Log In

Reviews

Review: Lost – Ji-Yeon

Pin it

Lost - Ji-Yeon
Série: Lost
Episódio: Ji-Yeon
Temporada:
Número do Episódio: 78 (4×07)
Data de Exibição nos EUA: 13/3/2008
Data de Exibição no Brasil: 14/4/2008
Emissora no Brasil: AXN

Vou começar esse texto dizendo logo que não aceitei Ben como sendo a pessoa por trás da armação do Vôo 815 falso encontrado no fundo do Oceano e vou dizer porquê. Pra mim não faz nenhum sentido que Ben tenha se dado ao trabalho de utilizar recursos tão extensos, colocar mais de trezentos corpos dentro de um avião da Oceanic (que só Deus sabe onde ele arrumou) no fundo do oceano, pra proteger a localidade da Ilha quando as buscas pelo avião já haviam sido encerradas. Se ele tem conexões no mundo exterior pra armar uma coisa dessas, ele deveria saber que oficialmente se havia desistido de procurar o avião e que mesmo que parentes continuassem procurando, jamais achariam. Eu não quero usar informações do “Find 815”, porquê o jogo não é canon. Mas quem jogou, como eu, deve estar tão confuso quanto. Afinal, eles não ligaram a Widmore Corporation ao Grupo Maxwell, que forneceu as coordenadas para Sam Thomas encontrar o avião? Como Charles Widmore teria sabido onde Ben colocou o avião?

Aí, é claro que vejo outra hipótese. Alguém dentro do grupo Maxwell com acesso a informações privilegiadas do grupo (a busca pelo Black Rock, o Christiane I) estaria trabalhando pra Ben (poderia até mesmo ser a pessoa que vimos no video que Ben mostrou a Locke). Enquanto essa possibilidade ainda me parece ilógica, eu acredito que isso possa ser revertido se os escritores jogarem uma boa explicação sobre a mesa.

Quanto a história de Jin e Sun, eu achei linda. Adoro o casal e como eles mudaram dentro da Ilha. Odeio flashbacks deles, porém, e apesar de inovador e surpreendente, eu não posso dizer que esse mudou minha opinião. Foi muito interessante ver o recurso de flashfoward e flashback intermeados, foi chocante descobrir a morte de Jim no final, mas eu tive a mesma sensação de que tive com o episódio de Kate, Eggtown. Os momentos finais não conseguiram redimir o fato de que eu passei o episódio todo vendo Sun dar a luz e Jin tentar comprar um panda.

E antes que venham me dizer que todos os flashfowards apoaiaram a falta de conteúdo em finais de tirar o fôlego, eu vou defender os de Sayid, Hurley e Jack (especialmente os dois últimos) por trabalharem os personagens no pós-Ilha, as personalidades que assumiram, o efeito do que aconteceu teve sobre eles. E como eu gosto de falar muito dos personagens, eu senti que os dois flashbacks não me deram muito material pra trabalhar.

A storyline da Ilha, por outro lado, deu. Foi tocante ver Jin perdoando Sun pela traição e assumindo que mereceu, pela maneira como costumava tratá-la. Sun e Jin fizeram no passado muitas coisas um pelo outro (ela o salvando da vergonha de descobrir ter uma mãe prostituta, ele trabalhando pro pai dela), mas se afundaram em segredos que os afastaram. Ao longo de sua estória na Ilha, acho que eles foram aprendendo comunicação. E foi uma bela metáfora o Jin aprendendo inglês, como uma janela que se abriu entre ele e Sun. Agora, com toda a verdade tendo vindo à tona, eles podem viver uma vida comunal com honestidade. Tristemente, essa jornada deles tem prazo de expiração.

Lost - Ji-YeonE como tem muita gente discutindo Kate e Juliet (ou melhor, acusando Kate ou Juliet), eu vou tentar dar uma breve opinião. Acho que as atitudes das duas estavam extremamente dentro de seus respectivos caráteres. Como uma fugitiva, é normal que Kate compreendesse a necessidade de Sun de ir escondida para o acampamento de Locke e que se prestasse a ajudar. Talvez ela devesse ter contado sobre o comportamento errático de Locke (apesar de ela não saber sobre as suas piores, a granada na boca de Miles e a libertação de Ben), mas eu acho que ela considera Charlotte e Dan realmente perigosos. E Juliet nem sempre tem os melhores métodos, mas pelo menos a intenção era boa. Eu prefiro as duas assim, fazendo coisa errada, mas fazendo o que acham certo da maneira que sabem fazer, do que envolvidas em alguma cena romântica com Jack ou Swayer. Porquê quem rende com romance em Lost são Penny e Des, Sun e Jin, Rose e Bernard. Os demais personagens, quando são pegos na rede do Bem-Me-Quer, Mal-Me-Quer, deixam de crescer.

