Log In

Reviews

Review: Smallville – Absolute Justice

Pin it

Smallville - Absolute Justice

Série: Smallville
Episódios: Absolute Justice
Temporada:

Número do Episódio: 185/186 (9×11 e 9×12)
Data de Exibição nos EUA: 5/2/2010
Data de Exibição no Brasil: 23/2 e 9/3/2010
Emissora no Brasil: Warner

Alguém ainda assiste essa série? A surpresa é verdadeira. Muitas pessoas reagem com essa pergunta quando as digo que meu maior prazer é escrever resenhas sobre Smallville. Não me admira que elas também achem que 10 anos de super boy é um exagero. Costumo não discordar com essas pessoas, apenas argumento: “A série evoluiu. Cresceu com o super boy. Agora ele é o Superman”.

Smallville chegou em 2001 com a promessa de reviver a lenda do Homem de Aço, e até hoje o personagem principal não voa, não usa capa e há pouco tempo era ridiculamente apaixonado por Lana Lang, mesmo assim, não há sombra de dúvidas que Clark Kent já não é o mesmo. Ele evoluiu, assim como a série.

Então aqueles que insistiram em acompanhar a série foram recompensados com boas histórias, participações especiais realmente especiais, e a promessa de que o futuro está realmente próximo.

Entre as participações especiais destaco uma que não aparece na telinha. Falo do roteirista e diretor de criação da DC Comics, Geoff Johns. Com ele, Smallville se aproxima cada vez mais dos quadrinhos e corta um pouco a linha melodramática da CW. Na oitava temporada, Johns assinou o badalado episódio Legion, quando trouxe a Legião dos Super-Hérois para a série.

Esse ano, o roteirista realizou o sonho de nove entre dez criadores de séries, e transformou Smallville em filme. Absolute Justice é uma espécie de troféu, um prêmio pela paciência e insistência daqueles que dão uma pequena risada de satisfação quando alguém pergunta: Alguém ainda assiste essa série?

Com baixo orçamento, beirando os 7 milhões de dólares, e muita criatividade, Absolute Justice aproximou a série mais uma vez dos quadrinhos e deu um gás para o resto da temporada. Mas e aqueles que nunca leram uma única página das revistinhas? Bom, posso dizer que o episódio duplo foi justo para todo mundo.

A primeira cena mostra bem do que se trata a história. Juntando Chloe Sullivan e Sylvester Pembertom, vemos a nova e velha geração, onde Smallville se junta ao universo da Sociedade da Justiça da América e vislumbra um futuro intrigante: Cheque-Mate, Apokolips, Lex Luthor? Tudo isso me pareceu muito bom. Mas o que me chamou mais atenção foram os detalhes, muitos e deliciosos. Por exemplo: o uso do termo meta-humano, Oliver e Dinah, Grande Irmã, Lanterna Verde, o quadro da SJA, Era de Ouro, o futuro de Lois e Clark entre muitas outras coisas.

Esse é um trabalho para Clark Kent.

E não há dúvidas. O repórter, pacificador, herói nas horas vagas e amante da Lois Lane pode até tardar, mas ele não falha.

O filme mostra Clark investigando, fazendo seu trabalho de repórter. Isso o leva a encontrar a velha Sociedade da Justiça da América, ou ao menos alguns de seus integrantes.

Enquanto isso, na Sala da Justiça, ou na Torre de Vigilância, Chloe e Oliver tentam organizar a nova Liga e resolver o mistério que os rondam no momento. Apesar do bom trabalho do time, eu gostaria de ver mais o resto da gangue. Mas isso seria querer muito, quando se tem pouco dinheiro, qualquer ator a mais é luxo.

Não posso reclamar tanto assim da mesquinharia da CW, apesar do pouco recurso, cenário, figurino, trilha sonora, efeitos especiais: impecáveis (na medida do possível).

Enquanto o outro time não vinga, Absolute Justice nos trouxe a oportunidade de ver como seria se fosse possível ter a Liga sempre por perto. A Luta da Sideral com o Geada foi de tirar o fôlego, e não estávamos nem perto do fim do filme. A trilha sonora e os efeitos ajudaram bastante. A luta teve direito até a reviravolta, e a participação de um elemento surpresa. Ou mais de um.

Smallville - Absolute Justice

Ah! Gavião Negro!

Ah! John Johns!

Não havia tempo para suspiros, a cada minuto nascia um novo fã da série.

