Log In

Reviews

Review: Law & Order: Special Victims Unit – Anchor

Pin it

Law & Order: Special Victims Unit - Anchor

Série: Law & Order: Special Victims Unit
Episódio: Anchor
Temporada: 11ª
Número do Episódio: 233 (11×10)
Data de Exibição nos EUA: 9/12/2009
Data de Exibição no Brasil: 26/1/2010
Emissora no Brasil: Universal

Como tudo na vida, uma fase acaba para que outra se inicie, e hoje se inicia uma nova fase para os reviews de Law & Order: SVU no TeleSéries. Antes de começar a comentar sobre o episodio, vou falar brevemente sobre mim. Meu nome é Amanda, tenho 24 anos, moro na cidade do Rio de Janeiro, e sou uma fã incondicional dessa maravilhosa série há 5 anos. Já vi todas as temporadas, tenho todas já lançadas no Brasil em DVD e, resumindo, sou uma quase dependente de SVU.

Alguns de vocês devem me conhecer por nome, afinal já discuti idéias várias vezes com todos aqui, e assim como todos, estava sentindo falta de um espaço para debater e comentar sobre a série. Não sou crítica, escritora ou coisa parecida, sou apenas uma apreciadora da série que gosta de discutir, comentar e debater idéias com pessoas inteligentes. Comparações são inevitáveis, muitos podem acabar comparando os meus textos com os do brilhante Ângelo Romão, e eu provavelmente vou sair perdendo nessa, mas digo que escrevo com carinho esse review especialmente para vocês que assim como eu admiram a temática da série.

Agora chega de enrolação e vamos ao episodio. Muitos não devem nem se lembrar com detalhes desse episodio, visto que o mesmo já passou há muito tempo no Universal Channel, então vou resumir esse episodio em apenas uma palavra: intolerância.

Anchor basicamente foi sobre isso, a intolerância que ainda existe nos EUA contra imigrantes de outros países.

Três crianças negras aparecem mortas e o detetive Fin não mede esforços para descobrir quem foi o responsável, o que o leva a uma busca desenfreada e interessante atrás do assassino. Jonh Larroquete é o convidado especial da semana, aparecendo como o advogado de defesa que tenta absorver o réu do veredicto de culpado com uma defesa de que o mesmo sofreu lavagem cerebral, depois de assistir durante anos um programa que dissemina ódio contra imigrantes.

O debate do episodio é saber até aonde uma pessoa é responsável ou não pelos seus atos, e que até a 1ª emenda americana (Liberdade de Expressão) tem seus limites, afinal você não pode gritar fogo num teatro lotado. Aqui, o argumento é de que o réu não é responsável pela morte das três crianças porque sofreu lavagem cerebral do apresentador de um programa de televisão que discrimina imigrantes estrangeiros. Te convenceu? Nem a mim. Duas frases que eu juntei em uma só da nossa querida ADA Alex Cabot definem bem essa defesa: “Ele é apenas um assassino que não queria ser pego, usando as palavras de um homem pequeno que dissemina ódio pra encher os próprios bolsos”.

Law & Order: Special Victims Unit - Anchor

Infelizmente intolerância e preconceito são duas palavras que ainda dominam o mundo nos dias de hoje, enquanto muitos gritam por Paz outros gritam por Guerra. Hitler e todo o movimento nazista estão aí pra provar o que a intolerância é capaz de fazer com um ser humano, basicamente é lei do que quem não esta comigo esta contra mim, portanto tem que morrer. Devido a isso, os Judeus foram responsabilizados com as suas vidas, assim como o nosso réu. O júri o absolve pelas três mortes, o advogado de defesa percebe que foi enganado pelo réu e resolve fazer justiça com as próprias mãos, o matando a tiros. Moral do episodio: “Intolerância is a real bitch”.

Uma ótima semana a todas, e até o próximo review.

Séries citadas:

16 Comments

  1. Paulo Serpa Antunes

    Amanda,

    Bem vindo ao time dos fanáticos que se dão ao trabalho de registrar o que pensam sobre suas séries favoritas! Espero que te divirtas e que consiga reunir em torno deste espaço muitas pessoas.

    Eu vou ser sincero, não assistir nenhum episódio desta temporada de SVU. Nem sei dizer porque, acho que só pela falta de tempo. Porque dá pra perceber que os produtores e roteiristas estão se puxando pra fazer boas histórias.

  2. francisco koller

    LAOSVU é a pior da franquia Law and order. E foi ótima no início. Com raríssimas excessões, dá pouco espaço aos ótimos Fin, Munch, Cragen, Wong e a dra. Warner. Com roteiros inverossímeis, está afastando até os mais ferrenhos admiradores, como eu. O melhor de LAOSUV está no trabalho dos atores coadjuvantes, além do requinte técnico.

  3. Eduardo

    Ae, fiquei realmente feliz de que SVU vai ter um espaço novamente aqui no Teleséries, que legal você ter tomado a iniciativa de postar as reviews, Amanda. :)

    Sobre Anchor, foi um bom episódio. Apesar de ter sido muito criticado, mostrou um tema polêmico, importante e que nos faz refletir se realmente vale a pena ser intolerante, e se não deveríamos começar a respeitar uns aos outros todos da mesma maneira.
    Acredito que existam pessoas conservadoras desse tipo realmente, que não são a favor da presença dos imigrantes no país, mas em certos pontos o episódio pareceu um pouco exagerado, e esse foi o único ponto negativo.

