Log In

Reviews

Review: One Tree Hill – Where Did You Sleep Last Night?

Pin it

Cena de Where Did You Sleep Last Night?
Série: One Tree Hill
Episódio: Where Did You Sleep Last Night?
Temporada:
Número do Episódio: 73 (4×06)
Data de Exibição nos EUA: 8/11/2006
Data de Exibição no Brasil: 18/9/2007
Emissora no Brasil: Fox Life

Posso afirmar com toda a certeza que esse episódio foi a primeira derrapada de One Tree Hill na temporada. Sem sombra de dúvida foi o episódio mais fraco ate aqui. Porem com momentos importantes.

Nate e Hales estão tentando levar a sua vida com essa novidade do bebê, porem Hales percebe que se já esta difícil de se sustentar agora, imagina quando o bebê nascer. Karen apóia Haley e mostra que ela não esta sozinha, por mais difícil criar um filho tão novo, ela tem os amigos e Nate para cuidarem dela.

Já Nathan, para poder acertar as contas de casa, acaba aceitando a ajuda de Daunte, um “amante” dos esportes, duas vezes. Primeiro quando ele aceita o carro de volta. Depois, quando não consegue dinheiro com Dan, e recebe a ajuda dele, que não cobra nada em troca. Será?

Cena de Where Did You Sleep Last Night?Brooke descobre que o modelo dela também é o seu novo professor de inglês, mas ao contrario de Cooper, ele não quis desistir de Brooke por ela ser uma colegial. Os dois namoram escondido e Brooke chega a fingir para Rachel que terminou o romance com o professor para deixar em segredo esse relacionamento. Porém o episódio dá um salto no tempo e notamos que Brooke está cansada da relação só sexo que tem com o seu namorado. Eles esperam terminar as aulas de Brooke para assumirem o relacionamento. Será que Luke virou realmente passado para Brooke?

Por falar em Luke e pulo no tempo, nesse episódio ele voltou a jogar basquete e o trio Luke, Nate, Skills, fez o time ganhar vários jogos e chegar a final. No jogo, a vida de Luke está boa e pelo visto a vida amorosa também não esta ruim, ou não vai ficar por muito tempo. Ele já dá sinais que esqueceu Brooke – e na verdade não existia outra alternativa para ele, tendo em vista que Brooke parece irredutível em não querer nada com ele.

Luke e Peyton têm se aproximado aos poucos. Depois do falso Derek, Luke continuou a cuidar de Peyton e, como já disse uma vez, Lucas sempre quis ser o homem para Brooke, mas essa era apenas uma vontade dele. Mas sem ele perceber, ele sempre é o homem para Peyton. O verdadeiro irmão de Peyton disse isso para ele, destaco também o momento que Derek mostra para Peyton que ela não deve se fazer de vitima e sim levantar a cabeça, lidar com seus medos e seguir em frente. Espero que Derek apareça mais vezes e que Lucas e Peyton desencantem logo, já está mais do que na hora.

E por falar em desencantar, Mouth deve sair do limbo, tirar a teia de aranha. O que eu gostei das cenas de Mouth foi mostrar que ele não esta interessado em Gigi. Pois é aquela velha historia, quem eu quero não me quer, e quem me quer eu não quero. No final, quando Brooke mostra para Mouth que Rachel não gosta dele, ele acaba resolvendo sair com Gigi, dar uma chance a ela e não fazê-la sofrer como ele sofreu.

Por último, falando rápido de Rachel, eu não consigo entender essa personagem. Agora parece que ela é apenas a nova vadia da escola, papel que era de Brooke na primeira temporada. Ainda acredito que ela vai passar por uma grande reviravolta, mas até agora têm sido desnecessárias suas cenas na série.

Do mais, como disse no começo, foi o episódio mais fraco da serie, porém com bons momentos. Espero mesmo que os próximos episódios voltem a ter a carga dramática dos primeiros. Alguém me disse que One Tree Hill é The O.C. tentando passar algum valor, não considero que seja isso, porém a série pode se basear em The O.C. para não cometer os erros que a turma de Orange County cometeu. Até o próximo episódio.

Séries citadas:

7 Comments

  1. Silvana

    gostei do review.
    OTH é assim mesmo, ora com mais leve, ora mais pesado. Uma caixinha de surpresas!

  2. Adriana

    Vc sempre coloca que é a 6ª temporada de OTH, mas só existem 4 até agora.
    abçs

  3. João da Silva

    Provavelmente o autor do review, Paulo Fiaes, usa uma outra série (24 ou Smallville, certamente) como template para fazer o review de OTH.

  4. Thiago

    Foi um bom episódio, as vezes é bom dar uma pequena pausa na carga dramatica e descontrair um pouco, mas o que não quer dizer que o episódio não teve.

    Para mim o ponto mais fraco do episódio é o relacionamento dela com esse professor. Se tem uma coisa que eu detesto é esses tipos de coincidencias, ela conhece o cara, transa com ele e descobre que é justamente é o professor dela. Sem falar que nenhum relacionamento da Brooke sem Lucas, engrena ou dá quimica (Não que eu goste do casal Brucas, pq sempre torci para Leyton).

    O ponto forte foi a verdadeiro Derick, foi duro, mas as vezes, ficar mimando como o Lucas tem feito, acaba por deixa-la mais insegura. Destaque para o que ele disse no final a ele.

    E não sei, se o pai se recusou a dar o dinheiro, a mãe seria a segunda e mais segura opção. Mesmo louca como a Deby está, ela tem dinheiro e acredito que não recusaria um empréstimo para o filho.

    As duvidas e dificuldades vistas pelo casal, tb foi um outro ponto forte do episódio, mostra que muitas vezes você pode amar e muito, porem, só isso não vai bastar para se criar uma família, ainda mais na idade que eles estão.

    Bom,acho que é só! :D

  5. Paulo_fiaes

    Silvana,

    nem sei como agradecer seus elógios. mto obrigado mesmo. Olha, na verdade não sou eu que coloco 6ª temporada, e sim a redação do site, provavelmente seja como falaram acima, utilizam o template de outra série e aí dá nisso. sorry, vou comunicar os responsáveis.

    Thiago, eu também não gosto dessas coincidências, que na verdade tem um nome, clichês, eu não sei porque repetir clichês que obviamente não dão certo em nenhuma série:

    1-namoro com professores(somente em Dawson’s valeu a pena, mas porque foi abordado de outra forma).

    2- psicopata atrás de uma das mocinhas das séries(um dos piores clichês realizados, até hoje não deu certo em nenhuma série teen).

    é evidente que a equipe criativa de one tree hill é inteligente, mas às vezes comete erros(clichês) infantis, e esse professor e o psicopata são exemplo claro disso.

    bom, é isso. obrigado pelos coments

    abraços!

  6. Angel

    realmente a Rachel lembra muito a Brooke da 1ª temporada.

    Mas os caminhos que elas vão seguir acabam sendo meio diferentes… Confesso que não gostava de nenhuma das duas no começo

    e aprendi a gostar. Tah que mesmo depois dessa temporada eu ainda não sou a maior fã dela. Apenas digo que ela é uma garota legal, vadia, mas legal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account