Log In

Notícias

Review: Life – Everything. . . All the Time

Pin it

Life - Everything. . . All the TimePrograma: Life
Episódio: Everything. . . All the Time (2×02)
Temporada:
Número do Episódio: 12 (2×02)
Data de Exibição nos EUA: 3/10/2008
Data de Exibição no Brasil: 11/2/2009
Emissora no Brasil: AXN

Vocês não plantam evidências aqui
em Los Angeles?

Definitivamente arrumaram um chefe a altura de Crews, para a loucura de Dani. Até frases engraçadinhas o rapaz sabe usar muito bem.

O crime: um senhor de descendência hispânica é encontrado morto a beira de uma piscina vazia. Sua filha menor testemunha que ele teria recebido uma ligação e ido para um prédio abandonado, o Bankley, muito nervoso. Neste prédio, a mais nova participou de uma festa, onde acabou derrubada por algo em sua bebida e quase violentada.

Life, mais uma vez, brinca com o que a gente pensa, com o que a gente sente. Qualquer um de nós pensaria da mesma maneira que o chefe: um hispânico morto, uma gangue envolvida. Enquanto os ricos e bem nascidos seguem do outro lado da cidade. Mas tudo isso é Los Angeles. Um lado bonito e um lado feio. E eu acho que aí mora boa parte de minha paixão por Charlie Crews: ele consegue enxergar os dois lados porque viveu nos dois lados da história.

Eu olhava para ele nesse episódio, que nem foi tão bom assim, apesar de eu adorar toda a perseguição de Crews atrás dos rapazes ricos, tendo que montar o quebra-cabeça, e só conseguia pensar: como ele é transparente, eu vejo a maneira de olhar dele e eu tenho certeza da sua bondade. (Grande trabalho de Damian Lewis!)

Achei interessante quando Crews começa a analisar o grupo no restaurante, comparando-os a um grupo de cães. Quantas vezes nós não vemos grupos assim e não pensamos exatamente a mesma coisa, só que sem os requintes da análise psicológica de quem é o Alpha, o Beta… O bobo. Outra coisa que mexeu comigo foi como Patrick dominava Marty. Ele não precisou falar nada, só fazer um sinal com sua mão e sua cabeça.

O bobo que era invejado pelo líder, que admirava Crews por ter refeito sua vida e descoberto a verdade, mas não era capaz de entender a gravidade dos fatos, não conseguia avaliá-los e, mais que tudo, não conseguia medir o quanto as outras pessoas podiam se admirar ou se assustar com o que ele era capaz de fazer.

Life - Everything. . . All the TimeMas ele acreditava que Annabelle não era capaz de mentir e esse foi o ponto onde Crews conseguiu o que precisava: uma confissão. Ele pode não ser condenado pela morte da primeira vítima, mas acaba preso pela morte de Marty.

As cenas entre Crews e a ex-esposa foram bem quentes também, passando um clima de necessidade intensa. Eu, muitas vezes, fico torcendo pelos dois, para ficarem juntos de novo. Eu não consigo culpá-la por ter desistido, apesar de achar que ela devia ter ficado a seu lado.

Mas o importante mesmo é só uma coisa: Crews consegue colocar uma escuta no carro de Jack Reese. O episódio pode não ter sido ótimo, mas só isso já teve muito, muito valor.

Séries citadas:

14 Comments

  1. Paulo Antunes

    Si,

    Realmente, este não foi um bom episódio. Os vilões da semana foram interessantes, mas acho que o roteiro não conseguiu desenvolver bem a história.

    Ah, e eu não gostei nada de ver o Crews e a mulher se beijando. Sei lá, fiquei com raiva dela, rerere.

  2. Simone Miletic

    Paulo,

    Acho que o, principalmente no finalzinho, você fica pensando como o episódio podia ser melhor, com aquela questão do que é Los Angeles.

    Mas não fiquei com raiva dela não. Ela foi fraca e acho que ela sofre mais que Crews por causa disso, afinal, foi ela que decidiu partir para outra.

  3. claudia braga

    Já eu gostei bastante da cena dos dois se beijando, e engraçado porque ele decidiu comprar um carro e também por ter parado o Jack, dizendo que o carro era só um objeto!! rsrs

  4. Flávio Santos

    me lembro de ter visto algumas amostras dos diálogos “supostamente” inteligentes de Life, e achava estranho. Até assistir.
    Gente, essa série é demais! engraçadíssima e com ótimos personagens. Pena q esteja indo mal nos indices… aiai
    E as cenas com a ex-esposa foram excelentes!

  5. Tati Siqueira

    Para quem achava que carro não era importante, agora ele “descobriu” a utilidade para ele; rsrsrsrs, eu adorei o episodio, e principalmente a sinceridade do amigo do Crews; Eu fiquei na duvida em que ele iria ajudar; Excelente texto Si, e ficamos na “Torcida” por uma renovação da serie;
    PS – Esse chefe novo era o namorado da Susan em Er não era?

  6. Marta De Divitiis

    Perdi o primeiro episódio da segunda temporada e não consigo encontra-lo em lugar algum; encontrei no site americano mas não consegui biaxá-lo. Alguém sabe onde posso encontrar????Ou se a AXN vai reprisar???

  7. Fernando dos Santos

    Aquela atriz que interpreta a psicologa dos rapazes ricos é muito bonita,gostosa e formosa.Quase enfartei naquela cena onde apareceu em trajes intimos, para que a parceira do Crews pudesse plantar a escuta.Uma legítima MILF,uma autentica “cougar”.Alguém sabe o nome dela?

    Espero que este embate entre o Crews e o Reese não acabe caindo na enrolação.Agora já não há mais o mistério que havia na primeira temporada e o detetive sabe quem é seu inimigo.O grande desafio vai ser manter a trama interessante até que ele consiga fazer justiça.

  8. Carolina

    Esse episódio é muito legal. A cena do Crews e da Jen foi linda.

  9. Célia Regina

    Desculpe a pergunta. Não seria melhor “um senhor de ascendência hispânica”?

  10. Fernanda

    Amei esse episódio pois o criminoso da história é liiiiiindooooo!Queria saber o nome dele.
    E também gostei porque eu sou uma viciada em séries desse tipo…esse não é um dos melhores episódios mas…é Life oras!
    Alguém aqui ja assistiu “IN PLAIN SIGHT”?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account