Log In

Reviews

Review: Private Practice – Contamination

Pin it

Private Practice - ContaminationSérie: Private Practice
Episódio: Contamination
Temporada:
Número do Episódio: 20 (2×11)
Data de Exibição nos EUA: 8/1/2009
Data de Exibição no Brasil: 6/4/2009
Emissora no Brasil: Sony

Já estava na hora de Private Practice sair do marasmo e Contamination – episódio que abre a segunda parte dessa temporada – é bem melhor que os últimos episódios, principalmente pelo destaque ao personagem que mais cresce na série: Cooper. O caso clínico que sempre busca polemizar, aqui ficou por conta de uma mãe em dúvida, melhor, certa de que a vacina, em vez de ajudar, causou autismo em um de seus filhos.

Por causa do sarampo de uma das crianças o Departamento de Saúde envia uma funcionária para inspecionar o local e ela e Sam, depois de discutirem, se beijam, do nada. Aliás, a mesma coisa aconteceu com Wyatt e Addison, os dois brigaram, trocaram ofensas e bem sabemos que os dois vão acabar na cama, ainda mais agora que ela e Kevin não estão juntos – ou estão? Achei que ele tinha terminado, mas ela ligou pra ele, então é esperar pra ver.

Private Practice - ContaminationViolet e Pete cuidaram da carência e nesse meio tempo ele pensou em ter um relacionamento sério enquanto que ela não quer se envolver e eis que aparece Sheldon pra, quem sabe, ser a outra ponta do triângulo.

No mais, Heather, a ex-namorada do Dell, foi irresponsável de novo. O que não justifica a reação dele, afinal ninguém tem como prever que seu filho ficará exposto a sarampo logo no dia que você atrasa para pegá-lo. Gostei bastante do episódio e me emocionei com Cooper tentando salvar a criança, mas espero que essa temporada dê uma guinada e eu possa dizer que um episódio foi excelente.

Séries citadas:

Bacharel em Direito e servidora pública. Já chegou a ver mais de 30 séries, mas hoje prefere ter vida social. Atualmente acompanha Arrow, The Good Wife, The Voice e Scandal.

7 Comments

  1. Camila Oliveira

    Foi um bom episódio mesmo. O caso da vacina foi bem interessante porque realmente existe esse questionamento quanto a deixar a criança autista. A mãe das crianças me fez lembrar da minha avó que se recusa a ser vacinada contra a gripe por achar que a vacina deixa os idosos gripados. Teoria da conspiração total. O pior é que a criança acabou morrendo de uma doença que poderia facilmente ser evitada. Inclusive, eu acho que chorei quando a mãe do menino segurou ele nos braços depois de morto.

    A inspetora do departamento de saúde estava sendo uma chata, mas o Sam até que é hot, então eu entendo ela ter gostado dele ^.^

    Quanto aos triângulos Addison, Kevin e Wyatt e Violet, Pete e Sheldon, sem comentários.

  2. Filipe

    Não me entendam mal, eu adoro Private Practice. Mas eu acho a série presunçosa nos casos médicos. Ela tenta ser uma coisa mas o resultado é totalmente o oposto. Esse episódio foi muito bom, mas como eu disse, ele tinha uma presunção e não conseguiu atingi-la.

  3. Paulo Antunes

    Concordo com tudo que você escreveu Lara, em gênero, número e grau. Por isto, esta semana, só vou postar abobrinhas:
    1- Como pode a Charlotte administrar um hospital e uma clínica ao mesmo tempo? Ela é tão boa assim?
    2- É só na minha TV, ou nos últimos episódios o Dell está cor de laranja?

  4. Lara Aurich

    Paulo, não é nem questão de ser boa não, e sim como ela arruma tempo pra cuidar da clinica e do hospital…

    Já que você falou abobrinha, eu queria comentar uma…reparou nos vestidos que a Violet usa? Não sei onde arrumaram aquilo, horrível!

  5. Pedro Paulo

    Lra, você verá que dos próximos episódios, uns dois são realmente EXCELENTES. A série só melhora no roteiro.

    E continuo admirando o crescimento de Cooper e Dell na série, enquanto Pete quase some.

    (Por falar em Pete, eu vi ele ontem em The Sopranos, no SBT!!)

  6. Raquel

    Me perdoem se estou completamente por fora, mas o tal crossover entre PP e Grey’s Anatomy já rolou?
    Valeu!

    Resposta do Editor: Nos EUA sim, no Brasil ainda não. Por aqui só em maio.

  7. Raquel

    Ah tá, obrigada! Quero muito rever Addison com o povo em Seattle de novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account