Log In

Reviews

Review: Terminator: The Sarah Connor Chronicles – Adam Raised a Cain e Born to Run

Pin it

Terminator: The Sarah Connor Chronicles - Adam Raised a CainSérie: Terminator: The Sarah Connor Chronicles
Episódio: Adam Raised a Cain e Born to Run
Temporada:
Número do Episódio: 30 (2×21) e 31 (2×22)
Data de Exibição nos EUA: 3 e 10/4/2009
Data de Exibição no Brasil: 31/5 e 7/6/2009
Emissora no Brasil: Warner

Não foi fácil escrever sobre os episódios finais de Sarah Connor Chronicles. Confesso que relutei até o último minuto para reassistir os episódios. Saber com certeza absoluta que tudo acabava ali, que daqui para frente toda e qualquer resolução estaria no campo teórico e cada fã teria sua própria versão dos fatos não ajudavou em nada na elaboração do texto.

Mas enfim eu revi o final, e embora o choque não tenha sido tão agressivo quanto o foi na primeira vez que eu assisti, a dor do fim foi muito maior. E a certeza de que a série merecia uma terceira temporada continuará comigo até o fim dos dias.

O que eu mais gostei é que eles conseguiram unir as histórias e dar um fechamento relativo para o desenvolvimento principal da série. Nenhuma ponta solta se fechou, nada foi respondido de verdade, mas sem dúvida nenhuma a narrativa da série como nós conhecíamos terminou em Born to Run. Se houvesse uma terceira temporada as coisas definitivamente não seriam as mesmas. E por isso que o final chocante serviu como encerramento da série. Ele não nos respondeu nada, muito pelo contrário, deixou-nos com ainda mais questionamentos, mas ao mesmo tempo ele deu um término para a caminhada de Sarah, John e Cameron. Agora é cada um por si e a mente dos fãs por todos.

Na reta final a série recuperou o fôlego e agradou boa parte dos fãs, mesmo os já desacreditados . Em nenhum momento eu reclamei dos rumos de Terminator no decorrer da temporada, muito pelo contrário. Eu gostei muitíssimo do desenrolar devagar, da imersão na mente problemática de Sarah e mesmo da companhia nada bem vinda de Riley e de Jessie. Mas não nego que se a série tivesse mantido o ritmo dos episódios finais durante toda a temporada, ela não estaria cancelada agora. O engraçado é que fã não sabe o que quer. Se fosse a ação alucinada apenas, os comentários sobre O Exterminador do Futuro: A Salvação seriam diferentes.

E Sarah Connor caminhou rumo ao fim eliminando seus personagens um a um, e cada um serviu para o crescimento do clímax e para o amadurecimento de John. Primeiro foi Riley, depois Jessie, então foi a vez de Charlie (e essa morte doeu, pois eu tinha muito carinho pelo personagem) e finalmente Derek. E embora eu tenha sentido cada uma delas, nenhuma me deixou tão abalada quanto a de Derek. Foi tão banal, tão repentina, tão definitiva que meu coração sangrou. E a forma como os Connor lidaram com a situação tornou tudo ainda mais angustiante. Não havia tempo para lamentações, eles estavam em um momento definitivo e atitudes imediatas eram necessárias. E foi talvez por isso que fiquei tão impressionada com Thomas Dekker. Ele conseguiu dar a John Connor o tom certo entre o choque, a dor, o sofrimento, a raiva e a frieza que a situação exigia.

Igualmente impactante foi a cena de Sarah presa no final de Adam Raised a Cain. Tudo parecia desmoronar e eu não tinha a menor idéia de qual seria o rumo que a série tomaria a partir dali. Inclusive isso era o que eu mais gostava em Terminator: eu nunca sabia o que eles fariam de cada situação.

John Henry foi um show à parte. A preocupação e carinho que o robô desenvolveu por Savannah foi tão tocante que nada me tira da cabeça que foi a garotinha a responsável por John Henry se tornar uma máquina a lutar contra a tirania das outras máquinas. Não foi Weaver com sua frieza ou Ellison com sua moral duvidosa, mas sim a inocência de uma criança que roubava toda cena em que aparecia.

