Log In

Reviews

Review: House – Who’s Your Daddy? (episódio 45)

Pin it

cena de Who's Your Daddy?
Série: House
Episódio: Quem é Seu Pai? (Who’s Your Daddy?)
Temporada:
Número do Episódio: 45
Data de Exibição nos EUA: 16/5/2006
Data de Exibição no Brasil: 14/9/2006
Emissora no Brasil: Universal

Um episódio mais leve que os últimos, abrindo caminho para a season finale da semana que vem. A Cuddy querendo engravidar, House voltando a sentir uma maior dor em sua perna, um paciente da clinica relâmpago, um velho amigo de House, dificuldade em diagnosticar o paciente, enfim tivemos mais um ótimo episódio.

Vou começar falando do paciente da clinica, já que foi curtíssimo. Uma mãe trás seu filho para o hospital, todo vermelho, que não coça e não tem apresentou nenhum outro sintoma anormal. O que aconteceu: Sofá novo de cor vermelha + menino deitar no sofá após tomar banho para ver desenhos = passar um pano úmido no garoto que a mancha sai.

House volta a sentir uma maior dor em sua perna e já no começo do episódio o vemos recorrendo a uma solução que ele mesmo parece estar evitando, injetar morfina. Mas o quebra-cabeça vem em primeiro lugar e a ligação da Cuddy contando sobre um paciente o impede.

Andar de um lado ao outro é uma das soluções que ele usa tentar esquecer a dor, mas ela não deixa de ser notada pelo pessoal. Mas essas caminhadas dele não deixam de ser um pouco engraçadas, com seus pupilos o seguindo ou com ele gritando do meio do corredor.

Pra terminar essa parte, a dor mais acentuada na perna de House gerou uma das cenas mais engraçadas da série. Ele chamou uma massagista, só que seu serviço gerava um movimento, vamos dizer, bem suspeito, e quando Wilson adentra a sala e quase cai pra trás:

Escute, uh… desculpe.

House:

Não é o que você está pensando.

A massagista:

Eu esfregar sua perna.

A Cameron chega bem na hora também, a reação dela é bem engraçada também, mas depois de toda essa interrupção, House diz para a massagista:

Pode parar, ela estragou tudo.

Então indo para a paciente do dia. Durante um vôo a garota começa a ter alucinações, todas que ela tem são relacionadas com o Katrina, onde a garota perdeu sua mãe e sua casa. Ela também teve um choque cardiogênico, mas sem ataque cardíaco. Alias, foi isso que gerou o interesse do House.

É então que nos é apresentado o amigo do “G Man”, que diz ser o pai da garota. Crandall, o velho amigo de House, foi interpretado por D.B. Sweeney, de Life as We Know It. Somando o fato do pai ser branco, a garota ser negra e de a mãe dela só ter contado há pouco tempo, House logo desconfia:

Hum. É mesmo, ela é igualzinha a você, tem o mesmo afro.

A garota é neta de um famoso músico, do qual o amigo do House escreveu uma biografia. House acha que a garota está tentando dar um golpe nele e insiste em fazer o teste de paternidade, mas seu amigo recusa dizendo confiar na garota.

Começam o diagnostico, o pessoal vai falando varias possíveis coisas, então a Cameron diz:

Ela é uma vítima do Katrina.

Está melhor do que o Crandall. Ele é uma vítima da vítima do Katrina.

O interessante é depois quando a Cameron diz que vai falar com amigo do House e ele a proíbe, mas na presença de Crandall, House usa os mesmos argumentos que disse que Cameron iria usar. Aliás, House é estranhamente bonzinho com seu amigo.

Primeiro diagnóstico, arritmia. Eles então tentam induzir uma arritmia na garota para tentarem resolver o problema. Após alguns problemas durante o procedimento, tudo parece estar certo, House fala:

Ela estará bem até o café da manhã.

Mas em House, nunca se soluciona um caso no começo do programa. Ela tem outra alucinação e agora vê sua mãe toda morta e toda molhada após a passagem do Katrina. A nova aposta são que as alucinações são uma resposta da dor, no caso da dor causada pela arritmia, e neste caso ela teria uma doença auto-imune.