    Simplismente uma palhaçada o criminoso ter se livrado com os crimes com aquela desculpa esfarrapada da lavagem cerebral. No mínimo, o advogado reconheceu que errou ao defendê-lo, e redimiu seu ato, mesmo tendo que enfrentar as consequências por ter matado o seu cliente assassino.

  4. Taciana

    Bem vinda, Amanda!
    Já estava com saudade de discutir sobre SVU!

    Infelizmente, não me lembro do episódio para comentar.

    Discordo do Francisco, continuo fã da série e embora goste muito dos coadjuvantes, o melhor de SVU está nos protagonistas.

    Agora que voltamos a ter um espaço para debater a série, estou esperando ainda mais ansiosa pela volta dos episódios inéditos!

  5. Mônica A.

    Law & Order – SVU é o melhor da franquia. Essa semana assisti ao filme Território Restrito e me lembrei desse episódio. O filme também retrata a intolerância, a paranóia e o desrespeito com os imigrantes. Eu gostei bastante desse episódio e fiquei revoltada com a absolvição do juiz. Lavagem cerebral? Como assim? Mas SVU geralmente tem uma reviravolta e o advogado acaba fazendo justiça com as próprias mãos.

    Saudades dos textos do Ângelo, mas sua review não fica nada a dever às dele, Amanda. Excelente! Bem vinda.

  6. Ana Maria

    Fico muito feliz em ver que os reviewus sobre a melhor série policial em exibição, estão retornando. E igualmente satifeita em saber que os mesmos serão elaborados pela Amanda, uma coloboradora contumaz dos reviews anteriores,no qual de destacava pelos comentários corretos e criteriosos. O que mais chama atenção sobre a
    a Amanda é a paixão que ela nutre por SVU.Ela gosta verdadeiramente da série, isso é inegável e isso é importante, pois ela vai fazer esse trabalho(seria trabalho?) com prazer e dedicação.Seja bem vinda e conte sempre com minha presença virtual.
    Sobre o episódio em foco achei-o bom. O detetive Fin teve grande destaque e saiu-se muito bem. Mas, diferente do Francisco Koller senti falta do Cris e da Mariska. Por mais boa vontade que eu tenha com os demais detetives, SVU sem os dois principais protagonistas perde muito.
    Entendo que essa 11ª temporada está muito boa, com episódios de qualidade inconteste, recheados de atores talentosos.E vem coisa melhor pela frente.
    Dia 30 estarei a postos para ver o recomeço da temporada e marcarei presença com certeza,nessa nova fase dos reviews,agora comandados pela prezada Amanda.Um abraço e sucesso desde já.

  7. Fernando dos Santos

    Agradeço ao Teleséries e a Amanda por retomarem os reviews de SVU.

    De fato depois de tantos meses fica meio difícil lembrar o episódio em detalhees pra poder comentar aqui tudo o que achei interessante.Eu até nem lembrava mais que esse era um episódio protagonizado pelo Fin.
    Contudo, tem uma coisa que achei muito interessante e lembro até agora.O apresentador de tevê era de direita o advogado era de esquerda, ambos ativistas ferrenhos de suas causas, mas no fundo eles eram mesmo dois patifes manipuladores das massas.A lição que o episódio deixa, é que falta de caráter não escolhe ideologia.

  8. Amanda Darling

    Agradeço a todos pelo apoio e pelas boas vindas que todos estão me desejando desde já, acho que isso estimula e muito para que eu continue a escrever os reviews, como eu disse os reviews são para vocês que vem aqui porque gostam da série e gostam de debater os episodios.

    Obrigado a todos pelo carinho, e prometo que nos proximos reviews eu vou estar escrevendo melhor.

  9. Eliane Moura

    Anote aí: NENHUM júri no mundo absolve um réu que confessa ter matado crianças. O episódio foi indigente.
    E pelamordedeus, “vou estar escrevendo” não existe em português.

  10. Amanda Darling

    Corrigindo

    Obrigado a todos pelo carinho, e prometo que nos proximos reviews vou melhorar a minha maneira de escrever.

  11. Ana Maria

    Prezada Amanda,

    Mais uma vez quero deixar registrada minha satisfação em saber que teremos os reviewus de SVU. E, apesar de aplaudir e incentiver sua preocupação em escrever melhor, faço absoluta questão de cumprimenta-la pela coragem de assumir essa responsabilidade. Nesse tocante voce vai contar sempre com minha compreensão e apoio, pois afinal somos humanos e passíveis de cometer erros. Bola pra frente, e pode ter certeza que tudo vai dar certo. Um abraço sincero.

  12. Amanda Darling

    Ana Maria

    mais uma vez obrigada pelo apoio, é por pessoas como você que eu resolvi assumir essa responsabilidade de escrever sobre essa série brilhante. Obrigada de coração.

    Renata e Claudia

    Obrigada pelas boas vindas e pelo carinho

  13. Ana Maria

    Querida Amanda,

    É isso aí. Estamos com voce. Esse espaço vai ser melhor ainda agora com nossa presença semanal, onde teremos oportunidade de expor opiniões de forma simples, clara e humilde. Fiquei muito feliz de ver a presença sempre simpática da Taciana e Renata Simone Braga, outras aficionadas por SVU. O mundo é nosso, ele está aos nossos pés e eu já antevejo que os reviewus de SVU , agora sob seu comando, serão inesquecíveis.Receba meu carinho e admiração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account