Log In

Reviews

Review: Law & Order: Special Victims Unit – Shattered

Pin it

Law & Order: Special Victims Unit - Shattered

Série: Law & Order: Special Victims Unit
Episódio: Shattered
Temporada: 11ª
Número do Episódio: 248 (11×24)
Data de Exibição nos EUA: 19/5/2010
Data de Exibição no Brasil: 29/6/2010
Emissora no Brasil: Universal

Chegamos ao último episodio e review da temporada de SVU e, confesso a vocês, já está batendo em mim aquele clima de saudades. Esse é o meu 15º review da série e às vezes me impressiono por ter chegado tão longe. Fugi da faculdade de direito porque nunca fui boa em português e por não gostar de escrever, fui fazer ciências contábeis porque matemática e cálculos sempre foram mais a minha área, mas quando percebo que tive paciência e entusiasmo pra escrever 15 resenhas fico surpreendida pela paixão que eu sinto pela série. Afinal só SVU mesmo pra me fazer gostar de escrever e me sentir feliz fazendo isso.

Digo que é com muito entusiasmo, alegria e um pouco de critica também que eu escrevo esse ultimo review. Aproveito também para dizer que a resenha de Shattered vai para vocês que estão sempre acompanhando, lendo e comentando nessa coluna, que sempre me apoiaram desde o começo quando comecei a escrever aqui. Hoje os elogios não são pra mim, são pra vocês que sempre me contemplaram com os comentários inteligentes, concisos, verdadeiros e respeitosos. Nem todos concordaram com o que eu escrevi aqui, mas todos respeitam a minha opinião e só por isso já merecem o meu carinho e meus sinceros agradecimentos. Agradeço a todos, pelo respeito, pela compreensão, pelos elogios e pelas críticas também, e para aqueles que mesmo com a falta de tempo sempre deram o seu jeitinho de ler e comentar aqui.

Law & Order: Special Victims Unit foi criticada por sua 11º temporada dar alguns sinais de cansaço. Sejam dos roteiros, das atuações ou do excesso de convidados especiais. Digo que SVU é uma série pra quem tem estômago, afinal acompanhar um show que mostra o lado mais cruel, doente e abusivo dos seres humanos não é pra qualquer um. Estupros, pedofilia, abuso sexual, agressão a mulheres e crianças, tudo isso é um pouco do mundo da unidade de vítimas especiais. A única série no gênero que fala de maneira realista e aberta sobre crimes sexuais, suas causas, consequências, o lado psicológico dos crimes e, que trouxe durante onze temporadas a mais devastadora realidade que assola o mundo de hoje. Muitos abandonaram a série por ela não ser mais a mesma coisa de antes, de talvez três ou quatro temporadas atrás, mas eu simplesmente não consigo. SVU pra mim é uma série que mesmo tendo episódios ruins, volta e meia sempre me surpreende com um episodio excepcional que me deixa de queixo caído. E mesmo nos episódios ruins é o tipo de programa que vale a pena assistir. O nível da série pode ter caído, mas eu me pergunto, quantas séries que hoje estão no ar vão chegar até uma 11º temporada com uma audiência relativamente fiel e com um roteiro que ainda consegue te surpreender? Bom, deixo a conclusão dessa pergunta pra vocês.

Vou aproveitar também pra fazer rapidamente um balanço geral desta coluna; já que dessa temporada da série eu pretendo fazer um review separado. Acredito que algumas pessoas que acompanhavam os reviews do Ângelo continuaram acompanhando comigo e outros não, o que é normal. Hoje analisando tudo o que eu escrevi durante esses 15 reviews, percebo as diferenças que existem de escrita, ele escrevia de forma direta e concisa, direto ao ponto, enquanto eu sou detalhista e não vou direto ao ponto, sempre abordando outros temas e assuntos antes de falar sobre o episodio em si. No começo isso me trouxe uma certa insegurança, pois nunca foi muito boa de escrita, além do fato de também não gostar muito de comparações, mas hoje quando paro e revejo tudo percebo que são maneiras diferentes de abordagem, só isso. O que acaba me deixando extremamente confortável e entusiasmada para voltar com as resenhas na próxima temporada.