Então para testar a reação dela a dor, a machucam. É claro que é uma idéia do House, ele espeta agulhas nela e chega até a quase quebrar um dedo dela, mas acaba conseguindo o que queria, ela tem uma nova alucinação, onde vê o rosto de House derretendo. A Cameron reclama que House foi longe demais, ele responde:

Diagnosticamente, ela precisava ser machucada. E eu queria machucá-la, ambos ganhamos.

Mas qual doença auto-imune ela tem? Não sabendo, House fala para trataram de todas e isso só é possível com um transplante de medula. Mas é quando tudo parece caminhar para uma solução, começa a sair pela boca da garota uma coisa estranha, que descobrem depois se tratar de fezes e sangue digerido. Doença auto-imune fora da jogada. A nova aposta é que ela tem um problema no fígado, House pede para fazerem uma biópsia nele.

Wilson vai falar com House, que fica de todo jeito querendo pegar a comida dele. Wilson pergunta porquê ele está defendendo um cara que ele não vê há anos, porque fica o protegendo, House responde:

Não estou protegendo ele, estou derrubando ela.

A modéstia do verdadeiro herói.

Me pressione e eu deixo ele morrer, só pra você parar de me irritar.

Então House revela porque está tão tolerante com seu amigo: foi porque o enganou tempos atrás.

Então, um CD encartado no livro de Crandall, House descobre o real problema da garota. E impede na última hora de fazerem a biópsia.

Ele ouviu uma gravação do estúdio e nela percebeu algumas incoerências no que o avô da garota estava falando e nas atitudes dele. Ela juntam isto com a causa de sua morte e chegam a conclusão. Havia muito ferro no organismo dela, que teria hemocromatose, que é genético. House pede para fazerem um exame para determinar a quantidade de ferro que ela tem no sangue e diz:

Ela estará bem no almoço. Vê, eu estava errado antes, sobre o café da manhã.

Descoberto o ferro, dão um remédio que se ligará ao ferro permitindo que o fígado se livre dele. Só que o episódio não acabou: o ferro deveria ser expelido na urina e fezes mas como a evacuação da garota está com problemas, ela toma outro, seus pulmões, onde se juntou a outro elemento que acabou o perfurando. A aposta são fungos, mas existem muitos deles. House pede para tratarem do mais comum: Aspergillus.

Mais uma vez, diagnóstico errado. House então resolve ir até a garota para saber realmente onde ela morou após a passagem do furacão. Ela havia dito para o pai que passou vários meses num abrigo. Ela acaba admitindo que estava vivendo no estúdio de gravação. Como as paredes dos estúdios costumam absorver humidades, os médicos deduzem qual o fungo correto: Zygomycosis. House pede para iniciarem o tratamento e diz:

Ela ficará bem até o…. jantar.

House no final conta a garota que ele é o pai dela. Mas no final do episódio, na casa do House, temos duas revelações. Primeira, ele fez o teste realmente e o amigo não é o pai. E a segunda é que ele finalmente se aplicou a morfina.

Pro final deixei a parte da Cuddy. Eu estava vendo recentemente a primeira temporada de The West Wing, que foi ao ar em 1999 e teve a participação da Lisa Eldstein em vários episódios. Só falei isso porque pra mim ela hoje, sete anos depois, ela está mais bonita que naquela época.

Ela pergunta ao House se ele não falou dela pra ninguém, insiste na pergunta, House então fala que é um bom guardador de segredos:

Nunca contei pra ninguém que o Wilson molha a cama… Oh, você me pegou!

cena de Who's Your Daddy?Ela então pede ao House para lhe aplicar as injeções necessárias para a sua fertilização in vitro. As duas vezes foram bem divertidas, destaque para o tempo que o House levou esterilizando a área que seria aplicada a injeção.

Ela havia pedido antes que ele analisasse as fichas médicas dos possíveis candidatos a pai. House foi além e até conseguiu localizar um dos doadores e marcar entrevista com um deles, apenas para provar a Cuddy que os candidatos eram perdedores. É claro que a Cuddy não gostou.

Mais tarde, após a segunda injeção que o House aplicou na Cuddy e ela reclamar do que ele fez, chamando o candidato, ele diz que ela não chegaria nem perto daquele idiota, quanto mais ter um bebê dele e continua:

Não me importo se se casar com esse cara, namorar esse cara, revirar seu lixo. Mas deveria saber, genes importam. Quem você é importa. Encontre alguém em quem confia.

Alguém como você?

Alguém que você goste.

