Log In

Reviews

Review: House – Forever (episódio 44)

Pin it

cena de ForeverSérie: House
Episódio: Para sempre (Forever)
Temporada:
Número do Episódio: 44
Data de Exibição nos EUA: 9/5/2006
Data de Exibição no Brasil: 7/9/2006
Emissora no Brasil: Universal

Depois de dois episódios com um ritmo frenético, a série dá uma acalmada. O clima do episódio é de mudança e tentativa de volta à rotina. Mas, apesar disso, nos é apresentado um dos casos mais dramáticos da série.

Contrastando com o caso principal, temos um House bem engraçado, como há algum tempo não víamos e uma maior participação da Cuddy. Ela estava precisando mesmo de mais atenção, visto que no episódio passado ela foi quase uma vilã.

Partindo então para o trio House, Cuddy e Wilson. Os rapazes chegam, House diz o que vai fazer à noite:

Hoje à noite, maratona de The L Word.

Você assiste The L Word?

No mudo.

Após ele contar o que iria fazer, Wilson conta que vai jantar com a Cuddy. Foi Muito engraçada a reação de House ao saber que foi a Cuddy quem convidou o Wilson. Piadas a parte, House pareceu incomodado com o fato.

Curioso, House resolve ir até a Cuddy falar com ela. Pra não perder a viagem acaba pegando o lixo dela pra tentar descobrir qual o motivo dela ir jantar com o Wilson. Ele também não deixa de provocá-la, como quando à vê abrindo um pacote:

O que tem ai? Calcinhas especiais para seu encontro com o Wilson?

Olhando o lixo dela, House e Wilson deduzem que ela pode ter câncer, o que tornaria o jantar uma consulta, ao invés de um encontro. Nada é comentado no jantar. Mas, para tirar a dúvida, Wilson resolve pegar a colher usada por ela e fazer um teste. House pede para ele o chamar quando tiver o resultado. O melhor foi o House elogiando a Cuddy – inteligente, divertida e com um corpo atraente.

Cuddy não tem câncer! Mas analisando o resultado House desvenda o mistério, ela está tentando engravidar, está tomando remédio para fertilidade. O jantar com o Wilson foi na verdade uma entrevista, ele era um candidato a pai. O modo como ele “monitorava” a menstruação da Cuddy, foi bem bizarra, mas só reforça o seu poder de observação.

A melhor parte e mais engraçada, foi o House perguntando quando seria o “jantar” dele. A Cuddy se preocupou que ele falaria com o Wilson e eles ficariam tirando uma com a cara dela. Mas House mostrou todo seu respeito pela Cuddy, guardando segredo.

Chase. Ele aparece no episódio trabalhando na UTI neonatal, por um pedido dele. Ele diz que está cansado dos pacientes mentirem. Então House pergunta:

Por que não quer trabalhar pra mim? Sou legal, sou divertido nas festas.

No decorrer do episódio, descobrimos o motivo de Chase estar trabalhando em outro setor do hospital: ele tirou férias do trabalho com House e passou a trabalhar na ala pediátrica para dobrar sua renda. Chase explica no final que “não sou rico”, insinuando que não ganhou nenhuma herança do pai e deixando uma ponta que deverá ser explorada no futuro.

O caso da semana. Um cara passa mal e tem uma indigestão (ou coisa do tipo). Ao voltar para sua casa, encontra sua mulher, tendo um ataque na banheira e deixando seu bebê cair no fundo dela. O bebê, que é paciente do Chase, é salvo, mas estranhamente não melhora.

Enquanto isso, a mãe tem um novo e estranho ataque, com seu corpo se contraindo. Ao mesmo tempo o bebê também está com problemas, com seus pulmões em colapso. Após passar por um perigoso tratamento, o bebê mostra melhora e o levam para junto de sua mãe.

A paciente está com uma hemorragia no cérebro. Ela era alcoólatra, House mesmo sem saber do fato ainda, aposta nisso. Foreman por outro lado acha ser algo psicológico.

Foreman está falando com House que os pais se conheceram no AA, quando House percebe algo estranho no quarto. A mãe está sufocando o bebê. House sai correndo desesperado, jogando até sua bengala para longe, cena bem tensa.

O bebê sobrevive com seqüelas, mas pouco depois acaba morrendo.

House pede para testarem a mãe para ver se ela realmente teve convulsão. Acabam descobrindo que ela tem Pelagra, uma doença que leva a demência. Ela havia revelado que “vozes” a mandaram fazer aquilo com seu filho.