Law & Order: Special Victims Unit - Shattered

 
Shattered, que fecha a temporada, leva a unidade de vitimas especiais a busca de um garotinho sequestrado em plena luz do dia, na presença de três testemunhas que contam versões diferentes do ocorrido. Através de câmeras de segurança os detetives conseguem uma boa pista sobre o paradeiro da Van em que o menino foi sequestrado e acabam por encontrá-la em chamas, sem sinal do garotinho. A principal suspeita do caso passa a ser a mãe do menino, a francesa Sophie Gerard (Isabelle Huppert) que perdeu a guarda do filho pro pai do garoto pelo histórico de problemas emocionais e de abandono. Levada a delegacia pra ser interrogada, Sophie é questionada pela ADA Marlowe sobre o passaporte francês que fez pra Nicholas, além das passagens só de ida pra China que foram encontrados em seu apartamento. E tenho que dizer que pra uma mãe super protetora como Sophie não demonstrar no interrogatório um pingo de culpa ou preocupação pelo filho já nos dava uma pista de que ela possivelmente era a responsável pelo sequestro. Sob pressão, a mãe acaba por revelar que um ex-militar que ela havia conhecido foi pago pra sequestrar Nicholas e levá-lo até ela. Enganados pela pista falsa, já que o ex-militar havia desfeito o trato com a mãe quando descobriu que a mesma não possuía a guarda de Nicholas, nossos detetives vão parar num hotel onde são enganados pelo sequestrador, que foge vestido de camareira junto com o garotinho. E esse foi o momento que eu rezei pra que o episodio melhorasse logo porque essa trama toda estava começando a me dar sono, mas infelizmente minhas preces não foram ouvidas.

Numa perseguição de carro, o sequestrador e o menino acabam por morrer depois que o automóvel capota e cai dentro de um rio. Numa cena silenciosa, vemos Benson e Stabler contarem para os pais que o filho deles havia morrido, e assistimos o desespero de cada um. E eu não sei porquê, mas essa cena não me comoveu, tudo aconteceu tão rápido que não me fez comprar a historia. Olivia acaba sendo escolhida pelo capitão pra tirar a confissão de Sophie pela participação na morte de Nicholas – como mandante do sequestro, mas não tem êxito pois a mesma começa a ficar psicótica, alucinando de que o filho ainda está vivo. Pra trazê-la de volta a realidade Olivia e Jo resolvem levá-la ao necrotério pra ver o corpo do filho. E nessa hora eu paro pra me perguntar que tipo de idiota leva uma mulher num estado psicótico pra ver o próprio filho morto no necrotério? Huang não pensou que isso poderia fazer com que ela ficasse ainda mais agressiva?  Não me convenceu não e pra mim acabou sendo apenas uma forçada de barra pra mais um final de temporada onde alguém da unidade tem a vida ameaçada. Melinda acaba levando um tiro de Sophie, e resta a Olivia a tarefa de salvar a vida dela fazendo uma incisão e colocando um tubo pros pulmões da doutora Warner não se encherem de sangue.

E eis que tudo isso leva a grande revelação do episodio, o segredo de Jo Marlowe. Ela revela que foi diagnosticada com um câncer de Mama extremamente agressivo, no qual ela teve que fazer mastectomia nos dois seios e após cirurgia plástica pra reconstrução mas que tudo isso não foi o bastante pro namorado dela, que acabou a abandonando. Sério? O arco de três episódios da Jo com o tal segredo era isso? Foi por causa do câncer que ela deixou de ser policial e virou promotora? Não vou dizer que não me surpreendeu, mas digo que simplesmente não me agradou, porque pra mim o segredo tinha alguma coisa a ver com os tais subordinados que morreram sobre o comando dela, afinal era esse tema que havia sendo abordado nos episódios anteriores. E a cena final do episódio, com Jo segurando o corpo de Nicholas nos braços pra impedir que Sophie mate o pai do seu filho foi uma das coisas mais forçadas que eu já vi em SVU.

Shattered foi um final de temporada decepcionante, levando em conta os bons episódios que a 11º temporada nos proporcionou. Faltou inspiração pros roteiristas. Mas não tem problema, SVU é sempre um programa bom de ser ver mesmo quando é ruim.

Acho que agora só nos falamos em novembro, que é quando a 12º temporada deve estrear no Universal Channel, então até breve a todos.

