Log In

Reviews

Review: One Tree Hill – Who Will Survive, and What Will Be Left of Them (episódio 62)

Pin it

cena de Who Will Survive, and What Will Be Left of ThemSérie: One Tree Hill
Episódio: Who Will Survive, and What Will Be Left of Them
Temporada:
Número do Episódio: 62
Data de Exibição nos EUA: 29/3/2006
Data de Exibição no Brasil: 6/6/2006
Emissora no Brasil: Fox

Perfeito, Perfeito, Perfeito, não conheço outro adjetivo para descrever este episódio. Houve uma mistura de sentimentos, tristeza, amor, loucura, amizade. One Tree Hill nos proporcionou uma hora de pura emoção, nos brindou com a perfeição.

A começar pelo personagem principal, Lucas. Ele estava inconformado com a morte do tio, estava triste, estava com raiva, estava sozinho. É difícil perder alguém próximo, ainda mais dessa forma, agora imagine perder aquela pessoa que é praticamente um mentor, o coração de Lucas estava dilacerado e não era para menos, Keith morreu.

Lucas e os demais tiveram que passar pelos estágios do pesar: Raiva, medo, culpa, depressão e aceitação. E a cada estágio assistíamos as reações de cada um desses personagens ao momento traumatizante que eles passaram, descobrimos o que eles estavam sentindo e qual era a culpa que eles estavam carregando.

cena de Who Will Survive, and What Will Be Left of ThemEm um momento de perda, o seu mundo se perde, você vive para chorar e tentar entender o porquê. Lucas culpava Jimmy por matar o tio, ele se isolou de sua namorada porque não conseguia se abrir e a ajuda que ela estava oferecendo não estava servindo no momento. Para piorar, sua mãe o culpou pela morte de Keith, Lucas estava confuso e transtornado porém, depois da conversa com Whitey, Lucas enxergou o inevitável, o mundo segue girando – como diz a música, o tempo não pára. Whitey:

Keith disse, ‘treinador, eu sei que você quer algumas respostas, mas qual é a resposta certa? Porque não há resposta, há apenas vida’. então Lucas, seja o homem que Keith te ensinou a ser, qualquer coisa menos que isso fará dessa uma tragédia bem maior do que já é.

Infelizmente, quando queremos voltar no tempo acontece justamente o contrário, as horas passam e a dor aumenta, nos sufoca por uns instantes, por dias, meses ou anos, mas depois passa e voltamos a sorrir. Não podemos nos iludir, vivemos altos e baixos nas nossas vidas, o sofrimento faz parte do crescimento de uma pessoa. Lembrem-se “o caminho da cura pode ser a doença”.

Lucas acabou percebendo que ele tem pessoas que o amam, como a sua namorada, que não sabe o que dizer nessas horas, mas está presente para ele e que tem seus amigos de infância. Ele percebeu que Jimmy também foi uma vitima e o final foi perfeito com os old boys indo para o enterro de Jimmy. Lucas abraçando a mãe do falecido e aquela musica por trás. Perfeito, como não se emocionar com este episódio?

Outro que se emocionou bastante foi Mouth. Jimmy já foi o seu melhor amigo e é difícil ver uma pessoa tão próxima ficar tão solitária daquele jeito. Mouth estava muito triste com o que houve e com o fato de Lucas culpar Jimmy. Como ele mesmo disse:

Nos atemos a esses círculos ridículos de amigos, baseado em esportes que jogamos ou hobbie que gostamos, ou o quão atraentes ou não nós somos, quando isso vai mudar?

A resposta de Rachel foi que provavelmente nunca vai mudar. E talvez ela esteja certa, mas será que não é melhor tentarmos mudar do que nos acostumarmos a isso, a ferirmos o outro? A grande importância desses dois episódios de Tree Hill foi fazer com que parássemos para pensar nas nossas atitudes com os outros e conseqüentemente com nós mesmo. Então me diga, você está pensando?

Rachel sempre me pareceu desumana, citando um amigo, não há motivos para ela fazer maldade a não ser que ela goste de confusão. Mas nesse episódio deu para notar que ela se importa com Mouth, não pelo beijo que deu nele, mas por ter dito a verdade. Eu penso que ela quis bagunçar com a escola quando mostrou os vídeos, mas ela não tinha a intenção de ferir ninguém e com certeza ela não esperava que duas pessoas morressem. E pelo sofrimento de Mouth, dá para perceber que ela ficou sentida por de certa forma ter feito um amigo sofrer. Sinceramente, eu acho essa Rachel a grande interrogação da serie, ainda não sei o que esperar dela, mas hoje em dia já acho que ela foi uma boa aquisição para a série.

