu incólume da mudança brusca no clima, enquanto todos os outros sofreram um dano ou outro. Certos de que acharam a Escolhida, Jack, Gwen, Tosh e Owen vão até a casa de Jasmine. Lá, seus pais estão fazendo um churrasco quando o padrasto da garota a destrata e é atacado pelas entidades.

O grupo chega no exato momento em que as entidades se revelam em sua forma natural, matando o padrasto de Jasmine e chamando a garota para o bosque. Jack e Gwen vão atrás dela e ele consegue detê-la, mas a menina luta para se libertar e diz que se ele não a largar, as fadas destruirão tudo. Elas têm domínio sobre a terra, os mares, o ar, e causarão terríveis catástrofes se não a tiverem consigo. Jack sabe do que as entidades são capazes e toma uma decisão, deixando a garota ir com as fadas, para assim restaurar o equilíbrio perdido.

Cena de TorchwoodA mãe de Jasmine chora desesperada pela perda da filha, e ele a abraça, pedindo perdão. Ao saírem da casa, o grupo ignora-o, inconformados com sua decisão. Ao fim, já na base, Gwen olha uma foto famosa de fadas, tirada em 1917 e vê a imagem da pequena Jasmine como uma das fadas circundando a garota que posava para a foto.

************

Que episódio mais difícil para resumir!! Não tinha a menor idéia do que era necessário deixar no texto e o que poderia ser suprimido. Por isso ficou gigantesco!

Esse é um episódio que eu acho bastante singular. Gostei da primeira vez que assisti, mas não achei excepcional. Entretanto, cada vez que eu re-assisto (essa foi a quarta) eu gosto mais e mais. Não sei se é porque eu o entendo melhor ou simplesmente porque presto mais atenção nos detalhes.

Uma coisa fantástica desse episódio é a relação Jack/Estelle. O carinho com o qual Jack olha para ela é inigualável. Poucas vezes eu vi essa expressão no rosto dele. E como ela o deixa bonito! (não que ele já não seja naturalmente…) A cena que ele chora com Estelle nos braços também é muito bonita. Não é sempre que teremos a chance de ver Jack realmente se importando com alguém. Não apenas por obrigação, dever ou companheirismo, mas porque essa pessoa de fato é especial para ele. Só por isso já vale o episódio.

Outra cena legal é quando ele acorda na base e conversa rapidamente com Ianto. Essa cena chamou a minha atenção por dois motivos: o primeiro é porque fiquei sabendo onde é o ‘quarto’ (ou deveria dizer ‘buraco’?) do Jack, o segundo é porque mostrou a proximidade que Jack e Ianto estão começando a ter. Quero dizer, no episódio passado Jack descobriu que Ianto o havia traído e que a namorada dele foi a responsável pelo quase extermínio dos membros de Torchwood 3. Isso sem falar que o ‘tea-boy’ isse em alto e bom tom que um dia iria ter a oportunidade de salvar Jack, mas o deixaria morrer…. E agora, os dois estão reconstruindo em cima dos escombros. Jack fez desse grupo sua família, e vice-versa. Eu gosto e sempre gostarei da interação entre os personagens e observar como pequenos gestos podem dizer tantas coisas.

Uma grande dúvida que ainda persiste para mim, são os motivos das fadas atacarem Estelle e invadirem o apartamento de Gwen. Foi porque elas estavam investigando e chegando perto demais da verdade sobre as entidades? Mas se foi isso, por que Owen ou mesmo Tosh não foram atacados? Talvez as fadas estivessem atrás do Jack e já que não podiam matar o capitão, estavam tocando em todos importantes para ele. Sei lá. Alguém tem alguma teoria?

Uma coisa que eu gosto no Jack é que ele realmente toma as decisões difíceis, por piores que elas sejam, não importa a dor que tragam. Quase nunca ele é compreendido pelo grupo, mas as toma mesmo assim.

E aquela menina? Não sei quem era mais assustador: as fadas ou a garota. Aquele sorrisinho dela era malévolo….