Séries citadas:

26 Comments

  1. Aline

    Ainda não li seu review Amanda, mas gostaria de comentar antes de ler.
    Gosto mto Law & Order: Special Victims Unit, mas esse final foi decepcionante, parecia que esta tendo um dejavu. Doutora Warner levando um tiro e tudo, ñ sei me lembrou mto fim da temporada passada. Acho que esta faltando alguma coisa nas historias e nos episodios.
    Mas continuo aqui confiante que vai melhorar.

  2. Flávia C.

    Também achei tudo muito forçado. Uma pena.

    Comentário aleatório: só eu pensei naquele garoto Sean Goldman quando o ex-militar falou que estava no Brasil, numa missão? Antenados os roteiristas, para dizer o mínimo. Por outro lado, eles adoram usar o Brasil como álibi, não foi a primeira vez (vide s09e18).

    A verdade é que tenho sentido muito mais prazer com minhas maratonas particulares das 4ª e 5ª temporadas, mas, assim como a Aline, continuo confiante de que vai melhorar. =)

  3. janaina

    ‘E a cena final do episódio, com Jo segurando o corpo de Nicholas nos braços pra impedir que Sophie mate o pai do seu filho foi uma das coisas mais forçadas que eu já vi em SVU.’

    Cena de novela mexicana…

    Oi Amanda,

    O episódio poderia ter sido melhor se fosse um episódio duplo. A primeira meia hora houve uma sucessão de acontecimentos, a segunda meia hora foi parada, pretensamente mais psicologica.

    O problema é que não deu tempo para assimilar os personagens da mãe e do pai, nem deu tempo de temer pela vida do pessoal da SVU…

    Aliás, foi tudo tão rápido que o pretenso ‘twist’ pra mim passou batido no final do episódio, eu já disse antes inclusive que a mania de querer fazer reviravoltas mirabolantes em cada episódio acaba desgastando o impacto das reviravoltas.

    Fora isso, espero de coração que a serie melhore. Espero inclusive que a NBC melhore tmb.

    PS: A temporada 2010 foi a temporada oficial de ‘caça as Melindas’ hein…

  4. Marcia

    Prezada Amanda, fico feliz com sua permanência nos reviwes de SVU, e me identifiquei muito qndo disse:

    “(…)mesmo tendo episódios ruins, volta e meia sempre me surpreende com um episodio excepcional que me deixa de queixo caído”.

    Compartilhamos com o mesmo sentimento qnto as escorregadas da série (mas ela está perdoada, pois SVU já é uma velha amiga).

    Falar desse episódio é tarefa dificil. Concordo com absolutamente tudo que vc escreveu. Achei que só eu tinha achado que aquela cena da Sharon Stone com o jovem nos braços no final beirou ao ridículo, e por fim definitivamente nao gostei da participação da Stone na série. Acho que a única cena que salvou o episódio foi qndo a mãe canta pro filho no final. E só!

    Assim como vc, achei deveras forçada a história de levar a mãe ao necrotério. Acredito que os roteiristas deram um tiro no escuro, pois tentaram fazer um final de temporada “eletrizante” (vide “Zebras”), mas não deu certo.

    Mas se voltarmos no tempo e olharmos para a 11ª temporada como um todo, veremos que foi uma boa temporada. O que nos deixou com o gostinho amargo na boca foram os últimos episódios – que não me fizeram esperar ansiosa pela season premiere (ao contrário de Dexter e Fringe). Tivemos episódios desde excelentes como: “Hardwired”, “Witness” e “Confidential”, bons como: “Unstable”, “Solitary”, “Hammered”,”Spooked”, “Anchor”, “Perverted”, “Shadow”, “Beef” e episódios ruins como: “Bedtime” e “Shattered”.

    Acho que o saldo é muito positivo para a essa temporada, mas um season finale desses nos deixará com esse “bolo” na garganta por um tempo.

    Mas que venha a 12ª!

  5. Renata S. Braga

    Amanda este review, sem dúvida nenhuma é o melhor de todos que você já escreveu. Eu que sou fã da série me sinto grata por alguém(depois da saída do Ângelo) se dispor a comentar os episódios justamente numa hora em que svu vem recebendo suas mais duras critícas. Gostei do episódio,mas como a maioria detestei o final melodramático que eles escolheram e esse segredo da Jo ficou sem sentido, afinal ela deixou de ser policial por um cancêr? Apesar de tudo concordo com a Marcia: saldo positivo para essa temporada, gostei da maioria dos episódios.

