Log In

Reviews

Review: House – Saviors e House Divided

Pin it

House - SaviorsSérie: House
Episódio: Saviors e House Divided
Temporada:
Número do Episódio: 107 (5×21) e 108 (5×22)
Data de Exibição nos EUA: 13 e 27/4/2009
Data de Exibição no Brasil: 21 e 28/5/2009
Emissora no Brasil: Universal

Saviors: Apesar de ter a Cameron como “protagonista” aqui. Apesar de mostrar mais do Chase. Apesar de não ter muito dos novos pupilos. Apesar disso e muito mais, eu não gostei tanto deste episódio quanto parecia que ia acontecer. E apesar de toda dinâmica da relação do Wilson com o House nesse capítulo, ainda assim eu não o achei tão bom assim. Para falar a verdade, eu só fiquei realmente empolgado quando aparece no fim aquela que não deveria ter ido. Adoro a personagem e foi ótimo revê-la. Se isso vai ser bom ou ruim, só no próximo para ver, aqui foi uma ótima surpresa. Como diria um colega de trabalho meu, vamos deixar para sofrer depois.

Paciente da Semana

O paciente da semana é um ativista chato. E por ele sempre estar em algum lugar com potencial para causar doença, acaba confundindo a equipe do doutor. No início eles não acreditam que o caso (levado por Cameron, cobrando um favor) era bom o bastante para eles, depois ficam com incerteza de tudo.

A esposa do paciente era a bela Lindsey McKeon e enquanto ela estava preocupada com seu marido, ele mostrava todo seu amor para com ela e seu filho:

Quando vai parar com isso?

Como pode me pedir para parar?

Está num hospital. Você tem um filho.

Não posso desistir.

Você nos odeia tanto assim?

Eu te amo. E amo o nosso filho. Mas por que ele deve ter mais importância que todo mundo?

Ele tem.

Por quê? Porque ele está conectado a mim biologicamente? Não existe razão racional.

Ele é nosso filho!

Após esse choque de realidade, a mulher vai se afastando do cara e provavelmente eles se separam e possivelmente o cara nem vai ligar muito, já que sua missão está acima de seu amor por sua esposa e filhos.

Acabamos de por fim descobrir que o paciente estava com esporotricose, apesar de House bambear para descobrir o que ele tinha, no fim acaba acertando com essa curiosa infecção do espinho da rosa.

Paciente da Clinica

Marido acompanha a mulher até o hospital, ela está com dor de cabeça, febre, cansaço e seus seios muito sensíveis. De cara o doutor já descobre o que é, uma infecção de pele que se pega em banheiras de hidromassagem. Que ela foi sem o marido saber e o resto vocês já sabem. Curto e divertido. Poderiam gastar uns minutos com os pacientes da clinica em todo episódio. Vale a pena.

Cameron e Chase

Kutner morreu? Nem lembraríamos muito, não fosse esse plot do casal de pupilos. Ela descobre que ele a pedirá em casamento e teme que seja pela morte do indiano. Ela vai se afastando e se aproximando do House. Isso faz todos pensarem que ela está interessada no doutor.

Em um certo ponto, Chase da um pé na bunda da sua amada. E eu cheguei a pensar que seria definitivo. Sou meio ingênuo, não? No fim, ela percebe a burrada que fez e pede outra chance para ele. E temos um emocionante pedido de casamento em pleno vestiário do hospital.

Pra mim essa parte da história não afetou tanto, aconteceu tudo num episódio só e fica mais complicado para se envolver. Eles poderiam já vir mostrando mais eles nos últimos episódios. Mas o saldo ainda é positivo, porque foi ótimo ver os antigos pupilos na ativa novamente, só não mexeu muito comigo. Quem sabe o próximo tópico me anima mais.

House e Wilson

Eu não falei até agora, mas o House anda meio devagar nos últimos tempos. Nesses últimos capítulos já é a segunda vez que ele é sacaneado pelo Wilson e nem percebe.

