Log In

Reviews

Review: Lost – Follow the Leader e The Incident

Pin it

Lost - Follow the LeaderSérie: Lost
Episódio: Follow the Leader e The Incident (partes 1 e 2)
Temporada:
Número do Episódio: 100, 101 e 102
Data de Exibição nos EUA: 6 e 13/4/2009
Data de Exibição no Brasil: 15 e 29/6/2009
Emissora no Brasil: AXN

Os dois últimos episódios da quinta temporada de Lost tiveram muitas reviravoltas embasbacadoras. Só o fato de nós termos finalmente sido presenteados com alguma informação substancial da enigmática figura de Jacob já qualificaria essa season finale como um dos episódios mais reveladores de toda a série. Contudo o que mais me desolou foram as possíveis mortes de dois protagonistas da série. E por isso eu preciso começar a review falando um pouco sobre os dois.

Juliet, como tanto já comentei, é uma das minhas personagens favoritas na série. Mesmo evitando spoilers, eu sabia que sua morte nessa season finale era algo possível em razão de sua escalação como protagonista da série V. Eu tive tempo para me preparar para uma provável tragédia envolvendo a loura. Eu tentei. Quando vimos o seu flashback ficou mais que óbvio que a falta da visita de Jacob destoava demais do tema do episódio para não ser uma dica. Ainda assim, o acontecimento em si foi avassalador. Será impossível apagar a imagem de Juliet toda machucada, sendo sugada por um imã gigante, decidindo largar a mão de Sawyer para que ele não caísse também no buraco, não sem antes declarar mais uma vez seu grande amor pelo sulista. E será impossível apagar a dor no coração que essa cena me causou.

Desde o retorno de Kate e companhia à ilha, a temporada passou a ser triste para Juliet. E Elizabeth Mitchell produziu um verdadeiro milagre de atuação da ingrata tarefa de aparecer de vez em quando, triste e perturbada, e demonstrar seu amor por Jim Lafleur. Não havia muita utilidade para ela na trama até Follow the Leader e The Incident, e obviamente apanhar do cretino do Phil para que Sawyer fosse coagido a revelar o paradeiro de Kate e decidir explodir uma bomba de hidrogênio na Ilha porquê o namorado olhou na hora errada para Sardenta não foram seus melhores momentos. Mas a mera possibilidade de Mitchell não estar na sexta temporada me deprime ao extremo.

Já foi dito pela ABC que ela aparecerá sim no último ano, só não se sabe qual será a natureza dessa presença de Elizabeth na série. Regular no elenco (improvável), participação especial? Ela estará viva, morta, aparecerá em flashbacks? Acho que dependerá muito da resposta para uma das grandes perguntas dessa finale. O que acontecerá agora que Juliet conseguiu detonar a bomba? Voltarão os Losties para 2004, onde o avião deles pousará em Los Angeles? Na minha opinião, não. Se eu tiver que chutar, acho que provavelmente eles serão catapultados para o tempo presente, para se reunirem com os demais.

E lá, em 2007, eles encontrariam o caos, afinal, Jacob está morto, existe uma guerra iminente e o líder de fé e grande Messias dos Outros e dos Losties John Locke não é o verdadeiro John Locke. O que me leva a segunda parte do meu forte sentimento homicida em relação a Damon Lindelof e Carlton Cuse. É engraçado como eu nunca fui uma fã constante de Locke. Em alguns momentos eu claramente preferia Ben (mesmo com suas maldades) e às vezes eu até achava que Jack estava certo e ele errado. Ele não era perfeito, e conseguia me irritar ocasionalmente tanto quanto Jack. Em outros momentos, eu o considerava sábio, brilhante, um verdadeiro herói.

A verdade é que Locke não era o mais forte, o mais esperto, e depois da primeira temporada a fé magnífica que o caracterizava oscilou bastante. Mas era impossível não torcer por ele, não se comover de seus esforços para encontrar seu lugar no mundo e preservar a Ilha que ele amou desde o primeiro momento. Como pode ser justo que depois de toda a expectativa ele tenha de fato tido aquela morte pelas mãos mesquinhas de Linus? Apesar de ser uma das cenas mais impactantes da série, foi uma morte tão pequena para John Locke, aquele que tinha um destino.