  6. José Roberto

    Caríssima Amanda, estou com a Márcia quando destaca sua citação de extrema felicidade:
    “(…)Mas não tem problema, SVU é sempre um programa bom de ser ver mesmo quando é ruim.(…)”

    Como eu havia te dito em post anterior, é impossível, depois de mais de 200 episódios produzidos, ter todos em alto nível.

    Efetivamente, esta season finale, caracterizou-se por uma boa dose de inverossimilhança, e é aí que tua colocação aparece com toda a força:SVU é sempre um programa bom de ser ver mesmo quando é ruim.

    Que venha a temporada 12 e com ela venha, de volta também, a Casey Novack ou a Alexandra Cabot. Ou a minha xodó Annabeth Chase…

    E parabéns por esse ótimo e bem articulado post. Longo sem ser enfadonho e de um português corretíssimo(confete merecidíssimo para você).

  7. José Roberto

    No estilo Law & Order, penso que a mini-série NA FORMA DA LEI, merece uma olhada mais generosa…

    O 2º e 3º episódios mostram, a despeito da juridicamente incorreta, absolvição de Maurício Viegas, um formato que busca certa semelhança com os vitoriosos seriados estrangeiros investigativo-policiais.

    Vem melhorando aos poucos e não é absurdo imaginarmos um final de série consagrando atuações de, por exemplo, Luana Piovani, Henry Casteli e do próprio Márcio Garcia(que já declarou que seu persnoagem terá um final adequado e merecido). A conferir e a confirmar.

  8. Eduardo

    Olá Amanda.

    Nem sempre eu comento por aqui mas eu sempre leio suas reviews e digo que gosto muito das suas reviews, claro que sua maneira de escrever é diferente do Ângelo, mas você cumpre muito bem o papel, e espero mesmo que continue escrevendo para a próxima temporada.

    Quanto ao episódio, primeiramente eu tinha gostado muito mas depois, principalmente quando eu assisti pela segunda vez, passei a achar que foi realmente fraco.

    A primeira metade do episódio, até a cena da morte do filho, foi muito boa, aliás cena que foi excelente, com o tom de drama certo.

    Depois as coisas começaram a se desgastar, quiseram fazer uma “ceninha dangerous” como da temporada anterior e não funcionou, pra variar (Zebras é um episódio que eu também não engulo).

    Apesar de tudo, gostei da atuação da atriz Isabelle Hupert que foi fenomenal, e o maior destaque para a Dra. Melinda.

    Como você disse, SVU vem alternando entre episódios fracos e excelentes, que é o que me mantém assistindo a série. Não consigo deixar de assistir também baseado nas temporadas anteriores que me fizeram um fã.

    Agora não posso dizer que estou lá empolgado para a temporada anterior depois desse final fraquinho, nem que minha paixão pela série continua igual… Mas eu tenho fé que ela ainda vai conseguir se reerguer, tomara!

  9. Fernando dos Santos

    Eu acho que aconteceu o seguinte:O Dick Wolf estava muito ocupado cuidando dos preparativos para o novo spin-off e o Neal Bear aproveitou essa chance pra escapar da coleira e chutar o balde entregando um dos episódios mais melodramáticos da história de SVU.
    O Baer é a contraparte masculina da Shonda Rhimes.O sujeito deveria estar na rede ABC pois lá sempre tem espaço pra seriado melodramático-novelesco, do jeito que ele gosta.

    Lamentável ver uma grande atriz como a Isabelle Huppert desperdiçada num episódio fraco como esse.O final da temporada passada foi decepcionante mas esse conseguiu ser ainda pior.
    Que bom seria se a temporada tivesse encerrado com o ótimo Wannabe.Fico na torcida para que na próxima temporada a série volte a sua melhor forma e o Neal Baer vá para outra série,outra emissora ou desapareça no triângulo das Bermudas.

    Quero parabenizar a Amanda por aceitar o desafio de fazer reviews para uma série tão conceituada e polêmica como SVU.Embora ela tenha começado a escrever reviews faz pouco tempo, já demonstra desenvoltura de quem está há muito tempo escrevendo sobre séries.

