Log In

Reviews

Review: One Tree Hill – Get Cape. Wear Cape. Fly.

Pin it

One Tree Hill - Get Cape. Wear Cape. Fly.Série: One Tree Hill
Episódio: Get Cape. Wear Cape. Fly.
Temporada:
Número do Episódio: 109 (6×03)
Data de Exibição nos EUA: 15/9/2008
Data de Exibição no Brasil: 30/9/2009
Emissora no Brasil: Fox

E One Tree Hill nos brinda com um magnífico e comovente episódio.

É interessante que ao olharmos One Tree Hill como um todo, por mais que vejamos falhas (e são muitas), há uma construção e desenvolvimento de personagens digna de séries “adultas” (e por favor, não levem para o lado malicioso). Quentin é um bom exemplo disso, esqueçam se o ator é limitado ou não, mas aquele personagem irritante da quinta temporada se tornou o melhor amigo de Jamie, e o grande responsável por dar um foco para Nathan.

Pode ser besteira minha, mas acho que o maior medo da morte, além de não sabermos se há vida do outro lado, é imaginarmos que podemos morrer por qualquer banalidade, como um tiro de um ladrão, possivelmente drogado, em uma loja de conveniência. E com isso não deixarmos um legado, algo relevante para ser contado no futuro.

Quentin deixou esse legado, e isso não vai mudar em nada para ele, mas igual ao bater asas de uma borboleta, mudará completamente para o mundo todo.

A começar por Jamie, excelente ator mirim que Mark Schwahn encontrou. Ao vermos a preocupação mais do que certa de Haley e Nathan em não querer levar Jamie para o enterro, para que isso não fique marcado na vida dele, nos surpreendemos com a força dele em querer ter esse ultimo momento com o amigo, em querer retribuir o presente, o ultimo presente, entregando a capa de herói para Quentin.

Às vezes me pergunto o que torna uma pessoa um líder: fico imaginando nos grande lideres que tivemos, como Jesus, Gandhi, Dalai Lama, entre outros. E porque não os da ficção, como comandante Adama, presidente Bartlet, entre outros também. E enfim, sei que há uma cartilha que pode tornar uma pessoa um líder, além do desejo interno de querer se superar todos os dias, mas esses grandes lideres, tem algo neles que não podemos copiar, assim como não podemos copiar o talento de um craque de futebol, assim como não podemos copiar a criatividade de um grande artista, e esse algo em especial conhecemos com Dom.

E Jamie possui esse Dom, algo similar que seu avô possuía e perdeu, algo também parecido com o que seu pai e sua mãe estão tentando recuperar. Jamie possui por natureza vocação pra ser líder, e como não acreditar nesta criança de coração nobre quando o vemos entregar a camisa de Quentin, que seria dele, para o irmão mais novo do falecido?

E continuando com o crescimento dos personagens, alguém diria que aquele mimado do Nathan se tornaria um mentor e exemplo para Jamie? Um marido leal a Haley? E um amigo perspicaz para Brooke?

One Tree Hill - Get Cape. Wear Cape. Fly.Quando alguém próximo a nós morre, é comum nos fecharmos. Se é alguém muito próximo, que de certa forma, nos tornou dependente deles, a perda é sentida cada vez mais de uma forma mais intensa. O destaque para o crescimento de Nathan é justamente que no momento onde o mais comum seria ele estar fechado no mundo dele, já que era Quentin que estava dando a mão para ele e o puxando para cima, ele ouviu os gritos de socorro de uma amiga, amiga esta que ele nunca teve muita aproximação, mas que reconhece o sofrimento e as qualidades que ela adquiriu com a vida. A verdade é que sermos egoístas não está errado, mas sim vivermos solitários.

Bela atuação da atriz Dawnn Lewis, interpretando a mãe de Quentin.

Na ultima review um dos leitores comentou que não havia gostado da temporada porque no final não houve nenhum episódio marcante. E apesar de discordar um pouco dele, é fato que está temporada teve alguns episódios dignos do logon preto da série (quando este logon só era usado em episódios marcantes). E este episódio foi um deles.

