Log In

Reviews

Review: Life – One

Pin it
http://teleseries.com.br/wp-content/uploads/2009/07/life221.jpg, http://teleseries.com.br/wp-content/uploads/2009/07/life221.jpg

Life - One

Programa: Life
Episódio: One
Temporada:
Número do Episódio: 32 (2×21)
Data de Exibição nos EUA: 8/4/2009
Data de Exibição no Brasil: 25/6/2009
Emissora no Brasil: AXN

O que aprendemos quando crianças, que um mais um é igual a dois…
Descobrimos que é mentira.
Um mais um é igual a um.
Até temos uma palavra para quando você somado a outro é igual a um.
Essa palavra
É amor.

Eu posso ter reclamado nos últimos tempos. Quem sabe, algumas vezes, eu tenha sido mais dura do que os episódios mereciam. Mas os roteiristas compensaram tudo.

Mesmo quando algo tomou um rumo que eu jamais imaginaria – como Charlie e Dani sendo mais que amigos – acredito que foi encontrado o melhor caminho para oferecer um final adequado. Duro é ficar agora somente na saudade. Duro é ficar com a certeza de que o seriado foi embora muito antes do que deveria.

É triste ter a certeza de que ele acaba por nunca ter encontrado seu público, apesar dos que o assistiam ter se mantido fiéis do início ao fim.

E é engraçado que algo nunca tenha me passado pela cabeça nesse tempo todo: o quanto Charlie deve ter sido atormentado naqueles doze anos na cadeia, e depois disso, pela idéia de não conhecer realmente aquele que era o seu melhor amigo. Alguns podem me dizer que isso foi uma jogada de última hora, afinal, quantas vezes Charlie não mexeu no arquivo da investigação antes disso.

Life - OneEu não achei isso não, afinal, ele não sabia o principal até ali: Charlie Crews sempre foi a razão de tudo e seu melhor amigo apenas foi usado para que chegassem até ele. Verossímil? Talvez nem tanto, mas muito mais lógico do que qualquer outra solução que eu achasse.

E os roteiristas só puderam finalizar tão bem as histórias contadas até aqui porque assumiram plenamente que Life não iria ter uma nova temporada. Eu não imagino como eles conseguiram retomar a história a partir daqui. Não consigo imaginar um seriado com Charlie e Dani como um casal, por mais que isso tenha me parecido ideal no meio daquela enorme plantação de laranjas.

Os dois terem esse estalo era natural: eles se olharem de uma forma diferente apenas agora, depois de terem passado pelo que passaram, depois de Dani descobrir que Charlie tentou protegê-la não contanto a verdade sobre seu pai, ver Charlie se entregando para ficar no lugar dela. Charlie entendendo porque ele fez tudo isso. Ainda mais depois de Bodner dizer que conheceu a esposa no trabalho e ver a troca de olhares dos dois – as cenas dos dois, principalmente na minivan, foram muito boas.

E Tidwell? Não sei. No final das contas, ele foi o único que ficou sem um fechamento. O que é uma pena. Ted parte para a Espanha em busca de Olívia, Amanda reencontrando Rayborn e não perdendo seu dinheiro.

O documentarista morto por Roman, que foi morto por Charlie – numa das melhores cenas que eu já vi; quando ele pegou aquela arma eu ficava imaginando o estrago que ele faria, depois, quando ele mata Roman com apenas um golpe e é deixado pelos capangas na plantação, poxa, uma morte com a cara do seriado.

Bom, esse review já está absurdamente longo – lembra bastante os primeiros textos que escrevi sobre o seriado – e talvez seja somente porque eu não quero me despedir ainda.

Life - OneUma curiosidade: a fita Zen que Charlie ouviu desde o episódio piloto é de um filósofo britânico Alan Watts e você pode encontrar algum material dele no You Tube.

Ah, e o que foi aquele hip hop russo tocando ao fundo? Mais um episódio com trilha sonora impecável.

Músicas do episódio:
“A New Beginning” com 26
“Kiss The Sky” com Shawn Lee’s Ping Pong Orchestra
“You Can Save Me” com Sprockets
“Zachem Ya (Stars)” com t.A.T.u.
“Zowie” com Godshills
“King Ring” com Seryoga
“Afterlight” com Clayhill
“Hard Heavy Rain” com Blue Light
“More Than Alive” com Hayden
“Lifelong Lullaby” com Will Derryberry

Séries citadas:

10 Comments

  1. Mauricio

    Eu adorei a primeira temporada de LIFE. Curti cada eps. Mas senti uma mudança colossal na segunda temp. A primeira era séria, a segunda metida a “engraçadinha”. Acho que foi isso que “matou LIFE” (essa expressão ficou engraçada). A audiência americana mostra isso. O cancelamento dela mostra isso.
    Acho que a mudança, nesse sentido, foi brutal. Na primeira temp eu lembro que a Dani era meio auto-destrutiva, saía com qualquer homem e ia pra cama com eles, sem nem saber seus nomes… Daí na segunda temp abandonaram essa linha de raciocínio e arrumaram um namorado fixo, meio que de repente…
    Sei lá, a série ficou non-sense demais… nada a ver com a primeira temporada.