  10. Amanda Darling

    Aline, Flávia, Janaina

    Acho que existem boas chances da série melhorar na proxima temporada, também tenho esperanças disso, mas sinceramente só acho que realmente vai melhorar quando o Neal Baer deixar a produção da série, ele ta transformando a série num drama forçado e totalmente fora da realidade, coisa que SVU nunca foi.

    Marcia

    Assino em baixo dos episodios que vc citou como excelentes, bons e ruins… A unica diferença que eu colocaria aí seria Beef que pra mim foi ruim, e incluiria P.C na lista dos episodios ruins tb.

    Renata

    Agradeço o elogio, apesar de eu particularmente achar que o meu melhor review foi de Witness, mas fico feliz que tenha achado que foi esse. Eu sempre vou apoiar SVU pq pra mim é uma série unica, e não é pq os redatores da série escreveram uns episodios meia boca que eu vou abandonar, como eu ja disse SVU mesmo tendo episodios ruins é uma serie que vira e mexe me surpreende com episodios maravilhosos que nesse caso pra mim nessa temporada foram: Hardwired e Witness…

    José Roberto

    Obrigado pelo elogio quanto a minha escrita e ortografia, mas digo que no 2º caso os elogios devem ir pro Paulo que é quem revisa os meus textos antes de serem publicados….
    E digo que tentei assistir Na forma da Lei, juro que tentei, mas não consegui, a historia não me agradou…

    Eduardo

    obrigado pelo apoio, e espero que vc continue comentando aqui na proxima temporada. E com toda honestidade até agora eu não consegui decidir qual o season finale foi o pior, Zebras e Shattered tiveram praticamente o mesmo nivel fraco pra um final de temporada.

    Fernando

    Eu ri muito quando li seu comentario sobre o Neal Baer, vc fez uma comparação perfeita em relação a ele, de fato Neal é uma versão masculina da Shonda Rhimes que ja devia ter sido despachado a muito tempo da produção de SVU.

  11. Ana Maria

    Isabelle Huppert é o nome da fera. E com certeza SVU terá, no mínimo, uma indicação ao Emmy na categoria atriz convidada. A mulher arrasou, simplesmente roubou todas as cenas, na pele da sofrida e no final,psicótica Sophie. Naturalmente o texto ajudou, o episódio foi denso, pungente, emocionante. Eu amei, apesar de achar aquela última cena dramática demais. Para mim pouco importa sem tem furos no roteiro,se algo não combina nos detalhes milimetricamente observados. O fato é que eu achei o episódio excelente. Aquele tema abordado, a eterna luta pela guarda do filho entre casais separados, quando acompanhada pela tentativa de um dos pais de desqualificar o outro perante o filho, é denominada aqui no Brasil de ALIENAÇÃO PARENTAL e em breve será inserido em nosso Código Penal como crime. Essas desavenças muitas vezes terminam realmente em tragédia. Só achei que deveriam ter explicado melhor a saída da Jo Marlowe. Ou será que ela não vai sair? Não houve nenhuma referência sobre isso nem tampouco nenhuma despedida formal.
    Acho que SVU termina essa temporada com um saldo positivo. No cômputo geral achei a temporada boa. Tivemos episódios excelentes, outros bons e apenas Conned e Toch não me agradaram muito. A participação de Sheron Stone foi boa sim porque com o seu prestígio ela certamente garantiu uma regularidade na audiência e a sua personagem, que no primeiro episódio achei muito invasiva, acertou o tom nos três últimos e terminou me agradando . Se ela ficasse em definitivo como promotora não seria mau, mas se eu pudesse escolher eu optaria por Alex Cabot como a ADA regular. O entendimento, a química dela com o Elliot e a Olívia é um trunfo em SVU, que os fãs em sua grande maioria aprova e deseja.
    Eu devo ter gostado muito do episódio porque sou uma melodramática. O responsável por isso é minha lua em leão ao oitava casa do zodíaco.
    E atenção Amanda. Vou repetir uma frase já dita em outras oportunidades:SVU ATÉ QUANDO É RUIM É BOM.

    Antes de concluir quero me congratular com a Amanda pela qualidade desse último review. Ela se despede( dos episódios) em grande estilo, mostra seu amor e sua dedicação pelo seriado e conseguiu construir uma identidade própria e marcante na forma de abordar e expressar suas opiniões.Parabéns Amanda, e que a próxima temporada nos traga momentos ainda melhores.

