Log In

Reviews

Review: Heroes – The Eclipse: Part 1

Pin it

Heroes - The Eclipse: Part 1Série: Heroes
Episódio: O Eclipse – Parte 1 (The Eclipse: Part 1)
Temporada:
Número do episódio: 44 (3×10)
Data de exibição nos EUA: 24/11/2008
Data de exibição no Brasil: 30/1/2009
Emissora no Brasil: Universal

Muito tem se falado sobre esse eclipse. A partir dele, tudo será diferente, tudo irá mudar. E acho que as mudanças já começaram a acontecer para alguns personagens. Suresh, por exemplo, está sofrendo um processo de mutação que só tende a piorar com a chegada do eclipse, uma vez que o evento possui o significado de dar poderes ou tirar os mesmos.

Na realidade, tudo isso ainda é uma incógnita. É impossível saber o que realmente o eclipse poderá ser capaz de fazer, é preciso esperar o final dessas duas partes para poder ver o que aconteceu depois dele, o que mudou. Porém, Arthur Petrelli já está tomando as devidas providências e Claire tem um papel muito importante nisso tudo.

Como o seu organismo funciona como um catalisador, sendo este o estágio final para a fórmula desenvolvida por Suresh, todos da Companhia estão prontos para protegê-la. E com o eclipse, o tempo vai se esgotando, porque me parece que os poderes de Claire só duram até o eclipse, ou estou errado? Na verdade, parece que as habilidades de todos ali.

A cena que finaliza este episódio pode ter este entendimento, uma vez que ela é a única que não consegue morrer devido a esta capacidade especial que possui, mas aparece definitivamente morta devido a um tiro dado por Sylar. Mas possui um entendimento mais certeiro de que todos perderam as suas habilidades, até o próprio Suresh que estava passando por um processo de mutação.

Heroes - The Eclipse: Part 1Todos os heróis estão perderam as suas habilidades e a esperança pode estar em Hiro Nakamura e nesta sua obsessão pelos quadrinhos, sabendo que eles possuem todas as respostas. Para alguns pode ser um alívio, mas para outros signifca volta a ser um ninguém, somente mais um humano.

No caso de Daphne, por exemplo, é voltar a ser uma pessoa impossibilitada de andar devido a um problema degenarativo que, provavelmente, foi salva por Arthur e por isso ele tanto pergunta se ela gostaria de voltar a ser o que era antes. Tivemos um episódio interessante, com bons momentos, principalmente aqueles em que Nathan, Peter e o Haitiano tiveram na floresta. Agora é esperar pra saber o que irá acontecer na semana que vem, com a segunda parte deste fenômeno.

Séries citadas:

17 Comments

  1. Paulo Antunes

    É engraçado que ao mesmo tempo que os roteiristas começam a acertar o rumo da série, Heroes vai perdendo todo e qualquer bom senso em prol desta busca pelo remendo. A motivação de metade dos personagens é incompreensível.
    – O Matt deveria querer vingar a morte do pai, mas está mais preocupado em dizer que ama uma mulher que conheceu anteontem.
    – O Bennet preferir se vingar do Sylar a cuidar da filha é ridículo.
    – A briguinha do Peter e do Nathan no meio da busca pelo haitiano também foi forçada. Eles tiveram a temporada toda pra brigar e vão discutir ali?
    – O pior de tudo é o Sylar. Se ele salvou o Peter, eu achei que era porque eles estava dando uma de agente duplo. Mas não! Ele simplesmente mudou de lado.
    – E no meio do caos no mundo, este casinho dele com a Elle é tão forçado e bobo. Na boa, amo a Kristen Bell, mas tá na hora dela sair da série.
    – No fim, o personagem mais inteligente e motivado no momento é o Hiro, mesmo com a mentalidade de uma criança de 10 anos. Ele sim sabe qual o seu objetivo.

    E a pergunta de um milhão de dólares que eu realmente espero que alguém explique, e logo: quem é que está desenhando a 9th Wonders já que o Isaac Mendez morreu há duas temporadas atrás e o futuro já mudou umas duas vezes de lá pra cá?

  2. Victor Hugo

    Boa pergunta Paulo….
    e ainda me pergunto pq continuo assistindo a isso?

  3. Carlos Souza

    Sabe pq Victor Hugo, vc começou agora não ver como isso vai dar … Onde fica a curiosidade humana ?!?!

  4. Flávia

    Eu me fiz a mesma pergunta no fim do episódio passado: quem diabos escreve essa revista???

  5. D'uoh

    Serio eu acho o casinho do Sylar e da Elle idiota, no 3.08 ficou interessante, mas daí pra frente tinham que sei lá, focar na vingança da Elle ou algo assim.

    Tmbm não gostei da briga do Nate e do Pete no qunito dos infernos… Mas paciencia né.

    Agora quanto ao Matt, porque ele correria pra se vingar do pai? Quem assistiu a segunda temporada sabe que ele tem todos os motivos do mundo pra não fazer isso, e quanto a Daph, mesmo sendo a mulher que ele coneceu anteontem, é a que ele ama, que ele sabe que pode ter uma família com ele, já que ele viu o futuro em 3.04…

    Me enganei, falei que era no episódios passado mas é nesse, gostei muito da cena dos heroes perdendo os poderes, e logo em seguida a ceninha de luta basica entre Noah e a Claire e logo depois entre eles e o Sylar e a Elle.