Fiquei muito chateado com Nathan e Hales, Lucas era irmão e melhor amigo do casal e no momento em que ele mais precisou dos dois, eles pensaram apenas neles. Sei que em um momento difícil, reavaliamos a nossa vida. Mas principalmente para Haley, com a história que ela tem com o Lucas, Karen e Keith, pisou na bola, resta saber se no futuro Lucas irá se chatear com eles ou não.

Peyton conversou com Lucas com tinha receio de que o clima entre eles ficasse chato e as coisas retornassem ao que era na primeira temporada. Lucas diz que a ama, mas está completamente apaixonado por Brooke. Peyton entende perfeitamente, ainda mais depois que conversa com Brooke e ela diz que sente inveja da amiga por ter sido salva por Lucas, porque sabe que ele gosta dela e ela queria que ela que fosse salva pelo namorado. Peyton tranqüiliza Brooke dizendo que Luke está louco por ela. One tree Hill conseguiu com esse triângulo fazer uma coisa que os céticos não acreditavam, criar histórias verossímeis para que Lucas ficasse dividido entre Brooke e Peyton, alguma coisa me diz que até o fim da temporada, teremos mais histórias envolvendo os três.

Por último temos Dan, que se sente culpado por ter matado o irmão, não consegue ter paz e em um momento de desespero ele propõe a Karen o deixar cuidar de Lucas, como forma de aliviar a sua dor e dar a Lucas o amor que ele não deu a Keith. Porém, no final, vimos que Dan acredita que fez o certo, ele acha realmente que Keith o tentou matar e com isso ele agiu por vingança e para se proteger.

Duas a coisas a falar sobre Dan é que Paul Johanson mais uma vez nos brinda com uma ótima atuação, as feições que ele faz mostrava quando ele estava arrependido, com medo, com raiva. Foi muito perfeito. A outra coisa era o flashback mostrando de Keith e Dan quando crianças e Dan matando o passarinho por estar fraco. Que frieza. Seria interessante no futuro mostrar o que fez Dan se tornar esta pessoa e Keith outra completamente diferente do irmão.

Dessa vez escrevi demais, mas esse episódio não tinha como ser diferente. Todos os personagens da série tiveram destaque, até skills apareceu bem nele (e estou começando a gostar dele, tomara que fique na série). Enfim One Tree Hill reencontrou o caminho da glória, e os méritos da equipe criativa da série. Já estou torcendo para que seja tão bom quanto este. Até lá pessoal.

Séries citadas:

13 Comments

  1. Paulo Antunes

    Foi um grande episódio, mas o anterior ainda foi o melhor, foi o melhor da história da série.

    Não concordo com o que você falou do Nathan e da Haley, eles estavam lá e não é porque não foi mostrado o apoio que eles deram aos amigos que ele não aconteceu. A intenção principal do roteiro para os dois era mostrar que o medo da perda os aproximou, colocou a relação do casal exatamente no ponto onde estava antes.

    Outra coisa genial é terem colocado no papel de “fantasma” do Keith uma criança. A série escapou de cair na estupidez de Smallville, que seguiu colocando o pai do Clark no ar após sua morte, esvaziando a carga dramática de sua saída.

  2. Cristina

    Realmente foi um grande episódio. Uma das coisas que gostei foi o desenvolvimento dos sentimentos dos personagens. Destaque para Paul Johanson, que sabe como mostrar as diferentes camadas da personalidade do Dan. E não foi só o Dan, a Rachel também mostrou que pode surpreender.
    Concordo com o Paulo, não acho que o Nathan e a Haley não apoiram o Lucas, eles tiveram consciencia que não se sabe o que vai acontecer no futuro, e se uniram para apoiar tanto um ao outro, quanto o Lucas.
    Outra coisa que gostei de ver nesse episódio foi a interação da Brooke e da Peyton, e não deixando que os sentimentos pelo Lucas atrapalhe a amizade. Como elas mesmo dizem: “hoes over bros”.