Este review foi publicado originalmente no weblog Séries Addict.
A Thaís está substituindo interinamente o colunista Eugifran Moreira.

Séries citadas:

É estudante de comunicação. Não vive sem The Good Wife, Parks and Recreation e 30 Rock. Ah, e Gossip Girl, que apesar do bom senso, ainda nao conseguiu largar.

19 Comments

  1. Fernando dos Santos

    É interessante observar como a narrativa de Lost vai ficando mais ousada com o passar do tempo.Este episódio mostrou três linhas temporais(passado,presente e futuro) e só no final é que descobrimos isso.Até algum tempo atrás seria impensável ver isto em uma série de tv o que mostra que elas estão mesmo mais sofisticadas.
    Eu acho que o interesse de Charles Widmore pela ilha começou em 1996 quando ele comprou o diário do capitão do Black Rock em um leilão(fato mostrado no ep. do Desmond).E este episódio da Sun confirmou que o Aaron é um dos Six pois a coreana saiu sozinha da ilha.Acho que Jin ainda está vivo mas ficou para trás.

  2. Marcelo

    Ué. Achei q fosse Widmore q tinha colocado o avião falso lá pra que ninguém fosse fuçar lá pras bandas da ilha q ele tá interessado.

  3. Rafael

    O Jin morreu, não morreu?
    Ela e o Hurley não foram ao tumulo dele?
    O me perdi? =O

  4. Thiago Sampaio

    Gosto muito de seus textos, Thais. Apesar de me sentir culpado por ter um episódio em q nas cenas off-island, Jin passou o tempo todo querendo comprar um Panda e Sun em trabalho de parto =p

    Rafael (3) em alguns episódios, especialmente no Eggtown, Jack vai no tribunal e reforça a mentira de que quando o avião caiu e na água, apenas 8 pessoas sobreviveram, duas morreram e apenas 6 foram resgatdas com vida.

    Não sei se Jim realmente morreu, ou seu enterro fez parte da conspiração (seja lá qual for ela) que procura manter como segredo os eventos que aconteceram na ilha, e que tanto deprimem Jack e Hurley, que em flashfowards, mostram seus desejos de repararem alguns erros, como deixar alguns lá… Ou vai ver o Jin morreu mesmo =p

    Eu não sei. Ainda tem dois anos pra gente descobrir

  5. Thiago Sampaio

    errata:
    Gosto muito de seus textos, Thais. Apesar de me sentir culpado por ter “gostado de” um episódio em q nas cenas off-island, Jin passou o tempo todo querendo comprar um Panda e Sun em trabalho de parto

  6. Neto Paes

    Só fico encafifado com esse negócio dos Oceanic Six é que, se foi achado o avião com todos os passageiros mortos, como explicar que seis deles reaparecem vivos…como é que explica os outros corpos?! E nos flashfowards parece que passou muito tempo desde que eles deixaram a ilha, pelo menos é o que se pode deduzir pela idade do Aaron, no mínimo 4 anos…como será que vão explicar isso…

  7. leoff

    A idade de Aaron não está confirmada mas os produtores comentaram que ele parecia ter 18 meses. E nos créditos ele aparece como “garoto de 2 anos”.

  8. Mica

    Bom, os flashfoward mudam de tempo no futuro. Se eu entendi direito, o da Sun, por exemplo, é apenas alguns meses à frente.
    Eu não me sinto nem um pouco culpada por ter gostado de um episódio com um flashback e um flashfoward centrados em um único fato. Eles não eram fatos aleatórios ou sem importante. Eles serviam para nos fazer pensar que o Jin ia comprar o panda para o seu bebê…enfim, não nos deixar pensar que ele estava morto. Eu sinceramente não esperava que ele estivesse morto. Levei um susto. Só fui me dar conta bem poucos minutos antes da cena ser revelada.
    Mas gostei ainda mais das cenas na ilha. E não culpo nem a Kate nem a Juliet. Entendo perfeitamente a atitude das duas. O que me irrita um pouquinho nesse grupo é que eles agem como se fosse necessário o Jack saber de tudo e ser o autor da decisão de cada um.
    Não foram poucas as vezes que pensei que atualmente, se caísse outro avião na ilha, eles é que seriam os ‘outros’ e, provavelmente, com atitudes não muito diferentes dos ‘outros’ antigos. Afinal, atualmente aquele é o lar deles e eles vêem a todos com uma desconfiança descomunal.

