Log In

Reviews

Review: House – House Vs. God (episódio 41)

Pin it

cena de House vs. God
Série: House
Episódio: House versus Deus (House Vs. God)
Temporada:
Número do Episódio: 41
Data de Exibição nos EUA: 25/4/2006
Data de Exibição no Brasil: 17/8/2006
Emissora no Brasil: Universal

Um garoto que cura pela fé, esse foi o paciente do dia. Ele que estava falando sobre não ir atrás de médicos, têm um ataque e fala “acho que preciso de um médico”. Excelente episódio que discute a religião e a fé. E ainda com House no meio disso tudo, imperdível. Além disso tudo, teve a revelação da namorada do Wilson, num episódio muito bem humorado.

O garoto alega que deus conversa com ele, seu pai diz que isso acontece desde os 10 anos. Ao ficar sabendo disso House já vai logo falando:

Quem fala com Deus é religioso, se Deus fala com você, então é psicótico.

Ele está apenas com baixo nível de sódio, então House resolve monitorar o paciente, diz que vai falar com ele, que vai pegar o seu histórico. A equipe estranha, House falando com um paciente? Então ele diz:

Deus fala com ele. Seria arrogância minha eu assumir que sou melhor do que Deus.

O primeiro encontro dos dois é hilário, principalmente na hora que o carinha o chama de Dr. House, sensacional. Ele têm uma interessante discussão sobre a fé, ou como o House diz:

Uma outra palavra para ignorância.

House acredita que tudo que o garoto faz é com base em observação e probabilidade. Saindo um pouco da série, este vai ser um tema bem explorado na nova série que irá passar no Universal, Psych. E como vimos no final ele estava certo.

House 0 x 1 Deus

O paciente “descobre” que há um conflito entre a Cameron e o Foreman, surpreendendo os dois. E após isso Chase cria um placar do confrontos House versus Deus.

Por falar em Cameron e o Foreman, tenho que chamar a atenção do fora que a Cameron deu no Foreman a certa altura do episódio, quando este tentou puxar um papo informal sobre religião. Ela diz:

Você não pode chamar uma pessoa de colega ao invés de amigo e depois conversar casualmente sobre vida após a morte.

House 1 x 1 Deus

House descobre a causa da baixa quantidade de sódio no organismo do paciente: ele bebe litros de água por dia.

House 1 x 2 Deus

Wilson tem uma nova paciente (nova para nós), ela tem câncer e não lhe resta muito tempo de vidaz e já está aceitando bem sua condição. Mas o garoto, de repente tem um ataque só que dessa vez começa a perambular pelo hospital cantando músicas religiosas. Chase o encontra. Ainda assim ele vai de encontro a paciente do Wilson, a toca e diz que Deus o mandou para curá-la.

Ela começa a se sentir melhor e fica amiga dele, isso leva a Wilson ter fortes discussões com o House – os dois já vinham discutindo desde o começo do episódio, pelo fato de Wilson não ser convidado para as partidade de pôquer na casa de House.

House 2 x 2 Deus

House e sua equipe descobrem um tumor benigno no cérebro dele e como ele se recusa a operar alegando que Deus disse pra ele isso. House pede para o Wilson usar seu poder de manipulação para convencê-lo, em troca ele pede para poder ir à noite de pôquer na casa do House.

Vale destacar a forma de como o Wilson convence House a deixá-lo participar de noite de pôquer. House diz:

Você deixaria esta criança morrer só para entrar nesse estúpido jogo?

Wilson dá o xeque-mate:

Você o deixaria morrer só pra me deixar de fora?

House convida Wilson para o jogo. Wilson fala com o paciente e o convence a considerar a operação.

House 2 x 3 Deus

Wilson também convence sua paciente, que está se sentindo melhor, a fazer novos exames. Os exames surpreendentemente mostram que seu tumor diminuiu. O garoto toma mais confiança de que realmente é um escolhido de Deus e desiste de operar.