Terry O’Quinn deve continuar em Lost, todavia. O quê é um alívio, pois Lost sem O’Quinn é algo inimaginável. Eu não faço a mínima idéia de como o homem de blusa preta está em posse do corpo de Locke se o corpo de Locke continua lá no caixão, mas esse seu “truque” certamente levanta algumas questões sobre Christian Sheppard e quem andou guiando os Losties, especialmente John. Bem ou mal? Para que lado estiveram jogando e para que lado jogarão, se é que podemos considerar simples assim?

Lost - The IncidentJacob com suas roupas claras e sua conversa sobre acreditar na natureza humana parece representar o bem. Mas ainda assim, ele parece ser um grande manipulador, interferindo com o destino de todos aqueles que considera relevantes para colocá-los na sua Ilha, até que se possa provar correto. O que é que ele tanto precisa provar e mesmo que seja algo nobre, pode se dizer que vale todo o sofrimento daquelas pessoas e todas as mortes durante o “progresso”?

Eu certamente entendo a frustração e a raiva de Ben, tendo que servir de maneira obediente por tantos anos e ouvindo aquele “o que tem você?” da boca do homem que ele considerava o seu Deus. Ele foi apenas um instrumento da vontade de Jacob, do bem maior, e apesar de seu caráter e ações duvidosas, ele merecia algum reconhecimento por anos de servitude. Claramente, eu não sou fã dessa coisa toda de destino e bem maior. E ambos Jacob e seu oponente parecem reinar acima de um tabuleiro de xadrez empurrando as peças, as pessoas, o que realmente me deixa com uma sensação péssima a respeito dos dois (que pode mudar com revelações posteriores).

Obviamente, ao contrário de muita gente que eu li, eu não fiquei nenhum pouco com a impressão de que Jacob é um grande partidário do livre arbítrio. Porquê assim como Benjamin pergunta a ele “que escolha?” eu fico me perguntando que liberdade é essa que ele julga que as pessoas tem quando ele continuamente intervém em suas vidas para levá-los aonde ele necessita delas. É um pouco limitador, não?

Mesmo com sua morte, a guerra deve proceder. E o falso Locke não parece ter ficado muito feliz com a informação de que “eles estão vindo”. Resta saber se Jacob estava referindo a Ilana e seus homens, ou a Jack, Kate, Hurley e companhia. Podem ser ambos. De qualquer forma, a última temporada de Lost será uma empreitada imperdível e os meses entre agora e a sua estréia serão certamente agonizantes.

Observações:

Lost - The Incident• O Jeff Jensen, da EW (veja aqui), tem uma teoria muito legal sobre Juliet (daquelas que parecem uma baita viagem, mas que você, leia-se eu, simplesmente quer acreditar). Ele nos recorda sobre o motivo que trouxe Jules para Ilha em primeiro lugar, suas habilidades milagrosas no campo da fertilidade, chegando ao cúmulo de engravidar um rato-macho, algo quase divino. O que poderia torná-la uma representante de Ísis, a deusa da fertilidade Egípcia cuja imagem aparece no começo de The Incident no esconderijo de Jacob. De acordo com a Wikipedia, quando Seth (possivelmente representado em Lost pelo cara de blusa escura) convida seu irmão Osíris (que seria Jacob) para um banquete, uma cilada, e o assassina para tomar seu lugar, Ísis vai a procura do corpo de seu marido a fim de lhe restituir o sopro da vida. A teoria de Jensen é que o “sopro” em questão seria a detonação da bomba de hidrogênio pelas mãos da loura. Eu ainda acho que os Losties explodindo aquela bomba foi uma decisão egoísta, mas eu ficaria tão satisfeita se isso possibilitasse a Juliet morrer como uma heroína (e de quebra trazer o John Locke verdadeiro de volta). Também é mencionado que durante o breve tempo que Osíris volta a vida, é concebido o filho dos dois, Hórus, que posteriormente derrota Seth. Digam-me que eu não fui a única a ficar intrigada com Juliet colocando a mão sobre a barriga durante o encontro com Rose e Bernard.

• Falando em Rose e Bernard, agora já sabemos o que aconteceu com eles e com Vincent. Achei lindo, romântico e uma verdadeira lição de sabedoria a maneira como os dois decidiram se afastar dos heróis e viver o resto de suas vidas juntos e com serenidade e paz. Acho mais provável que nunca que os dois sejam os esqueletos de Adão e Eva.

• Sobre a identidade do homem de camisa escura, Locke falso e instigador de assassinos profissional, especula-se de que ele seja, ou represente, Esaú. Irmão de Jacó, este teria sido preterido por sua mãe (a Ilha?) Rebeca e roubado de seus direitos como primogênito, causando uma rixa entre os dois irmãos. Outras pessoas parecem acreditar que ele seria o Monstro da Fumaça.

