Log In

Reviews

Review: Stargate Atlantis – Broken Ties

Pin it

Stargate Atlantis - Broken TiesSérie: Stargate Atlantis
Episódio: Broken Ties
Temporada:
Número do Episódio: 83 (5×03)
Data de Exibição nos EUA: 25/7/2008
Data de Exibição no Brasil: 3/9/2009
Emissora no Brasil: FX

Broken Ties poderia ser um desses episódios que apenas estão lá para preencher os espaços entre a season premiere e a season finale. Poderia ter sido entediante se lembrarmos que derivou de Reunion, um dos episódios mais fracos da quarta temporada. Poderia ter sido um desastre já que a história dependia em grande parte da densidade dramática de Jason Momoa. Mas o que poderia ter sido decepcionante acabou rendendo um bom episódio, além de suscitar uma alguma discussão a respeito da possibilidade dos espectros alimentarem-se de Ronon.

O personagem de Jason Momoa entrou na série na segunda temporada. Ronon era um fugitivo. Uma pessoa na qual os espectros implantaram um localizador e passaram a caçar. A dúvida que gerou toda a discussão é a seguinte: porque os espectros não se alimentaram e fizerem dele um fugitivo? Revendo a cena de Runner, ainda me parece muito claro, apesar de opiniões contrárias, que o espectro simplesmente não conseguiu iniciar o processo de alimentação: a expressão de espanto e raiva em seu rosto é reveladora. Por isso transformaram-no em um fugitivo. Então, caso essa interpretação seja a correta, a premissa de Broken Ties seria falsa.

Outro problema a meu ver é que em Commom Ground, episódio da terceira temporada em que é revelado o poder dos espectros de devolverem a vida, Todd é categórico ao afirmar que é um dom reservado a seus mais leais adoradores ou para aqueles considerados irmãos. Em Reunion e Broken Ties este dom é utilizado como instrumento de tortura; como método de persuasão ou lavagem cerebral. Não me parece, portanto, um tratamento reservado para aqueles considerados irmãos.

Mas, relevando-se essa incômoda sensação de que algo está fora de lugar, e apesar de todos os riscos já citados, Broken Ties funcionou: temperou com cenas engraçadas (mérito de Robert Picardo), um episódio de ritmo perfeito.

Stargate Atlantis - Broken TiesO nível de tensão foi aumentando gradativamente. Ronon é capturado e enquanto Tyre tenta convencer o amigo a render-se aos espectros, Sheppard e sua equipe tentam localizá-lo. A sensação de Ronon quando passa a ser torturado é semelhante à de Tyre em Atlantis. Quando finalmente Ronon cede e alia-se aos espectros, Tyre completa seu processo de desintoxicação e junta-se a Sheppard para resgatar Ronon; neste ponto até a dúvida sobre as respectivas conversões são idênticas: será que Ronon realmente cedeu ou está ganhando tempo? Será que Tyre realmente quer ajudar ou é apenas um meio de voltar à colméia?

Quando finalmente acontece o encontro entre Ronon e a equipe de resgate, somos brindados com uma grata surpresa. A cena só não foi melhor porque Jason Momoa é muito óbvio. Ronon revela-se aliado dos espectros e Mark Dacascos salva o dia, quando convincentemente Tyre volta-se contra Teyla, forçando Sheppard a se render. Nas cenas seguintes fica-se sabendo que a ação de Tyre foi apenas um artifício: ele realmente viera para salvar o amigo, redimir-se e reencontrar o orgulho e o altruísmo satedano. E apesar do desfecho já esperado, foi comovente vê-lo sacrificar a vida para explodir a colméia.

Séries citadas:

Historiadora e professora não praticante. Adora uma boa história, seja ela escrita ou encenada. Atualmente, em seu coração, dividem espaço Person of Interest e Once Upon a Time. A Guerra dos Tronos? Prefere o livro.

3 Comments

  1. Luciano Cavalcante

    Não seria legal, Ronon morrendo e Tyre – Mark Dacascos é melhor “ator” que Jason Momoa – assumindo seu lugar em Atlantis?

  2. Milena

    Olha, eu gosto de Ronon. Não é um excelente ator, mas acho que dá conta do recado, sim. Gostei do episódio, mas sei lá. Depois do Carlson, da Weir e mais recentemente da Samantha, tenho achado tão esquisito esses últimos episódios.

  3. Fernando dos Santos

    Um bom episódio e que usa a alimentação dos Espectros como metáfora para os efeitos do vício em drogas e os males que elas causam não apenas nos viciados, mas também no sofrimento que trazem a parentes e amigos destes.

    Ficção científica de qualidade se faz assim mesmo, usando a fantasia para falar de coisas do dia-a-dia do espectador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account