Seu amigo começa a mudar sua dieta e comer coisas saudáveis, que o doutor não gosta e vai seguindo. House fica desconfiado e começa a pensar em mil coisas. Mas Wilson é teimoso e continua insistindo na brincadeira.

Mas o que mais adorei mesmo, foi quando o Wilson praticamente entrega de mão beijada o seu plano secreto, a cara que o Robert Sean Leonard faz na hora é maravilhosa. Pensando melhor, adorei essa parte também. Segue o diálogo final dos dois:

É um babaca manipulador. Não tem comido comida saudável porque quer. Está comendo porque sabe que não quero. Tenho roubado comida sua há dez anos. E do nada, isso começou a incomodá-lo nesta semana. Ou está…

Sacaneando você. Precisava ser feito. Depois que Amber morreu, me isolei, tentando mudar tudo, achando que tinha resolvido, achado a verdade. Foi um erro. Eu deveria ter voltado ao normal, para o presente. Porque é no que podemos acreditar. As coisas precisam voltar ao normal na sua vida e o que poderia ser mais normal do que eu sacanear você? E você descobrindo?

Babaca manipulador.

The Bitch Is Back!

House tomou tanto Vicodin que começou a alucinar? Provavelmente. Ele não está conseguindo nem raciocinar como antes e descobrir logo os casos. E isso vem de muito tempo nessa temporada. Foi das poucas coisas bem planejadas nesse quinto ano. Tudo meio que piorou nesse capitulo, onde ele quase foi tratado como um velho gagá pelo Taub. Juntando tudo, surge a Amber em sua frente.

Eu abri um sorriso enorme quando ela apareceu, adorei os poucos segundo que durou essa aparição surpresa (para quem fugiu dos spoilers, o que não foi meu caso). Nem eu sabia o quanto sentia falta da Anne Dudek e o quanto gostei de revê-la. Não há melhor maneira de acabar um episódio. Se vai ser bom ou não. Vai fazer sentido ou não. No próximo vemos, aqui foi excelente.

House - SaviorsHouse Divided: E eis que eu adorei esse episódio. House Divided entra para a lista dos melhores episódios da temporada. Ele possui aquela mistura de drama e coisas sérias, com muito humor e situações engraçadas. Como só House sabe fazer. E o melhor foi que todos os personagens tiveram seu momento no capítulo, além de um ótimo paciente da semana também. E Anne Dudek e Hugh Laurie dominaram a situação de forma perfeita. Ótimos juntos.

Paciente da Semana

Um adolescente com deficiência auditiva está praticando luta greco-romana (ou algo assim), quando do nada começa a escutar barulhos ensurdecedores. É quando ele chega até o doutor. Entre um diagnóstico e outro ficamos sabendo que ele pode colocar uma prótese no ouvido e assim conseguirá escutar novamente.

Ai começa uma questão interessante e apesar do Taub discordar, existe sim toda uma cultura entre deficientes auditivos. Todo um mundo particular dessas pessoas. O paciente vive totalmente feliz nessa realidade, é popular na escola, tem uma mãe carinhosa e uma namorada que adora. Quando lhe é oferecida à oportunidade de deixar tudo isso para a incerteza desse nosso mundo, ir para longe de todos os amigos e da namorada. Conviver com adolescentes “normais” que provavelmente farão de sua vida um inferno… Ele não agüenta a pressão de todo esse mundo novo. Resolve se mutilar para voltar a sua velha realidade.

A mãe no começo reluta e é até contra seu filho colocar essa prótese e me deu uma raiva dela por isso. Mas entendi seu ponto, ainda mais após o que eu escrevi no parágrafo anterior. E apesar de todos os pontos negativos que citei, no fim ela escolhe que seu filho use a tal prótese. Porque poder escutar músicas, escutar as palavras de alguém que você ama… Essas coisas valem tudo.

Durante o diagnóstico, House aparece dançando, com um gigantesco aparelho de som nos ombros ao som do Public Enemy, gerando um dos melhores e mais engraçados momentos da série.