Mais uma prova do “poder” do garoto, ele advinha sobre House e Wilson e sobre ele não deixar o Wilson ir jogar pôquer com ele. Nessa altura a paciência de House, com essa história de que Deus fez o tumor da garota diminuir, chega as alturas. Ele então resolve provar cientificamente como o tumor da garota diminuiu.

É durante a noite de pôquer que ele descobre a verdade – Wilson está namorando e morando com a garota. E foi assim que o nosso querido paciente descobriu sobre a noite de pôquer. Só que ainda falta a parte do tumor da garota.

Outra coisa bem legal foi à analogia do House sobre o tumor que acharam não estar relacionado aos sintomas, que poderia não ser a doença que estava na cara, com o negócio de achar alguém com uma arma em cima de uma cara morto.

Às vezes as pessoas tropeçam na cena do crime.

House 3 x 3 Deus

E durante uma conversa com o Wilson, House vê a luz, a solução de todo o caso. O garoto tem herpes! Ele conta que um dos vírus mais eficientes conta células cancerígenas é o do herpes. O qual o paciente no contato que teve com a garota, passou herpes para ela, assim fazendo seu tumor diminuiu. Caso resolvido.

Sabe que eu adoro este tipo de amizade entre o House e o Wilson, do tipo em que se discute muito, mas no final sabem separar as coisas e nos momentos importantes estar lá um para o outro, sem falsidades.

cena de House vs. GodVale citar ainda uma coisa que o Chase fala no final, quando o House pede para ele tirar um ponto de Deus, que é certa. House fala que o tumor encolheu por causa do vírus e não por causa de Deus. Então Chase fala do quão improvável é a probabilidade de tudo isso acontecer. Ela teria que ter o tipo de câncer certo, ele o tipo certo de vírus, a exposição adequada… Não deixo de ter sido um tipo de milagre.

Mas, como House havia dito, com empate quem ganha é o mortal.

Séries citadas:

23 Comments

  1. Paulo Antunes

    Foi um episódio difícil, tanto de resenhar como também de escrever e produzir. Foi muito legal e divertido de assistir, mas acho que a abordagem do tema (fé) poderia ter sido ainda melhor.
    Geralmente quando seriados de TV abordam o tema religião eles deixam espaço para a subjetividade do telespectador. Aqui eles foram cartesianos.
    Tá é House, não tinha como ser diferente. Mas fica aí minha observação.

  2. Prue**

    Complicado mesmo lidar com o tema fé….pq cada um tem a sua e NUNCA conseguimos agradar a todos….mas pelo q li vi q foi bem ao estilo HOUSE (nao vi)…vim reivindicar um Review Grey´s Anatomy!!!! hahahahahahahaha q tal????? :-)

  3. Pedro Schmitt

    Sou fã de House, mas esta frase “se você fala com Deus…” foi tirada de “O Toque de um Anjo”..não tem nada de original

  4. Eric

    Ainda estou no episódio 14 da 1º temporada e estou adorando. Os episódios estão excelentes.

    Prue, concordo plenamente. Ta faltando um Review de Grey´s Anatomy sim e de muitas outras séries. Quem sabe nesse novo projeto dos colunistas, que deve ser pra fall season, não teremos surpresas.

  5. Patricia E.

    Essa primeira frase do House me fez lembrar de uma frase do Fox Mulder em um episódio da 5ª temporada de Arquivo X, quando ele questiona a ação divina em um dos casos que ele está investigando com a Scully. Era algo assim: “Quando alguém fala com Deus está rezando, mas quando Deus fala com alguém, é esquizofrenia”… Era engraçado ver o Mulder, que acredita em praticamente tudo ficar com o pé atrás e ver a Scully, sempre tão cética, acreditar numa possível intervenção divina.