Depois de tudo que o House já aprontou para ela, ela estava com um pé atrás. No último episódio ela já dava como certa, após ele descobrir que ela queria engravidar, que ele sairia contando para todo mundo, mas ele não fez isso. Todo o cuidado e carinho que ele tratou ela a surpreendeu, culminando na bela cena no final, quando ela entra na sala do House e fala:

Obrigado pelas injeções.

De nada. Você veio aqui só para me dizer isso?

Não.

Eu não queria criar expectativas, mas não resisti. Na semana que vem teremos a season finale de House. O episódio que pra mim, no momento, é o melhor episódio da série e uma das melhores se não a melhor finale da temporada, aguarde.

Séries citadas:

31 Comments

  1. Paulo Antunes

    Eu sempre achei a Lisa muito bonita e sou fã dela desde quando ela fez uma série de participações em Ally McBeal no papel de um travesti (!!!).
    Mas neste episódio ela estava particularmente lindíssima. Estas cenas das injeções vão ficar gravadas na memória por muuuito tempo!

  2. Rafaposh

    ai que medoooo…. fiquei com emdo dessa primeira foto…o que é isso?

  3. Eric

    Mais que foto é essa ??????

    Parabens pelo review mesmo sem ler… :)

  4. Marcio

    Hoje dei uma volta pela FNac e vi a primeira temporada a venda. E está barato: 22 episódios por meros R$ 110. Dados os preços de hoje em dia, para um seriado desse porte é uma pechincha sem igual.

  5. Fer

    ai, não sei se sou eu q estava mal-humorada e sonolenta ontem à noite, mas eu achei esse episódio um dos mais chatos da história da série.

    talvez seja bom, talvez assim eu não crie expectativas para a season finale.

  6. Fer

    mas, admito: as ceninhas dele com a Cuddy salvaram o episódio. e sim, ela é o Al Pacino mulher, só melhora com o tempo.

  7. Juliano Cavalca

    A Lisa é linda. E talentosíssima. Ainda bem que na terceira temporada ela parece estar ganhando mais espaço. :)

    òtimo texto, Vidoni!

  8. Cesar

    Belo review!

    E a Lisa…passou a fazer parte de meus sonhos secretos…rs…

    Mas, de fato foi um episódio morno. Tudo do que é mais comum em “House” esteve lá, sem a intensidade normal. Preparação para a season finale…

  9. Anderson Vidoni

    Rafaposh e Eric, esse é o House ;) vejam o episódio no fim de semana e saberão do que se trata.

    Fer, perto dos últimos, esse com certeza foi o pior, mas eu gostei. Agora os momentos Hosue-Cuddy realmente foram o destaque, além da volta da dor na perna dele e a música. E essa garota foi uma das que mais sofreu.

    Eu vejo como um episódio mais tranquilo e normal, uma calmaria entre a tempestade que tivemos antes e a que virá.

    Juliano a Lisa realmente é, ela estava sensacional ontem, entendo e compartilho a opinião do Paulo :D

  10. Angelo

    Seria demais um casinho PASSAGEIRO entre o House e a Cuddy (meu sonho).
    Só para nos render uns momentos hilários.

    Alguém mais queria MUITO isso?

    P.S: A cena da injeção estará marcada para sempre em minha memória. Ai, ai…

  11. Rafaela

    ahahahahahahahhaha
    Todo mundo acho que sonha em ver House com Cuddy…Pode ser que eles tenham tido um caso. Tem um episódio que Cuddy e Cameron estão vasculhando a casa de um paciente e Cameron enche Cuddy de perguntas…não há nenhuma resposta clara, mas dá para imaginar um monte de coisas…

  12. Prue**

    ADOREIIIIII a Serie… e amaria se a Universal fizesse uma Maratona ou um Review desde a primeira temporada……mas sei q to sonhando….agora bizarra demais a mina evacuando pela boca
    Argh!!!!!

  13. Anderson Vidoni

    Prue, bem vinda, mais uma fã da série. O Universal provavelmente não fará nenhuma maratona, mas ele pode exibir uma reprise diaria, já teve no passado, seria bem legal e você poderia se inteirar. Qualquer coisa eu aviso.

    Rafaela e Angelo, House e Cuddy? Vamos esperar, não vou falar nada :D

  14. Fer

    sabe o q seria demais? se descobrissemos q o House e Cuddy JÁ TEM um caso secreto há muito tempo, do qual ninguém (nem os espectadores) sabiam :-D

  15. Anderson Vidoni

    Nossa escrevi ridiculamente, me deu até vergonha.