A falta de niacina fez com que ela tivesse as alucinações. Ela lembra o que fez com seu filho, mas ela não tinha controle, estava doente. Agora terá que viver com a culpa de ter matado seu filho. Isso deve ser uma das piores coisas que podem acontecer com alguém. Após isso, ela vomita sangue.

Falta alguma coisa, e House acha que o bebê terá a resposta. O pai, revoltado com a sua esposa, é contra, daí aparece aquele House que coloca as pessoas no lugar delas. O argumento do House foi fulminante, vou colocar o final do argumento aqui:

Ninguém fica maluco a ponto de matar alguém, sem antes não ficar louco o bastante para alguém notar. Quantas vezes você saiu para beber por que ela estava chorando? Quanta vezes não ficou no trabalho, por que não agüentava ela dizendo que ela era uma péssima mãe? Você ficava aliviado quando ela apagava. Ela segurou o travesseiro sobre a cabeça dele, mas você dormia enquanto ela enlouquecia. Não é exatamente um empate, mas…

Descobre-se que a mãe tinha uma doença que é desencadeada pelo stress, doença celíaca, que ela passou para o bebê. Juntando com os outros sintomas da mulher, descobrem que ela tem câncer.

Mesmo com todos os argumentos do House, dele falando que não foi culpa dela, que foi a doença. Ela não consegue conviver com a idéia de ter matado seu filho e resolve que não irá se tratar. House fala que ela não merece morrer, ela diz que talvez, mas que não quer viver. House percebe que não há o que fazer. E, numa situação dessas, o que fazer? Após tudo que ela passou, a única coisa que da pra fazer é entender e respeitar sua decisão.

Finalmente Foreman. A chegada do House na sala do diagnóstico diz muito do que foi o episódio. Ele chega falando como se seus três pupilos estivessem ali, só depois percebe que só a Cameron está lá. Mas logo após vemos a volta do Foreman.

Pra mim a melhor e mais engraçada coisa do episódio, foi o House ficando irritado com o Foreman, o provocando para ter uma reação dele, foi sensacional. Como o ele voltou todo, como sou feliz, fui abençoado por ter vivido. Gerou essa reação hilária no House.

Logo no começo, quando o Foreman chegou todo alegre, o House já foi provocando:

Que bom que chegou, a Cameron faz um café horrível, vou querer o meu preto, do jeito que gosto dos meus neurologistas com danos cerebrais.

cena de ForeverHouse fica louco com a passividade do Foreman, ele quer o velho Foreman de volta, quer que ele o contradiga, que argumente contra os tratamentos loucos dele. Eu já falei, mas eu me diverti muito com esse ataques do House, inventando coisas e sugerindo tratamentos sem sentido.

O limite chega quando Foreman insiste para o House convencer a mãe a se tratar. Ele explode e faz o Foreman voltar a realidade:

Certo! Vá lá e diga que cada dia é uma bênção. Matou seu filho, supere isso, pense positivo, pelo menos está viva.

Estaria a Cameron realmente mudando? Pelo menos é o que parece, eu, por exemplo, já não fico irritado com ela há muito tempo. Neste episódio ela acha que o House está exagerando no tratamento com o Foreman, mas também não acha a atitude do Foreman correta.

Na cena do teste, o Foreman “alegre” a questiona por ela parecer estar chateado por ele estar feliz, ela responde:

O que posso dizer, aparentemente eu sou uma bitch. É irritante, insistindo que todos os dias da sua vida é uma benção, basicamente chamando todo mundo de superficial, já encheu.

As seqüelas que ficaram no Foreman foram maiores do que pareciam a principio, com sua dificuldade em entender e realizar procedimentos simples (como na parte do café ou no final onde é mostrado que ele ainda não está com sua memória totalmente boa), mas a imagem que me pareceu é que ele está melhorando.

Falta apenas um episódio para a finale, no próximo teremos um velho amigo do House e veremos a Cuddy por um outro ângulo.

Séries citadas:

18 Comments

  1. Paulo Antunes

    Este episódio teve uma cara de season premiere, não? Podia ter sido o primeiro da nova temporada.
    Eu gostei.

  2. Angelo

    Episódio P-E-R-F-E-I-T-O.

    O caso foi bastante dramático e as tiradas engraçadíssimas equilibraram o clima pesado. Demais!

  3. Anderson Vidoni

    Paulo, entendo o que quis dizer, os Euphoria também tiveram cara de season finale. Mas da pra entender totalmente isso pela season finale, tudo faz mais sentido.

    É isso ai Angelo, o episódio foi mesmo muito bom.

    E a parte do House e da Cuddy, já vi por ai muita gente louco pra ver um filho deles.