E concluindo o que falei no primeiro parágrafo, apesar das inúmeras falhas, a grande qualidade de One Tree Hill foi ter desenvolvido seus personagens ao longo dos anos. Uma pena que isso não tenha sido feito de uma forma mais consistente. Mas episódios como esse nos fazem continuar assistindo, porque muitas séries podem nos entreter, mas são poucas que conseguem fazer com que nos vejamos nela, e em episódios como este, eu consigo sentir o que eles estão sentindo. Vocês não?

Séries citadas:

15 Comments

  1. bia mafra

    foi um episodio f… com ph!!! incrível a capacidade de oth de ir amornando, deixando a gente sem expectativas, desanimados e de repente, eh um episódio maravilhoso, intenso e rico. e mais uma vez destaque para a excelente atriz que faz a brooke.

    só uma dúvida, eu perdi alguma coisa ou realmente já começou com o Quentin morto? teve alguma coisa no episódio passado que não tenha visto?
    2 – Eh impressão minha ou só o Nathan percebeu que aquele olho roxo da brooke, as marcas no braço não foi obra de um tombo de escada (apesar de ainda estar de queixo caído que alguém tenha acreditado nessa história)

  2. Vitor

    Voce me citou valeu fui eu que disse voce esqueceu de por a temporada que eu estava falando que eu não tinha gostado por causa desse motivo de não ter os episodios marcantes que foi a 5.E Paulo mais uma coisa eu sei que não podemos comentar muito mais só uma opinião rapida voce esta assisstindo a 7 temporada e se esta o que esta achando minha opinião é que ta muito ruim e que a serie deveria ter acabado no fim da 6 muita decepção com o Mark de ter continuado obvio só por dinheiro e provavelmente vou parar de ver a 7 nesse 4 episodio e penssar que o verdadeiro final foi o da 6 porque se eu continuar vendo essa porcaria não vou conseguir voltar a ver as temporadas passadas de tanta decepção e convenhamos que os fãs sabem que o verdadeiro final é o da 6.

  3. Daniela Oliveira

    De fato esse episódio foi muito bom mesmo. Eu discordo que a 6ª tenha sido uma temporada ruim. Em minha opinião foi muito boa, e esse episódio é sem dúvida um bom exemplo.

    Vitor,

    Eu estou gostando da 7ª temporada, e vou continuar assistindo, até o fim.
    Tudo bem criticar, já que você não está gostando, por “n” motivos, mas já deu de tanto cornetar, né? Para de assistir e ponto. Você jura que já deu pra você, mas continua acompanhando. Então, não é verdade que não te interessa mais.
    Não dá para imaginar OTH continuar parecida com as primeiras temporadas, quando eles ainda estavam no colégio, quando tinham problemas e preocupações de adolescente (ou pelo menos quase todo mundo). Não faria nenhum sentido. O tempo passou, eles cresceram, graças a Deus!
    A série não está perfeita, aliás ela nunca foi perfeita, comece a ver tudo de novo que você vai perceber.
    E se a série tivesse tão ruim assim a audiência seria muito ruim também, mas não é. OTH bate Gossip Girl, que é a menina dos olhos da CW, nem em horário menos nobre, e sem grande propaganda OTH perde para GG.
    E eu acho que é justamente porque GG pode até entreter, mas não consegue fazer com que nos vejamos nela, com OTH consegue (citando nosso querido Paulo Fiaes). E eu acho que é muito por isso que eu também continuo a assistir, além, é claro, de gostar MUITO dos personagens, das histórias…

  4. Carlos Alvez

    Episódio lindo e emocionante? Fato!
    Mas seria necessário realmente tirar a vida do personagem? Isso por acaso terá grande impacto na vida dos personagens como teve na morte de Keith?

    Uma coisa é verdade, fazer emocionar num episódio de luto até eu que mal sei escrever conseguiria fazer.