  3. ana

    Episódio maravilhoso.Mostrando o desenvolvimento dos sentimento de cada um.Ótima idéia dividir o episódio em culpa ,medo ,raiva ,depressão e aceitação.
    Não tem pq o Lucas ficar chateado com Haley e Nathan pq ele não tava aceitando o apoio de ninguém ele precisava de um momento sozinho e aliás foi o casal q ajudou ele a perceber como Brooke era importante para ele naquele momento.

  4. douglas

    nossa, realmente esses dois ultimos ep foram fantásticos. há mto tempo n vejo um OTH com essa jogada de emoções e coisas q nos fazem pensar sobre nossa vida e o relacionamento q temos com as pessoas ao nosso redor. ainda bem q teremenos uma quarta temporada!

  5. Vicente Filho

    Eu já estava estranhando a demora na publicação do comentário sobre esses dois emocionantes episódios de “One Tree Hill”. É pena que não dá pra manter o mesmo nível todas as semanas, né?

  6. Laís

    Eu amei muito esse episódio.. chorei e me emocionei muito ao ver os sentimentos de todos os personagens expostos e bem trabalhados!

    Oq eu achei q vc não falou mto foi da reação da Karen.. ela ter feito e falado … tudo oq falou.. não foi certo, mesmo pra pessoa q esteja a mais magoada possivel.. descontar assim no filho, ainda mais qnd ele não é culpado de nada!

    Enfim.. nota 10 pra esse epi! PERFEITO!

  7. Valkiria

    Concordo com a Laís verdade a Karen foi muita injusta com o Lucas afinal ele tava sofrendo tanto qto ela a perda de Keith.Aliás ela está totalmente descontrolada.O que ela disse para o Dan foi muito legal embora ele não tenha coração ele merecia ouvir uma verdades que ela mesma NUNCA TINHA DITO pra ele.

  8. marcelo

    simplesmente gostaria de saber o dia e a hora que continua passando o seriado One Tree Hill?
    sem mais, fico na espera de uma resposta urgente, pois queria saber quem esta gravida e se nathan conseguiu se salvar e salvar seu tio cooper.
    São Paulo, 20 de julho de 2.006

  9. Felipe

    Horrendo

    Achei de um extremo mal-gosto,e de certa fora um ato sádico por parte dos autores.O jeito como o Keith morreu,indefeso,confuso,baleado a queima roupa pelo próprio irmão,algo realmente medonho.
    Sinceramente eu gostava muito dessa série,mas depois disso,não vou assitir a nenhum episódio.Estoua chando que,pelo andar da carruagem,após matar o irmão que criou seu filho,Dan Scott vai ter um final bem feliz na série.Enfim,Deus me livre!

  10. Felipe

    Horrendo

    Achei de um extremo mal-gosto,e de certa forma um ato sádico por parte dos autores.O jeito como o Keith morreu,indefeso,confuso,baleado a queima roupa pelo próprio irmão,algo realmente medonho.
    Sinceramente eu gostava muito dessa série,mas depois disso,não vou assitir a nenhum episódio.Estou achando que,pelo andar da carruagem,após matar o irmão que criou seu filho,Dan Scott vai ter um final bem feliz na série.Enfim,Deus me livre!

  11. silvana

    Acompanho a série desde o ínicio e só digo uma coisa, e Ótima. O drama mexe com as emoções, sentimentos que temos dentro de nós e não aditimos. Ela veio devagar e agora está esse monstro insterpretação de toda e equipe. è um show e estou ansiosamente esperando a estréia da quarta temporada e da quinta e da sexta…quem sabe. O que não pode acontecer é essa série simplesmente ser cancelada. Que Deus nos ajude a tê-la por muito tempo… Ha! parabéns ao querido Chad que completou seus vinte e cinco anos no último dia 24/08/2006. Parabéns rapaz e seu caminho é esse mesmo.. passar mensagens através sua interpretação, desejo que esteja nas telinhas com muitos trabalhos e que eles nos traga exatamente a auto avaliação.

  12. Renato

    Realmente, da tres temporadas que vi, este foi o melhor episodio. Eu me senti assim, tocado, como se pudess sentir as emoçoes de cada personagem (na verdade senti mesmo, faz pouco tempo q perdi minna irmã). Paro por aqui…

  13. Cleusa

    Pena que tais comentários sobre o seriado One Tree Hill referem-se ao ano passado – 2006. Comecei a assistir tal seriado neste ano de 2007 na SBT e me apaixonei pelos personagens. No entanto o personagem que mais me afino é com o Nathan e Haley.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account