Log In

Reviews

Review: Law & Order: Special Victims Unit – Hardwired

Pin it

Law & Order: Special Victims Unit - Hardwired

Série: Law & Order: Special Victims Unit
Episódio: Hardwired
Temporada: 11ª
Número do Episódio: 229 (11×05)
Data de Exibição nos EUA: 21/10/2009
Data de Exibição no Brasil: 1/12/2009
Emissora no Brasil: Universal

Senhoras e senhores, tivemos o primeiro grande episódio da temporada! Antes de comentá-lo, participe da pesquisa: Em que estágio você se tornou fã de SVU?

Fase Clássica (Temporadas 1 a 3) – A época mais crua e aclamada pelos fãs veteranos da série. Esqueça a glamorização de hoje: o Squad era um lugar tumultuado e opaco, com suas vidraças rachadas, paredes descascadas e os armários dos detetives eram identificados por seus nomes escritos à mão num pedaço de cartolina grudado com fita adesiva. Os personagens, embora prestativos e bem humorados, aparentavam o peso de se trabalhar até 14 horas por dia, não terem uma vida social saudável e serem mal pagos. A investigação forense, embora presente, era constantemente eclipsada diante do aspecto psicológico dos crimes e das filias humanas.

Apogeu Estético (Temporadas 4-8) – O crescente sucesso trouxe com ele os requintes de produção. Agora a qualidade técnica e a pós-produção saltavam ainda mais aos olhos. Talvez na tentativa de ganhar parte do público do frisson CSI, a investigação forense foi ganhando mais espaço nos episódios. Apesar de continuar com seus roteiros incisivos e impactantes, o aspecto castigado dos membros da SVU foi sendo gradativamente suavizado, tornando-os ainda mais atraentes e amigáveis e reservando seus conflitos para o campo interpessoal no ambiente de trabalho. A exemplo de Arquivo X, logo Elliot e Olivia se tornaram símbolos sexuais e a relação entre ambos se tornou um dos elementos-chave para uma significativa parcela da audiência.

Fase Atual (Temporadas 9-Presente) – A essa altura os produtores resolveram dar uma fatia da pizza a cada parcela do público, tentando achar um meio termo entre aqueles que querem o lado filosófico da série, os fãs dos procedurais e os entusiastas do romance platônico entre Benson e Stabler. Por conta disso, o resultado quase nunca é unânime, já que cada um só come um pedacinho dessa pizza que, apesar de saborosa, não os deixa completamente satisfeitos.

Faço parte do grupo primeiramente interessado no aspecto psicológico da série. A mente humana é algo extremamente complexo e sujeito a inúmeras influências, o que a torna fonte de infinita especulação. As definições de certo e errado, nossas motivações em relação a qualquer atitude, e a constante luta de uma sociedade caótica em busca da ordem sempre me fascinaram. Quando SVU retoma suas raízes e lida com tópicos dessa alçada, eu me lembro porque gosto tanto dessa série.

Hardwired apresentou um conjunto de elementos interligados de forma muito eficiente, dando dimensionalidade a todos os personagens de sua trama e fazendo proveito máximo de seus 45 minutos. O enredo contendo um pedófilo que se casou com uma desabrigada para poder molestar seu filho, contando com o silêncio da criança que teme ser jogada de volta às ruas com sua mãe foi assustadoramente realista. Some a isso um elenco convidado perfeito (a quem interessar, o nome do ator mirim que interpretou a vítima é Cruz Santiago) e os retornos dos exilados Cabot e Huang e pronto: aplausos de pé para este episódio. Como é bom ver todo o elenco original completinho nos créditos e dando um show desses, hein?

Law & Order: Special Victims Unit - Hardwired

No que se refere ao desenvolvimento dos personagens, acho que o Huang pegou muita gente de surpresa ao falar sobre sua homossexualidade. Embora ela já tivesse deixado isso nas entrelinhas no episódio ‘Guilt’, acredito que essa foi a primeira vez que ele verbalizou o fato. Ele realmente se sentiu ultrajado perante o argumento genético que equipara a pedofilia e a homossexualidade como distúrbios de personalidade.

Chega de puxar o saco, mas faz tanto tempo que não temos um episódio com uma execução dessas que vale a pena repetir as palmas:

Clap, Clap, Clap…

Séries citadas:

20 Comments

  1. Gard

    Ótimo episódio… de ler a review me lembrei da história e cheguei a me arrepiar.

  2. Mariana

    Adoro SVU, adoro ficar todos os minutos de olhos grudados no ep, sem conseguir pensar em qualquer outra coisa, adoro quando o cap acaba e eu ainda fico pensando no cap.
    SVU – O melhor L&O faaaaato.