Terminator: The Sarah Connor Chronicles - Born to RunIsso, é claro, na hipótese de ser este o propósito de John Henry no futuro. Eu creio que é, mas certeza mesmo? Sem chances. Além do que, acredito que sua luta é maior do que a resistência em si. Eu vejo o super computador mais como uma facção própria nesta luta atemporal. Existem os humanos, a Skynet, e John Henry. Pelo visto os humanos não poderão vencer sem o computador, mas John Henry também não tem um propósito sem John Connor.

Mas por que Cameron deu seu chip ao robô? Por que ela negou conhecer a pergunta de Weaver (embora tenha se decidido naquele momento sobre o que faria, e eu creio que foi por isso que salvou Sarah)? Por que John Henry repetiu a pergunta à ciborgue? Por que ela veio do futuro ficar ao lado do jovem Connor? Quem estava realmente por trás de Cameron? A quem ela respondia? A Connor? Às máquinas? A si mesma? Por que ela e John Henry (se é que a consciência de Cameron de fato viajou junto com o seu chip e não foi transferida para a profusão de máquinas no porão de Catherine) foram para o futuro?

E o mais interessante nessa história toda foi a reação de John. Ele não titubeou ao ver o que Cameron havia feito. Ele iria atrás de sua ciborgue, nem que para isso precisasse enfrentar outra viagem no tempo, talvez sem volta. E enquanto Sarah voltou atrás, pois não era aquele o seu propósito, não era aquela a sua luta, John não pensou nem por um segundo em sair do raio de ação da máquina do tempo. A grande pergunta é: o que esse outro pulo ao futuro fez para a resistência? Pelo visto John Connor não existe naquele futuro e a resistência ainda está lá. Como ela se organizou? Ela está vencendo ou no limiar da derrota? É uma coisa universal como a organizada por Connor, ou setorizada, cada um lutando por sua sobrevivência?

Mas não tenho vergonha alguma em afirmar que as cenas finais de Sarah Connor Chronicles foram como uma pancada em meu peito. A forma como ligaram todas as informações através do rapto de Savannah, a cena altamente sensual de John e Cameron na cama (alguém ainda duvida de que esse tempo todo o garoto esteve lutando contra seus sentimentos pela ciborgue?), a confissão explícita de Weaver, a viagem para o futuro, a separação dos Connor, tudo serviu para fechar com chave de ouro esta série. E mesmo a reaparição de Derek (e a oportunidade de John finalmente conhecer o pai) não tirou o impacto de sua morte no episódio anterior, muito pelo contrário. Derek está morto. Kyle Reese está morto. Aquele é o futuro que John terá que conhecer, como sempre soube que aconteceria. O grande choque foi rever Cameron ainda na pele da humana Allison. Qual será a reação do garoto daqui para frente? Não tenho dúvidas de que ele forjará uma ligação com Allison, mas o que o motiva? Foi seu sentimento por Cameron quem o aproximou da garota (a ponto de mandá-la em uma missão onde sabia que ela morreria e que a ciborgue seria construída à sua imagem), ou foi seu sentimento pela garota que o fará confiar plenamente e eternamente em Cameron?

Terminator: The Sarah Connor Chronicles - Born to RunE como ele se integrará na resistência? Ele não está ali para ser John Connor – líder da resistência humana. O garoto está ali para reaver John Henry e o chip de Cameron. Essa é a sua missão. Ele vai prosseguir com ela até o fim? Ele vai voltar a procurar por Weaver? Ele vai abrir a situação para o tio e o pai? Ele vai/quer voltar para o passado? Porque um passado sem John Connor, é um futuro desconhecido para todos, inclusive para nós.

E agora? As cartas estão na mesa, resta aos fãs elaborarem suas próprias versões para o futuro desta série que em tão pouco tempo conquistou completamente meu coração.

Séries citadas:

Michele Reis Martins, a Mica, é advogada e mantém o blog Esperando o Esperado. Fã de Arquivo X, Highlander, Buffy, Doctor Who e sci fi em geral.