Se eu pudesse escolher uma cena preferida, com certeza aquela que mostra a velha e a nova geração de super-heróis na Sala da Justiça.

E pegando carona na grandiosidade icônica, não poderia faltar o Planeta Diário, e também a não-ainda-tão-famosa-mas-já-entrevistadora-de-ganhadores-de-prêmios-Nobel: Lois Lane. Ela chegou na segunda parte já envolvida com a história. O que poderia a Cheque-Mate querer com a intrépida repórter? Isso veremos nos próximos capítulos.

Adorei o fato de vê-la fazendo o que a tornou famosa na mitologia, sendo uma boa repórter, e desvendando o caso com competência. O que falta um pouco na série. As vezes, acho que Lois é apenas a namorada do Clark.

A participação da Pam Grier foi pequena, porém muito marcante, assim como a da Cassidy Freeman. A parte “do mal” da série está super bem representada.
Mas outra coisa marcante foi a lição dada pela Courtney: Um time precisa ser uma família, antes de tudo.

E desse jeito, que eles derrotaram o vilão e triunfaram para uma nova Era: a Era de Prata.

Lição aprendida, agora Nova Liga precisa se tornar um time de verdade, para evitar o apocalipse total.

Smallville - Absolute Justice

Para o Alto e Avante

O recurso escolhido para apresentar os antigos heróis da Sociedade da Justiça, mostrando como eles foram detidos no passado, foi de muito bom gosto.

Senhor Destino. Ele foi o ponto alto entre os integrantes da Liga da Justiça da América. “Saudações!”

Gavião Negro. Amém!

Lois Lane. Alguém sentiu que a segunda parte da história foi um pouco melhor? Hum… coincidência. “Imagino se ele faz horóscopos”.

Amanda Waller. Foi o motivo de síncope entre muitos telespectadores. A Cheque-Mate em Smallville? Ah… possibilidades! “Bem-vindo ao Esquedrão Suicida”.

Lutas. E não é que teve uma que durou mais do que 30 segundos? Fiquei abismada.

Caçador Marciano…..verde!

Coquetel de Kryptonita

Exposição exagerada da Chloe. Por quê, meu Deus? Por quê? Big Sister? Não é ao menos engraçado.

Pobre escolha para a Sideral.

Mal aproveitamento dos Kandorianos.

Alguém ainda assiste Smallville? Pela audiência alcançada pelo telefilme nos Estados Unidos, pela alegria dos fãs ao redor do mundo, eu digo que sim, alguém ainda assiste Smallville.

Absolute Justice salvou 9 heróis (de 0 a 10).

Escrito por Geoff Johns.

Dirigido por Glen Winter e Tom Welling.

Séries citadas:

30 anos, é formada em jornalismo pela Unesp e em Letras Inglês e Literaturas pela UFRN. No "TeleSéries", já foi colaboradora e editora de Notícias, agora é Editora de Conteúdo e escreve a coluna mensal "Sintonia". Já passou pelo Vírgula e pela Rede BomDia, do DIário de S. Paulo. No tempo livre, vê Bones, Hot in Cleveland, It's Always Sunny in Philadelphia, entre muitas outras séries. Fã do Clark Kent e música country.

Website: http://naliteral.blogspot.com.br/

28 Comments

  1. Brian

    Melhor eps da serie sem duvida nenhuma… .resenha otima, mas eu daria uma nota 10 pq apos 9 anos conseguiram fazer um ep p prender o publico e ate resgatar mt gente q deixou d acompanhar..
    N sou mt familiarizado com os quadrinhos… fikei meio perdido com a Xeque-mate, mas pelo visto n e uma invençao so pra serie, alguem sabe mais sobre?

  2. Michael Nascimento

    Ops! Eu AINDA assisto Smallville. o/
    Por mais que falem mal, Smallville é um vício e agora que eu comecei, vou ter que terminar. Tô na 7ª temporada agora. Um pouquinho atrasado. hehe

  3. Victor Hugo

    Eu assisto tbm! ;) Não tem como não ficar com um grande sorriso após ver esse telefilme de Smallville.
    Gostei de tudo e Geoff Johns é bem vindo e espero q ele volte a dirigir outro episodio da série…
    Nota eu daria 10!!!

    Ps: não sabia do orçamento desse telefilme…

  4. Bernardo SA

    Eu ainda assisto Smallville – e fazendo download semanal (faço download da série desde a 4ª-5ª temporada)!