    Nem por um momento eu acreditei que o avião realmente tivesse sido colocado lá no fundo do mar pelo Ben. Acho que é só desculpa para encobrir o verdadeiro ‘poder’ por trás das coisas.

    Quantos episódios falta para o final dessa temporada? Sou muito perdida nessas coisas.

  9. Giselle Sutherland

    Realmente foi interessante o flashback e o flashoward do Jin e da Sun e muito linda a cena em que o Jin perdoa a traição da Sun. Pois é sobre a morte do Jin tava vendo num site que a data da morte do Jin na lápide é a data da queda do avião. Vai ver que o Jin não saiu da ilha e por algum motivo e a Sun teve que fingir a morte do Jin. Sei lá. Continuo achando que o Aaron não é um dos Ocean six falta um ainda mas isto só vamos saber nos épisódios finais da temporada isto se eu aguentar esperar e não ler spoilers.
    Gente e o mala do Michael voltou.

  10. Mica

    Pois é, esqueci de comentar sobre o Michael! Fiquei surpresa, não imaginava encontrá-lo ali. Tudo bem que eu esperava que ele fosse voltar mais cedo ou mais tarde, mas me pegou totalmente desprevinida. Espero que esteja menos mala.

  11. Eduardo

    Alguém prestou atenção na data de morte no túmulo do Jin?

    Ela dizia o seguinte:

    22/09/2004

    A data da queda do avião. Isso abre a possibilidade do Jin ter ficado na ilha, deixando a Sun sair pra que ela não morresse.

  12. Eduardo

    Esse episódio teve um problema de narrativa estrutural. Pra que o efeito surpresa desse certo, uma das histórias ficaria subordinada a outra.

    Infelizmente o flashback do Jin não teve muita relevância com a narrativa do episódio. O foco era a Sun e sua gravidez, e a necessidade de ser franco e honesto entre todos os pecados que se comete. O flashback do Jin não abordava nada disso.

  13. Eduardo

    Esqueci de comentar. Acrescentaram um episódio extra após reduzirem a temporada por causa da greve.

    Contando o episódio da próxima semana, restam 7 horas de Lost pra fim de temporada.

  14. cavalca

    “Infelizmente o flashback do Jin não teve muita relevância com a narrativa do episódio”

    Mas não era pra ter. O objetivo era justamente brincar com a estrutura narrativa da série.

  15. Lucas "Gandalf" Leal

    gostei do episódio e ainda acho q o Jin tá vivo na ilha…

  16. Silvia_05

    “Ué. Achei q fosse Widmore q tinha colocado o avião falso lá pra que ninguém fosse fuçar lá pras bandas da ilha q ele tá interessado”. (2)

    Até onde eu sei foi isso que aconteceu. E é por essa razão que o Ben tem o Michael de espião no cargueiro. Prá vigiar os planos de Widmore.

    Aquele recado pro Sayid e Desmond dizendo “não confiem no capitão” me deu essa impressão. Ele vai contar que o plano é do Ben, mas na verdade é do Widmore.

    O próximo episódio isso explica melhor.

    Adorei o papo de Jin e Bernard sobre serem “the good guys”. E a Sun é linda, né? O jogo do tempo foi legal. Só que eu achei que ela ia chamar o Jack na hora do nascimento do bebê.

    Um belo episódio – teve de tudo um pouco.

  17. Darth Cesar

    Episodio bom… A revelação do Michael não chegou a ser uma surpresa, nada mais é surpresa hoje em dia… Mas a morte do Jim é estranha, simularam a morte dele pra esposa ou ela esta fingindo? O cara do caixão seria o Jim? Quanto à história da simulação do avião, acho meio exagerada para qualquer um fazer, se em Aeroporto 77 foi uma empreitada épica só pra levantar o bicho, imagine o que foi feito na série! Espero que a solução seja no mínimo razoável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account