32 Comments

  1. Milton

    Eu juntei as peças apenas no penúltimo episódio, acho que a Weaver quer seu próprio poder na Terra, a sobrevivência dos humanos faz parte de seus projetos junto com as máquinas, ela não parece gostar do mundo futuro, para isto a Skynet têm que desaparecer, achar que ela voltaria para o passado para salvar os humanos é um tanto ilusório, a resposta negativa e a matança na fabrica deixa claro que ela não se importa tanto com os humanos. Até então achava que a Fabrica destruida era dela, mas neste último episódio a resposta é clara.
    Não creio que houve mudança na linha temporal, o que houve foi que Connor tenha ido em um tempo em que a resistência ainda não o conhecesse ou que o Derek tenha sido hilário, na verdade ele não tinha o porque dizer que o conhecia nem era obrigado a tal.
    Nesta nova temporada que poderia acontecer Connor estaria frequentemente em combate, o que aumentaria sua experiência para o que viria. Se ele se tornasse um lider dentro desta resistência, seria demais, mas com certeza umas cutucadinhas no Derek ele daria. Seu objetivo atual seria recuperar o chip de Cameron e retornar ao passado, mas no tempo em que ele está ainda não existe a tal caixa de viagem no tempo.
    Quanto ao romance entre ele e a humana Cameron, seria o mesmo de se apaixonar por irmãs gêmeas com algumas ressalvas.

  2. Milton

    Notaram a foto de John Henry, quando Connor mostrou para Sarah no penultimo episódio, haha hilário

  3. Luciene souza

    Luciene.
    Eu ainda não consegui ver o final da temporada e da série, infelizmente, mas gostaria de saber se já existe para vender pois me interessa guardar. Adoro todos os Terminators desde os filmes.
    Fico triste em saber que o Derek morreu eu o achava o máximo.(08/06/2009)

  4. Mica

    Milton eu concordo com o que você disse em relação à Weaver. E por isso creio que John Henry foi criado, para servir de meio termo, um mundo onde máquinas e humanos possam coexistir. Mesmo porque eles não parecem interessados apenas na guerra, mas são muito maiores os interesses dessa linha de máquinas.
    Quanto à linha temporal, pela aparência dos personagens ficou claro que John parou num ponto onde Kyle já está quase sendo enviado para o passado. A própria Allison existir nessa idade é prova de que os robôs com aparência humana já existem (além da dúvida que os soldados tinham da humanidade de John). Ou seja, não demorará muito para ela ser enviada à missão que acabará com sua vida e permitirá a construção de Cameron.
    Assim sendo, há apenas duas opções: ou eles não tem conhecimento de John Connor pq ele pulou no tempo, ou eles ignoraram a afirmação do garoto por acharem-no ‘apenas um garoto usando o nome do líder da humanidade’. Um homônimo.
    Seja como for, esse final deu pano pra muuuita manga.

  5. Regiane

    Gostei muito do final da temporada, apesar de não ser totalmente adequado como final de série. Mas, na minha opinião, o futuro para o qual J. Connor pulou já era o futuro da série, só que antes dos acontecimentos que tínhamos visto. Acredito que por J.C. ser apenas um adolescente, ele não aparecia para ninguém, como sempre foi afirmado, afinal quem iria seguir o pirralho?

  6. Juninho

    Nunca senti tanto a perda de uma série como senti por Terminator,sem duvida foi o fim mais precoce de uma série,mas fiquei extremamente feliz pelos últimos episodios da série,mesmo com a falta de respostas e com o desejo de uma terceira temporada.

    Voltei a assistir a série,desde o episodio piloto,e assim como a Mica,assisti com um sentimento incomodo de perda.

    Sentirei saudades da Cameron,e embora Summer Glau disse querer muito interpretar uma mulher normal,sou louco pela atriz desde a River de Firefly,e seria muito bom vêr a atriz de volta as telas mandando porrada pra tudo que é lado e repetindo um papel parecido com esse,pra pelo menos matar um pouco da saudade da nossa exterminadora.

    Savanah e John Henry,roubaram a cena também,a relação dos dois era muito bonita,não vou esquecer do penultimo episodio da série,onde os dois cantavam uma musica infantil em quantos era mostrado John e Cameron sozinhos e Sarah sendo presa.
    E claro Thomas Dekker,mostrou amadurecer muito como ator no decorrer da série e mandou bem.

    Enfim,não é facil dizer adeus,mas é preciso,resta uma pequena esperança de alguém cogitar pelo menos um Filme,embora seja quase impossivel.

  7. Douglas

    Sabe,imbecil, que tal não colocar uma foto tão esclarecedora na chamada da resenha?Eu não assisti e sempre passo longe dos reviews de episodios que eu ainda não vi.Mas fica meio dificil não saber de spoilers com uma foto dessas estampando o review.Obrigado,pessoa incrivelmente sem-noção por revelar com uma imagem que não poderia ser evitada nem por um caolho miope uma surpresa(triste ainda por cima) do final da série.