  12. Ana Maria

    Retificando uma frase do meu comentário: “minha lua em leão NA oitava casa do zodíaco.”

  13. Renata S. Braga

    Acho ótimo poder ler seus comentários Ana Maria e concordo com você no que diz respeito à saída da Jo, que assim como a Greyleck também não se despediu formalmente e eu só espero que na próxima temporada isso seja melhor explicado. E espero que na próxima temporada Ana Maria você possa estar menos atarefada e assim participar de todos os reviews , já que seus comentários fazem muita falta.

  14. Ana Maria

    Renata,

    Fiz meu comentário por volta de uma hora da madrugada de hoje, já que estou realmente muito atarefada. Voce sabe o quanto eu gosto de SVU e espero sinceramente ter mais disponibilidade de tempo para a próxima temporada. Quando não dá para participar escrevendo, me limito a ler os comentários e os seus,particularmente, eu aprecio bastante pela coerência, sutileza e objetividade.Não a conheço pessoalmente, mas voce me passa sempre a sensação de ser uma pessoa bastante sensata e equilibrada nas suas opiniões.É sempre um prazer trocar idéias com todos que participam dos reviews e com voce especialmente.Um abraço sincero e obrigada pelo elogio aos meus comentários.

  15. Marcia

    Amanda, acredito que o que SVU tem de melhor é o tema delicado e sempre atual que é retratado (as vezes não tão bem aproveitado).

    “Beef” para mim foi bom pq o enredo é de uma grandeza muito forte e chocante. Nesse mesmo ep. foi abordado vários aspectos sobre os animais, desde seu abatimento até a carne em nossa mesa e os efeitos da contaminação de alimento mal preservado pelos frigoríferos.

    Mas vc tem razão, o ep. poderia ter sido melhor, principalmente pq o tema é muito rico.

    Afinal, SVU é isso, um alerta do que temos de pior na sociedade. Acho muito importante esse alerta, mesmo quando não são casos de cunho sexual.

    O que eu mais gosto mesmo são os temas polêmicos e sempre atuais, como:

    * o uso desenfreado das solitárias na prisão,
    * se devemos ser obrigados a vacinar nossos filhos (“selfish”, 10 temporada),
    * até aonde vai o sigilo profissional do advogado ou do médico,
    * manipulação de DNA (como no caso da prisão da Olivia),
    * o alcoolismo retratado em “hammered”,
    * a xenofobia americana como no caso dos “bebês âncora”,
    * o submundo dos presídios (qndo Olivia se infiltra na prisão e sofre todo o tipo de abuso inimaginável),
    * a briga entre ex marido e ex mulher retrado em “Burned”(8 temporada)- quem não se emocionou nesse episódio?
    * o aborto de uma moça com síndrome do down – se ela poderia ser capaz ou não de criar um filho que ela tanto queria…

    Eis aí toda a riqueza de SVU.

    Abraços, e saiba que admiro muito seu trabalho nas reviews.

  16. Amanda Darling

    Ana Maria

    Fico feliz que tenha comentado nesse ultimo episodio, sei que acompanha os reviews mas nem sempre comenta pq assim como eu gosta de “falar” muito digamos assim. Que fique claro, isso não é uma critica, vc como eu gosta de conversar e se expressar sobre as coisas que gosta, e nesse caso SVU é uma delas. Uma vez eu li um review de um colega aqui do teleseries e achei engraçado pq ela pedia desculpas pelo review tão extenso que tinha escrito, e detalhe que o dela não tinha nem metade do tamanho dos meus, mas como eu disse, sou uma pessoa que “fala” muito então gosto de expressar tudo aquilo o que acho sobre os episodios e coisas no geral, por isso os reviews tão grandes.

    E mais uma coisa que quero aproveitar pra dizer, é que admiro muito essa amizade e respeito mutuo que existe entre vc e a Renata,ja tinha reparado que as duas tem opiniões muito parecidas e acabam por se complementar, e amizade é exatamente isso aí. Fico feliz de proporcionar um espaço em que amizades acabam surgindo….