    Se a série fosse continuar, eu vejo como eles poderiam fazer: no final do eps Charlie olha para a sala com as fotos, na casa dele, certo? E tem uns 03 espaços vazios (com um ponto de interrogação em cada um). Talvez ele pudesse continuar daí, e procurar esses 03 elementos (surgindo outra trama).

    Bom, eu não lamento o fim de LIFE. Lamento a mudança drástica de abordagem da primeira pra segunda temp.

  2. Fernando dos Santos

    “Duro é ficar com a certeza de que o seriado foi embora muito antes do que deveria.”(2)

    De fato ainda havia muitas histórias pra contar.Como já foi mencionado, o mural no quarto secreto do Crews ainda tinha três pontos de interrogação referentes ao misterioso grupo dos seis.E o que era exatamente este grupo misterioso?O que eles pretendiam ao escolher Charlie ainda na academia de polícia?
    Havia espaço ainda para vermos o detetive se vingando dos agentes do FBI que entregaram a Dani para o mafioso russo, a investigação do paradeiro de Jack Reese, o complicado relacionamento do Crews com sua ex-mulher,a revelação de como Charlie adotou a filosofia zen na prisão.Enfim, ainda haviam muitas pontas soltas a serem exploradas em futuras temporadas.

  3. Tati Siqueira

    Ai Si, eu até gostei do final, mas fiquei com aquela sensação de que podia ser melhor;

    Tá conseguiram fechar muitas coisas, mas eu ainda fiquei sem saber quem matou o amigo do Charlie no final; E a “sobrinha” sumiu e não voltou mais?

    Enfim lamento que a serie tenha se perdido tanto nos últimos episódio, o final foi sem duvida nenhuma melhor que os anteriores, mas ficou devendo muito para uma serie maravilhosa que Life foi;

  4. bia mafra

    Pois eh, concordo com a Tati, ainda tinha muita historia para contar. o casal nao iria aparecer ainda porque duvido que o charlie ira para cima da dani agora, mas ficou uma penca de ganchos. por isso eh que ainda acho, vai cancelar? ok! entao vc tem uma temporada para o cancelamento, lucro ai eh o respeito ao telespectador. e que agora ainda ficou um monte de perguntas, com certeza ficou. Cade a Rachel????

  5. Paulo Serpa Antunes

    Eu não gostei do final. Eu gosto das perspicácia do Crews, e acho engraçado o jeito que eles empunham a arma, como se fosse resolver tudo a bala, mas eu realmente não gosto da solução ao estilo Rambo.

    Então eu achei o final ok, achei que os produtores fizeram o possível no tempo que tinham e como podiam. Mas não foi um bom final.

    É uma explicação muito tola dizer que tudo aconteceu porque o Rayburn queria corromper o Crews e o plano falhou. Também é tolo que o Roman tivesse ciúmes do Crews porque era ele que deveria assumir os negócios criminosos da polícia. Assim como é tolo toda a corrupção descarada no FBI.

    Eu gostei, eu fiquei triste, eu entendi o que aconteceu. Mas é Life, e não pareceu um episódio de Life.

  6. Rô Floripa

    “É uma explicação muito tola dizer que tudo aconteceu porque o Rayburn queria corromper o Crews e o plano falhou. Também é tolo que o Roman tivesse ciúmes do Crews porque era ele que deveria assumir os negócios criminosos da polícia. Assim como é tolo toda a corrupção descarada no FBI.”
    [2]
    Especialmente a cena da matança no FBI.

    Mas como era Life, eu perdoei. Porque Life é uma das melhroes coisas que vi ultimamente.

  7. Marcelo

    LIFE ERA UMA SÉRIE DE PRIMEIRA LINHA QUE FOI EXTERMINADA ANTES DA HORA, MAS VAI DEIXAR LEMBRANÇAS NAQUELES FÂS AVÍDOS POR UMA BOA TRAMA POLICIAL.
    SÓ ME RESTA COMPRAR AS DUAS TEMPORADAS.

  8. Rebeca

    Nossa, inacreditável ficarmos sem LIFE…
    E continuar a aturar tantas baboseiras.
    Que penaaaaaaaaaaa

  9. Rebeca

    Ia me esquecendo, ficar sem DIRTY SEXY MONEY, sem LIPSTICK JUNGLE…ninguém merece!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account