    Resposta do Editor: Douglas, o criterio do TeleSéries é claro. Passou no Brasil, não é mais spoiler. Sinto muito, mas é assim que trabalhamos. E no último ano pouca gente reclamou do nosso critério de publicação, algo me diz que estamos fazendo o correto.

  8. francisco koller

    Terminator é uma das melhores histórias já criadas para o cinema e a tv. É criativa, inventiva e ouso dizer, quase genial. Coloco-a ao lado de “Alien” e de quase todos os filmes de Chaplin, entre outros. Como disseram, mais uma temporada ficaria bem e poderiamos conviver com este ambiente fascinante por mais um tempo. Seu final foi denso, emotivo e impactante. Prova da grande capacidade americana de nos fazer sonhar.

  9. Carlos Loures

    Parabéns Mica por tudo que você escreveu nessa crônica e eu concordo plenamente com tudo que foi dito por você e acho que teríamos uma 3ª temporada
    arrasadora de boa.Ao ver aquela cena em que o JC olha para o pai chegando é show. Não dá para entender como uma série dessa é cancelad e outras ,que cá entre nós,são umas porcarias.Uma pergunta :A pergunta que a Weaver fez a Cameron ,não foi a mesma que o John fez para a cyborg líquida no submarino que a Jesse estava ?

    Um abração a todos

  10. Luan

    duvido nada se a segunda temporada tivesse 9 ep. como a primeira , ela viria pra uma terceira temporada .

    Nem sempre quantidade significa qualidade,
    uma pena…

  11. Joelma

    eu relutei muito em ver os restantes dos episódios, a série realmente me conquistou e seus personagens, mas aproveitei a maratona para finalmente ver…, não me decepcionei mas ficou um gosto amargo…, por isso acho q não vou conseguir ver o filme tão cedo, talvez nunca! e uma bruta raiva por terem cancelado essa série, pra colocar outras que provavelmente serão canceladas tb

  12. Roberto

    palhaçada, hein!
    isso é foto que se coloque na página inicial?
    e quem não está acompanhando a sériew como fica diante de um spoiler desse, impossível de se evitar?

    nem li o texto pra não descobrir ainda mais detalhes sobre o final da série, mas só essa maldita foto já foi o suficiente.

    espero que o responsável seja devidamente repreendido pelo editor.

    no final das contas também não sei o porque da homenagem ao Bruce Springsteen nos títulos dos dois episódios.
    quando alcançar a série eu descubro, ao contrário do destino de um dos personagens principais, que vocês e sua foto já estragaram.

  13. Marcos Almeida

    Roberto, o episódio foi exibido no Brasil semana passada. Spoiler seria se o episódio ainda não tivesse sido exibido. Ainda mais que a morte do Derek não foi nem na finale…

    Falando em season finale, não gostei. Deixou coisas em aberto demais. Tudo bem se tivesse deixado em aberto, mas resolvido as questões principais. Do jeito que ficou, não gostei.

  14. Mica

    Na verdade Roberto, os títulos dos episódios tem tudo a ver com os dois episódios. Ficaram perfeitos mesmo.

    Marcos, para resolver as questões principais precisaria de pelo menos mais meia dúzia de episódios. Por isso que eu acho que a série merecia uma terceira temporada. Mas não acho que terminou no ar. A série terminou fechando a narrativa conhecida. O problema é que os ques e os porquês ficaram todos a escolha dos fãs :-(
    E eu realmente queria saber quem é o ‘irmão’ do John Henry. Já é o protótipo da Skynet? E quem está por trás de tudo?
    Dúvidas, dúvidas e mais dúvidas.
    Será que os caras se animam a fazer um filme? (sonho, mas…)

