Log In

Reviews

Review: The Good Wife – Bad

Pin it

The Good Wife - Bad

Série: The Good Wife
Episódios: Bad
Temporada:
Número do Episódio: 13
Data de Exibição nos EUA: 2/2/2010
Data de Exibição no Brasil: 22/3/2010
Emissora no Brasil: Universal

Este foi outro bom episódio. Não foi bom quanto o episódio anterior, mas o caso da semana e o julgamento de Peter foram os grandes atrativos deste capítulo. Apesar de The Good Wife tratar mais especificamente da vida de Alicia e Peter, achei que o caso da semana acabou roubando as atenções. Me pareceu que o julgamento de Peter ainda não esquentou e que vêm muito mais por aí.

No começo temos a tensão tomando conta do escritório quando Will e Daiane discutem se devem ou não representar um cliente acusado de matar sua mulher, mas inocentado em um julgamento. Eu acho que os dois trabalham bem juntos eu não gostaria que esta “divisão” ocorresse. Espero que eles se acertem e consigam equilibrar suas opiniões. Apesar de que tudo levar a crer que esta divisão poderá ocorrer apenas em nível profissional. Mesmo assim, isso pode acabar afetando a amizade dos dois.

Acho que o ponto fraco do episódio foi à história de Daiane. Acabou caindo em lugar comum. Conservadora que detesta armas e por circunstâncias alheias a sua vontade se vê as voltas com uma. Arrependida de ter comprado o revolver, ela acaba devolvendo e mantendo intactos os seus valores depois de quase ter usado a arma de forma precipitada. Acho que ninguém se surpreendeu com o desfecho da história. A parte bacana foi ver a Kalinda demonstrando como se usa a arma no começo do episódio.

O caso de Peter acabou virando para seu lado com o testemunho de seu ex-colega e quando a defesa conseguiu reverter os danos causados pelo depoimento de Amber. Mas os pontos que foram mais interessantes acontecem quando Peter e Alicia conversam. Alicia diz que ele terá um quarto dele, caso ele saia. Peter pergunta se ela ainda o ama e ela pede paciência para que possa superar tudo. Gostei da sinceridade dela e de Peter ser inteligente, entender a situação e não forçar a barra. Ele deve ser paciente mesmo e esperar que ela o perdoe, anda mais depois que ela viu partes do testemunho de Amber, que certamente a abalou.

Mas Childs oferece um acordo para que ele possa sair imediatamente, com o veredito de culpado e a sentença cumprida. Óbvio que ele terá a grande vantagem de não correr o risco de cumprir o restante da pena e ir direto para casa. Mas não poder mais exercer a advocacia acredito ser uma coisa que ele deve considerar muito também. De uma hora para outra não poder fazer o que você sabe e que gosta não deve ser fácil para ninguém. O que ele faria depois que saísse da cadeia?

The Good Wife - Bad

E ainda tivemos o caso da semana. Ele foi tão dúbio que alguns não devem ter certeza se ele era culpado ou inocente de matar a sua mulher. Por um lado, ele tem um ar, uma personalidade de uma pessoa que seria capaz de matar alguém. Por outro, o cara parece tão culpado, mas tão culpado que só pode ser inocente. E ainda foram apontadas grandes evidências de que sua enteada seria a autora do crime.

Mas no final tinha o quadro que ele deu para Alicia. Esse quadro tinha aparecido antes, na casa dele, admirado por Alicia, mas não tinha despertado minha atenção. No final, parando para ver com calma, aparece a foto de uma mulher aterrorizada. Nesse momento e assim como Alicia eu concluí que ele tinha matado a mulher. Mas confesso ainda fica aquela pequena dúvida: será que matou mesmo? Mas como a lei fala em “dúvida razoável” e não uma “pequena dúvida” se dependesse de mim, ele seria condenado.

Séries citadas:

Luiz Marcelo é advogado. Fã de Lei & Ordem, Desperate Housewives, Grey's Anatomy, 24 Horas, The Good Wife e The Shield.

