Log In

Reviews

Review: Heroes – Godsend

Pin it

Cena de GodsendSérie: Heroes
Episódio: Enviado por Deus (Godsend)
Temporada:
Número do episódio: 12
Data de exibição nos EUA: 22/1/20076
Data de exibição no Brasil: 18/5/2007
Emissora no Brasil: Universal

Heroes às vezes suplica para tomar o lugar de Lost no topo da lista das séries com as quais eu adoro implicar. Sim, sou rígido com o seriado de J.J. Abrams e nunca escondi isso.

Se uma série estréia com pretensões ambiciosas, ela deve ser analisada de acordo com as expectativas que gerou. Lost e Heroes merecem boa parte dos adjetivos que ganham, mas também não podem fugir das críticas quando merecem.

Assim foi com o início da terceira temporada de Lost. Assim é com os esquizofrênicos altos e baixos de Heroes. Após uma sequência interessante de cinco episódios, Godsend foi totalmente morno. Para algo aguardado com tanta ansiedade, afinal ele apareceu após um hiato de sete semanas nos Estados Unidos, o episódio deixou muito a desejar.

O principal problema de Godsend é o foco na história de Nikki/Jessica Sanders. A premissa que as envolve é ótima. Nikki é uma pessoa com habilidades extraordinárias que possui dupla personalidade (Jessica), casada com um homem (D.L. Hawkins) que também tem poderes e possivelmente com um filho habilidoso (Micah Sanders).

No entanto, este núcleo familiar não funciona. Ali Larter, que interpreta Nikki/Jessica, e Leonard Roberts (D.L.) não são bons atores. Noah Gray-Cabey, que estava ótimo no finado My Wife And Kids, aparece sofrível no papel do filho do casal.

Outro problema de Godsend é a puxada no freio de mão que a trama ganhou como um todo. Não entendo o que se passa na cabeça dos produtores de Heroes. Sempre que a série começa a engrenar, eles suspendem a ação. Às vezes me pergunto se Zagallo ou Carlos Alberto Parreira são colaboradores de Tim Kring, pois só a estratégia retranqueira de ambos justificaria essas paradas inexplicáveis na história.

Por que perder tanto tempo com Nikki/Jessica na prisão? Por que a trama do policial Matt não se desenvolve e fica enrolando em torno da traição de sua esposa? Por que desperdiçar minutos preciosos com as visões de Peter? Os erros de narrativa são tantos e tão graves que até o querido Hiro Nakamura começa a irritar.

Cena de GodsendA única coisa que caminhou de forma razoavelmente interessante foi a história de Claire. Após seu pai apagar a memória de muita gente, a cheerleader decide reconquistar a amizade de Zach e esconder do senhor Bennet um precioso segredo: sua mente não foi manipulada pelo haitiano.

Além disso, a chegada do homem-invisível me encheu de esperança em relação ao próximo episódio. Espero não dar com os burros na água.

Avaliação: Regular

Séries citadas:

37 Comments

  1. Marcio

    Concordo com o Review. Episódio chato mesmo. Bom, na minha opinião Heroes não é tudo que a mídia quis impor ao telespectador, é apenas uma série regular, “popcorn and movie” de domingo. Lost tinha tudo para ser um espetáculo, se fosse duas temporadas e só. Terceira temporada chata que dói e mais uma série com a síndrome de ALIAS (começa com tudo e termina irreconhecível).

  2. Lucas

    Concordo com o reviwe também. Heroes tem ótimos episódios sim mas também consegue fazer episódios extremamente chatos e parados, sendo queo a série precisa mesclar seu drama com ação. Particularmente acho a história da Nikki/Jessica muito irritante, cansativa, e se o episódio é parado, se torna mais chato de se assistir focando-se nela.

  3. Pedro Jayme

    Tirando os núcelos de Hiro e Claire, Heroes merece uma boa zapeada.

  4. Deivison

    Realmente, o episódio foi fraco. Mas…

    Ali Larter não é uma boa atriz? Tá certo que ela não é o tipo “um dia vou ganhar um Oscar”, mas é uma das melhores do elenco, juntamente com a Hayden Panettiere. Sofrível chega a ser aquela Tawny Cypress (Simone Duveux) oh atriz meia-boca!