  15. Marcos Almeida

    É que ficou tudo no ar, Mica…
    ***Ele foi para um futuro onde ele não existia? (já que o seu eu presente foi pro futuro e deixou de criar o seu passado entre o tempo da viagem do tempo e o da chegada dele no futuro (me fiz entender? – hehehe)
    ***Pra onde foi a Weaver? Ela sumiu depois que foi para o futuro. Mas quem a enviou para o passado primeiramente? Foi por conta própria? E porque matou tantos se estava ajudando? Eu sei que eles não tem moral para cumprir seus objetivos, mas se estava pensando em ajudar o John, deveria começar não matando humanos, não???
    ***Qual o propósito do John Henry? Com o chip da Cameron ele não perderia todas as suas memórias? Lembro que o carinha disse pra Weaver que isso poderia acontecer… Dai, quem foi para o furto não seria a Cameron no corpo do John?
    ***E que fim levou a Sarah? Afinal o seriado leva seu nome e deveria ter mostrado algo…
    ***No finalzinho, mostou um raios perto do local onde o John surgiu com a Weaver…seria a Sarah surgindo do passado?
    Tantas perguntas…e olha que só lembrei dessas agora! hehehehe

  16. Estefferson Torres

    >> Mas por que Cameron deu seu chip ao robô?

    Essa é uma das dúvidas mais intrigantes. A pergunta que Elisson fez a Cam condicionou uma reação dela, e isso pode nos levar ao fato de que: (a) Cameron foi enviada pela linha neutra de máquinas. (b) Cameron foi enviada e programada por John para realizar uma missão designada por ele.

    No entanto, isso é estranho, pois é bem provável que o T1000 no submarino seja a Catherine. Se ela é a Catherine, ela já deixou claro ao John do futuro que não se uniria a Resistência. Então, porque a Cameron obedeceria a uma ordem da Weaver? Só se Cam estivesse do lado da Weaver também.

    >> Por que ela negou conhecer a pergunta de Weaver (embora tenha se decidido naquele momento sobre o que faria, e eu creio que foi por isso que salvou Sarah)?

    É como eu disse na resposta anterior, é possível que a Cam esteja também do lado da Weaver e há uma possibilidade que a Cam e Weaver já tenham planejado isto desde o começo. Então aquela suposta mentira que Cam disse à Alisson enquanto esta última era prisioneira, de que “nós somos uma facção que quer paz com os humanos”, pode não ser de todo uma mentira.

    >> Por que John Henry repetiu a pergunta à ciborgue?

    Porque ele foi instruído pela Catherine a fazê-la a Cameron, desencadeando assim a reação que ele teve.

    >> Por que ela veio do futuro ficar ao lado do jovem Connor?

    Essa é talvez a mais intrigante, cuja resposta tem duas partes. Uma é fácil, Cam ama John (sim, ou vocês ainda duvidam disso? e ele a ama também). A outra é mais difícil. Se Cam foi enviada por John somente para protegê-lo, porque ela respondeu a um “comando” de Weaver/John Henry? E se Cam é aliada de Weaver, porque as duas enviariam Cam ao passado para proteger John, se no fim Cam voltaria para o futuro e John iria atrás dela? Porque elas queriam o jovem John no futuro? Será que elas querem lhe dar uma preparação real na guerra contra a Skynet?

    >> Quem estava realmente por trás de Cameron? A quem ela respondia? A Connor? Às máquinas? A si mesma?

    Eu digo que Cam, Weaver e até o próprio John do futuro estejam envolvidos nisso, mesmo que Weaver tivesse se negado a se aliar à Resistência, ela ainda poderia ter um acordo com John por debaixo dos panos. Desculpem mas sou muito imaginativo e gosto de elaborar teorias complexas.

    >> Por que ela e John Henry (se é que a consciência de Cameron de fato viajou junto com o seu chip e não foi transferida para a profusão de máquinas no porão de Catherine) foram para o futuro?

    O que eu acho é que Cam foi para o futuro no corpo de John Henry. Talvez ela tenha feito isso porque seu corpo original estaria danificado e não resistiria a uma viagem temporal. Creio que Cam não foi transferida para o supercomputador no porão, pois lembrem-se de que Mr. Murch disse que John Henry era formado por “aquela coleção específica de hardware e software, corpo e alma”. Então John Henry deixaria de existir se Cam se transferisse para ele.

