Log In

Reviews

Review: House – Ignorance is Bliss

Pin it

House - Ignorance is Bliss

Série: House
Episódio: Ignorance is Bliss
Temporada:
Número do Episódio: 118 (6×09)
Data de Exibição nos EUA: 23/11/2009
Data de Exibição no Brasil: 10/12/2009
Emissora no Brasil: Universal

A boa noticia é que houve uma melhora. Mas para melhorar com relação ao último episódio não exigia muito esforço. Então a má noticia é que não tivemos um bom episódio, forçando foi razoável. Meu sentimento com relação a ele é meio estranho, pois eu não senti nada. Não achei ruim ou odiei, tão pouco achei que teve algo a mais e etc. Então indo mais objetivamente ao episódio, vamos as já tradicionais divisões.

Thirteen, a filósofa

Incrivelmente não me irritei com ela neste aqui. Apenas continuo me torturando todas as noites tentando descobrir o que todos os envolvidos na série vêem na personagem. Até suas falas são ruins. Ou será que o problema é a atriz? E eu quase cheguei a rir com a filosofia barata da Thirteen, em sua conversa com o Chase. E só to postando mais por ele mesmo:

Por que todo mundo supõe que todos são da mesma maneira?

Na maioria das vezes somos. Nossos egos querem que a gente pense que somos flocos de neve, que não existem dois iguais, mas na verdade todos queremos as mesmas coisas. Amor, perdão… Chocolate.

O que quero é que me deixem em paz. Como consigo isso?

Quase me irrita

Se a Thirteen não conseguiu me irritar, só algo realmente forte poderia acontecer para quase me irritar neste dia em que devo estar com um bom humor. E não poderia ser outro, senão o Taub para conseguir tal façanha. Eu passaria bem sem saber de nada a respeito de sua vida pessoal e sobre sua esposa ultra boring.

House e Cuddy

Acho que chegamos em um ponto onde todos devem estar pensando em conjunto: Por favor, parem um pouco com isso. O detetive continua sua figuração de luxo não fazendo nada. E a historinha dos dois doutores chegou em um ponto onde não foi nem engraçado, interessante ou irritante. Foi apenas desinteressante. Broxante. A melhor parte foi quando pareceu que o assunto ficou finalizado. E esperamos que diferente de Thirteen e Taub, seja para valer o fim do assunto.

Paciente da clinica + Soco do Chase

Não é que tivemos coisas boas no episódio? E juro que não é proposital ou implicância minha, mas não é engraçado que as duas coisas que funcionaram no episódio são duas coisas “antigas”?

Aqui tivemos uma paciente que era de uma seguradora que estava ali para avaliar a qualidade do atendimento médico. E como foi divertido ela percebendo que foi pega. Daí para melhorar o House paga-a para fingir que foi bem atendida. E pra fechar com chave de ouro, House percebe que a pessoa que queria impressionar não estava ali (Cuddy) e tenta ir atrás da mulher. Foi bem engraçada, além de ótima, a cena.

E o Chase dando um soco no House? Na hora eu nem gostei tanto, mas a explicação e a reação dos personagens me agradaram em cheio. E nesta cena entre os dois estava o House que eu adoro e não aquela criança que vimos tentando estragar a festa da Cuddy. Mas eu estava falando de algo bom. Seguem os diálogos:

Desculpe pelo nariz. E pelo olho e a sobrancelha.

Acho que mereci.

Se achasse isso, eu não estaria me desculpando.

Seu punho escorregou?

Todo mundo ficou me enchendo, perguntando se eu estava bem.

Então acertou meu nariz para fazer os outros se afastarem?

Quase isso.

Fazendo se preocuparem ainda mais com você.

Talvez. Pelo menos não estão mais falando comigo sobre isso.

Justo.

Obrigado.

House - Ignorance is Bliss

Paciente da semana

Tivemos um paciente parcialmente interessante. Eu gostei de todo o discurso de como a ignorância é uma bênção e tal, porém é algo que já tivemos bastante na série. E eu realmente acharia interessante se ele tivesse optado por ser entregador por livre e espontânea vontade, por realmente achar que não teria grandes responsabilidades e etc. Seria algo diferente do que a maioria faz e poderia gerar algo interessante. Mas aqui não tinha jeito, pois ele era um gênio e tudo o que fez foi devido às “drogas” que tomava para ficar mais “burro”.

Gostei também de ele falar que sentia falta de uma boa conversa, alem de que ele também estava não sei há quanto tempo sem ter uma conversa realmente desafiadora ou interessante com alguém. Pena que não tivemos uma conversa realmente boa entre os dois. Poderia ser mais explorado. Mas algumas pessoas acham que a vida pessoal dos pupilos e suas filosofias baratas são mais interessantes. E para nosso azar, são as pessoas que escrevem, produzem e dirigem a série.

Sobre sua doença, eu achei bem bacana que era exatamente a que eles desconfiaram no começo e como tratamento eles tiraram o que deveria ser o seu único baço, porém ele tinha uns 15 devido a um acidente (tentativa de suicídio) quando mais jovem. Daí por causa desses baços clandestinos houve todo esse rebuliço e a busca por outro diagnóstico.

