Log In

Reviews

Review: The O.C. – The Dream Lover

Pin it

Cena de The Dream LoverSérie: The O.C.
Episódio: The Dream Lover
Temporada:
Número do Episódio: 87
Data de Exibição nos EUA: 18/1/2007
Data de Exibição no Brasil: 8/3/2007
Emissora no Brasil: Warner

Chegamos à reta final e é inevitável começarmos com a chata contagem regressiva de episódios para o series finale. No The Dream Lover, temos a formação de um triângulo amoroso inesperado, a resolução de outros dois triângulos previsíveis, a odisséia para evitar o problema clamídia e até a composição de um poema de amor por Ryan. Os tempos mudam e as semanas passam na tentativa de se desenvolver a trama da melhor forma possível para se construir o final desses personagens. Nesse episódio minhas opiniões se dividem entre os núcleos e mais uma vez temos um episódio apenas bom, mas com algumas partes que o salvam da mesmice e constroem base para o que há por vir.

Depois de ter seu pedido de casamento rejeitado por Summer, Seth tem que resolver a bagunça na qual encontra seus sentimentos e Che aparece para ajudá-lo na cura de seu animal interior. Em um momento Brokeback Mountain, eles sobem a montanha para Che descobrir que está destinado a ficar com Seth. Um triângulo bem diferente surge na série e as conseqüências dele prometem ser hilárias.

Fomos instigados desde a premiere a esperar pelo nascimento do interesse do Che pela Summer, resultando em mais uma clichê disputa. Mas eis que o Josh nos engana e comprova que não tem a intenção de repetir as fórmulas já provadas gastas e renova a história com essa reviravolta. O encontro romântico proposto pela Summer foi bem legal, e esperava algum quote marcante vindo desse momento, mas fiquei feliz simplesmente por ela ter dito que ainda o ama e que espera futuramente casar com ele.

Já no desenvolvimento do plot da chegada do Pepé le Pew, Ryan precisa expressar seus sentimentos para não perder a Taylor para o francês. Novamente acabei achando um pouco forçado a maneira como os fatos foram colocados. Entendo que a Taylor tem essa necessidade de se sentir e ouvir que é amada, isso já foi provado. Mas a alguns episódios ela chegou a fazer loucuras para ganhar o Ryan e agora não me parece sensato esse tempo ou a dúvida que ela acaba colocando.

Cena de The Dream LoverAlém do que, não entendo a repetição dessa história de explorar seus sentimentos e encontrar a si mesmo. Com a Summer funcionou já que ela estava à frente de uma proposta de vida inteira, mas com a Taylor pareceu uma simples tentativa de separar o casal para não entediar a série até seu final. O que gostei desse plot foi a não interfesrência de Henri Michel na relação dos dois. Ele disse que a amava, mas deixou espaço para que ela escolhesse com quem ficar e isso me satisfez.

Nesse episódio Chris Brown encerra sua curta participação no show, antes programada para oito episódios, mas devido seus trabalhos na produção de seu segundo álbum sua aparição foi cortada para três (graças a Deus!). Talvez por isso tudo ocorreu rápido demais. Não gostei desse romance escalado pra Kaitlin e muito menos do final que ele teve.

Não fez sentido pra mim ela terminar com ele simplesmente pela garota da banda ou por ela temer afastá-lo das coisas que ele gosta. Foi clichê, me lembrou o termino do namoro entre o Ryan e a Sadie e se mostrou sem propósitos para o desenvolvimento da personagem. Não se teve tempo para firmar as suas características e personalidade e por isso suas atitudes pareçam forçadas em determinadas situações, mas isso é algo que teremos que engolir junto com o cancelamento da série.

Na trama adulta, Julie acaba se reconciliando com Kirsten após mais uma das suas armações e prova que a amizade das duas é uma das bonitas relações que a série construiu em seu percurso. Adorei a mentira sobre as newpsies poderem estar infectadas por clamídia. Foi muito engraçado, e mesmo sentindo pena da Kirsten em ser exposta dessa forma, o jeito manipulador da Julie sempre me encanta e é bom vê-la pondo seu arsenal em prática. Já o Peter Gallagher não tem mais do que duas cenas em todo o episódio e é o ator desperdiçado da vez.