  17. Milton

    Este papo de JC amar Cameron parece um tanto engraçado, lembra um episódio de Star Trek da nova geração, onde a Doutora era apaixonada por um Alienigena, só que este alienigena tinha um outro ser dentro dele (Tipo Goauld de Stargate) no caso ambos estavam apaixonados pela Doutora, então o cara morreu e o simbionte foi transferido para um outro corpo, o de uma mulher, e a mulher assimilou os sentimentos do simbionte pela doutora, quando a Doutora conheceu esta mulher ficou muito decepcionada. Voltando a Terminator, então temos o JC apaixonado pelo chip de cameron que está neste momento no corpo de JH, então ele precisa pegar o chip e transferir para uma das futuras camerons máquina que será criada(vai existir dezenas) ou retornar ao passado e colocar naquela máquina antiga já bem acabada. Eu como homem vejo apenas o interesse fisico entre JC e Cameron, dai para paixão…..
    Se levarmos em conta que numa possível nova temporada somente no final JC envia seu pai para o passado, então temos um ano antes dos acontecimentos do primeiro filme, por isto, minha afirmação de que nesta época não existe a tal maquina do tempo. E falando novamente sobre fotos, se fosse este JC mais jovem a entregar a foto ao seu pai, então a mãe dele já a teria entregado para JC, mas eu não percebi esta entrega durante a exibição do seriado.

  18. aquiris

    seria muito bom, se tiver mais temporadas da serie, principalmente do papel de summer glau,como cameron ela e ótima inda mais agora que esta viva no futuro poderia ate ter um caso com john connor!!

  19. Rabinson Grings

    Pessoal, desculpe ressuscitar esse falecido tópico, mas comecei a acompanhar a série nas madrugadas do SBT e ela realmente me cativou como poucas fizeram.

    Comecei a pesquisar e acabei parando aqui. Gostei muito dos comentários do pessoal e principalmente das suas colocações Mica.

    Mas eu tenho uma pergunta que ainda não foi feita: No último capítulo, logo depois da janela da Ms. Weaver ser destruída por uma nave e ela defender a família Connor um certo líquido prateado (supostamente uma parte de algum T-1000) se une a perna da Ms Weaver. O que seria aquilo e, principalmente, por que???

    Seria esse um artifício para estimular os Connors a aceitarem as idéias da Ms Weaver????

    Abraços…

  20. steffano

    Caramba, eu tbm to aq pra resucitar esse post,rsrsr
    Tava aq, dando uma olhada nos pots do The Mentalist ( que é otima ), e vi sobre o terminator.
    Nossa mas siceramente, nunk vi um “final”, tão bem bolado, o diretor deve ter feito isso, so pra sacanear a emissora, rsrsrsr,
    na hora que aparece a Sumerno finalzinho é fantastico, ja fik legal aparecendo o Derek, mas depois…
    E fica milhões de perguntas no ar, deveria mesmo ter nem que seja um filme.
    E outra coisa, os fatos do seriado que seguiriam apos o “final”, deveriam ser bem feitos pois em ipotese alguma poderia entrar em contradição com a fraquia dos filmes TERMINATOR.

    Ouvi dizer que ela foi cancelada, por ser muito cara, e ter apenas 2,5 mi de audiencia nos EUA ( eu mato esses filhos da mãe, não sabem o que é uma boa serie).

    Ela e Dollhouse, brigavam pelo mesmo publico, dai eles prefiriram fikr com Dollhouse, por ser mais barata. E ter quase o mesmo tanto de espectadores.
    Vo baixar esse seriado, espero que seja bom, pq se não…

    Do mais, é serie que mais sentirei saudade, pra ser melhor que essa, as proximas tem que ser muito boa, pra supera-la.

  21. alexandre lopes

    A Cameron foi a melhor personagem de ficção que já vi (e eu já vi muitos) e a interpretação da Summer foi magnifica.

    A série tinha efeitos muito bons e realmente terem escolhido Dollhouse (apesar de gostar de seu produtor) foi o maior erro que já vi.

  22. Ju

    A Cameron foi a melhor personagem de ficção que já vi [2]
    FATO!

    Meu coração ta dilacerado, como vou viver sem TSCC????
    Relutei muuuuuuuuuuuuuuito pra assistir o final da serie, levei MESES pra ser sincera, com pena que acabasse (apesar de so ter começado a ver so esse ano) e cara sem plavras.. foi maravilhosa, mas ficaram TANTAS duvidas, uma sensação de vazio infinito =((((((((((((