House erra e seus pupilos acabam descobrindo sozinhos que o paciente estava com sarcoidose.

Despedida de Solteiro

House descobre que Chase terá uma despedida de solteiro e logo toma a frente desse projeto, passando por cima da noiva e de todos. Acho que aqui é melhor ir por pontos:

• O seqüestro fake do Chase foi muito divertido, mas tava tão fake que achei que os policiais iriam tirar a roupa ali mesmo.

• Foreman e Thirteen se divertindo igualmente num streep tease. Nunca pensei que diria isso, mas foi ótimo.

• Wilson disse que não iria a despedida de solteiro de Chase, então House levou a despedida de solteiro até a casa do seu amigo.

• Wilson totalmente bêbado, só de cueca, lambendo a garota, tomando uma dose e curtindo. Não tem preço.

• Uma das cenas mais bizarras da série, House botando fogo no cadáver no necrotério, treinando para um de seus truques na despedida.

• Mas acho que o melhor é quando descobrimos pela Cuddy o que aconteceu com o Wilson:

Preciso de comprimidos para dormir. Iria pedir ao Wilson, mas ele não atende ao telefone.

Deve ter deixado nas calças. Que não usava quando a polícia o encontrou indo para casa, saindo do próprio apartamento.

House Divided

House acorda após ter tido a visão da Amber no episódio anterior e novamente a vê. E diz para si mesmo, literalmente:

É insônia. Quatro noites sem sono REM podem causar…

Isso pode explicar porque está alucinando. E não porque está alucinando com a namorada morta do Wilson.

Provavelmente meu secreto e inconsciente desejo de trazer o Wilson para o meu quarto.

De lambuja ele ainda faz uma citação aos comentários recorrentes sobre ele e o Wilson juntos. Tem muita gente que adoraria ver isso acontecer.

O doutor está querendo dormir para sua alucinação sumir e vai pedir remédios para Wilson.

No começo, House queria se livrar de Amber/subconsciente logo, mas ao perceber que poderia acessar informações importantes que estavam perdidas em seu cérebro, tratou logo de aproveitar da situação. Jogou os remédios para dormir fora e liberou geral para a Amber. O doutor desleixado e perdido dos últimos episódios, deu lugar ao velho House que tudo sabe sobre tudo. Ainda que de uma forma estranha.

Achei bem interessante que o House ficou usando aqueles fones bluetooth, para disfarçar que ficava falando sozinho o tempo todo. E nesses momentos iniciais onde ele começou a se divertir, tivemos momentos como o abaixo:

O teste simula estresse, e se não for simulado?

Poderíamos contar a ele que a namorada o largou.

Essa é difícil de convencer. Ela nunca deixa o quarto por mais de cinco minutos.

Poderíamos matá-la. Ou medicamentos para asma. Forçar o coração a bater mais rápido…

Revelando a arritmia. Boa idéia.

Foi sua.

Quanto mais o House conversa consigo mesmo, mais ele se impressiona com ele mesmo. Então começa a fazer o inverso do começo do episódio, tenta ficar o mais acordado que pode, com bebidas energéticas e cafeína. Suas “visões” começam a ficar mais complexas e etc. Até onde isso irá?

House se divertiu o quanto pode com sua memória viva em sua frente. Mas eis que ela o enganou. Isso meio que funcionou como aqueles acordos que o diabo faz para comprar a alma de algum infeliz e no final acaba lhe pregando uma peça.

Assustado com as conseqüências do que estava acontecendo, ele diz para a Cuddy que não dorme desde a morte do Kutner. E ela lhe da os comprimidos para dormir.