  4. Fer

    me like it :)

    e o Foreman conseguiu ser mais irritante q a Cameron, coisa impressionante.

  5. Angelo

    Ei! Como é que eu pude esquecer de mencionar a potencial doação do House para a Cuddy? Mas é improvável demais, pois seria difícil (até mesmo para ele) não se envolver com essa criança.

    Mas que seria muito legal, seria…

  6. Rafaela

    Gente, um filho de Cuddy e House??? Acho que seria hilário!!!

    Ótimo review do episódio!

    E pare de me torturar!!!!!!
    Se bem que, assim que acabar o season finale, irei correndo fazer o download da nova temporada. Não vai dar para esperar o Universal Channel… não desse jeito, com todo mundo falando super bem!

  7. Thá

    ótimo epi, adorei as tiradas engraçadíssimas… da cuddy eu já tinha lido na net há tempos então não foi surpresa, só não sei quem ela vai escolher pra doador!!
    ah e doença celíaca não é causada por stress né! claro que agrava, mas não causa.
    próximo epi pleaseeeeee!!!!

  8. Anderson Vidoni

    Thá, valeu pela correção. E aguardamos ansiosos o próximo episódio.

  9. Eric

    Passando pra falar que assim que eu chegar nesse episódio, volto aqui e comento tah Anderson!!!

    PS: To cada dia mais viciado nessa série!!!

  10. Anderson Vidoni

    Vai ser muito bem vindo seu comentário como o mais novo adorador da série ;)

  11. danny

    Concordo com o Paulo, esse episódio teve cara de season premiere.

    Adorei esse episódio. Foi um típico episódio da série mas eu adorei. Só acho que deveriam ter mostrado a recuperação do Foreman de outra forma, mas gostei bastante do episódio.

  12. vera lúcia pinheiro de oliveira

    concordo com todo mundo: o epsódio foi ótimo, teve tudo o que a gente está acostumado a ver e gostar no House, tudo perfeito… concordo que o fato Chase estar precisando de dinheiro e do Dr. House estar tão interessado na Cuddy prometem muita coisa pra próxima temporada… a mudança do Foremann foi hilária e continuo amando a relação de amizade entre o House e o Wilson… a única coisa da qual eu sinto falta são aqueles casos medíocres que o House atendia entre um caso complicado e outro… mas continuo amando a série e, com certeza, será ainda por muito tempo a minha preferida!!!

  13. vera lúcia pinheiro de oliveira

    só queria complementar meu comentário: sempre torci pela união do House com a Cuddy, pois acho os dois perfeitos um para o outro…

  14. Anderson Vidoni

    Vera, sabe que eu gosto dos dois juntos também, mas acho que se rolar alguma coisa vai ser bem pra frente, 3° temporada pra lá.

  15. Eric Fernandes

    Anderson, disse que voltaria e aqui estou!

    Gostei do episódio. Depois da tremenda carga emocional dos Euphorias, temos um episódio engraçado, dramatico e muito emocional.

    New-Foreman esteve demais! Apesar de gostar mais quando ele contradizia o House. Tenho gostado bastante da Cameron alguns episódios pra cá. Será que to gostando dela de vez?? Ai ai ai…..

  16. Eric Fernandes

    Ah, esqueci uma coisa.

    Não importa se o episódio é ruim, mediado ou bom, pois os reviews do Vidoni são excelentes, parabéns!

  17. Aleksandra Pereira

    Alguém ficou atento a reexibição das 19 horas?
    Juro que fiquei confusa.
    Semana retrasada, 23 horas na quinta-feira, exibiram a segunda parte do “Euforia”. Fiquei doida pra saber o que aconteceria com o Foreman.

    Só que, na semana passada, na quinta-feira, deram o “Who’s Your Daddy?”, que repetiram na segunda-feira, às 19 horas.

    Na terça, deram o “No Reason”, e quarta-feira (ontem), repetiram o primeiro episódio dessa temporada, o “Aceitação”.

    Então, onde foi parar o “Forever”? Não soube o que aconteceu com o Foreman (o que tinha me deixado chateada com a série, achei que deixariam no ar – foi essa sequência que me enganou), e ainda perdi a explicação para a atitude da Cuddy na última cena do “”Who’s Your Daddy?”, que deveria ser justamente pela discrição de House e a escolha por Wilson.

    Mas quando deu, e se deu, eu não sei. Não faço idéia de qual apresentarão hoje no horário das 23 horas, o segundo dessa temporada de novo?

    Abraços,
    só vocês para me manterem em dia com as séries,e a ainda saborear os melhores diálogos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account