Log In

Opinião Reviews

Review: Private Practice – War

Pin it

Private Practice - War

Série: Private Practice
Episódio: War
Temporada:
Número do Episódio: 52 (3×21)
Data de Exibição nos EUA: 29/4/2010
Data de Exibição no Brasil: 19/7/2010
Emissora no Brasil: Sony

A Lara me pediu para substituí-la esta semana na review de Private Practice. Me disse que sentou na frente do computador e não conseguiu escrever nada coerente. Assisti o episódio. E agora entendo o porquê.

Eu acredito que um contrato implícito é firmado toda vez que um telespectador decide acompanhar semanalmente um determinado programa de TV. É um acordo de múltiplas partes, envolve o canal, elenco, produtores. Como um casamento, ou melhor, como uma dessas compras à luz do novo código de defesa do consumidor, aceitamos o objeto que nos entregam, do jeito que ele é apresentado.

O problema é que, com uma frequência cada vez maior, canais, elenco e produtores tem rompido este contrato. E nos deixado na mão. Quando o Liv decide recomeçar Mercy desde o início, ou a Warner some com Gossip Girl, isto é uma quebra radical de confiança. Quando a Melina Kanakaredes decide simplesmente se desligar de CSI:NY isto é um rompimento de contrato. E tem ainda as quebras que acontecem na produção – toda vez que um show se afasta de premissa, muda de direção em busca de audiência fácil, perde o rumo, comete erros absurdos de continuidade e por aí vai.

Muita gente deve ter gostado de War. Porque War amarra as pontas soltas da temporada de Private Practice antes da season finale. A rejeição de Violet ao seu bebê se estendeu demais e precisava terminar. Naomi precisava voltar (nem deveria ter partido). E Cooper e Charlotte precisavam de um elemento que os reaproximasse, e Dell precisava ter um diálogo (ririri) e o insuportável triângulo amoroso Addison, Pete e Sam pelo menos deveria sair do mundo da ideias (um achando que ama o outro) para se tornar palpável.

Private Practice - War

Em War, com a disputa de tribunal em torno da guarda de Lucas, a história anda. E pra este terceiro ano de Private Practice isto já é um acontecimento e tanto.

Mas o que isto tem a ver com o contrato? Bom, War me lembrou um episódio de ER que eu não suporto: I Don’t, da 13ª temporada, o casamento de Abby e Kovac (review do Thiago Sampaio aqui). Este foi o primeiro e único episódio de ER sem pacientes, hospital, atendimento médico.

Em War, Private Practice abriu a mão de ser um drama médico. Foi só um drama. De tribunal.

Empenhada a dar o desfecho pro melodrama psicológico dos personagens, Private Practice sumiu com os pacientes, com o hospital e as duas clínicas (que cada vez menos são usadas de cenário). Pode ser um pequeno deslize, quase um exagero meu, mas são do muitos deslizes como este que Private Practice vem desapontando a cada semana uma parcela significativa dos fãs.

* * *

O episódio, claro, renderia ainda mais discussões. É um episódio cheio de diálogos fortes. Por conta de Lucas, as advogadas desmoralizam todos os médicos, um a um, acabando com a reputação deles na frente do juiz. Fosse na vida real, aquelas pessoas jamais suportariam trabalhar juntas novamente.

Mas é só Private Practice.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

8 Comments

  1. Sophia

    Quando comecei assistir Private,não ímaginava que estaria assim agora.A tempos venho criticando e assisto mesmo de teimosa que sou,esse episódio então ,me irritou profundamente ,como que pessoas que se diziam tão amigas puderam fazer uma lavação de roupa suja em pleno tribunal,só o que faltava era a Violet ter ganho a custódia mesmo que compartilhada ,porque ela é muito desiquilibrada ,tá certo que mesmo sofrendo o trauma que sofreu,mas de repente volta de uma viagem curada,dai é forçar demais né?Se fosse na vida real depois disso acho que não teriam mesmo como aquelas pessoas conviverem ,muito menos continuarem a ser sócias.Era tanto veneno nesse episódio que até me senti mal.

  2. Neto Paes

    Cara,enquanto assistia ao episódio eu só conseguia pensar: Hoje ninguém tá trabalhando, fecharam a clinica, f*dam-se os pacientes! E nossa, como o egoísmo da Violet chegou ao extremo expondo todos os outros no tribunal só pq ela não que ver o filho com o Pete e a Addison. Achei o cúmulo ela bater na porta do Pete e perguntar como eles chegaram naquele ponto. Deu vontade de gritar “Oi, vc que fez a m**** e agora quer que eu resolva?!”. Cara, se continuar assim, acho que não passa da próxima temporada.

  3. Eza Tarragô

    Concordo com vcs! Se poderia divagar muito sobre o episodio War.Mas como tudo estava um enrolo só(nem sei s esta palavra existe),está parecendo fim de novela que resolvem tudo nos 2 últimos capítulos .Vamos ver hoje o que acontecerá no episódio duplo.

  4. Tati Siqueira

    Por esse episodio que eu comentei em diversos textos da Lara que eu Achava a Violet egoista;

    Não tiro a razão, ela tem diversos motivos para está deste jeito, mas o que me deixou P. da vida foi ela voltar e achar que 9 meses(sei lá se é isso mesmo)passados ela iria voltar e ser a mãe do ano. Que não iria passar por um teste e ir se acostumando pouco a pouco com Lucas, a criança não teve nenhum contato com ela é complicado vc confiar em uma pessoa assim.

    Fiquei totalmente ao lado do Peter e acredito que se a Violet realmente tivesse pensando um poquinho só(tanto que no final do episodio ela ver a M….bem gde que ela fez)tudo se resolveria sem processo e com ambas as partes chegando ao um comum acordo que é a felicidade do Bebe.

    Agora que Private Practice foi dificil a isso foi, teve episodios bons, mas outros péssimos de ser ver, como diz a Simone Miletic vamos apelar para a Nossa Senhora dos Seriados, para que a nova temporada que se inicia em setembro venha muitoooooooo melhor que esta.

  5. Rodolfo

    Já eu achei um dos melhores episódios da temporada. A edição foi ótima, o clima foi bom e e eu gostei da mudança de ares.

    Resposta do Paulo: Rodolfo, ia comentar uma coisa e agora você me lembrou. Achei bacana a timeline totalmente frouxa, não dava pra saber exatamete quem depôs antes de quem, o que aconteceu a que hora. Isto foi bem legal. Mas ainda assim não gostei da história.

  6. Mônica A.

    Eu gostei do episódio e fiquei do lado do Pete o tempo inteiro. A Violet foi muito egoista esse tempo inteiro e querer o bebê de volta depois de quase um ano e achar que tudo ficaria bem é ser muito burra.

    Esse foi o último episódio legal da temporada. Os outros só pioram.

  7. SISSI

    SÓ UMA COISA A DIZER : A VIOLET NÃO QUERIA A GUARDA TTAL, QUERIA A GUARDA COMPARTILHADA.PRECISAVA TANTO ESCANDALO PARA ISSO ?

  8. Alessandro

    Gosto não se discute mesmo! Eu achei esse episódio um dos melhores de Private Practice de todos os tempos! Achei diferente, inesperado e inovador para os padrões da série!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account