  6. Rodrigo

    Não sei se alguém ja assistiu nas o próximo episódio é um dos piores de toda a série. Só ladeira a baixo.

  7. Silvana

    ESSA DO SYLAR E DA ELLE FICOU MESMO RIDÍCULO.TEVE UM CAPÍTULO QUE ELE FALOU QUE QUERIA FAZER TUDO CERTO, E PARECIA QUERER SER AMIGO DA MÃE E DOS IRMÃOS.ELLE TAMBÉM PARECIA QUE IA FICAR LEGAL DEPOIS DE RELEMBRAR SEU PASSADO E PERDER O PAI, NO ENTANTO CONTINUAM MAUS E O CARA QUER MATAR A PRÓPRIA SOBRINHA…A NAMORADA DO NATHAN (UMA DAS GÊMEAS NIKI ) TAMBÉM PARECE NÃO SE DECIDIR DE QUE LADO FICA.
    AH, E O QUE EU NÃO CONSIGO ENTENDER : SE O GABRIEL SYLAR É MESMO FILHO DO CASAL PETRELLI, PORQUE FOI DADO PRA ADOÇÃO ?QUE PRECONCEITO É ESSE ? QUANDO ELE ERA NENÉM ACHARAM QUE ELE ESTAVA COM “DEFEITO” E JOGARAM FORA ?

  8. D'uoh

    Silvana o Arthur disse que a Angela sonhou que o bebÊ viria a se tornar o Sylar então tentou afogar ele então dar pra doção foi o uncio jeito visto pelo Arthur.

    Bom, não lembro muito da parte 2 do eclipse, mas os dois ultimos episódios de villains são realmente muito bons, muito mesmo, na minha opnião.

  9. João da Silva

    A Angela Petrelli, quando tenta matar alguém, sempre falha. Falhou na tentativa de matar o Sylar quando bebê, falhou na tentativa de matar o Arthur.

  10. Vinicius Silva

    Antunes

    iuahuahuiaiua Eu, sinceramente, nunca parei pra pensar nisso. Completamente desligado eu estou, mas é uma excelente indagação. Quem realmente escreve as histórias agora? Eu acho que nem eles sabem.

    Esse episódio tinha tudo pra ser bom, mas eles conseguem sempre estragar, é incrível. E o próximo episódio, meu Deus! É mesmo uma coisa do outro mundo. Espero que o povo não venha me xingar depois.

  11. Giselle

    Gostei deste episódio mas a Daphne e a Elle são os piores personagens desta temporada. Sendo que a Elle me irrita desde a temporada passada.
    Péssimas !!!!!!
    Respeito quem gosta das duas mas esta é a minha opinião.

  12. Luciano Cavalcante

    Assisti a “Verônica Mars” e vi dois episódios dessa temporada de “Heroes” e pergunto: o que foi que houve com a carreira dessa atriz?! Deu para trás totalmente!

  13. Juninho

    Vinicios

    Se você assistiu o eclipse parte dois sabe quem escreveu os quadrinhos,já que a dupla da loja de quadrinhos explica pro Hiro.

    Paulo Antunes

    Matt não vingaria a morte do Pai,porque o Pai dele nunca foi uma boa pessoa ,e mesmo talvez ficando triste ele decidiu priorizar ir atrás da mulher que amava.
    Bennet não é uma boa pessoa,e se o que ele sempre quis era destruir o Sylar não perderia essa oportunidade de pegar ele sem poder,e embora ame a filha sempre priorizou o seu trabalho.
    Peter e Nathan,ah eles sempre tiveram uma relação estranha de amor e odio,já que sempre pensam e seguem caminhos diferentes.
    E Sylar só ajudou o Peter porque vê a familia como uma forma de se curar dessa fome,e tentar se controlar,acho legal mostrar que Sylar também tem seu lado humano,e pra mim ele é um dos melhores personagens.

    Acredito que esses dois episodios de Heroes foi um reset,para os episodios futuros,como os dois ultimos de Villains que estão muito bons e otimo episodio 14 que dá o inicio do Volume 4,esse foi demais.
    Até o proximo review!!!

  14. 3 de 6

    É. Ficção, confusão.
    Defender idéias…
    Expor conflitos, pessoais e interpessoais…
    Entreter com magia…
    Instigar a curiosidade…
    Muito de tudo isso tem se perdido.
    Boum, boum, boum, num tá. Mas, tá boum, tá buom.
    Já que passou o tempo de BSG, X-Files, 6 feet under, e as boas temporadas de ER, e Alias.
    Abracemos The Mentalist.
    E, que muito de tudo aquilo volte logo!

  15. Cyssa

    Está difícil entender Heroes…
    O episódio de hoje valeu pela participação dos caras da loja de quadrinhos: Seth Green (Uma saída de mestre, Buffy) e Breckin Meyer (Garfield).
    Bem escolhida a foto que ilustra este review.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account