Para finalizar, eu guardei a frase que mais me divertiu no episódio. Nem é nada de mais, apenas um típico “Housismo”. Descobrem que o paciente estava usando drogas para ficar mais burro. Então House diz para fazerem uma lavagem estomacal e, em resumo:

Transformem-no em um gênio.

Séries citadas:

10 Comments

  1. rosana

    hahaha Gostei do “quase me irrita”. Ela me irrita sempre…não precisa muito. Me irrito só de ver aquela cara de pastel em cena.

  2. cat

    Como sempre, por mais q eu tente a treze me irrita…relamente não posso e acho q nunca vou poder entender tamanha insistência em personagens desinteressantes.
    Só pra ilustrar, se não me interessa em nada o taub, imagina essa esposa mala q de tanto não ter oq fazer fica arrumando motivo se divorciar(axo q nem ela aguenta mais o taub!! rsrs)
    Eu gostei desse episódio, mas foi realmente a volta da clínica q me cativou, puro House…ri mto e lembrou bastante os aureos tempos!! (lembrei imediatamente de um episodio onde ele tbm dava dinheiro pros pacientes da clinica…rsrs)

    Mas o episódio de hoje é bom!!! Wilson!!!

  3. Alex

    Uma referência que pode ter passado desapercebido nesse epiódio foi que finalmente os escritores reconheceram (com todas as palvras) que o Omar Epps (Foreman) é a cara do Mike Tonlim (técnico do Pittsburgh Steelers).
    Façam uma pesquisa rápida no google e me digam se esse não é mais um caso de gêmeos separados depois do nascimento.

  4. João da Silva

    Apesar das críticas, a Thirteen é uma personagem mais interessante que Foreman, Taub, Chase e Cameron.

  5. Lena

    Foi como vc disse, o episódio foi melhor que o atenrior, mas não empolgou. Continuo aguardando a volta da Cameron e a saída da 13 e Taub. Pelo menos o nome da Jennifer Morrison ainda aparece nos créditos.

    João, a 13 poderia ter sido uma personagem interessante, mas da forma como a coisa aconteceu e com a atriz que aconteceu, todos os pupilos originais são mais interessantes que ela…

  6. Carina

    Em relação ao ep. anterior, foi bom. A 13 não me incomoda, sei lá, não faz diferença para mim. Quem me irrita de verdade é o Taub. Cara mais sem graça, personagem irritante e, até hoje, ainda não sabemos qual a diferença que ele faz para ser mantido na série, arf!
    O episódio valeu muito pelo soco do Chase, pelo caso médico (que foi bem interessante) e, principalmente, pela paciente da clínica. Como eu tenho saudades de House na clínica!
    E, não querendo estragar as esperanças de ninguém, saiu uma notícia esta semana que a Jennifer Morrison irá fazer uma peça na Broadway, o que indica que, se ela voltar à série, irá demorar um pouquinho…

  7. Ana Maria

    Não vejo a série House.Tempo atrás tentei assistir um episódio, achei-o muito fraco e não mais me interessei.Entretanto percebo que, apesar das críticas quanto à qualidade dos seus episódios, a série e seu astro principal, o ator Hugh Laurie, continuam sendo indicados aos premios ligados aos shows televisivos(Globo de Ouro e SAG).E o mais importante: sua audiência,se não é a mesma das primeiras temporadas, continua entretanto num patamar muito bom, numa prova da regularidade e fidelidade dos seus seguidores. Pena que eu não consigo gostar da mesma. Mas respeito o carinho e a adoração de seus milhares de fãs,espalhados em todo os recantos.House é um fenômeno mundial.

  8. ML grande Fã de OLIVIA WILDE ( TREZE)

    aff meu eu não acho a treze irritante meu e os estilo da personagem e não tem nada a ver com atriz,ela e ótima se não ela não seria chamada para fazer o papel tudo bem depende da personalidade da pessoa se ela gosta ou não da personagem treze mas não quer dizer que a atriz e ruim isso e ridículo meu eu acho que a Olivia Wilde e sim perfeita para esse papel e adoro todos os trabalhos que ela faz seria ridículo tirar a treze do seriado House ou mudar de atriz.Essa vai para aquela que são e super Fã da treze não e por causa que os outros acham ela irritante que ela tem que sair para mim as temporadas que eu não deixo de assistir são a 4,5,6 tenho a coleção inteira e sou super Fã da Olivia Wilde e defendo a personagem e a atriz.A treze e perfeita e eu acho que quem acha ela chata, só acha porque não consegue entrar dentro da personagem pois ela e perfeita e e isso que eu acho.
    Talvez eu não compraria os DVDs da serie se a treze estive-se no seriado ela e a pessoa que eu mais gosto e não quero que ela saia do seriado.

  9. eugm@n

    Tem como alguém informar o nome do ator que faz o “Paciente da Semana” deste nono episódio??… Ele se parece por demais com o ator Ewan McGregor – o Camerlengo Patrick McKenn do filme “Anjos e Demônios” – mas é uma dúvida que permanece e está valendo uma aposta!(rs)…
    Se alguém souber o nome do ator, divulgue por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account