    Marcia

    Foi o que eu disse no começo do texto, SVU é uma serie pra quem tem estomago, pq mostra o pior que existe na sociedade atual…

    Esse episodio que vc citou, Selfish da 10º temporada, pra mim foi o melhor da temporada passada, pq esse tema de vacinar ou não os filhos é um assunto extremamente delicado que traz consigo muitas divergencias de opinião.
    Vide o exemplo da campanha que teve esse ano aqui no Brasil sobre a vacinação contra a gripe H1N1, conheço muita gente que não se vacinou por causa dos efeitos colaterais. Muitas pessoas acham isso uma tremenda de uma ignorancia, mas a verdade é que cada um sabe o que é melhor pra si, e ninguem pode dizer pra um pai ou uma mãe como criar seus filhos.

    Voltando as suas citações, te digo que só teve um episodio que me deixou aturdida, ao ponto de eu só ter conseguido assistir 2 vezes, foi Undercover. Os abusos que aquelas mulheres sofrem na prisão, aquela cena da Olivia quase sendo estuprada, o desespero nos olhos dela. Foi um episodio que ficou na minha cabeça por uns dias, e que toda vez que reprisa eu não assisto, foi o unico da série que eu não tive estomago pra assistir por uma 3º vez….

  17. Amanda Darling

    Um comentário rapido aqui, saiu a lista dos indicados ao Emmy 2010, SVU só teve duas indicações:

    Outstanding Lead Actress in A Drama Series

    – Mariska Hargitay (Law & Order SVU)

    Outstanding Guest Actress in A Drama Series

    – Ann-Margret (Law & Order SVU – BEDTIME)

    Fico feliz pela Mariska, e a indicação da Ann foi mais do que merecida, a interpretação dela em bedtime foi a unica coisa que salvou naquele episodio, mas ainda preferia que a Saidah Arrika Ekulona e sua atuação magistral em Witness tivesse sido indicada mas nem tudo é como a gente gostaria, mas ta valendo.

  18. Renata S. Braga

    Agradeço pelas suas palavras Ana Maria e Amanda. Também me admiro com essa amizade virtual, que é algo totalmente novo para mim, mas que tem sido cada vez mais gratificante. E isso se estende a todos que aqui deixam seus comentários, eu leio todos, inclusive aqueles que têm opinião contrária à minha, são agradavéis de se ler porque estimulam o debate em torno de SVU que com seus altos e baixos, continua sendo a minha série favorita. Um abraço a todos e até a próxima(quem sabe última) temporada.

  19. Marcia

    Estava torcendo muito para Rosie Perez que fez “Hardwired”. Mas já tendo Mariska como indicada fico mais que relizada.

  20. Marcia

    Acho que Mariska Hargitay conseguiu se superar em Undercover mesmo. Pois talvez se fosse outra atriz vc conseguiria ver novamente o episódio, se não fosse todo o realismo trazido pela Mariska (que literalmente falava com os olhos) seria um ep. bem mais fácil de se assistir (porém não melhor).

    Entendo perfeitamente o que vc disse sobre Selfish. Esse debate de os pais tem o poder de escolher se os filhos serão vacinados, parece coisa absurda mas hj vemos que não é.

    Lembro-me bem de uma frase do Elliot sobre o assunto: “se ela morasse em uma cabana no meio do nada, ela até poderia não vacinar seus filhos, mas se ela escolhe viver em sociedade ela não tem mais esse direito”.

  21. Ana Maria

    Lendo o comentário da Márcia( parabéns Márcia, que grata surpresa suas considerações)é que se reconhece, pelo menos eu reconheço, a grandeza desse seriado. SVU é instigante, esse é o adjetivo correto para decifra-la.Após cada episódio fica normalmente alguma coisa a ser discutido, algo que nos faz refletir e ponderar.
    Eu costumo gravar os episódios, e depois os revejo com calma. E a conclusão que eu cheguei é simples: não existe espisódio ruim na série. É que normalmente se tem uma expectativa tão grande quanto à qualidade dos mesmos, que aqueles que não correspondem em toda sua plenitude nós terminamos por taxa-los de fracos ou ruins.Isso é tão verdadeiro, que mesmo aqueles que criticam este ou aquele capítulo,não abandonam a série de todo,porque sabem que no final ela vai terminar por corresponder.E essa oscilação na qualidade dos episódios, qual a série que não tem?
    A essa lista,tão bem elaborada pela Márcia,eu poderia acrescentar tantas outras situações contro
    versas,desde temas comportamentais,avanços tecnológicos e científicos,e a realidade
    fria e cruel da natureza humana,no que ela tem de mais abjeto.Talvez por esse último aspecto SVU não agrade a todos.
    Eu teria muita coisa para dizer mas vou guardar meu arsenal para o próximo review da Amanda.
    Tinha quase certeza da indicação da Isabelle Huppert ao Emmy de atriz convidada.Feliz pela Mariska e triste pela ausência do Cris.Paciência. Foi assistindo Lei e Ordem SVU que pincei uma frase que me tem amparado em muitas situações. Ela é simples e objetiva: A VIDA NUNCA É PERFEITA.