    No geral, gostei do filme, mas a atuação da Pam Grier foi uma decepção. Se ela queria parecer manipuladora e segura da situação, ñ pareceu – Michael Rosenbaum dava um banho fazendo isso (e ele sempre fazia muito mais naturalmente). Até atores que interpretam robôs/ciborgues são mais convincentes em seus papéis do que a Pam foi nesse eps.

    Gostei e concordo c/ o review, exceto no comentário sobre a Pam.

  5. Bernardo SA

    P.s: Gostei da Sideral tb.

    @ Milton
    Na LJA adaptada (= de Smallville), nem Batman, Mulher Maravilha e Lanterna Verde fazem parte, sem contar que eles tem uma versão adaptada do Flash no time. Batman ñ era da SJA.

  6. Douglas

    Ah, com certeza um episódio épico! Nota 10! Vai ficar na memória! Quero Geoff Johns mais vezes. Tinha abandonado a série na 4ª temporada, mas decidi dar mais uma chance a partir da 5ª e viciei! Smallville surpreendentemente a cada temporada que passa está melhor e sim a série ainda tem muito fôlego pra mais uma temporada!

  7. antonium

    a questão de batman,mulher maravilha e lanterna verde é sempre um problema de direitos autorais de adaptações para o cinema,por isso é difícil eles aparecerem.smalville merecia uma adaptação para o cinema por causa desse telefilme que renderia ótimas lutas principalmente com a liga x SJA.agora eles estão tentando reativar a franquia do super..bem que podiam aproveitar essas ideias de smalville e fazer a coisa certa:uma adaptação que seja fiel aos quadrinhos mas acessível para qualquer um e com um bom roteiro e atoes/atrizes carismáticos e não aquele bobagem que fizeram em “super-homem o retorno”:nas interpretações/roteiro/direção todo mundo parecia perdido,dando uma sensação de total falta de direcionamento para o personagem.tomara que tenham aprendido a lição….

  8. João da Silva

    Ótimo episódio, pena que a Warner o dividiu em duas partes.

    Gostei muito da Stargirl, interpretada pela atriz Britt Irvin, da série The Assistants, mas acho que o Sandman foi subaproveitado.

  9. Adelson (TD Séries)

    Olá, Maria Clara!

    Não tenho a menor vergonha de admitir que assisto Smallville desde o primeiro episódio da primeira temporada. Tenho também todos os boxes originais do seriado até o momento e pretendo segui-lo até o final (nem que haja mais 10 temporadas).

    Mas, mesmo sendo fã assumido, sou da opinião de que Smallville já cumpriu o seu papel. Clark já está pronto para se tornar o Superman. Dêem-lhe suas asas e façam um final decente para o seriado. Esse é meu maior desejo hoje.

    No meio de tudo disso, Absolute Justice foi fenomenal, daqueles episódios que se tornarão um clássico! História caprichada, efeitos especiais na medida correta e um elenco competente. É daqueles para ser visto e revisto.

    Um abraço!

  10. Mica

    Clarinha, ao contrário de você, para mim nunca há Chloe suficiente nos episódios. Eu a adoro ^_^.
    Mas em relação ao episódio em si, foi um show. Muito bom. Pena que é um show de um (dois) episódio só. Seria legal algumas menções no futuro.
    Também acho que deveriam mostrar Lois sendo mais Lois. Quero dizer, eu a adoro, mas está na hora de mostrarem-na realmente investigando, entrevistando, sei lá.

    Gostei muito da Sociedade, só achei muito ruim a atriz que interpretou a Sideral.
    Quanto a Xeque Mate…a mulher era a coisa mais fuleira da face da Terra. Fiquei com vergonha da interpretação da atriz. Ainda bem que existe a Cassidy Freeman para salvar os vilões de Smallville.

  11. Maria Clara Lima

    Mica, acho que a posição da CW em transformar tudo em folhetim acabou desconstruindo um pouco a Lois Lane, mas qdo o Johns escreve, há algo diferente no ar. Cassidy Forever Freeman.

    João, asas?

    Adelson. Não há nada para ter vergonha! Bata no peito, orgulhoso! Não são muitas as séries que melhoram com o tempo, ou que chegam ao seu décimo ano.

    E gente, não dá pra por o universo DC todo na série. É impraticavel.

