Log In

Reviews

Review: Heroes – The Fifth Stage

Pin it

Heroes - The Fifth Stage

Série: Heroes
Episódio: The Fifth Stage
Temporada:
Número do episódio: 71 (4×12)
Data de exibição nos EUA: 30/11/2009
Data de exibição no Brasil: 6/4/2010
Emissora no Brasil: Universal

Alguns podem estar perguntando onde exatamente Heroes quer chegar depois de quatro temporadas. Outros podem estar se questionando o que a série vem fazendo, o que ela vem mostrando com tantas tramas que não conseguem tornar-se coesas o suficiente para fazer o seu espectador consumir este programa. A verdade é que não existem respostas para estas perguntas – pelo menos até o final da série, que não se sabe ainda quando vai ser.

Em Fifth Stage, foi a vez de Claire procurar conclusões sobre a maneira como as pessoas que possuem habilidades especiais devem viver. Seguindo a curiosidade de descobrir o que existia por trás da bússola, ela chegou até o Parque de Diversões de Samuel, que vê o seu plano dando certo com a chegada da líder de torcida.

Parece, então, que Heroes vem dividindo a sua narrativa entre dois mundos: o real e o imaginário. Obviamente, o segundo está impregnado naquilo que acontece dentro do parque, onde todos que possuem poderes conseguem viver de uma maneira “natural” e, principalmente, sobrevivendo ao que acontece no mundo real e sem espaço para abrigar pessoas com tais habilidades. Entretanto, este já não é um filme repetitivo e que vimos anteriormente em outras temporadas?

Heroes - The Fifth Stage

Para Heroes, no entando, se reinventar sempre foi um problema. No caso do seu criador, Tim Kring, que já até mesmo confessou não saber para onde a série vai, a palavra “reinvenção” também quer dizer “estar perdido”. Contudo, é bom ressaltar que esta quarta temporada tem demonstrado equílibrio. No mundo real, por exemplo, a luta de Peter para trazer o seu irmão de volta do corpo de Sylar continuou. Quem continua não tendo um papel nisso tudo é a mãe deles, Angela Petrelli que, em um determinado momento da série, parecia que iria se tornar mais do que uma mera coadjuvante. No entanto, o texto escrito pelos roteiristas não conseguiram criar o espaço necessário para ele (muito por conta também do número excessivo de personagens). Ainda assim, vimos aqui o último suspiro de Nathan Petrelli, que decidiu se entregar completamente ao seu destino.

Agora, resta Sylar. E também Samuel.

E eu continuo me perguntando: onde é que toda essa história vai dar? A cada capítulo que passa, tudo parece tão incerto. Os laços continuam muito soltos e é difícil ver alguma trama que consiga entrelaçar tudo o que está acontecendo. E, então, o que vai acontecer?

* * *

Texto revisado a partir de post publicado originalmente no weblog Sob a Minha Lente.

Séries citadas:

1 Comment

  1. nando'37

    cara, se vai fala o resumo dos episodios ou vai fica criticando a série (PÔ) decida-se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account