Log In

Reviews

Review: Stargate Atlantis – Reunion

Pin it

Stargate Atlantis - ReunionSérie: Stargate Atlantis
Episódio: Reunion
Temporada:
Número do Episódio: 63 (4×03)
Data de Exibição nos EUA: 12/10/2007
Data de Exibição no Brasil: 24/4/2008
Emissora no Brasil: FX

O fio condutor da trama em Reunion é o reencontro de Ronon e três amigos de Sateda, que ele acreditava estarem mortos. Tyre, Ara e Rakay propõem a Ronon e à equipe de Atlantis invadir um laboratório onde os Wraiths procuram desativar o código de ataque que Mckay reativou nos replicadores. A invasão do laboratório é, na verdade, uma emboscada para que os Wraiths prendam Mckay e para que os satedanos convençam Ronon a se juntar a eles, que agora trabalham para os Wraiths.

Bom, nem é preciso dizer que nada funcionou.

Mas, além da trama que conduz o episódio, é também em Reunion que Samantha Carter, de SG-1, chega a Atlantis para ocupar o lugar de Elizabeth Weir. O episódio mostra sua chegada, os primeiros conflitos, as primeiras decisões. Entre elas, a de negar o pedido de Sheppard para resgatar Weir:

… Não gosto da idéia de deixar alguém para trás mais do que você, mas não mandarei você ou qualquer outro numa missão suicida. Apareça com um plano com uma chance, mesmo que mínima, de sucesso e eu considerarei. Além disso, sinto muito, não há nada que eu possa fazer.

Ecos…

Já ouvimos isso na primeira temporada da série. Em Rising (Part II), Elizabeth Weir utilizou essa mesma justificativa para negar a Sheppard um pedido para resgatar do Coronel Summer e seus homens, aprisionados pelos Wraiths.

Duas mulheres… Uma mesma forma de pensar?

Talvez. Porém, Elizabeth Weir, em minha opinião, tem muito mais densidade que Samantha Carter. Elizabeth conseguia ser razão e sentimento, deixar que isso transparecesse em suas ações e, apesar disso, ser firme em suas decisões. Por Atlantis, Weir arriscou sua vida várias vezes e ao ter que deixá-la, na terceira temporada, quando os antigos reassumiram a cidade, foi a que mais sofreu. Atlantis era a sua vida.

Stargate Atlantis - ReunionQue me crucifiquem os fãs da série, mas Samantha Carter é maior que Amanda Tapping e Elizabeth Weir é maior que Samantha Carter.

Torri Higginson? Torri é exatamente do tamanho de Atlantis. Por isso espero que não tenha sido o fim da personagem, afinal esse é o grande lance da ficção-científica, nem tudo precisa ser exatamente o que parece ser.

Perdoem-me por essa review ser mais uma homenagem à Elizabeth Weir do que um comentário sobre o episódio…

Mesmo porque eu teria mais umas coisinhas para dizer sobre os Wraiths. Mas isso fica para uma próxima oportunidade.

Séries citadas:

Historiadora e professora não praticante. Adora uma boa história, seja ela escrita ou encenada. Atualmente, em seu coração, dividem espaço Person of Interest e Once Upon a Time. A Guerra dos Tronos? Prefere o livro.

6 Comments

  1. Mica

    Alguém mais tinha certeza desde o início que os três amigos do Ronon eram traidores? Ficou tããããão na cara. Mas eu achei legal mesmo assim, principalmente por mostrar (mais uma vez) o carinho que o Ronon sentia pela Elizabeth. Fazia eco ao carinho que eu sinto por ela.
    Acho que nunca perdoarei os caras por darem fim à Weir. Já disse no review anterior, mas repito aqui: amo a Sam, mas não havia necessidade de tirarem a Weir para trazerem a Sam para Atlantis.
    Não sei a quantas anda a equipe do SG-1 depois do Ark of Truth (que ainda não tive a oportunidade de assistir), mas se era para trazer alguém de SG-1 (para aproximar os públicos) faria muito mais sentido trazer o Daniel, que pelo menos sente teve um interesse genuíno por Atlantis.
    A Sam ganhou uma promoção, ela é militar e dá para entender os militares quererem alguém deles no comando, mas acima de tudo Sam é uma cientista. Eles vão se desfazer da maior cientista da Terra e enviá-la para outra galáxia onde está o segundo maior cientista da Terra!?? Sem falar que a própria Sam ficou castrada: sem poder ir a vigens off-world, sem poder usar sua inteligência para salvar o dia com seu brilhantismo científico, ficou numa promoção meramente burocrática, como foi o caso do … do…vixe, esqueci o nome do Richard D. Anderson na série!!!!! Que vergonha! Mas no caso dele o ator pediu para se afastar da série, então a promoção fazia sentido e sua pouca participação também, mas Carter não. Ela entrou com nome em primeiro lugar em Stargate Atlantis e veio assumir uma função que apesar de ser tecnicamente uma promoção, na prática é um atropelo de suas especialidades.
    Isso sem falar que Weir era ótima no que fazia. Ela era uma negociadora, era o que fazia melhor e por isso foi escolhida para ser a chefe da expedição.
    Tudo bem que a idéia original era uma pesquisa científica que acabou se tornando uma expedição militar, mas…..ela estava se saindo melhor do que nunca no posto que ocupava.

    Mas não ficarei criando caso. A Sam é uma graça de pessoa e sua personagem, é claro, saiu-se maravilhosamente bem na temporada. Isso não quer dizer que eu não sinta falta da Weir dia após dia.

    E para finalizar, um comentário fútil: antes de começar a temporada eu ficava pensando “será que a Amanda Tapping deixará o cabelo crescer agora que SG-1 acabou?”. Foi tão bom vê-la de cabelo mais compridinho em Atlantis ^_^.

  2. João da Silva

    Está duro suportar estes Wraiths patéticos…

    De raça ameaçadora eles foram reduzidos a vilões que morrem com poucos tiros (antes eles pareciam ser muito mais resistentes).

    Este episódio foi muito, mas muito previsível.

    Ao menos vimos a Samantha Carter em ação na tentativa de resgate. A Weir nunca faria isso.

    Falando em Weir, a série fica estranha sem ela.

  3. Mica

    Também me irrita o fato dos Wraith morrerem tão facilmente agora.

    Sam é militar, tem experiência de campo. Weir é civil. Seu negócio é falar ^_^.

  4. Marcelos

    Regina, concordo em gênero, número e grau com seu comentário: “Samantha Carter é maior que Amanda Tapping e Elizabeth Weir é maior que Samantha Carter”. Pensei que eu era o único a achar isso.
    Abraços.

  5. Eduardo Boteon

    Elizabeth Weir faz realmente falta e olha que eu só percebo isso agora que ela não está mais lá, ficou meio que um buraco. Creio porém que podemos dar uma chance, pode ser que com o tempo isso seja
    uma boa mudança. Eu sou otimista, fazer o quê né ?

  6. Natalia

    A Sam é realmaente muidou muito de papel em Atlantis mas ela com toda sua experiencia foi muito para o pessoal de Atlantis e para a propria personagem se nós compararmos a Sam da 1ª temporada de SG-1 com a Sam de Atlantis há uma enorma diferença (levando em conta o tanto o cabelo comop a forma de ser) pesar disso era melhor vê-la em ação com O’ Neill (principalmente a relação entre os dois)e a SG-1 clássica. E tanto a Samantha Carter quanto a Amanda Tapping são muito melhores que qualquer Weir da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account