• Se o homem de camisa preta for de fato o Monstro da Fumaça, e Richard tiver levado o jovem Benjamin para o Monstro salvá-lo, então Ben foi a vida toda ligado ao oponente do homem que ele pensava servir. Por outro lado, como eu já comentei aqui, Ben diz a Locke em Dead is Dead que Richard o levou ao templo, e o Locke falso leva Linus a residência do monstro, que é debaixo do muro que protege o templo. Então talvez as teorias que surgiram de que Ben teria sido curado pelo Monstro estejam equivocadas e Linus, assim como John quando foi jogado do prédio por seu pai, tenha recebido um toque milagroso de Jacob.

• Radzinski conseguiu se superar e ser mais megalomaníaco do que Jack, John e Benjamin em seus piores momentos, juntos. “Eu quero mudar o mundo!” Bom, nós todos sabemos que o destino dele não foi nem de longe tão grandioso, não é? Ele não conseguiu ser nem o funcionário da Dharma mais odioso dessa temporada, afinal Phil roubou esse posto com facilidade ao bater na Juliet e tentar matar Sawyer. Pena que ele foi empalado pelas barras de ferro. Jim precisava ter tido o prazer de lhe ensinar uma lição.

• Durante a macabra conversa entre Jacob e o homem da camisa escura, vemos ao longe um navio, que obviamente viria a parar na Ilha logo depois. Esse navio tem incrível semelhança com a miniatura que Richard estava construindo dentro da garrafa em Follow the Leader, e eu tenho quase certeza de que o conselheiro que parece não envelhecer chegou a Ilha naquela circunstância. Resta saber se o navio em questão é o Black Rock.

• No fim dessa mesma cena, revimos a estátua, dessa vez de um ângulo melhor e se restou qualquer dúvida, o resumo oficial de The Incident no site da ABC deixou tudo às claras. A estátua é de Taweret, também uma deusa egípcia da fertilidade, e protetora das embarcações e das grávidas. De acordo com a Wikipedia (minha fonte superficial de informação favorita, como já deve estar claro), ela também ajudou Hórus, filho de Ísis e Osíris, na batalha contra Seth.

• Ilana e seu grupo continuam misteriosos, mas pelo sabemos agora de que lado estão. Aparentemente são soldados de Jacob e aparentemente Jacob não gosta muito de Charles Widmore, já que o pequeno exército tentou impedir que Miles fosse para a Ilha por intermédio do milionário. Com isso devemos assumir que o vilão na disputa Linus x Widmore era de fato o pai de Penny e Dan? Acho que sim, muito embora fique difícil dizer que Ben era um mocinho. Voltando a Ilana, a resposta para sua pergunta “O que descansa na sombra na estátua?” era ‘Ille qui nos omnes servabit’, “Aquele que irá proteger a todos nós”. Tio Jacob, se ele sobreviver, ressuscitar, reencarnar, ou qualquer coisa do gênero, né?

• Se Jacob está de fato morto, e não voltará de nenhuma maneira, que bom que temos na série dois personagens que podem se comunicar com os mortos, não?

Séries citadas:

É estudante de comunicação. Não vive sem The Good Wife, Parks and Recreation e 30 Rock. Ah, e Gossip Girl, que apesar do bom senso, ainda nao conseguiu largar.

30 Comments

  1. luly*

    Pra mim foi um brilhante final de temporada. Mt gente pode não ter curtido essa temporada, mas eu como fã adorei, pois mts coisas foram esclarecidas e ao mesmo tempo, não perdeu a graça e ainda tem mistérios pra temporada final.

    Concordo em relação a Juliet. Apesar de eu não curtir ela, fiquei triste por Kate ‘atrapalhar’ a relação dela com Sawyer e fiquei chocada quando ela caiu. Acho que se eles ‘voltassem no tempo’, ela provavelmente estaria ferida né? Já que aquele passado na verdade é o presente dos losties. Né? Pena, gosto do Sayid, apesar de que ele parece ‘ter cumprido’ tudo que tinha na série.

    Eu só espero mesmo, que Desmond volte de algum jeito. Mas acho isso difícil, não há motivos pra ele voltar a ilha. Eu espero tbém que eles mostrem como surgiu aquela ilha afinal de contas, pow, akela estátua é bem antiga. E lembra Illana chamando por ‘Ricardus’? Isso que é nome antigo!

