Log In

Reviews

Review: Private Practice – Right Here, Right Now

Pin it

Private Practice - Right Here, Right Now

Série: Private Practice
Episódio: Right Here, Right Now
Temporada:
Número do Episódio: 34 (3×03)
Data de Exibição nos EUA: 15/10/2009
Data de Exibição no Brasil: 8/3/2010
Emissora no Brasil: Sony

Bom, tendo em vista que a Sony atrasou a exibição de Private Practice e que o episódio dessa semana é continuação do episódio Invasion de Grey’s Anatomy – que a emissora tão inteligentemente já exibiu – antes vou refrescar a memória de vocês.

Izzie Stevens era responsável pela diálise de uma mulher que esperava por um transplante de rim há três anos. Depois de brigar com Dr. Percy, o “invasor”, deu coordenadas errada à técnica colocando em risco a vida da paciente. Juntou a fome com a vontade de comer. Katherine Heigl precisava se afastar para gravar um filme e foi uma oportunidade para fazer mais um croossover.

Bailey chega à Los Angeles na esperança de encontrar um rim para Sarah nos próximos três dias e o único compatível é o da irmã com HIV positivo. Durante a cirurgia, Sam mostra que é mais do que o Dr. Feel Good (achei que Addison fosse contar porque ele deixou de ser um cirurgião cardiotorácico e nada) e ele e Bailey quase se beijam, o que pra ser bem sincera, foi a salvação do episódio.

Miranda Bailey foi o melhor deste episódio com seus comentários pra lá de sinceros.

Esse lugar é melhor que uma novela.

Uma criança que possui dois pais é bem a cara de novela, pelo menos não temos de esperar até o final pra saber quem é o pai – o que também a essa altura do campeonato já estava certo que seria Pete. Só que vou ter de concordar com Sheldon quando disse que ela não tinha direito de dar uma criança sem antes nem saber quem é o pai, mas estou aliviada que pelo menos isso se resolveu.

Também fiquei aliviada quando Miranda disse:

Uma pobre mulher no prédio do seu consultório com um bebê, tentando descobrir o que houve no casamento dela, e você quer uma estrela dourada porque fez a coisa certa. Se age como uma vagabunda, não recebe uma estrela dourada.

Acho que quanto a isso não há mais pra dizer né? Ah, tem sim, alguém me explica a necessidade de Morgan aparecer três vezes perguntando se eles tinham dormido juntos, se ela o amava bla bla bla?! Completamente dispensável.

Private Practice - Right Here, Right Now

Paralelo a isso (e veja que é uma grande vitória um episódio com casos paralelos e todos os personagens presentes) o paciente de Cooper não possui sistema imunológico e vive trancado no quarto, mas quer levar a namorada a um baile. Fofo.

E para os fãs, Charlotte e Cooper vão morar juntos!!

Eu sei. Precisava de um episódio pra amarrar algumas pontas (eu não me esqueci de Amelia e a confusão com os embriões, por exemplo), mas confesso que preferiria pular essa parte.

Séries citadas:

Bacharel em Direito e servidora pública. Já chegou a ver mais de 30 séries, mas hoje prefere ter vida social. Atualmente acompanha Arrow, The Good Wife, The Voice e Scandal.

2 Comments

  1. Silvia

    Dei risada com os comentários da Bailey…
    Olha muita preguiça da Violet…tá me irritando!
    Tbm achei dispensável a presença da Morgan…traiu ou não traiu?traiu porque vc vai estar no pensamento dele…fala sério!

  2. Sophia

    Aida bem que acabou com aquela novela mexicana pra saber quem era o pai da criança,ri muito quando a Bailey disse tudo aquilo pra vagaba da Addison,e pelo amor de Deus qual mulher vai dizer pra outra que o marido não para de penssar nela?!! Fala sério né!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account