  5. Vitor

    Daniela quem falou que eu quero a volta das temporadas antigas quem falou que a serie é perfeita para mim a pior temporada da serie foi a 2 eu não gostei da 5 temporada e gostei muito da 6.Diferente de muitos quiz dar uma chance para a 7 temporada infelizmente para mim não gostei não vejo necessidade de ter essa temporada falar que a audiencia é excelente é brincadeira tudo bem que a serie nunca teve uma grande audiencia e que bate em gg e a cw tem audiencia baixa mais a audiencia ta bem baixa e não quis ofender ninguem falando que iria parar de ver só queria saber a opinião do Paulo e expor minha opinião não precisa ficar irritada com isso cada um tem uma opinião e vou para de ver exatamente porque gosto muito da serie

  6. Thiago

    Vitor e Daniela,

    Uma amiga minha assim que a Sexta Temporada acabou e foi informado que Peyton e Lucas não voltariam ela imediatamente disse que não iria mais ver a série e que o final da série (para ela)tinha sido na Sexta Temporada…

    Eu como gosto muito da mesma, também achei que o final da Sexta temporada foi soberbo, se a Serie realmente tivesse terminado ali, teria sido com chave de ouro, porém a vida continua e OTH também.

    Eles acharam que mesmo sem Peyton e Lucas poderiam continuar a série e realmente os dois fazem uma falta enorme, mas a série continua muito boa, temos histórias interessantes daqueles personagens que ficaram em OTH…

    Então vamos todos respeitar as opiniões alheias, Vitor, eu creio que a Daniela quis dizer é: Não quer mais ver a série, não veja, mas Daniela também pecou um pouco na sensibilidade em dizer isso, como por exemplo, dá mais uma chance a série, quantas e quantas vezes pensamos em desistir das coisas e uma vez ou outra elas nos surpreendem…

  7. Thiago Monteiro

    Esse sim seria um episódio digno de logon preto, principalmente na parte que toca a música Shine Your Light da banda cristã Robbie Seay Band’s.

    Bom, sem analisar a temporada por completo então por já ter assistido, esse episódio me deixou com esperanças em relação a série. =P

  8. Luan

    como diria Dean Winchester no 4.18 de Supernatural:
    Pra pessoas que se dizem fãs , vocês reclamam demais!

  9. bia mafra

    luan, nao sou fa de todas as series que assisto e defenitivamente nao sou fa de oth, gosto de assistir, mas fã eh um pouco demais.

  10. Renan

    Ser fã não é sinônimo de ser bobo e aceitar tudo que o outro faz. Eu sou fã da série, mas sei reconhecer que ta ruim, muito ruim. Alias, gente com esse tipo de pensamento: “fã de verdade não reclama” é que fazem autores, atores, artistas, cantores, se acomodarem.

    oi? :)

  11. Cyssa

    Concordo com a review.
    O Jamie foi um “achado” para OTH. Só fez bem para a série.
    Nathan é um personagem que foi crescendo aos poucos, de temporada em temporada. Hoje, é impossível imaginar OTH sem ele.
    Foi de arrepiar a cena da mãe do Quentin falando da morte do filho. Poderia ter ficado até piegas, se não fosse a ótima interpretação da atriz Dawnn Lewis.

  12. Flávia

    Esse episódio foi emocionante realmente, até chorei. Eu sempre fiquei encantada com a maneira que Mark trata dos assuntos do cotidiano, e outros mais serios como a perda de alguém que amamos. Quem ainda não viu a sexta temporada completa, verá episódios emocionantes envolvendo a Brooke com a Sam e principalmente a Peyton nos episódios finais. *** CENSURADO POR CONTER SPOILER ***. Não tenho dúvidas de que haverá novas histórias interessantes e bons personagens, mas One Tree Hill nunca será a mesma… Já considero entre erros e acertos o melhor seriado, do coração mesmo. Espero que meus amados *** CENSURADO POR CONTER SPOILER *** apareçam na sétima temporada.

  13. MARY

    BIA MAFRA, RESPONDENDO À SUA PERGUNTA ACIMA ACHO Q VC NÃO DEVE TER VISTO NO FINAL DO CAPITULO ANTERIOR Q O QUENTIN LEVOU UM TIRO DE UM ASSALTANTE NUMA LOJA DE CONVENIENCIA QDO PERCEBEU Q O DONO DESSA LOJA ESTA CAIDO ATRAS DO BALCAO, MORTO TBEM, OK ? UM ABRAÇO. MARY

  14. bia mafra

    Ah valeu, devo ter perdido por algum motivo. eu comecei a ver e achei que fosse um daqueles que começam pelo final. fiquei perdida durante um bom tempo, procurei para ver se tinha perdido algum capitulo e tudo. obrigado, mary.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account