    E o episódio 1×13 com certeza vai jogar Heroes no topo, novamente! Muito bom esse episódio (e o cliffhanger final é excelente!).

  5. Cristiano (Highlander_Master)

    Bom, era ela melhor em My Wife and kids. Mas vai bem também em heroes…

    Ali Larter é sim uma boa atriz. Sempre foi.

    “Estratégia retranqueira” hehe, boa, vc foi muito feliz nesse comentário. È exatamente isso, como a série foi confirmada pra mas uma temporada, com trocentos episodios, spinoff e o caramba, eles tem que freiar, senão vai ficar muito chato depois. Mas mesmo assim é uma boa série. O problema é acompanhar exatamente como vc ta acompanhando, encarando com grandes expectativas. Eu assisto Heroes exatamente do mesmo jeito que assisto Lost, sem grandes expectativas, e é por isso que eu acabo gostando das duas séries…

  6. Carol S.

    Quem era melhor em My Wife and Kids?
    Ótimo review e péssimo episódio!
    Sinceramente, na minha opinião, a Nikki não tem poderes, tem desvio de personalidade! hehe! Acho muito chata, na boa!
    Pergunta: acredito que os “poderes” sejam transmitidos pelo DNA, certo? Se sim, justificável que Micah tenha poderes como os pais… Entretanto, como explicar duas pessoas com “poderes” se casarem?
    Desculpem se a pergunta for idiota… acabo perdendo muitos epis de Heroes porque é difícil ficar em casa no final de semana e posso não ter entendido algo… Valeu!

  7. Ricardo

    Review muito bom e muito bem-escrito. Realmente gostei das muitas críticas e dos poucos elogios. Realmente, a atriz que interpreta a Nikki trabalha muito mal e tem uma boquinha parecida com a da Sara em CSI (mas Nikki, cá entre nós, é muito mais bonita).
    O episódio Godsend não foi bom e não chega aos pés de outros episódios da série. Parabéns novamente pelo Review.

  8. Marcio CB

    Não sei se notaram, mas essa semana tirando uma ou outra série, as mais assistidas foram bem “mornas”. Começou sexta passada com Heroes e continuou com Lost, Criminal Minds, Shark e até mesmo Men In Trees esta semana.
    O “monstro da semana” assolou esta com certeza hehehe.
    Abraço a todos e bom fim de semana “morno” hehe

  9. Carol S.

    Verdade… Tinha esquecido dele em My Wife and Kids, mas era sensacional! Tks!
    Espero que o episódio de hoje seja melhor…

  10. Ana

    Nikki, Mohinder, Matt Parkman… todos poderiam ficar sem aparecer por três, quarto episódios que não fariam nenhuma diferença. São personagens muito ruins que simplesmente empacaram no seriado.

  11. Thiago FLS

    Eu também acho esse núcleo de Niki, D.L. e Micah a coisa mais chata de Heroes, e concordo que muito disso se deve ao desempenho fraco dos atores. Basta comparar com a química entre Claire e o pai dela para você ver o que está faltando nesses personagens.

    Mohinder é outro personagem chato e mal-interpretado, mas as tramas com os irmãos Petrelli, a dupla Hiro e Ando, Isaac (descontando Simone) e Claire e sua família compensam esses defeitos.

    Quanto a Matt, eu gostava muito mais da parceria dele com a personagem de Clea Duvall, que eu espero que ainda volte à série, do que da relação dele com a esposa.

  12. Lucas

    Realmente Nikki e Matt sao as partes mais chatas do seriado. nao empolgam, nao torcemos por eles, etc… são cenas que deixam o episodio muito lento.

  13. Julaino Cavalcante

    Pois foi nesse episódio que eu desisti da série. Tomarbanho.