Agora, para os interessados, o site oficial do Instituto Torchwood traz algumas coisas interessantes na página do Jack. As fotos que aparecem na sala da Estelle, uma carta dele ao seu superior, escrita em Lahore em 1908, cartas da Estelle para ele enquanto ainda era jovem…

E agora é oficial: Jack não apenas é imortal como está vivo há algumas centenas de anos. Certo, sempre foi, mas desta vez ele admitiu o que já é alguma coisa. Não é a toa que ele não é mais apenas o tolo charmoso sorridente que apareceu na primeira temporada de Doctor Who. Também, depois de tudo o que ele já vivenciou, todas as guerras pelas quais passou, todas as pessoas que já perdeu… Não é fácil ser Jack Harkness.

Séries citadas:

Michele Reis Martins, a Mica, é advogada e mantém o blog Esperando o Esperado. Fã de Arquivo X, Highlander, Buffy, Doctor Who e sci fi em geral.

14 Comments

  1. Olga Nogueira

    Também achei muito especial a relação de Jack e Estelle. Ver alguém que amamos envelhecer enquanto em si mesmo o tempo não trás alterações biológicas deve ser uma provação para um imortal.

    Também me perguntei porque as fadas mataram Estelle. Afinal ela as amava, as achava lindas e benfazejas, não trazia nenhum perigo a elas. Não acho que as fadas se quisessem atingir Jack atacariam pessoas importantes para ele até porque Gwen não tem a mesma importância que Estelle. Acho mais provável que o ataque a Estelle fosse devido a ela tê-las fotografado e passar a divulgar o local onde podiam ser vistas, mas não sei se é motivo suficiente…

  2. João da Silva

    As fadas provavelmente mataram a Estelle porque ela sabia demais sobre elas.

    Este episódio foi muito bom, foi o episódio de Torchwood que mais teve cara de Doctor Who até agora.

  3. Pingback: O que anda acontecendo nos blogs da Sociedade « Sociedade dos Blogs de Séries

  4. Mica

    Faz sentido a teoria do pq mataram a Estelle….mas pq atacaram a casa da Gwen?

    Não achei esse episódio com cara de Doctor Who… Pq vc achou isso, João?

    Hey, mudando de pano para manga, alguém falou esses dias atrás que o John Barrowman fez uma participação no filme Os Produtores. Pois bem, ontem assisti (ou tentei. Odeio comédias e esse filme é uma chatice só) e vi a parte que ele canta. Louro e de olhos azuis, com sua voz maravilhosa…fiquei apaixonada, hehehehe
    Na minha humilde opinião, a peça dos caras foi a melhor coisa do filme.

  5. Olga Nogueira

    Eis aí uma questão intrigante: porque atacaram a CASA da Gwen? Porque a casa e não a própria Gwen? Estariam procurando algo?

  6. Luis Trigo

    Oi Mica

    Ótimo review como sempre.
    A dica do Jack nos Produtores foi minha, mas não acho a comédia chata não.
    E a propósito houve corte neste episódio?

  7. Mica

    Boa pergunta, Luiz. Não sei se houve corte. Eu não percebi…acho que não, mas só reassistindo o original para ter certeza.
    Entretanto, pelo que eu vi do tema e de todo o resto que a People & Arts tem feito, não havia motivos nesse episódio para algum corte.

    Todo o ataque à Gwen é uma incógnita. Mas como o Jack mesmo disse, as fadas as vezes atacam como punição ou forma de aviso. No caso dela deve ter sido um aviso. E no final das contas meio que deu certo, né? Por esse e outros motivos, o Jack acabou entregando a Jasmine para as fadas.
    Agora me pergunto se depois de alguns séculos a Jasmine ficará tão feia quanto o restante de suas companheiras fadas, hohoho.

    Quanto ao filme, eu não sou fã de comédia. É muito, muito raro eu gostar de alguma. E todo a forma caricaturizada como os personagens eram interpretados me deixou muito irritada. Talvez por isso que a única parte do filme que eu gostei foi a peça da Broadway, hehehe.

  8. Bianca

    Cada vez mais os episódios estão ficando pessoais.
    Seja falando do Ianto(que foi o melhor eps. que vi)ou do passado do Jack, sempre deixa um ar meio triste.

    O amor de Jack por Estelle foi uma coisa a parte.A dedicação e a adoração que ele sentia por ela-e vice e versa-era lindo.
    A atuação do John foi linda.

    Sem querer ser má-mas já sendo- aquela menina foi tarde.
    Tá,ela era uma Escolhida,mas que ela tinha um quê de maldade,isso tinha. Senti mais medo dela do que das criaturazinhas feias.

