Log In

Reviews

Review: Law & Order: Criminal Intent – Betrayed

Pin it

Law & Order: Criminal Intent - Betrayed
Série: Law & Order: Criminal Intent
Episódio: Betrayed
Temporada:
Número do Episódio: 146 (7×13)
Data de Exibição nos EUA: 22/6/2008
Data de Exibição no Brasil: 21/8/2008
Emissora no Brasil: AXN

No review passado eu perguntava quem era melhor, a detetive Megan Wheeler ou Nola Falacci (e alguns saíram pela tangente, preferindo Barek). O episódio desta semana se presta a outra questão – quem é melhor, o velho capitão Deakins ou Danny Ross.

Esta eu me recuso a responder. Eu gostava muito de Jamey Sheridan, que se afastou de Criminal Intent por problemas de saúde após a quinta temporada. E gosto muito de seu substituto, o ator Eric Bogosian.

Passei a gostar ainda mais quando descobri, vendo um destes programetes sobre diretores de cinema na TNT, que ele é o roteirista de SubUrbia, um bacana e sombrio filme teen dos anos 90. O filme, aliás, é uma adaptação de Bogosian de seu próprio roteiro para teatro – que se não me engano já teve algumas montagens no Brasil.

E eis que Danny Ross está no meio dos acontecimentos do episódio da semana.

O episódio, foge da fórmula clássica da série, colocando Goren e Eames investigando um caso que não é de assassinato e sim de um desaparecimento – ok, no fim o caso é de assassinato, mas desta vez não temos corpos. Tudo porque Ross quer ajudar uma amiga, uma ex-policial (e possível ex-amante) que se tornou escritora de sucesso.

Temos então um episódio diferente, que parte desta promessa de que Ross pode estar perdendo a objetividade durante a investigação. Mas este recurso é desperdiçado pelo andamento da trama.

Law & Order: Criminal Intent - BetrayedPorque temos dois amantes fugitivos, e com isto não há o que investigar. Depois passamos para a teoria que eles foram assassinados. De um lado temos um marido violento (interpretado pelo canastrão Eric Roberts, que andou passando por Heroes e The L Word) e do outro uma escritora expert em crimes (a competente Brenda Strong, narradora-defunta de Desperate Housewives). Não restou muito tempo, portanto, para vermos Danny Ross lutando com a idéia de estar errado, de ter sido traído, de estar atraído por uma criminosa.

Ou seja, temos um episódio que prometia ser o episódio do Ross, mas acabou não se desenvolvendo exatamente assim.

Mas os fãs de Criminal Intent tem suas recompensas, como vermos Eames enfrentando o capitão.

E, claro, vemos o desenrolar do relacionamento de Eames e Goren depois dos acontecimentos de Purgatory. E o que vale a pena aqui é ver a Eames dando gelo no Goren e também observar como eles perderam a sintonia. Mas eu confesso, que esperava um pouquinho mais de conflito entre os dois. Provavelmente no próximo episódio tudo já estará em seu lugar. Mas espero estar errado, porque seria legal ver os dois em conflito por mais algum tempo.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

3 Comments

  1. Fernando dos Santos

    Eu considero o Bogosian um intérprete muito superior ao Sheridan(que eu acho um ator meio frio).Na comparação entre os personagens eu acho que ele também ganha pois o Ross é um capitão mais atuante enquanto o Deakins eu achava um tanto apático.Vejo ele como uma peça importante dessa fase pós-quinto ano.
    Um ponto que eu achei interessante no episódio foi ter mostrado um homem e uma mulher (ambos de meia-idade) que arrumam conjuges bem mais jovens e acabam sendo traídos por esses parceiros mais novos.É algo que rende assunto para debate.

  2. Giselle

    Acho o Capitão Danny Ross melhor.Concordo com o Fernando ele é bem mais atuante que o Deakins.
    Quanto ao episódio achei muito bom. A Brenda Strong estava bem além de ser muito bonita e concordo que ele é canastrão mas eu curto pra caramba o Eric Roberts ehehhehe.
    Gosto mais dos episódios com o Goren e a Eames e não achei que eles perderam a sintonia.

  3. Fatima Terada

    Definitivamente eu prefiro o Capitão Ross. A entrada desse novo personagem dá um novo tom para o seriado. Adoro quando ele bate boca com o Goren ou como ele tirou o Logan do sério, em vários episódios. Concordo plenamente com o Paulo, esse episódio tinha tudo para ser do Capitão Ross. A conflito “amizade” x ética profissional deveria ter sido melhor explorado, aos invés de ficar naquele lenga lenga mais do que manjados sobre amantes que planejam fugir dos seus respectivos cônjuges. Pena que os chifres tenham sobrados para a coitada da médica…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account