  6. Prue**

    OPAAAAAA novidades a vista…isso é muito bom….quero mesmo Review de Grey´s Anatomy…pq ontem foi MARAVILHOSO o episódio….to me segurando pra nao baixar na net os 2 episodios q faltam…quero esperar o impacto na tv….:-p

  7. Fer

    “saiam de seus buracos, pessoas!”

    eu adoro o House. mas isso eu acho q tu jah sabe, neh? ;-)

  8. luci

    Muito boa a resposta da Cameron pro Foreman. Deu nos dedos dele. Não gosto dele. É muito “achado” e pensa que é melhor que todos os outros.Excesso de arrogãncia. A Camerom podia ser mais incisiva, enfrentar mais, discordar mais, cobrar mais. Mas enfim, é a personalidade dela, né mesmo? Gosto muito da relação entre o House e o Wilson, porque sempre rende boas cenas e risadas. No conjunto, o grupo é bom demais, porque as individualidades se somam, transformando-se num jogo bom prá se assistir, prendendo a atenção.

  9. Luiz Marcelo

    Talvez por que escutei muita gente falando tão bem deste episódio eu não gostei muito, talvez por ter espectativas elevadas, mas pensei que teriamos grandes polêmicas para serem discutidas. Como já foi dito, a discussão religiosa que poderia ser um grande canal para revelar algo mais sobre alguns personagens não aconteceu. Não foi um episódio ruim, mas o da semana passda teve mais coisas a serem discutidas. O fato do Wilson ter dormido com a paciente talvez foi até mais polêmico que o “duelo” de “House vs. God”. Se alguém reparou, esse foi o episódio onde o Wilson em vários momentos deixou de ser o “amigo de House” para ser o “colega de profissão” do House.

    Também vemos sua interação com uma paciente, mesmo que deturpada pela descoberta que foi feita depois. E acho que House desafiou um pouco até onde a amizade dele com o Wilson resistiria quando começou a contar sua descoberta no jogo de pôquer. Foi interessante o Foreman perceber que o que ele disse para a Cameron pode futuramente servir como um meio dele ser passado para trás por ela, tanto que ele tentou uma reaproximação sem sucesso. Senti a ausência da Cuddy. No mais um bom episódio, mas longe de ser um fantástico episódio.

  10. Anderson Vidoni

    Paulo, realmente tem razão. Quanto a abordagem concordo, mas mesmo assim já teve tanta coisa acontecendo, não da pra reclamar muito.

    Prue, você assiste House? e realmente seria legal um review de Greys (apesar de eu não ver a série), quem sabe não pinta alguém.

    Pedro, legal a informação, mas apesar de não ter sido original, funcionou muito bem na cena.

    Eric, vai viciar cada vez mais, hehehe. Daqui a pouco alcança nós.

    Patricia, bem lembrado também e não lembrava deste dialogo entre os dois, realmente foi bem legal, arquivo x era demais!

    Fer, sim eu sei e você não esconde também ;)
    Adorei quando ele gritou isso.

    Luci, é isso ai, concordo contigo. A Cameron está mudando aos poucos, mas o jeito dela sempre vai ser aquele e isso é que é legal.

    Luiz, adorei a sua opinião e concordo em parte. Eu tb achei o último melhor, mas teve gente que achou o último ruim, depende de cada um. Poderia ter se aprofundado mais na discussão, realmente. Mas mesmmo assim eu achei muito bom o episódio.

    House e Wilson, o House sempre força ao maximo a paciencia do Wilson, mas no final eles se entendem, é assim que vejo.

    Queria mais a Cuddy tb, ela só apareceu uns 5s, mas no proximo vamos ter uma pequena revelação dela. Alias o próximo é um dos melhores da série. E as atitudes do Foreman não será esquecidas.

    Caramba ficou gigante a resposta :D

  11. Thá

    boa review pra um epi difícil de escrever!!! como só podia ser, acabou empatado: house 3X3 god!!!! depois fiquei pensando se o guri ficou curado e nunca mais vai receber as mensagens divinas, ou o quê. porque o vírus do herpes não tem cura, ele vai ter crises por toda a vida. e se outra hora ele tiver outra encefalite herpética? vai voltar a falar com deus?????

    mas o que eu queria saber mesmo é porque o assunto do wilson não foi mais explorado! tipo, achei isso bem mais polêmico do que o caso principal. o wilson, de caso sério com uma paciente dele, já é antiético, e ainda por cima a mulher tá morrendo? credo! ele me surpreendeu…

  12. Eric

    Anderson, não acredito que você não assisti Grey´s Anatomy!!!! Tem algum motivo especial???
    Do mesmo jeito que vc me intimou a ver House eu eu digo o mesmo sobre Grey´s.