    Acho que a casa da Gwen foi atacada como reprimenda.
    Ela deboochou o tempo todo das Coisinhas e qdo chegou aquele lugar, que tinha as pedras e tal, só piorou.
    Eu sei que não tem muito sentido,mas é a unica resposta que achei,já que na mesinha da Gwen estavam umas pedras lembrando a floresta.
    Achei a reação da Gwen um tanto histérica.
    Não precisava tanto,mesmo estando com medo das Coisinhas, ela já tinha enfrentado esse tipo de coisa antes,.. ela era policial!
    Devia mostrar mais segurança.

    Jack&Ianto.. cada vez mais fofos juntos.
    Parece que eles estão deixando o passado pra trás -I hope so.

    Gostei da cena do Jack dormindo, não só mostra que ele vive-literalmente- pro Hub,mas como vimos ele dormindo. hehe

  9. Augusto

    Bom review, já cobriu quase tudo.
    Vamos começar por isso: ‘Jack não apenas é imortal como está vivo há algumas centenas de anos.’
    Hehehe, essa frase tem uma ironia hein? Mas aqui ela é possivel…
    Seguindo em frente, porque jack dormiu? Se ele tinha afirmado pra gwen que não dormia?Deu um soninho talvez depois de algumas décadas acordado, hehe.

    Vou pegar meu diagrama do passado e prencher para avaliar o episódio:
    Roteiro:Bom
    StoryLine: Bom
    Elementos trash/cliches: Poucos
    Citações memoraveis :Poucas
    Ligações/referencias: Em bom nivel
    Efeitos especiais: Médios, foram eficientes e a contrução boa
    Atuação dos atores: Boa(destaque jack/convidados)
    Elementos drámaticos: Alguns
    Elementos de comédia: Pouquissimos
    Frases ou situações filosoficas(para refletir) : Poucas
    Conexões com outros eventos: Sim
    Observações especiais: As atuações de jack e dos convidados foram muito boas. Ver como jack lida com uma situação impossivel, sendo ele imortal, tambem é interessante, pois a partir disso entramos em diversas possiveis discussões. As fadas não puderam matar ele e ele tambem não tinha poder ‘nenhum’ contra elas, teve que render a menininha para salvar o mundo(frase clichê, mas foi exatamente isso).
    Já a introdução das fadas, com esse termo e construção, eu não gostei muito, porém é um elemento que faz parte do mundo ‘mitológico ‘ e foi introduzido na ficção, como vimos em satan pit de doctor who.

  10. Regina

    Que tal um review do episodio de Doctor Who?

    Dou graças que ainda tenho o meu VHS para gravar o episodio e ver depois.

    Acho que foi um bom inicio de temporada, mas para variar a P&A não passou o episodio especial.
    Quanto a Martha, vou esperar para fazer comentarios dessa perssonagem. Quanto ao Doctor, estava inspirado como sempre (adorei principalmente a cena da chave de fenda sonica quando estraga). Bom episodio

  11. Mica

    Regina, eu até pensei em fazer review de Doctor Who, mas acharia mais interessante que alguém que conhece a série melhor do que eu (embora eu tenha visto todas as temporadas atuais, não conheço as antigas) fizesse. (e também pq não tenho tempo nem de respirar mais, hehehehe)
    Mas a gente pode discutir por aqui sempre…nos destaques do dia talvez.

  12. Regina

    Mica,

    o review do Doctor Who foi uma sugestão, podemos discutir quando tiver tempo.
    Quanto a conhecer melhor a serie, eu comecei a olhar o seriado lá pela metade da 1a. temporada, adorei e continuei olhando. E como sempre pesquiso para ter mais informação (bendita internet) descobri a tradição de DW. É muita informação em decadas de episodios, mas ajudou a entender o personagem e suas aventuras.

    Quanto ao segundo episodio da atual temporada, merece destaque o momento quando, deitado na cama, ele comenta falta que sente da Rose, e depois no final quando a rainha Elisabeth I entra no teatro e reconhece o Doctor. muito legal

  13. Mica

    Eu adorei as duas cenas também. Ele fugindo da Rainha e dizendo que o motivo ainda não aconteceu foi tudo de bom, hehehehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account