    Ao mesmo tempo que quero logo ver mais Lost,eu não quero nem pensar que vai acabar.rs

  2. Tati Leite

    Thais, seu texto ficou ótimo. Eu não pude rever o episódio mas digo: Fiquei SUPER INTRIGADA quando a Juliet colocou a mão na barriga quando o Bernard ofereceu um chá a ela (aliás, o fato dele oferecer um chá já me intrigou).

    Eu não me emocionei tanto com a Juliet acabando de explodir a bomba. Aliás, muitas pessoas disseram ser rídiculo ela conseguir depois da bomba ter caído e não ter explodido. Minha teoria é aquela de quando tentamos abrir um pote e vai passando por um monte de gente e de repente a mais fraquinha é quem consegue abrir. Na verdade foi o esforço de todos que permitiu isso.;)

    Voltando a Juliet, eu chorei mesmo (e acho que foi a primeira vez que Lost me fez chorar de verdade) quando ela larga a mão do Sawyer e o desespero dele. Josh Holloway deve ter ganhado uma senhor coach (treinador de atores) porque não esperava que ele fosse capaz de tanta intesidade numa cena. Ele, sempre o brigão, parecia o menininho assustado. Lembrei do flashback dele, vendo os pais morrerem. Talvez a idéia tenha sido recriar esse sentimento nele para a ‘volta’ de um Sawyer mais parecido com o da primeira/segunda temporada. E justificar a frase: o tigre não muda suas listas (ou algo assim, não lembro mais).

    Eu adoro mitologia, história antiga, e estou gostando dessas referências, esses novos-velhos rumos.

    Outra coisa: eu nunca fiquei tão feliz por não ‘amar’ o Jack. Porque seu eu fosse daquelas fãs enlouquecidas por ele. E que acreditasse que toda sua luta era em nome de um bem maior e descubro que ele fez isso porque a Kate não queria mais ele – quando seria mais fácil ter sentado e conversado (sem mostrar para nós porque Lost não é não é séri pra DRs) – sendo que foi ele quem largou a criatura, juro que quebraria a TV.

    Ao mesmo tempo foi ótimo deixar claro que todo mundo (ou quase todo mundo) ali tinha um motivo egoísta para estourar a bomba.

    Definitivamente essa é a temporada de Lost que mais gostei e que fez com que eu esperasse pela próxima com ansiedade.

  3. Paulo Fiaes

    Thata,

    excelente texto.
    vi que vc deixou de lado a briga do quarteto(ou seria quadrado, sei la) que muitos insistem em definir o episódio.

    acho q vc lembra da nossa conversa no MSN q vc disse q ficou chateada pq nesta briga só mostrou um motivo para os 04 serem tao egoista:
    jack qria kate, sawyer qria ser leal a Juliet, dpois a kate. juliet n qria levar mais um pé na bunda de outro homem na ilha, e kate… está me pareceu a unica q ficou fora disso, e talvez até por isso todos as querem.

    Uma coisa q precisa ser ressaltada, q mtos julgam a atitude dos 04 baseado neste episódio, e Lost, mais do q qualquer série q eu tenha visto, todo o passado conta. entao desde q vimos o avião caindo no piloto, tudo q eles passaram deste então foi motivo pra querer ou nao explodir a bomba. assim como digo que n podemos olhar para o jovem Ben sem esquecer de tudo q ele fez desde que surgiu na segunda temporada. se deve atirar ou nao, aí vai da conclusão de cada um.

    e estou revendo a série desde o inicio, e me recuso acreditar que aquele que se tornou simbolo da fé terminou da forma q ele foi tratado sua vida toda, sendo manipulado por todos. Lost n é série pra passar recado, auto-ajuda, e esses bla bla bla, mas acho q Damon e Carlton n fariam isto com o personagem q segundo eles nos comentários do piloto, é enigmatico.

    E essa reviravolta de Lost, sensacional, infelizmente n tenho conhecimento suficiente pra falar de Jacob, e toda lenda criada. achei perfeito.

    No dude, we are Lost, lembro q ele colocou um comentario que o grande evento da temporada foi o q tava acontecendo no presente e nao no passado, e concordo em partes, pq desde o episodio “LaFleur” o passado n foi tao empolgante. Pra mim o grande merito dos Losties nos anos 70 foi o que o proprio Sawyer disse na primeira temporada pra Kate “se vc me conhecer melhor, verá q eu e o Dr. não somos tão diferentes”.

    e como Villaça disse no blog dele:
    como é bom quando olhamos pra trás e percebemos que nunca imaginariamos isto, e somos surpreendido de forma positiva.

    ecxelente review Thata.