House tem uma ótima noite de sono, tudo vai bem, mas eis que quando parecia que tudo voltara ao normal. Amber aparece novamente. E agora? Tinha ficado satisfeito com essa participação dela nesse episódio e tudo o que aconteceu, mas não consigo ver com bons olhos insistirem com ela agora no fim e no próximo episódio. Mas eu não tinha dito no anterior para deixarmos pra essas coisas para lá e sofrermos depois? Este episódio acabou sendo ótimo, quem sabe o próximo também seja. Então para os corajosos que chegaram até o fim do review, muito obrigado. E para os que tem o mesmo receio que eu, vamos sofrer depois.

Séries citadas:

9 Comments

  1. Silvia

    Ninguém merece essa onda de alucinações nas séries…Até em House?!Fala sério!!!

  2. Mauro

    Que bom ver você novamente empolgado com House. “House divided” talvez entre para a lista dos melhores episódios de toda a série. Adorei…

  3. bia mafra

    Eh legal porque dá para perceber como a mente do house funciona, foi demais.
    Realmente a thirteen e o foreman babando pela stripper foi superlegal, muito show mesmo. so tem uma coisa que não deu para engolir.
    Não tem consciente ou subconsciente que poderia planejar algo daquele jeito, tudo bem que ele fosse alergico a morangos, tudo bem que ela tivesse hidratante de morangos, mas nada garantia que ela continuasse a usar e que (essa eh totalmente incerta o que garante a minha irritação) no meio de algumas prostitutas ele fosse lamber justamente a Karamel. sem razão nenhuma de ser.

  4. Thiago FLS

    Depois desse episódio, eu também queria que House organizasse minha despedida de solteiro.

  5. Luiz Marcelo

    Os caras se arrependeram de matar a Amber.É isso que se nota com cada desculpa para ela aparecer.

  6. Carina

    Adorei a review e adorei ver você empolgado novamente com a série!!
    Bem, em relação a Saviors, gostei do episódio. A forma que o Wilson encontrou para fazer House voltar a sua normalidade foi genial e é sempre bom ver esta parte leve da amizade entre eles (a cena em que eles estão em uma lanchonete, comendo junk food e rindo, foi magnífica). E a aparição da Amber (melhor candidata a nova pupila; ela não deveria ter morrido…) foi aquela cena WTF!

    House divided foi fabuloso! Uma mostra de como House ainda pode nos surpreender com ótimos episódios, ótimos diálogos, excelentes roteiros. O paciente da semana foi interessante (nesta temporada, tivemos poucos pacientes que nos fizerem realmente se importar com eles)e ver a mente de House funcionando, na persona da Amber, foi brilhante. E o melhor, foi a “mente” trapaceando-o ou, usando o velho ditado, o feitiço virou-se contra o feiticeiro. Foi genial e me faz ter ansiedade por ver o episódio de hoje à noite. E eu quero ir a uma festa planejada/organizada pelo House…

    Cena Mastercard: Wilson bêbado, tomando todas e sem calças! E Robert Sean leonard tem uma boa veia cômica.

  7. CAT

    é por episódios como o house divided e os proximos q axo q house ainda tem salvação!!!
    Anderson, vc tem razão. Apesar de já ter assistido junto com o EUA, vamos todos ver até as coisas nos levam!!! A dinamica de anne dudek e hugh laurie e tão boa qto Hugh e robert sean leonard!!! ADOREIIIII!!! ri horrores com tudo!!!

    Foi a primeira vez q gostei de uma cena do casal 14.

    e foi impagavel o wilson bebado!!!!! House dançando…e o fogo!!! tudo fluiu perfeitamente nesse episódio!!!

    Ah! sobre o saviors…gostei mto do episodio…como foi lindo o pedido de casamento…como sinto falta dos pupilos…A cameron enfrentadando seus medos pra ficar com o chase..Adorei!!

  8. Vincent

    “Durante o diagnóstico, House aparece dançando, com um gigantesco aparelho de som nos ombros ao som do Public Enemy, gerando um dos melhores e mais engraçados momentos da série…”

    Eu morri de rir com essa cena.E para quem não sabe, o nome dessa música do Public Enemy é The Fight Power.

    ps: House organiza a minha despedida de solteiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account