    Quandoa Cameron tirou a blusa, quase morri achei que finalmente eles iam ter alguma coisa!!!!
    Foi duro ver John lutando contra seus sentimentos ali!
    E cara ver a evolução da personagem da Summer Glau, foi fantástico.. No fundo ela é um exterminadora, e seu desejo de matar é infinito, mas ela simplesmnete não consegue, o que nos leva a crer que tecnicamente John despertou algum sentimento nela *__________*
    Aii to arrasada, vou morrer de saudades da cameron ,principalmente! De ve-la aprendendo as coisas, (ja sentia) saudades dela com o john no colégio *-* (imagina se ela tivesse ido no baile com aquele amigo dele? seria hilário), do olhar dela quando não entendia as coisas =((((((((

    AHHHHHHHHHHHHH TSCC VOLTA :(

  23. Lia

    Bem.. eu hiper atrazada comentando..
    Terminei de ver toda serie ontem, amo essa serie!
    Fiquei confusa com o capitulo final e criei algumas teorias…
    Pra começar, achei confuso o John chegar no futuro e ninguem saber dele, porem, parei e pensei no seguinte, uns capitulos anteriores em uma conversa com o Derek, o Derek disse ao John que ele no futuro enviou o Kyle Reese para o passado disendo a ele que se ele não viajasse para o passado ele não iria nascer.. bem, sendo assim, pode muito bem o futuro ter acontecido assim mesmo. Ele chega do passado conhece eles e passa a liderar a resistencia.. Quanto a Cameron, ou melhor Alisson, quando chegou olhou para o John com um amor no olhos, logo vi que não era a robo Cameron.. acredito que então nesse futuro os dois se envolvam, ela acaba morrendo e ele então decide fazer a Robo Cameron.. Assim tem a explicação da criação dela. Achei estranho que no final desse ultimo capito alguem disse “Eu te Amo” ou “Eu tambem te amo” não to lembrada agora, mas acredito que era a Weaver disendo ao John Henry que devia estar escondido. A Cameron deve ter dado o seu chip ao John Henry porque afinal ela é uma exterminadora, um dia ela trairia o John isso é uma realidade, e ali foi o momento que ela fez isso. O chip dela seria de muita utilidade para eles no futuro. Achei bem estranho a Weaver não ter matado o John Connor e a Sarah.. Sempre achei que era isso que ela iria tentar fazer. Então quanto a essa parte a minha teoria é que ela fez mesmo uma armação ao John, pois ele iria para o futuro sem se preparar tanto, sem a ajuda da mãe dele, mas como vi alguns comentarem, ele queria encontrar o chip da Cameron, com isso se separou da mãe, que logicamente ia continuar tentando combater a Skynet no passado. Bem bolado. Se veria então o John Connor no futuro totalmente despreparado e desprotegido. Olhando por outro lado, a Weaver deve ter levado ele pro futuro, porque derrepente era essa a missão, assim que deveria ser. Se não o John poderia nem sobrevivier ao dia do julgamento e nunca ser o lider da Resistencia. Ou ela estava do lado mesmo dos outros robos, e o John Henry era o futuro d vitoria da Skynet contra os humanos ou, que a Weaver não estava nem do lado dos humanos nem dos robos, ela deve ter um lado proprio.. o que remete a resposta da pergunta “se juntará a nós?”
    Achei triste aquele final, pro John, fiquei pensndo que coisa dificil que ele estava passando, pois foi tudo muito derrepente..Se viu sem a Cameron, no futuro e sem a mãe.. Enfim, achei muito confuso. Bem é isso. :)

  24. Edson Rigo

    Muito bom seu fechamento, concordo plenamente em uma 3° temporada, pois ficou inúmeras perguntas sem respostas.

  25. Cavalheiro

    Nossa, concordo com tudo que você falou, o final foi tão emocionante pra mim, q eu quase chorei (e eu nunca tive esse sentimento em filmes, só em alguns jogos q sou mt fã) e foi tudo acontecendo tão rápido q eu tava até meio q assustado, a morte do Derek foi tão assustadora, tipo o cara entra no corredor errado e pá, 1 segundo depois o cara morreu, foi mt tenso, e achei mt paia eles não terem feito uma continuação, mesmo q fosse em uma webserie, filme, websodes ou qlqr outra coisa… Espero q um dia eles reconheçam oq TSCC representa para os fãs e deem um bom final para a serie… Abraços XD

  26. willian

    essa serie tem que ter uma continuacao porque isso nao ten sentido ele vai para o futuro junto com a quela mulher mais do nada ela some mesmo assim o john connor tem que liderar a raça humana e pergunta que ficou antes que eles fossem para o futuro o que quer dizer essa serie tem que ter uma continuacao

  27. willian

    tem muitas coisas que nao aconteceu ainda é por isso que tem que ter a tereira temporada

  28. Marcelo Machado

    John Connor pode ter ido para um futuro onde ainda seria a lenda, talvez ele mandasse o pai para o passado para que ele possa existir e a história entraria num ciclo repetindo os eventos de Exterminador 1.