  4. Osório Coelho

    1. Eu não suportava aquela “boca” da Juliet, um ente à parte.
    2. O ator que fez o Jacob não possui o menor carisma.

  5. anderson

    Que final magnífico. Lindo e triste. A morte de Juliet só ressalta que LOST além de ser um Sci Fi de primeira também é um drama, com personagens fortes, e (muito) bem interpretados.

    Aguardando ansiosamente a ultima temporada.

  6. bia mafra

    Bem, eu li rapidamente os comentarios, nao sei por que, ou sei, os comentarios de losts sao sempre enoooorrmeeeees, entao me perdoem se for repetitiva.
    Shippers a parte, na hora em que a bomba eh jogada fica claro os casais ali, quando nao se tem mais nada a perder, os olhos buscam o seu porto seguro, o seu verdadeiro amor, entao fica jack-kate, juliet-james, para mim isso foi inegável. pena que juliet morre.
    eu nao sabia dessa teoria de divindades, mas isso fica bem claro no inicio do episodio, onde duas pessoas acima do bem e do mal fica especulando a raça humana. ou seja, podem nao ser deuses, mas humanos eles nao sao.
    Gente, como a minha paixão pelo Sayid cresce. ele nao eh de discutir, eh de agir, sempre aparece na hora crucial. alguem sabe onde tem um desses para vender????

  7. francisco koller

    Thais.
    Qual o significado das aparições do dr. sheppard (pai), na ilha? E porque Claire sumiu? Fiquei Lost com estes fatos. É um grande seriado. Que pena ter que assistir à última temporada em 2010.

  8. Tina Lopes

    Também me recuso a acreditar num final-final tão medíocre pro Locke. Mas pensando bem, o novo Locke-entidade, mandão e seguro de si, tem as memórias do velho Locke-irmão-de-fé. Perguntou pro Ben pq fingiu ter visto Jacob, e mesmo antes desse episódio, pareceu lembrar de fatos anteriores. Meio zumbi isso. Ótima review, me fez gostar um pouco mais do final da temporada. Agora, só em 2011? Oh lord.

  9. Eduardo

    Lost já havia jogado a resposta de forma sutil com quase 10 episódios de antecedência. A atuação de Terry O’Quinn como Locke após a ressurreição havia mudado. Devia ter imaginado que não era mais a mesma pessoa, e que o verdadeiro Locke estava realmente morto.

    Damon Lindelof e Carlton Cuse tem apenas 17 episódios para fechar todos os elementos da história ainda em aberto. Isso dá aproximadamente 730 minutos apenas (12 horas e 10 minutos) para fechar a série. É uma corrida contra o tempo!

    A morte da Juliet foi um choque para mim, já que eu ainda não sabia da série V quando eu assisti isso em maio. A atuação de Elizabeth Mitchell foi fenomenal, assim como a de Josh Holloway.

    Também dou aplausos para Mark Pellegrino. O quarteto de produção de Lost (Lindelof, Cuse, Jack Bender e Stephen Williams) escolheram o ator perfeito para o papel de Jacob. Ele gera uma sensação de conforto e divindade. Isso também mudou radicalmente minhas expectativas do personagem, que eu esperava um tom mais sinistro.

    A aparição de um rival começa a explicar muitos eventos nesses últimos 103 episódios de Lost. A influência da ilha não podia estar vindo sempre de Jacob, senão seria contraditório.

    Fiquei satisfeiro com a morte sangrenta de Phil, e com a certeza de que Radzinsky vai passar uns bons anos apertando aquele botão até meter a bala na boca. Queria poder ver isso pessoalmente.

    Um detalhe que ainda me perturba: não faz sentido pro Jack tomar um chute naquele lugar e continuar mantendo-se em pé. Ele deveria estar contorcendo de dor até o final do episódio. Mas esse também mereceu.

    Estou há um mês e meio em jejum de Lost, antecipando o que possa acontecer. Existem diversas possibilidades agora com o clarão final.

    Com certeza, esses vão ser os 7 meses e meio mais agonizantes de espera que eu já passei entre temporadas de Lost.

  10. Rodrigo B.

    Eduardo,

    A respeito do número de episódios da última temporada de “Lost”, o Michael Ausiello da EW, recentemente tweetou o seguinte:

    “Tweexclusive: ABC confirms that Lost’s sixth and final season will total 18 hours, including two-hour premiere and two-hour finale.