    Um abraço sincero a todos os fans ardorosos( Ranata,Amanda, Márcia)e aos nem tanto,de SVU.
    O tempo não existia,mas acabei de cria-lo.Não poderia deixar de comentar sobre esse último episódio.

    existia mas eu acabei de cria-lo;

  22. Fernando dos Santos

    Depois do Sayd de Lost ter aparecido em SVU, a próxima temporada vai contar com a presença do Desmond.De acordo com o TV Guide, o ator Henry Ian Cusick já foi confirmado em pelo menos dois episódios da próxima temporada.O personagem interpretado por ele vai flertar com a Olivia.A informação partiu do próprio Neal Baer.
    O monstro-de-fumaça que aterrorizava os sobreviventes em Lost também poderia aparecer em SVU e destruir o Baer.

    A indicação da Mariska ao Emmy já é quase uma coisa compulsória.Gosto muito dela mas acho que esse ano ela não merecia.
    Quanto a Ann-Margret, achei a indicação justa, embora eu torcesse pela Jacklyn Smith que aliás apareceu no mesmo episódio.
    Já a Isabelle Huppert por mais que eu a admire(e admiro muito) acho que não merecia indicação.A performance dela me pareceu apenas correta, sem conseguir sobressair da média.Ela tem talento de sobra pra render muito mais do que mostrou em Shattered.Agora justiça seja feita, o roteiro do episódio também não ajudou em nada a atriz.
    Considerando tudo, diria que ela até fez milagre com um texto tão fraco em mãos.

  23. Amanda Darling

    Fernando

    essa noticia do Henry Ian Cusick eu ja tinha lido ontem, e ia inclusive colocar na minha proxima review que será um balanço da 11º temporada, e eu confesso ri quando vc falou do monstro da fumaça. Nunca assisti Lost pq achava a série bem sem graça, muitas perguntas sem respostas e muita ficção pro meu gosto, mass os produtores não desistem de arrumar um namorado pra Olivia. Sinceramente de todos os caras que tiveram um relacionamento com ela na série, nenhum deles demonstrou quimica com ela, nem o Agente Porter que eu pensava que seria um ótimo par pra ela, quando ficaram juntos em Spocked achei sem graça, sem graça….

    Engraçado, a Mariska realmente não teve nenhuma atuação essa temporada pra ser indicada ao Emmy, mas pra mim a melhor atuação dela na série foi em Undercover da 9º temporada, o desespero nos olhos dela na cena que a Olivia quase é estuprada me deixou arrepiada, e no entanto ela não foi indicada ao Emmy naquele ano por esse episodio. Alias tem 2 anos que a Mariska não é indicada ao Emmy, mas enfim vai entender esse pessoal do Emmy né ?

  24. Fernando dos Santos

    Amanda, eu também gostei muito da performance da Mariska no episódio Undercover.
    Lembro que naquela temporada a Olivia sofreu um bocado.Quase foi estuprada na prisão, viu uma agente federal meter uma bala na própria cabeça e quase foi mandada pelos ares por um cientista louco interpretado pelo Robin Willians.

    Eu tinha impressão que a Mariska havia sido indicada ao Emmy ano passado, mas acho que acabei confundindo com as indicações que ela recebeu em outras premiações.

  25. Alfredo

    Achei que esse último episódio de SVU valeu principalmente pela atuação dessa atriz francesa.Ela simplesmente “engoliu” o Cris Meloni e a Mariska Hargitay e de sobremesa papou a Sheron Stone.Para mim a atuação dela foi soberba. A história em si foi muito dramática e aquela cena em que a mãe sabe da morte do filho foi marcante.No geral gostei. Vamos esperar pela próxima temporada.

  26. Moni

    Law & Order SVU, na minha opinião é a melhor série que eu já vi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account