Gostei também de ver a interação entre o Ryan e a Summer e o desenvolvimento da amizade deles. No passado, cada um ficava restrito ao seu próprio núcleo de problemas e os únicos momentos que eles ficavam juntos era quando o quarteto fantástico se reunia. Essa aproximação vem sendo construída aos poucos, com os comentários sarcásticos do Atwood para a Roberts na premiere e no finale da 3ª temporada. Todos tenderam a se aproximar depois da morte da Marissa, os laços de amizade foram mais valorizados e melhor distribuídos, o entrelaçar das histórias cria mais dinamismo à série, acaba por vez com a bipolaridade de dramas que tínhamos e firma como bem sucedida o novo uso da velha forma de The O.C.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

17 Comments

  1. Patrícia

    Gente… só de pensar q ta acabando, já vai batendo akela saudade inevitavel.
    Bom tdos os leitores dak do tele series sabe q nao arredo o pé qndo digo q nada disso estaria acontecendo se nao fosse a saída da Marissa da serie…vcs repararam né, ainda não me conformei!!! hauhauhauhau
    Mas sobre esse episodio, sou obrigada a dizer q por alguns momentos nao pensei na falta q ela (a Marissa) faz a serie…
    Sabem pq…
    JULIE…JULIE…JULIE
    Ow, nao sei se concordam comigo, mas ela ta carregando nas costas The OC!!!
    Com uma atuação hilária e de colocar muitos comediantes no chinelo, Julie brilhou!!!
    Já o restante do episodio, me perdoem quem gostou, mas nao gostei de mais nada!
    Ate então, o mais comédia do seriado era Sandy, e jogaram ele pra escanteio, se nao me engano ele apareceu 2 vezes, com apariçoes desnecessarias.
    Deram mais credibilidade akela bobagem de ir na floresta salvar o animal sei lá do que, que existe dentro de cada um…
    COMO ASSIM!!!
    Bom, essa é minha humilde e sincera opinião…
    Mais uma vez…nao consigo deixar de dizer… QUE FALTA ME FAZ A 1 TEMPORADA!!!!!!!

    Bjo a todos

  2. Lúcia Helena

    Esse episódio foi uma ”piada” ate tentei dar uma chance a the oc para ver como terminava a serie…mas pelo amor de Deus…que episodio ridiculoooooooooooo…o que salvou esse episodio de nao ser o pior de todos…sinceramente…foi a Julie Cooper…ate que a historia envolvendo a irmã da marissa tambem foi legal…mas o resto…que decepção…que lixo!!!!!

  3. Maurício

    Patricia

    Concordo plenamente com tudo que vc falou. Achei aquela ida na montanha muito chata e desnecessária.

    Concordo que a primeira temporada da série entrou para a história. Excelente e inigualável.

    O Sandy cada vez mais desperdiçado. O personagem parece esperar entediado o fim da série.

    Decepcionante a historia da Katlin com o namorado. Fim melancólico de uma relação na qual eles poderiam ter explorado as diferenças sociais e de personalidade dos dois. Poderiam ter feito uma colisão de mundos e mostrar eles vencendo adversidades e um colaborando para o enriquecimento do outro. PENA!

    Se fosse para não dar certo. Tudo Bem! Mas que fosse pelos motivos certos.

  4. João da Silva

    Péssimo episódio, mas valeu a pena pelas participações da Autumn Reeser (como de hábito) e da Willa Holland.

  5. big_noose

    sinceramente,

    pior episodio da temporada, nada, mais absolutamente nada prestou. gostei da sua analise sobre Taylor nesse ep. desnecessaria. fala serio, esse triangulo che-seth-summer vai ser ridiculo, posso ate dar uma risada, mas desnecessario, antes tivesse encerrado a participação de Chris Patt naquele ep no qual seth jogou ele na piscina. outra, o ep foi mal editado, nossa, o ep todo foi um desastre. e Chris brown, fala serio, The Oc apelou chamando ele para participar da serie. nao digo q foi um dos piores episodios da serie, porque na segunda e terceira temporada existiram muitos(senao todos) eps ridiculos. a temporada em si ainda esta boa, mas esse ep manchou ela. vms aguardar os ultimos.

  6. JAMILLA

    Horrivel!!!! Horrivel!!! Frustração devia ser o nome desse episodio que nada veio a acrescentar…só veio a representar a regressão de o.c!!!! Uma pena para quem começou a assistir a série desde o seu inicio…the oc acabou na terceira temporada( nao digo isso pela morte da marissa, mas sim pela qualidade dos episodios das temporadas anteriores).Essa quarta temporada na verdade é uma nova série que se fosse uma primeira temporada e dependesse de aprovação dos telespectadores seria desaprovada!!!!

  7. danny

    Esse foi, sem dúvida, o pior episódio da temporada e um dos piores de sempre da série…

    O triângulo amoroso Che-Seth-Summer foi surpreendente e inesperado, mas bastante divertido. E o desenvolvimento dessa história será bem legal…

    De resto, tudo fracassou nesse episódio, desde a relação do Ryan com a Taylor (e eu sou um defensor do casal…), até à relação da Kaitlin com o Will, que, apesar de ter mostrado um novo lado da Kaitlin, até hoje estou tentanto entender onde estavam com a cabeça quando pensaram nessa história (e quando contrataram o Chris Brown…).