    Ou seja, dá pra incluir mais uns 42, 43 minutos nessa sua conta aí.

  11. Eduardo

    Estranho estenderem pra 18. O contrato original especificava 48 episódios em 3 anos. Pela conta original, o sexto ano teria de ter 17 exatos, sendo o 16 e o 17 as duas horas finais.

    Mas se conseguiram 42 minutos extras, isso é mais uma boa notícia, apesar deu não confiar em Entertainment Weekly como fonte. Cada minuto é precioso nessa reta final. 42 a mais é uma benção.

  12. Rubens Fructuoso

    O episódio foi de arrepiar durante a primeira hora!
    A segunda parte foi menos empolgante, exceto com relação ao que havia na caixa! Nunca esperava que fosse o Locke!
    Não gostei da última cena. Foi previsível encerrar o capítulo com a explosão (ou não) da bomba.
    Imaginei que seria algo diferente ou com uma revelação bombástica.
    De qualquer forma, o elenco está sensacional, com exceção da Evangeline, que certamente é a mais fraca do grupo.
    Eu preferia que o Ben matasse o Jack! Sério! Pede pra Ilana colocar o corpo dele na caixa!!!

  13. Patrícia

    Muito bom esse season finale… não esperava a morte da Juliet, e fiquei muito chocada, a cena dela soltando a mão do Sawyer, o desespero dele, muito triste…

    E a review está ótima, como sempre, esclarecendo fatos que eu não tinha a menor idéia… não conhecia nada dessa mitologia…

    Eu acho que após a explosão da bomba, eles voltarão ao tempo presente, e achava que Juliet também voltaria, mas como estão falando dela em uma nova série, acho que minhas esperanças acabaram…

  14. Bruno

    Gostei muito desta temporada, e também da mudança que parece vir para a próxima, enquanto esta pendeu mais para o lado cientifico, com as viagens no tempo, a próxima parece que vai ser pela fé, fé esta que fez com que locke fosse manipulado pelo inimigo de jacob desde o começo.

  15. Cesar Adriano

    Sem querer parecer pseudo alguma coisa, mas agora parece certo que em Lost existe um conflito entre divindades, ou seres diferentes, portanto a mensagem que parece estar sendo passada é que Jacob e seu nemesis estão jogando com o ser humano, ou os Losties, e esse episódio deixou bem claro, não a nada ali de livre arbítrio, Jacob sendo imortal (parece) e com enormes poderes, é difícil imaginar que o Ben matou o cara, portanto Jacob está apenas jogando, (novamente), com o Ben, ele mesmo diz: “você tem uma escolha”.

    Não é uma sensação muito boa, pelo ponto de vista dos Losties, ficarem sabendo que foram (estão sendo), manipulados todo esse tempo, (marionetes), todo esse sofrimento pelo que? Essa é a pergunta que fica e isso fica parecendo uma critica a religião.

    Sinto muito, mas aqueles momentos da Juliet e o Sawier ficaram muito clichê, durante todo o tempo não conseguia tirar da cabeça a imagem do Sam segurando o Frodo na Montanha da Perdição.

  16. leoff

    Mesmo achando um finale um pouco inferior aos dois anteriores, encerrou a minha temporada favorita da série. Já revi todos os episódios anteriores e é muito iteressante como tudo começa a fazer sentido.

    Estava convencido de que Locke estava morto e pronto, mas acho agora que o Lindelof ainda reservou algo especial para ele. Seja como for, foi muito corajoso mostrar que Locke nunca foi especial.

    Quanto às perguntas do Francisco Koller, me parece que Christian Shephard é na realidade o Monstro (fica sugerido em ‘Namaste’, quando Sun e Lapidus o ouvem e logo depois aparece o Christian), que por sua vez “trabalha” para o inimigo de Jacob. Acho que Claire foi separada de propósito de Aaron, para não criá-lo, como foi dito ainda na 1a. temporada. Talvez tenha sido ela quem rompeu o círculo de cinzas que mantinha o inimigo de Jacob preso na cabana.

  17. Thais Afonso

    “Quanto às perguntas do Francisco Koller, me parece que Christian Shephard é na realidade o Monstro (fica sugerido em ‘Namaste’, quando Sun e Lapidus o ouvem e logo depois aparece o Christian), que por sua vez “trabalha” para o inimigo de Jacob. Acho que Claire foi separada de propósito de Aaron, para não criá-lo, como foi dito ainda na 1a. temporada. Talvez tenha sido ela quem rompeu o círculo de cinzas que mantinha o inimigo de Jacob preso na cabana.”

