Log In

Reviews

Review: Private Practice – Crime and Punishment

Pin it

Private Practice - Crime and PunishmentSérie: Private Practice
Episódio: Crime and Punishment
Temporada:
Número do Episódio: 17 (2×08)
Data de Exibição nos EUA: 3/12/2008
Data de Exibição no Brasil: 16/3/2009
Emissora no Brasil: Sony

Crime and Punishment é o episódio mais dramático até aqui. Não digo isso no sentido de dramalhão, mas no sentido trágico e comovente, uma vez que, até o momento tivemos cenas emocionantes e tocantes e nunca um episódio com carga tão tensa e dramática.

Tivemos um pedófilo episódio passado; uma garota com o ultimo desejo de ser mãe; uma Violet magoada por ser usada como “Addison” por Naomi; um garoto de 17 anos desistindo de viver; uma mãe sacrificando um filho por outro e a amizade de Nai e Addie ficando abalada.

Agora temos um casamento desestruturado somado a doença incurável da mulher e à falta de respeito entre os dois resultando em morte; e Sheldon Walace foi de grande ajuda para Violet conseguir entender se foi suicídio auxiliado ou assassinato. Ele é um colega de profissão, mas que trabalha na clínica concorrente embora isso não tenha impedido os dois de se darem bem e eu gostei muito da leveza do personagem – é o que Violet precisa – e o que essa amizade pode representar.

Private Practice - Crime and PunishmentA outra paciente era uma mulher grávida de nove meses que está em coma desde que sofreu um acidente de carro. Noah Bean (Damages) é o marido desesperado para tê-la de volta. No final, ele aceita que a esposa não volta e leva a filha pra conhecê-la e se despedir numa cena maravilhosa com o toque ímpar da música You Have Been Loved, de Sia.

No mais, Cooper está magoado com Charlotte e ela precisa engolir todo o orgulho pra reconquistá-lo e Naomi, Dell, Meg e Pete ficaram por conta da discussão sobre aborto. O meu receio, quando a série se propõe a ser “mais séria”, é que tudo saia do tom e por isso prefiro quando ela mescla humor à emoção, porque é essa leveza e despretensão que faz com que ela seja gostosa de assistir, mas tudo funcionou bem e o episódio agradou. Que venha o próximo.

Séries citadas:

Bacharel em Direito e servidora pública. Já chegou a ver mais de 30 séries, mas hoje prefere ter vida social. Atualmente acompanha Arrow, The Good Wife, The Voice e Scandal.

6 Comments

  1. Joelma

    realmente a série vem me surpreendendo, gostei muito dessa leveza e despretensão como vc diz, aos poucos as personagens foram me conquistando

  2. Camila Oliveira

    Eu gostei desse episódio (na verdade, gostei de praticamente todos depois da 1° temporada^^).

    Gostei dos dois casos. O do marido que matou a esposa foi o tipo de coisa que eu não esperava ver, até porque ele não quis se divorciar dela na 1° temporada, então foi meio que uma surpresa. Eu até estava acreditando nele…

    O caso do outro marido/namorado foi o que eu mais gostei. Chegou um momento em que eu fiquei até com raiva dele por estar arriscando a vida do bebê esperando que algo improvável acontecesse, mas ao mesmo tempo, deve ser terrível ver a pessoa que você ama naquele estado e sem poder fazer nada. Quando ele levou o bebê para conhecer e se despedir da mãe eu quase chorei. Foi uma das cenas mais bonitas que eu devo ter assistido na série.

    Quanto ao novo personagem, Sheldon, estou acompanhando a série junto com os americanos e até agora não consegui gostar dele. Não que ele seja ruim, mas simplesmente não me agradou. Igual o Pete.

    Ah, já ia esquecendo, eu gosto muito de ver a Charlotte tentando reconquistar o Cooper. É legal ver que não é só ele que luta pelo relacionamento.

  3. Aline

    Adorei esse episódio. Gostei muito da discussão sobre o aborto e todos os pontos de vista que foram analizados. Fiquei com pena da Naomi.

    Quanto ao marido que matou a mulher, eu tinha acreditado nele. Se ele tivesse realmente dizendo a verdade não teria sido tão previsível como acabou acontecendo.

    Charlotte tentando reconquistar o Cooper foi ótimo. Torço pelos dois, mas espero que essa história de gravidez não seja verdade.

    Agora, Sam is the new Serena. Jesus, dêem um plot que preste pro homem!

  4. Flávia

    Eu não gostei muito do Sheldon. Mas quem eu não suporto mesmo é a Meg… Tomara que a limem de uma vez da vida do Pete.

  5. Aline

    Ah sim, realmente. Que a Meg vá embora LOGO! Personagem chaaaaaaaaaaaaaaaata.

  6. SILVANA

    ESPERO QUE NÃO TENTEM FORÇAR ROMANCE DE SHELDON COM VIOLET.SERIA IMPROVÁVEL DEMAIS..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account