  3. Thais Afonso

    Me apaixonei pela série na época do Apogeu Estético, mas lembro qual temporada, porque sem vi de maneira meio aleatória. E esse episódio realmente é ótimo! Mas sabe do que mais, o próximo, sexto, é o meu preferido nessa temporada.

  4. Renata S. Braga

    Me apaixonei na Fase Clássica(mas adoro todas as fases)para mim é a melhor série policial dentre todas que estão aí e sem dúvida este episódio comprova isto.

  5. Célia Regina

    Demais!!!!Quando o cara fala em seu depoimento que anos atrás o casamento entre negros e brancos era proibido e que, em alguns estados americanos o casamento ente pessoas do mesmo sexo já é permitido por lei… me fez refletir muito. Muitas vezes a lei é feita com base no que achamos que é correto sem saber se realmente é.
    Ele joga no ar a dúvida se daqui a alguns anos, a lei também aprovará o relacionamento entre adultos e crianças… será??? me arrepio só de pensar!!
    Law & Order sempre trás temas polêmicos sem apresentar receitas… cada qual assuma sua verdade e ponto.

  6. Ana Maria

    Grande episódio. Embora abordando um tema recorrente, ou seja, a pedofilia, SVU consegue se renovar , se superar e nos surpreender com a qualidade de suas histórias. A atriz que fez a mãe do garoto, salvo engano Rosie Perez, e o próprio garoto vítima do abuso, tiveram desempenhos notáveis.Mariska Hargitay me lembrou a Olívia de tantos outros episódios, solidária,humana, sempre em defesa dos mais fracos.A promotora Alex Cabot foi que me paraceu, em seu retorno,muito rígida. Será o efeito Sonia Paxton?
    Em minha modesta opinião esse foi o melhor episódio da temporada, mas segundo a Thaís Afonso ainda teremos coisa melhor pela frente.Vai ser uma doce espera.
    E, respondendo ao Ângelo sobre em qual fase me apaixonei por SVU eu digo que foi quando vi, acidentalmente, o episódio “Camaleão” o 1º da 4ª temporada. A partir daí não perdi nenhum episódio e SVU virou paixão irreversivel.

  7. Renata Penha

    O episódio foi muito bom, com um enredo consistente e o elenco superafiadao – inclusive os atores convidados. Foi do tipo que valeu ver pela primeira vez e depois assistir a reprise, no sábado.
    Sou fã da fase clássica porque – como apontado – mostrava de forma mais aberta o lado psicológico e humano. Acho que isso se perdeu um pouco ao longo dos anos, embora não tenho prejudicado de forma dramática o andamento da série.

  8. Fernando dos Santos

    Parabéns ao Angelo Romão pela excelente e precisa divisão das diferentes fases pelas quais a SVU passou ao longo destas 11 temporadas e também por mencionar que atualmente a série se encontra numa encruzilhada tentando usar um pouco de cada fase.

    Gostei de Hardwired pelos seguintes motivos:
    -Na metade da trama houve a já clássica e típica reviravolta que é marca registrada de SVU.
    -Foi mais um episódio da equipe, desta vez com algum destaque para Oliva,Cabot e Huang três personagens que andavam meio ausentes,cada um a sua maneira.A detetive-protagonista andava reduzida a coadjuvante do Stabler nesta temporada,o terapeuta pouco havia aparecido até então e a promotora estava de fato ausente dos quatro primeiros episódios(suponho que a atriz por algum motivo particular não conseguiu participar do início da temporada).
    -Abriram mão do final-surpresa, que aliás não surpreende mais como antigamente.Nos ultimos tempos ficou um tanto mais fácil adivinhar quem vai morrer no final do episódio.

    Agora, a revelação de que a rede de pedófilos do réu tinha mais de cinco mil filiados poderia render assunto para um arco de vários episódios.Uma storyline como essa poderia ser mais bem aproveitada ao invés de ficar reduzida a um episódio.Lembro de uma temporada de Cold Squad onde um arco sobre uma rede de pedofilia rendeu temas para a temporada inteira com direito a revelações e reviravoltas surpreendentes.

  9. Amanda

    Episodio sem duvida perfeito, o melhor da temporada, atuações totalmente impecaveis com uma historia que prendeu do começo até o fim, como o clássico SVU.

    Eu comecei a assistir Svu na epoca do apogeu estético mas realmente só me apaixonei quando vi a Fase Clássica, em especial a 2º e 3º temporada que na minha opinião são as melhores até hoje.