    Ótima teoria, leoff. Eu realmente não faço a mínima idéia do que acontece com esses dois. Mas a sua teoria seria uma boa saída.

    “Sem querer parecer pseudo alguma coisa, mas agora parece certo que em Lost existe um conflito entre divindades, ou seres diferentes, portanto a mensagem que parece estar sendo passada é que Jacob e seu nemesis estão jogando com o ser humano, ou os Losties, e esse episódio deixou bem claro, não a nada ali de livre arbítrio, Jacob sendo imortal (parece) e com enormes poderes, é difícil imaginar que o Ben matou o cara, portanto Jacob está apenas jogando, (novamente), com o Ben, ele mesmo diz: “você tem uma escolha”.

    Não é uma sensação muito boa, pelo ponto de vista dos Losties, ficarem sabendo que foram (estão sendo), manipulados todo esse tempo, (marionetes), todo esse sofrimento pelo que? Essa é a pergunta que fica e isso fica parecendo uma critica a religião.”

    Também acho, César. Fiquei com essa impressão também.

    “Eu acho que após a explosão da bomba, eles voltarão ao tempo presente, e achava que Juliet também voltaria, mas como estão falando dela em uma nova série, acho que minhas esperanças acabaram…”

    Patricia, a ABC disse que ela volta, sim. Mas devem ser só participações e devem ser só no começo da temporada. Duvido que ela fique até o final.

    “Eu preferia que o Ben matasse o Jack! Sério! Pede pra Ilana colocar o corpo dele na caixa!!!”

    Assino embaixo. Isso me deixaria tão feliz, hehe

  18. Thiago Sampaio

    Belo texto, Thais =)

    Já começo dizendo que fico desapontado pelos (possíveis) desfechos de Juliet e Locke. Juliet era minha personagem feminina preferida da ilha e morreu como loser. Locke pra mim só fica atrás de Ben e morreu daquele jeito… Que malz.

    Pelo menos a produção da série superou e muito a morte de Charlie. O (possível) desfecho de Juliet foi emocionante. Fico colocando “possível” porque honestamente não acredito no sucesso de V.

    Quanto as teorias, é coisa demais pra minha cabeça. Negócio que continuo acreditando no “o passado não se altera” pois os eventos da década de 70 já aconteceram e fim de papo. Não sei o que vai acontecer com o pessoal próximo da explosão, mas o espaço-continuum não será alterado, ou, em 2007, Ben matando Jacob não mais existiria.

    E para os que chamaram de egoísmo a idéia de Farday corroborada por Jack sobre explodir a bomba e anular o futuro… Isso não é egoísmo, é quase suicídio, não? Tipo, seu “você” deixará de existir quando o tempo retroceder e seu outro “você” seguirá com sua vida sem que nada daquilo tivesse acontecido. Fora que o tanto de eventos que deixariam de existir seriam enormes! Só um livro pra escrever todos eles.

    Quanto ao resto das teorias, recomendo e muito os vídeos de LostQuestionndAnswer no Youtube. Vou colocar aqui links das 4 partes que falam sobre o season finale:
    1- http://www.youtube.com/watch?v=R0w25y0RGmw
    2- http://www.youtube.com/watch?v=QaaKgs_1ulw
    3- http://www.youtube.com/watch?v=3qexX7aV4gc
    4- http://www.youtube.com/watch?v=yucMajfo2ks

  19. Gabriel Henrique

    John Locke de volta ?! Nãaaao…O personagem já foi um dos mais fodas, mas deixou de ser para se tornar um tremendo chatonildo…

    Finale perfeita, totalmente cercada de adrenalina e tensão…Mark Pellegrino, o novo arroz de festa das séries ?! HAhaha…

    E chorei pela Juliet, mesmo acreditando que ela esteja viva…

  20. Claire

    Eu gostei do epi final,foi movimentado e esclarecedor em alguns pontos,na medida do possível em se tratando de uma série como Lost… aquela cena do Sawyer segurando a mão da Juliet apesar de toda dificuldade,o desespero dele e ela decidindo-se por soltá-lo pra que ele não caísse junto foi f***… tbm queria saber mais sobre o pai do Jack e o que raios aconteceu com a Claire,enfim…pena que na próxima temporada acaba de vez!rs

  21. marília

    vc não tratou do fato de que, por alguma razão, o antagonista de jacob não pode matá-lo e precisa de um loop para tanto.

    ocorre que, mesmo no corpo de locke, ele tbm não pode matar, utilizando Ben para o seu fim.

    alguma idéia do pq?