  13. Anderson Vidoni

    Thá, realmente tenho que admitir que deixei de falar mais a fundo do caso do Wilson, pelo que to vendo foi mais impactante do que eu havia achado, valeu pelo toque ;)

    Eric, eu assisti bastante da primeira temporada, mas não me empolgou e parei. Já me falaram que o negócio na segunda temporada melhorou bastante, tenho que dar outra chance pra série :)

  14. Thá Carter

    anderson, quando eu escrevi que o assunto do wilson devia ter sido mais explorado, eu tinha me referido ao episódio, e não à sua review! sorry… de qualquer forma, é um bom motivo pra um adendo à review, ou até pra um tópico de discussão. abraço!

  15. Anderson Vidoni

    Eu que tenho que me desculpar por ter te interpretado mal ;), mas mesmo assim serviu pra eu reconhecer que deixei de falar mais sobre o caso.

  16. Tiago Herculano

    Bem, eu ainda sou um novato no seriado mas gostei muito deste episódio. O assunto religião quase nunca recebe um oponente tão forte como Dr. House. Os comentarios sobre Deus ter um telefone na cabeça do paciente foi bem engraçado. Gostei muito tambem do comentário do Dr. House sobre o buraco que as pessoas vivem dentro…senti que aquilo foi pra mim…rs

  17. Gabriel

    Sobre a tal frase que o House fala sobre conversar com Deus e ele responder, todas as citações (toque de um anjo e arquivo x) estão ok. Mas, a frase do jeito que o Mulder falou: Quando alguém fala com Deus está rezando, mas quando Deus fala com alguém, é esquizofrenia. É quase um ditado popular… Não sei a origem, mas é uma frase muito comum, para falar sobre as pessoas que pensam que recebem ordens diretas de Deus.

  18. Prue**

    Anderson,nao vejo…alias vi alguns episodios, mas nunca consegui acompanhar uma temporada inteira, pq nao tinha Universal :-(

  19. Eric Fernandes

    Gostei do review. Pelo nome achava que seria um episódios espetacular. Infelizmente não achei isso. Como já disserem tratar do tema religião (fé) é bastante complicado. A mensagem que o episódio passou foi até boa, mas longe do espeado.

    Admiro a amizade do House com o Wilson, mesmo. Mas acho que o House as vezes força a barra demais. O caso do Wilson com a apciente foi surpreendente. Não esperava isso dele.

    A Cuddy sumiu nesse episódio, afe!

  20. Isa

    Oi gostaria de saber mais sobre este ator que interpretou o curandeiro… Se voce tiver como me ajudar ficarei muito grata pois já pesquisei de todas as formas que pude, tipo mudando as palavras chave, pesquisando do episodio 41, o elenco bláblá, sempre associando ele a house.

    Até salvei esta imagem dele aqui na sua pagina e tentei pesquisar atraves dela só que também em vão, achei ela mesma e só. Gostaria muito de saber mais sobre ele.

  21. Isa

    Oi Paula acabei de fazer esta mesma pergunta depois de ter pesquisado um bucadinho e não descobrir quem é ele. Tive que continuar pesquisando porque sua pergunta está  desde 2008, aparentemente sem resposta, então percebi que não adiantaria esperar que alguem daqui pudesse ajudar.
    Acabei encontrando, quando acrescentei na pesquisa o nome do diretor desse episodio. O ator é o Thomas Dekker. É estranho que ele já fez bastante coisa e nós não conseguimos o reconhecer de nenhum lugar. Mas enfim é ele. Talvez você já sabe disso ou talvez nem se lembre que um dia quis saber mas enfim, respondido. Abraço.

  22. andrew

    É normal no seriado, house costuma fazer bastante citações e é isso que eu gosto em seriados e filmes, essa interligação, no caso de house não dá para ter um universo fechado, pois trabalha uma ciência do dia a dia, mas eu entendo o que você quer, mas acho que não é falta de originalidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account