    Agora eu sei pq eu sentia tanta falta da melhor promotora de Svu Alex Cabot, por causa de frases como essa, comentando o porque o pedofilo tinha se agredido na prisão…

    “Infelizmente, ele encontrou alguns de seus clientes pedófilos. E aparentemente eles pediram seus cartões do clube de volta”

    Alex é foda, e tava fazendo muita falta na série

  10. ju

    grande episódio. Principalmente pela volta da ALEX!! Como é bom não ver mais a megera. ;D

    Comecei a assistir, se não me engano na sétima temporada, um eposódio em que um garoto mata outro e o pai do menino assassinado o mata e é absolvido. Torci pelo pai, o menino era um psicopata. Não lembro o nome do episódio mas pretendo revê-lo. Vi do inicio até a terceira temporada, já que o Universal nunca exibe o resto, vou tentar baixar as temporadas que faltam ver.

  11. ju

    grande episódio. Principalmente pela volta da ALEX!! Como é bom não ver mais a megera. ;D

    Comecei a assistir, se não me engano na sétima temporada(apogeu estético) e de cara me tornei fã. Foi um eposódio em que um garoto mata outro e o pai do menino assassinado mata o assassino de seu filho e é absolvido. Torci pelo pai, o menino era um psicopata. Não lembro o nome do episódio mas pretendo revê-lo. Vi do inicio até a terceira temporada, já que o Universal nunca exibe o resto, vou tentar baixar as temporadas que faltam ver.

  12. Jorge P. - DF

    Ângelo, episódio nó na garganta. Muito bem conduzido.Teve um episódio que o Huang deu um piti absurdo e ali já confessou. Não lembro qual foi.

    Eu sou da fase clássica, acompanho SVU desde a 2ª temporada.

  13. Sandra Saldanha

    Acompanho já há muito tempo, e cada vez me torno mais fã.
    Os roteiros são especialíssimos, maravilhosos!

  14. Nana

    Amo todas as temporadas da série.

    Também cheguei a me arrepiar com o review… Muito bom!!

    Não sabia que o Huang era gay. E nesse episódio até fiquei na dúvida, pois a cena foi muito rápida, só confirmei agora com vocês…

    Li em algum lugar (acho que aqui mesmo no teleseries) que um personagem iria se revelar gay, mas tudo indicava que seria a Olivia… que surpresa!

  15. Lena

    Eu devo ter começado nessa vida de SVU no apogeu estético. Mas tb já vi tantas vezes as reprises que já me perdi… :)

    Nossa, eu não lembrava desse piti do Huang saindo do armário em outro episódio. Neste eu fiquei “como assim que o Huang é gay?” hahaha

    Episódio excelente, história muito bem montada e executada. Adorei o ator que faz o menino, perfeito! Só achei que eles podiam ter escalado atores que fizeram mãe e filho que tivessem uma vaga semelhança… passei o episódio inteiro esperando que a Rosie Perez disesse que o filho era adotado. A produção deve ter olhado assim “ah é tudo latino, põe na mesma família e ninguém vai perceber a diferença”… a diferença era tão gritante que chega chega um momento que sugerem que a Olivia finja ser mãe dele…

    Legal que a Alex Cabot voltou, mas a série podia pelo menos dar uma explicação pro fenômeno de desintegração da Greylek. Alguém falou que a Alex voltou durona, mas acho que ela sempre foi meio durona mesmo… reparem nas outras temporadas.

  16. claudia

    Otimo episodio, adorei do começo ao fim.
    Sou da fase atual, mas já assisti a quase todos os episodios das outras temporadas na reprise do canal, demais!!!!!!
    Espere que Alex venha para ficar, ninguem merece esta ultima que iniciou a temporada,uhg!

  17. Mônica A.

    Episódio muito bom. A Rosie Perez e o garotinho arrasaram. E que advogada fdp aquela, viu? Juro que torci pra cair alguma coisa na cabeça dela e ela cair dura ali no chão.

    Comecei a assistir na metade da 3ª temporada e me apaixonei. Não parei mais.

    E que bom que a Alex voltou. Sempre foi minha promotora preferida.

  18. Claudio

    Eu nunca faço comentário aqui porque não sei me escrever. Mas resolvi entrar para dizer apenas isso. Mariska Hargitay é a mulher mais quente da TV. Vai ser gostosa daquele jeito na minha….. Voces sabem.Eu tenho idade de ser filho dela, mas faz mau não. Eu não tenho preconceito. Se ela me quiser eu topo.Com ela eu topo tudo.

  19. Pingback: Review: Law & Order: Special Victims Unit – Perverted » TeleSéries

  20. Flavio

    QUAL EPISODIO EM QUE UM MENINO, MATA O OUTRO ACIDENTALMENTE, MAS VAI SE MOSTRANDO UM PSICOPATA E ACABA SENDO MORTO PELO O PAI DA VITIMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account