    Corrigindo= Essa seria uma grande surpresa.

  16. Thá

    epi legalzinho.
    será que a cuddy quer q o house seja o doador???ai que rolo que ia dar isso…

    achei engraçado “a mãe toda morta”…hahahah e umidade é sem H!! fora isso, bela review. tô ansiosa pelo último epi!

  17. Anderson Vidoni

    Thá, justamente estas duas observações sobre o meu texto, foram colocadas pelo editor ;).

    E tem gente que interpretou que aquela ida dela no final na sala do House, foi na verdade um indicação de que ela queria ele como doador, mas eu não achei. Vamos ver como irá ficar isso.

  18. vera lúcia pinheiro de oliveira

    Estou nas nuvens: primeiro, porque o epsódio da semana passada foi maravilhoso (no meu entender) e, segundo, porque comprei os dvd’s da 1ª temporada (aqui no RS eles me custaram 136 reais, Márcio) e passei o último fim de semana assistindo… fiquei impressionada com a regularidade das atuações de Hugh Laurie (perfeito desde o 1º epsódio)! Quanto ao penúltimo epsódio da temporada (snif, snif…), acho que ficou claro que vai rolar alguma coisa entre o House e a Cuddy (considero o par perfeito!)… Com relação à necessidade do Chase conseguir dinheiro (fato comentado na semana passada), assisti ao epsódio da 1ª temporada em que o pai do Chase viaja da Austrália para os EUA afim de participar de uma conferência ou seminário e ao visitar o filho no hospital fica claro que existe uma distância muito grande entre os dois (além do House ter descoberto que ele tem câncer e que lhe restam poucos meses de vida); pelo que vi da relação entre pai e filho, Chase não deve ter aceitado a herança ou talvez tenha feito doação do dinheiro para alguma entidade, sei lá… eu não havia assistido este epsódio e foi bem emocionante!

  19. vera lúcia pinheiro de oliveira

    Só vou acrescentar um comentário sobre a Cuddy: ela estava linda quando foi “agradecer” ao House pela aplicação das injeções e acho que ali o nosso herói teimoso “balançou”, porque só faltou ela se jogar pra cima dele (e ele demonstrou durante todo o epsódio que está prestando mais atenção nela)… tava faltando mesmo um pouco de romance pra encerrar essa 2ª temporada com chave de ouro!

  20. Anderson Vidoni

    Vera, com ou sem romance, a temporada será fechada com chave de ouro, aguarde.

  21. Joelma

    eu gosto muito de House, mas pq vcs só fazem review dela? ou de 24 horas… poderiam voltar a fazer de mais séries, como Nip/Tuk, Grey’s Anatomy, etc…

  22. Anderson Vidoni

    Joelma, se tivesse gente pra escrever sobre as outras séries, seria muito legal :D . Eu amo House e escrevo sobre a série, só precisamos de gente que goste bastante das outras séries e que se comprometam a fazer um review sobre elas.

    E assim como você, eu adoraria ter reviews de mais séries, já que é um ótimo espaço pra discutir sobre os episódios.

    E comente sempre ;)

  23. Celia Humaire

    Tb acho q vai rolar algo entre o House e a Cuddy. A Cameron dancçou de novo, q pena!!!!!!!! Será q a Cuddy vai ter um Little House?????

  24. Eric Fernandes

    Meu deus, Lisa é muito linda!!!!! Ai ai ai!!!

    E essa história de House e Cuddy ficarem juntos acho que seria impossivel, mesmo!! Mas as vezes, quem sabe, não nos surpreenderemos. Enfim, achei o episódio bem normalzinho, não me empolgou! Que venha a finale!!!

    Ótimo review!!!!

  25. Housemaníaca

    Minha aposta ainda é pela Cameron. O vínculo vai se formando e nesse ínterim é até capaz que tenha um caso com a Cuddy. Mas quem vai dobrá-lo é ela.:)

  26. Anderson Vidoni

    Olhas só, na terceira temporada, posso dizer que a relação deles avança um pouco, vai perceber.

  27. Cristiane

    por acaso alguém sabe quem é o suposto músico que seria a avô da garota? naquela cena que ele escuta o cd, toca uma música que eu queria muito achar, mas não consigo….alguém pode me ajudar..hehehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account