Log In

Reviews

Review: Heroes – Orientation e Jump, Push, Fall

Pin it

Heroes - Orientation

Série: Heroes
Episódios: Orientation e Jump, Push, Fall
Temporada: 4ª (Volume 5: Redemption)
Números dos episódios: 60 (4×01) e 61 (4×02)
Data de exibição nos EUA: 21/9/2009
Data de exibição no Brasil: 12 e 19/1/2010
Emissora no Brasil: Universal

Às vezes, para uma série voltar a ser boa ela precisa apenas parar e recomeçar. E acho que é exatamente isso que Heroes começou a fazer. Ela jogou no lixo toda aquela baboseira da segunda e terceira temporadas e procurou redenção, não apenas dos seus personagens, mas de si mesma. E não é à toa que este é o título do quinto volume.

Esta foi a maneira mais sensata de tentar recomeçar sem precisar apagar tudo aquilo que já foi mostrado. E vemos basicamente isso no primeiro episódio. Peter voltando a ser paramédico; Claire entrando na faculdade e voltando a estar no meio de estudantes, líderes de torcida e no círculo de pessoas que ela estava acostumada.

Além disso, Hiro e Ando, por mais que a trama tenha demorado a empolgar, podem representar uma nova conjectura para a série por estarem diretamente ligados ao mistério abordado nestes dois primeiros episódios; Noah tentando deixar de lado a sua ligação com a Companhia para viver uma vida normal; Nathan Petrelli redescobrindo os seus poderes agora que tem Sylar na sua mente; Matt Parkman vivendo os pesadelos de ter Sylar consigo mesmo; Angela tentando reconstruir a Companhia; e Tracy atrás de vingança.

Pode não representar lá muita coisa, mas o primeiro passo foi dado: recolocar as peças nos seus lugares e recomeçar, esta foi a premissa do primeiro episódio.

No segundo, o espectador pôde ver as tramas mais bem organizadas. Samuel (personagem novo e interpretado por Robert Knepper, de Prison Break), que faz um tipo “cigano” cheio de mistérios, atrás de uma bússola e que tem, em si, uma também tatuada. Aliás, os seus poderes ainda não ficaram claros, mas ele parece ser um daqueles que “pintam o futuro” (só que dessa vez no corpo de mulher).

Review: Heroes - Jump, Push, Fall

De qualquer maneira, é bom salientar que Heroes parece ter voltado a criar mistérios em torno da sua trama, deixando alguns nós soltos para que possamos ver o desenrolar e entrelaçamento deles depois. E mais uma vez os procurados de Samuel, como em outras temporadas, são Claire, Sylar e Peter. Claire mal chegou na faculdade e já viu a sua colega de quarto cometer suicídio, além de provavelmente ter feito com que a sua nova amiga descobrisse as suas habilidades.

E não é apenas por estas habilidades que Samuel procura, já que ele precisa de um novo ‘viajante do tempo’, por isso ele está atrás de Hiro para tentar ser esta nova pessoa. É intrigante perceber a maneira como Samuel se comporta nas cenas, sempre com voz calma e serena.

Talvez tenhamos aqui um bom vilão para competir com Sylar. Mesmo com alguns diálogos ainda vagos, acredito que Heroes conseguiu um bom início de temporada que poderá ser promissor para a série. Talvez os roteiristas se percam no meio do caminho, mas o meu desejo é que eles realmente consigam se achar em meio às confusões que eles próprios criaram.

* * *

Adaptado de texto publicado originalmente no weblog Sob a Minha Lente.

Séries citadas:

6 Comments

  1. Fernando dos Santos

    Em Prison Break o Robert Knepper já havia mostrado que é um ótimo ator e em Heroes ele mais uma vez promete apresentar outro vilão memorável.
    O quarto ano da série começou muito bem e pelos reviews que tenho lido parece que até o momento os roteiristas estão conseguindo apresentar uma boa história, longe dos excessos e erros cometidos no segundo e terceiro ano.O problema é que os índices de audiência da série estão muito baixos nos EUA.

  2. Eduardo Hosoda

    É a Madeline Zima, que aparece também em Californication. E se na primeira temporada ela era uma personagem interessante nas temporadas posteriores do drama/comédia vira um porre…

  3. bia mafra

    e para mim, a eterna grace de the nanny. nao a achei insuportavel, mas nao sei se confiaria nela. muito solicita e sempre desconfio do que vem facil.

  4. DIMAS (Goiânia)

    HEROES já deveria ter sido encerrada. Não há remendo que dê jeito …

  5. SILVINHA

    TRACY…NA PRIMEIRA TEMPORADA ATÉ QUE A ATRIZ ERA LEGALZINHA, MAS DEPOIS, A HISTÓRIA FICOU TÃO RUIM QUANTO A DO MOHINDER. PORQUE ELES NÃO PODEM SER PEGOS LOGOS PELO SYLAR, HEIM ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account