  12. João da Silva

    As asas do Hawkman estavam muito pouco convincentes, não estavam muito bem feitas. Provavelmente o orçamento acabou prejudicando.

  13. Cristiane Martins

    Maria Clara, ótimo review, eu já fui surpreendida por olhares espantados quando digo que vejo Smallville, mas não vou abandonar a série a esta altura do campeonato.
    Clark Kent, foi um herói que foi evoluindo a cada temporada, e acho que a decima temporada deva ser a derradeira, um final com o homem de aço usando uniforme e voando, e o que mais desejo.
    Quanto ao episódio ele foi maravilhoso, finalmente vimos o encontro da nova Liga da Justiça, com a antiga foi muito realizado, com efeitos especiais e trilha sonora perfeita.
    Além de dar uma lição de moral nos novos membros da Liga, mostrando para eles o valor da amizade e união, e egoismo e rivalidade devem ser deixados de lado.Tivemos também Lois sempre trazendo, um pouco de humor com suas tiradas,quem é fã apesar de tudo, fiquei feliz.
    Gostei demais de Smallville, e acho valido, ter uma nova temporada, já que a série tomou um novo rumo.

  14. Rodrigo Rabello

    Smallville me fez ter uma assinatura de tv a cabo!Realmente a série mudou,gostava muito do enredo inicial:as dificuldades de ser um super na juventude e perdido numa cidade do interior.Lembrava a Smallville de Superman,o filme.
    Mesmo assim,quando mudou,ficou bacana(e esqueçamos a quarta temporada,muito teen).Hoje,está mais próxima dos quadrinhos e,principalmente, da mitologia kriptoniana.
    Sorte nossa a série pertencer a CW,pois se fosse outro canal,já teriam terminado com ela.2,5 milhões para os “grandes”,é o fim.Particularmente,prefiro assim,só assiste quem gosta e eles não precisam matar um leão por episódio.
    Tom Welling não é um bom ator,mas na falta do Christopher reeve,é o Clark Kent que temos.Aliás,na minha opinião,Smallville já é um marco por isso:só existe um Superman live action nos últimos 9 anos,graças a série!
    Maria Clara,pelo valor que você revelou,imagino que cada episódio gira em torno de uns 3 milhões,ou seja,60 milhões por temporada,correto?Os 175 mil recebidos por Tom entram nessa conta?
    Que venham mais personagens da DC!

  15. Luan

    episódios assim me faz esquecer a 6ªe7ª temporada
    será que o Michael Rosenbaum volta?

  16. Maria Clara Lima

    Rodrigo, o salário dos atores e convidados, da produção e tudo envolvido estão inclusos nesse valor. O que diminui mais ainda o dinheiro para a produção.

    Luan, rumores dizem que ele não volta.

  17. João da Silva

    É bom que o Lex não volta, assim a Tess fica mais tempo.

    A atuação da Britt Irvin (Stargirl ou Sideral, em português) foi boa, mas o ator que interpretou o vilão não foi tão bem.

  18. sidnei

    EU TENHO TODOS OS 8 BOX DAS TEMPORADAS ANTERIORES E VOU CONTINUAR COMPRANDO A 9.E A 10.TEMPORADA.

  19. Paulo Fiaes

    Clara,

    somente você pra me fazer querer rever Smallville (de novo)
    excelente texto, apesar de q n li todo pra n saber dos spoilers. vou dá mais uma chance a série
    -)

  20. Maria Clara Lima

    Paulinho, assim você me deixa sem graça! Mas você não é a primeira pessoa que me diz isso, e fico feliz em convencer as pessoas a darem uma chance pra série.

    =]

  21. Sara PG

    Assisto Smallville desde sempre, e não ligo a mínima com as críticas ou de olhares tortos por conta disso. Assisto o que gosto e ninguém tem nada com isso.
    Tô achando a nona temporada, disparada, a melhor até agora. A review tá excelente.
    E esse episódio em particular (pra mim, uma completa desgibizada) foi maravilhoso.
    Fiquei emocionada especialmente com a ‘visão’ do Destino quando toca Clark. Aquilo foi lindo.
    E Clark olhando o quadro com os heróis, foi mágico. Adorei.
    Se mantiverem esse nível, espero que Small continue ainda além da décima temporada. Tá divertida de se ver. Mudou muito, pra melhor.

  22. João da Silva

    O Michael Rosenbaum não deve mais voltar para Smallville, pois vai fazer uma série cômica para o Syfy Channel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account