    Logo na primeira temporada aparece John Connor com a mesma cara de adolescente que tem, e não um John adulto como se espera depois de tantos anos, ele aparece meio nas sombras mas da para ver que é ele ainda jovem.

  29. Marcelo Machado

    Navegando pela net, achei um outro blog e achei bem consistente o que ele relatou do desfecho da séries, o que concordo em grande parte.

    “No final da segunda temporada, o mesmo voltou a acontecer, só que desta vez de uma forma ainda mais complexa.
    John Connor é enviado para um futuro, anterior aos das decisões que originaram o Terminator 1, tornando possível a John Connor ver pela primeira vez o seu pai e reencontre o tio (que havia morrido no tempo de onde John Connor veio).

    O problema é que ambos não o conhecem pois apartir do momento em que ele avançou no futuro, o seu eu do futuro deixou de existir e ninguém o conhece.

    É aqui neste ponto, do paradoxo temporal, que achei muito bem pensada a premissa final da série, pois normalmente acontece de vermos viajens no tempo em que alguém vê o seu eu nesse futuro. Se pensarmos bem acaba por ter mais lógica o conceito usado em Terminator TSCC e é por esse prisma que fiquei com pena de ver a série a ser cancelada. Ao se avançar a linha temporal para um futuro, o futuro dessa pessoa deixa de existir lá.
    Tal como em Lost/Perdidos se explicou, o “nosso” tempo é uma linha recta pessoal. Quando a pessoa salta no tempo, continua a viver em linha recta, apesar de estar numa nova timeline.
    Assim, filmes como “Regresso ao Futuro 2” nunca poderiam estar correctos ao terem a conviver duas versões do mesmo “eu” num tempo igual…

    Esta viagem para o futuro criou novos paradoxos temporais, ao mesmo tempo que me deu a entender porque razão nunca chegou um John Connor do futuro nos filmes de Terminator: ele é a chave do futuro mas se viajar no tempo cria novos paradoxos colocando em causa a sua própria natureza existencial.
    É por isso que ele envia outros nas viagens no tempo!”

  30. Fabio Andrico Fidencio

    Gostei muito confesso que me apaixonei por essa serie e gostaria qe tivesse uma terceira temporada .Nao gostei do final mais embora tenha sido surpriendente gostei de ver que john reencontrou camerom e acho qe o john do futuro amava camerom tanto a ponto de mandala ao passado para qe o john do passado pudesse conhece-la antes e ir se apaixonando por ela conforme odesenrolar da historia e qe a camerom humana era augo para john no futuro. Esta é a minha opiniao .gostei muito desse seu texto me ajudou a intender melhor o final .obg por isto….

  31. Wesley

    Preencheu minha lacuna onde estaria com essa dúvida eterna! hahahah
    Weaver pode ser o metal que estava no submarino com Jessie (quando ela pensa no futuri) e J. Connor do futuro a enviou para desenrolar exatamente esta trama para que ela pudesse fazer J. Henry, pois Connor saberia que precisava de Henry para alguma coisa! A pergunta que não quer calar é: Quem “deu” a Weaver ( o metal ) para Connor?

  32. Marcelo Machado

    Para mim é uma interrogação, mas especulando, creio que seja uma falha no sistema, todos sabem que sistemas podem aparecer bugs, talvez este bug tenha feito com que surgisse uma linha de programação diferente nas IAs dos andróides, uma versão que queira se livrar da tirania da Skynet, afinal se pensarmos bem, a Skynet se tornou uma tirana escravizando todas as máquinas a sua vontade e talvez como IA algumas começaram a se questionar pq lutar tanto sob o junto da escravidão para um computador megalomaníaco? Veja que se vc fosse um andróide com esta linha de pensamento, vc veria o quanto mau a Skynet faz aos seus de sua “especie”, pensando melhor, qual diferença entre os humanos que escravizavam as máquinas e a Skynet?

    Mas está é a minha opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account