Log In

Notícias

Review: Life – Evil… And His Brother Ziggy

Pin it

Life - Evil... And His Brother ZiggyPrograma: Life
Episódio: Evil…and His Brother Ziggy
Temporada:
Número do Episódio: 21 (2×10)
Data de Exibição nos EUA: 3/12/2008
Data de Exibição no Brasil: 8/4/2009
Emissora no Brasil: AXN

Fico pensando que é impossível não gostar de Life. Não é possível não se divertir, não é possível não torcer. É como se Crews e Dani, e até mesmo Tidwell, já fizessem parte de meu grupo de melhores amigos.

Este episódio foi, no mínimo, especial. Para provar isso eu só podia mesmo escolher a foto de Dani e um pirulito para ilustrá-lo – e tenho certeza que os homens jamais me perdoariam se eu escolhesse qualquer outra. Melhor que a tal história do pirulito (não só ele, mas a bota de cowboy também) foi o que ela disse:

Dani:

A atitude nova-iorquina, posso aguentar.

Tidwell:

São quatro gerações de policiais.

Dani:

As três ex-mulheres que amam você, posso aguentar.

Tidwell:

Elas são uma excelente fonte, se tiver dúvidas sobre mim.

Dani:

O sexo com um superior, posso aguentar.

Tidwell:

Sei que pode.

Dani:

Você ficar se chamando de Tidwell, até isso posso aguentar. Mas esse cabelo, precisa sumir!

Sim, foi um episódio em que a tônica cômica falou mais alto: Crews mencionando que Dani estava cantarolando – sem que ela sequer abrisse a boca; ou quando Tidwell liga no hotel e realmente consegue assustar Crews; ou mesmo quando Crews vê o fantasma do xerife morto – tudo por causa de um ensopado de veado. Ou quando Tidwell chama Dani de “cara”, mesmo depois de vê-la nua na sua frente.

Não veio nenhuma grande revelação do encontro entre Crews e Rayborn, que até pediu desculpas pelo sequestro de Crews. Mas é engraçado comparar sua postura à postura do próprio Crews: ao que parece ele não tem medo do que o passado dele possa esconder. Mas com certeza ele e Crews têm mais a conversar do que sobre caridade.

E, mesmo com um episódio cheio de comicidade e voltado para as interações Crews – Dani – Ted – Tidwell – Rachel, ainda tivemos um interessante crime a ser investigado. Acho interessante explorarem esta questão de, apesar de solo de Los Angeles, existir todo um mundo paralelo quando nos referimos a uma reserva indígena.

Life - Evil... And His Brother ZiggyE, de novo, eu sei, isso é repetitivo, o roteiro entrega uma solução diferente da que acreditávamos – o culpado sendo o pai de Anna e sem relação nenhuma com preconceito ou crise entre indígenas e os “forasteiros” . E o que eu realmente valorizo é que eles fazem isso sem que você fique achando que eles sacaram uma solução do nada, sentimento comum quando roteiristas tentam dar uma virada na história.

Adorei a jogadinha do nome: Evil, Eval. Ainda mais sendo uma bela garota. Vamos concordar: Brothers têm bem mais apelo que irmão e irmã quando o assunto é jogo e dinheiro. Acho que são essas pequenas coisas que tornam Life tão interessante.

Músicas do episódio:
“Morning Wonder” com The Earlies
“Then You’ll Know” com Wotlie
“Yadnus” com Chk Chik Chick
“Reckoner” com Radiohead
“Wet Cigarette” com Wotlie

Séries citadas:

8 Comments

  1. Tati Siqueira

    Fiquei mega ansiosa para saber o que tinha acontecido no carro, no episodio passado e o “desfecho” foi no minimo frustante, mas deixou muitas brechas para o que vem a seguir. Vamos aguardar;

    Danny com bota e pirulito, roubou a cena. Outra boa cena, foi qdo Charlei atende o telefone, a cara foi tudo.;

    Achei engraçado a “familia” Crews jantando,e lavando a roupa suja na frente da policial;

    O desfecho até que foi supreendente,(não imaginava que tinha sido ele)o pai que matou para a Filha não saber que ñ era india de verdade, motivo futil e besta;

  2. claudia braga

    O Crews no hotel atendendo o tel e depois não querendo atender ao telefone, foi muito engraçado!!

  3. bia mafra

    cara, realmente o crews atendendo o telefone, to rindo ate hoje. muito bom!!! e o final, a dani nuazinha para ele nunca mais a chamar de dude… maravilhoso.

  4. naomi

    e eu levei dois episódios inteiros tentando lembrar de onde eu conhecia o ator que faz o rayborn, por teimosia? não queria procurar no imdb, queria forçar a memória a conseguir.

    e consegui, bem no finalzinho: é o professor hathaway de academia de gênos, aquele filme da sessão de tarde que me dá fome de pipoca toda vez que assisto!

  5. Fernando dos Santos

    A cena da Dani em trajes minimos e botas de cowboy tem lugar garantido entre os melhores momentos da série e a cena do jantar na casa do Crews eu também achei muito engraçada.

    Como a chance de renovação não é grande, espero que o season finale exibido nos EUA semana passada tenha respondido ao menos algumas questões quanto a misteriosa conspiração envolvendo os policiais corruptos e o assalto ao banco em 1992.Se a NBC tivesse confirmado o cancelamento(coisa que eu não desejo) antecipadamente, os roteiristas poderiam ter criado um final para a trama.

  6. Paulo Antunes

    A cena da Danny foi muito sexy, mas com certeza o jantar do Crews com o Ted, a Rachel e a xerife indígena foi hilária, uma das melhores da história da série.

  7. Fabio Peixoto

    A cena do jantar foi realmente impagável.

    Mas o que importa, mesmo, é que eu quero que a Sarah Shahi seja a mãe dos meus filhos… :D

  8. Lucas "Gandalf" Leal

    esse episódio foi bem engraçado e muito interessante
    todas as piadinhas com “Evil” ficaram mto legais…
    e claro q essa cena da Dani nunca será esquecida hehehe
    mas o Antunes falou bem, essa do jantar com ctz é tão inesquecivel quanto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account