  22. bia mafra

    marilia, segundo o meu marido, uma divindade nao pode matar outra, ou seja, ele induz a um ser humano a fazer. nao sei se são divindades, mas isso foi bem lembrado pelo meu marido reforçando os nossos achismos ate então.
    Agora, em minha humilde opnião, indução, no caso ta mais para uma ordem, e matar eh praticamente alguma coisa.

  23. leoff

    Sempre achei que uma das influências nunca mencionadas em LOST é “Carnivàle”, que mostra uma guerra entre o bem e mal. A série trabalha com o conceito de Avatares, seres divinos que habitam o corpo de humanos. Quando um humano morre, o avatar encarna em outra pessoa. Jacob pode ter morrido, mas outra pessoa pode assumir sua “função”. Até agora, esse conceito é a melhor explicação para Aaron na série. Não sei se foi coincidência que ele e Jacob sejam louros de olhos azuis.

  24. Cesar Adriano

    Da pra misturar ciência(viagens no tempo, linha temporal, eletromagnetismo…), com divindades?

    Em Stargate, por exemplo, existia o conceito de deuses, mas eram seres evoluidos.

    O confronto do Jacob e seu inimigo parece, pela lógica, o ponto central da trama, então fica a pergunta: eles são seres especiais(highlanders), quem sabe do futuro, aliens… ou divindades?

    Se forem divindades, não temos a linha do tempo, e sim o destino, ele já está traçado, tanto que o Jacob visita os Losties sabendo do valor de cada um no futuro.

    Mas por outro lado, Jacob parece que dá uma forcinha pro futuro, quando por exemplo, ressuscita o Locke…mas, e se o Locke tivesse morrido ali, o Ben chegaria até Jacob no futuro? ora, Jacob deve saber disso, então talvez tenha razão mesmo é o casal de senhores, que simplesmente pararam e deixaram a coisa fluir.

    Quando o Ben mata Jacob, aonde estavam os losties do passado?

    O objetico da bomba (naquela cena toda dramática da Juliet), era cancelar todos os eventos futuros do voo oceanic, isso em algum momento seria possível? acho que nunca!!!! mas o legal é ser surpreendido.

  25. Thais Afonso

    Bia e leoff, eu não sabia dessas coisas! Muito legal. Lost realmente é uma série complexa no tocante a referências, e com toda essa coisa de divindades, heróis, destino, livre arbítrio, a coisa deve ficar mais complicada ainda. Obviamente não é uma mitologia baseada em uma outra mitologia, só. São muitas mitologias e conceitos, e essa finale pode ter tantas referências…

    Marília, eu ainda não tenho uma idéia formada da relação entre Jacob e seu oponente, mas acho que tem algo a ver com o que a Bia comentou. Parece haver um poder, ou pelo menos uma regra, que é maior e mais importante que os dois e por essa regra os dois não podem se matar. Mas o oponente encontrou seu loop, que no caso foi mais uma vinda de humanos que Jacob parece ter planejado pra Ilha, e usou contra o otimista Jacob, manipulando a situação a seu favor. Então talvez o loop não tenha sido ele conseguir usar o corpo de Locke, mas ele conseguir quebrar o padrão que ele mesmo menciona no começo do episódio “Eles chegam, lutam, destroem e corrompem” utilizando os Losties a seu favor.

  26. Pedro

    Uma pergunta.
    O Clarão referente a ultima cena seria causado pela morte de Jaco ou pela explosão da bomba?

  27. Miguel

    Voces já assistiram Babylon 5??
    As duas “divindades” de Lost não são o equivalente dos Vorlons(Bem) e Shadows(Mal)?
    Em B5 eles tambem não podiam se atacar diretamente e então manipulavam outras raças para isto.

  28. paulo victor

    ei gente prazer sou paulo,sou viciado em lost vejo des da primeira temporada quando acabou quase chorei cara eu naum perco lost por nada,quando eu estudava e trabalhava fikei cansado demaais aew sempre cochilava sabe oq eu fiz comprei a serie de lost de 2009
    paguei 180.00 reais ‘naum me arependo estou muito ancioso q chegue 2011 cara naum exste serie melhor do que lost aeew entra no meu orkut e me add pv_qodio@hotmail.com a se saber imformaçoes de lost 2011 passem para mim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account