14 Comments

  1. Mica

    Cá entre nós, eu adorei o quadro ^_^.
    Quanto ao trabalho do Peter…ele ficaria impedido de praticar advocacia ou de voltar a concorrer à Promotoria?

  2. Mônica A.

    Mica, eu entendi que ele não poderia concorrer à Promotoria, mas posso estar enganada. Também não tenho certeza se o cara matou mesmo a mulher. Sério, se eu fosse jurada, não saberia o que fazer. O quadro é bem legal mesmo.

    Foi um bom episódio e apesar de clichê, gostei do destaque dado à Diane.

    E pra quem gosta da Kalinda (eu, eu, eu) no proximo episódio ela arrasa.

  3. Mauricio Costa

    eu entendi que ele perderia a “licença” e não poderia mas excercer a profissão de advogado.

  4. cleide

    Obaaa chegou review de TGW \o/ \o/

    que bom que não foi SÓ EU que ficou em dúvida sobre a inocência do cara, muito bom mesmo, por mais que eu pense não consigo ter 100% de certeza se ele é culpado ou inocente, OOOhhh dúvida cruel

    a cada semana sou brindada com histórias e atuações surpreendentes …. geeennte depois de assistir a cada episódio é inegável como esse elenco é ótimo e com personagens tão inteligentes que me deixa muito contente

    fiquei impressionada com as cenas entre Alicia e o Peter, o melhor diálogo foi:
    Peter: Você me ama?
    Alicia: Sim.
    Peter: Nossa, você disse isso parecendo uma advogada.
    Alicia: Eu sou uma advogada.

    GeZuis \o///

    e não sei não …. mas o lance todo entre Kalinda e Diane … sei não …. sai assoviando ….

  5. cleide

    ixxi esqueci :/

    aquela advogada da filha da vítima com todo aquele jeitinho sonso e bobinho além de irritante quase me deixou com raivinha dela …. hehehehe…. mas aí me lembrei que Paulo tinha mencionado a participação da filha da (minha diva) Meryl Streep
    bem …. ela consiguiu me irritar …. então é um bom sinal, pois mostra que sua atuação foi boa

  6. Marcelo

    A série vem me surpreendendo, achei que eles iriam enrolar muito com a historia do Peter (talvez o gancho do final de temporada), mas as coisas tem andando bem rápido

  7. Anderson

    Me deu saudades de The Pratice (O Desafio), onde nunca sabiamos realmente quem era culpado ou não. Pena que nao se acha pra baixar por aqui, e em DVD só tem a primeira temporada. E claro, nao reprise na maldita raposa.

  8. Paullo kidmann

    Episódio muito bom.
    adooro TGW.
    em relação ao caso da semana acho q ele era culpado hahah
    gostei da trama da Diane sim e concordo que ela e o will funciona melhor juntos.
    xoxo

  9. Min

    Em relação à pergunta acima, pelo que eu entendi Peter ficaria excluído da BAR (disbarred, acho que foi o que ele disse). É tipo a OAB, aqui. Raising the Bar, o nome da outra série, utiliza a expressão.
    Então não poderia advogar, nem ser promotor. Lá, ao contrário daqui, a pessoa tem que ser membro da BAR para ser promotor. Aqui tem que ter inscrição na OAB para ser advogado, mas não para ser promotor, nem juiz.

  10. bia mafra

    Eu gostei bastante do episódio, e só mesmo uma mulher para perceber a armação da outra advogada, ou entao um homem muito frio…
    Eu não sei se aquele cara matou ou não… o pior eh que tinha visto ele naquele arco ridiculo da seita, ai fica meio entrenhando na nossa mente a personalidade. ele mesmo falou que gostavam da hipofoxia (eh isso mesmo???) e depois eu pensei em quem seria mais burro, ele, ao trazer o cranio para o seu jardim e deixar os restos na fazenda esperando que o cranio levassem a pericia ate a fazenda (meio arriscado, não teria como ter certeza) ou a garota seria burra o suficiente para levar só o crânio para a casa dele e deixando os restos mortais na fazenda??? juro que ainda fico na dúvida…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account