    Mas, a partir do próximo episódio, a série melhora bastante e entra numa fase final deliciosa. Cumps.

  8. jessica

    esse chris brown.. meu deus..
    horrivel a interpretação dele… ele é muito péssimo ator..simplismente não combinou com a willa… inda bein que cortaram a participação dele rapidamente.. eu ainda nao assisti o episódio direito.. estou esperando a reprise.. mas pelo que eu pude assistir.. achei o pior episódio da temporada.. essa historia do seth de encontrar o animal interior dele que estava perdido.. que tosco.. mas achei divertiro ser uma lontra. ahaeuheuheuheue
    achei bem digno do henri michel de dizer que ama a taylor mas ser justo em realção ao ryan pra tbm expor seus sentimentos a ela… a propósito.. qual é a dela ? ela fez umas loucuras pra conquistar o ryan e depois fica duvidando dos sentimentos dele… ele perdeu o amor da vida há pouco tempo, ele está organizando a vida dele e talz.. acho que ela tinha que compreender isso.
    enfim não gostei da taylor nesse episódio.. apesar de ama-lá ^^

  9. Juliana

    Não gostei muito do episodio, mas também nao o achei tão ruim assim…Não entendi a proximidade do Seth e do Che, e nada a ver a Kaitlin desistir d um garoto por uma menina de banda, isso nao é o tipo dela….outra coisa que pra mim forçou a barra foi a Taylor dizendo q nao pode fikar com o Ryan porque ele nao disse que a ama, muito bem lembrado que no começo ela insistiu muito para ficar com ele enquanto tava explicito q ele nao queria ficar com ela e ela nao ligava, como pode do nada isso virar algo decisivo??…estou ansiosa pelo proximo episodio e pra mim esse triangulo inesperado, apesar d mostrar q sera engraçado, achei q forçou a barra por nao terem mais conflitos para envolverem Seth e Summer…

  10. paulo fiaes

    a verdade é que the o.c em algumas oportunidades tenta nos tratar como idiotas

  11. JAMILLA

    Paulo Fiaes vc voi simples e direto!!!!!!
    The o.c nesse episódio foi uma palhaçada!!!
    Fizeram esse episódio para agradar crianças de 4 anos(e eu duvido muito que as mesmas tenham gostado)!!!!!!

  12. Bruno Soares

    Será que foi um pesadelo que tive? Me nego a acreditar que aquele episodio foi ao ar…!!!!

  13. Matheus

    Aaa pra mim o episódio foi até divertido, apesar de ter tido coisas bastante toscas…Acho que nesse ponto da série os roteiristas querem mais é se divertir, às vezes sem se preocupar tanto com bom senso ou verossimilhança.E acho que vcs devem relevar um pouco!A série tá acabando e só pq tem um episódio que não se encaixa nos outros vcs já atacam a série e até a temporada, que, se não for melhor que a 1a, é uma das melhores.aaa, apesar de não gostar do chris brown, e, muito menos da interpretação dele, acho que acabei simpatizando com o personagem dele.e o triângulo summer-seth-che promete ser hilário e inusitado..O próximo episódio, pelo que vi na propaganda, deve ser excelente e muito movimentado..Mt ansioso!

  14. Mel

    “Além do que, não entendo a repetição dessa história de explorar seus sentimentos e encontrar a si mesmo. Com a Summer funcionou já que ela estava à frente de uma proposta de vida inteira, mas com a Taylor pareceu uma simples tentativa de separar o casal para não entediar a série até seu final.”
    Pensei a mesmíssima coisa sobre essa parte do episódio !!!
    Ninguém merece a Taylor vir com esse papo de precisar se encontrar também… por alguns instantes, me lembrou até da chatinha da Marissa, sempre à procura de seu próximo drama, seu próximo motivo pra chorar. Oh não !!! Tomara que salvem a Taylor desse clichê nos próximos episódios… The OC precisa terminar com um mínimo de dignidade.

  15. MatteuZbrown

    esse episodio é show de bola quem falo queque nao gostou pela participação do Chris brown nao precissa falar que ele é um mal ator pq o negocio dele é musica e dança fmz quero ver vc fazer oq ele faz se for pra falar bosta cala a boca entendeu.

    By: MatteuZbrown

  16. Fernando (Breezy)

    O Chris interpretoo muiito bem! FoquilL os invejosos!! E a serie tbm é muiito legal! ^^

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account