  14. Pedro Jayme

    eu vou continuar acompanhando..mas achei bobeira matarem 2 personagens tão interessantes como Eden e Charlie assim de cara

  15. Thais Afonso

    Eu quase desisti, Cavs. Mas aí chegou a outra sexta, eu estava exausta demais pra fazer qualquer coisa e acabei caindo na Tv na frente de Heroes de novo. Acho que é o único motivo pelo qual eu ainda assisto a série, falta do que fazer, especialmente porque sexta é um dia em que estou esgotada. Episódio chaato. Concordo com tudo Ale, ótima review. Só tenho que dizer, eu sou uma daquelas super fãs de Lost, especialmente depois da finale, não dá pra evitar.

  16. maurício

    Eu não sei o que vocês esperam deste seriado. A série começou e foi reconhecida por ter uma proposta de humanizar “heróis”, de humanizar pessoas com superpoderes. E agora parece que todo mundo apenas quer ver ação e foda-se o resto. Então é para esquece os dramas familiares? Esquecer o que se passa na vida do Matt, um policial fracassado que se descobre capaz de algo surprendente e ao mesmo tempo não consegue resolver os problemas de sua vida como o iminente desemprego e o fim de um casamento, por exemplo. E a Niki? Uma pessoa que teve um passado traumatizante, possui um distúrbio de personalidade, e que ainda tem que cuidar de uma família toda desetruturada. São pessoas se descobrindo e que estão interligadas com um acontecimento que será a explosão da bomba. A série é isso e todo mundo sabe. Se vocês não conseguiram entender a prospota podem parar de assistir agora porque vão passar raiva no final. Não há final surpreendente cheio de ação. Ação , ação e ação não acontece nesta série e não vai acontecer. O ritmo é esse ai que vocês estão vendo. Os próximos episódios são melhores. Alguns com mais ação, outro menos, mas nunca com muita. A série não vai “engrenar” neste sentido que você, Ale Rocha, sugere

  17. Luciana

    Excelente Mauricio! Concordo plenamente com vc. Heroes é uma série que vai além de ação…tem um roteiro super bacana por trás. Lost já deu o que tinha que der……onde será que vai parar essa chatice sem tamanho? Ohhh série monótona, sem graça e repetitiva…

  18. Anderson Vidoni

    O problema não é a proposta da série e sim como realiza ela. É bem interessante isso que o Mauricio falou, como achei interessante no inicio. Mas o que o Alê falou:

    “A premissa que as envolve é ótima. Nikki é uma pessoa com habilidades extraordinárias que possui dupla personalidade (Jessica), casada com um homem (D.L. Hawkins) que também tem poderes e possivelmente com um filho habilidoso (Micah Sanders).

    No entanto, este núcleo familiar não funciona. Ali Larter, que interpreta Nikki/Jessica, e Leonard Roberts (D.L.) não são bons atores. Noah Gray-Cabey, que estava ótimo no finado My Wife And Kids, aparece sofrível no papel do filho do casal.”

    É esse o problema e não mostrar a vida dos heróis. O problemas não é na proposta e sim na execução.

  19. Wesley

    Heroes é chata pra caramba, a segunda temporada vai descambar ladeira abaixo.

  20. leoff

    Não adianta Heroes enfocar a parte humana dos personagens se ela não faz isso de uma forma atraente. A 2a. temporada vai ser o teste de fogo, com a audiência tendo caído nos últimos episódios. Ou ela mostra a que veio ou desce ladeira abaixo de vez. Quanto a Lost… Oh, well, quem realmente está acompanhando sabe que ela tem muito caldo pra dar.

  21. Lucas Barreto Gomes Leal

    “Noah Gray-Cabey, que estava ótimo no finado My Wife And Kids, aparece sofrível no papel do filho do casal.”

    concordo plenamente!!!

    e esse episódio foi péssimo, não suporto a personagem Nikki, de longe a mais mal explorada da série!!!

    “No entanto, este núcleo familiar não funciona. Ali Larter, que interpreta Nikki/Jessica, e Leonard Roberts (D.L.) não são bons atores.”

    concordo o tido por vc!!!os outros acham a Ali Larter boa atriz, mas eu nem acho, não que ela seja ruim, mas vc não disse isso, disse que “não é boa atriz” e de fato não é!!!

    bom mas é por esses episódios que eu acho Heroes apenas ‘bom’ e acompanho com entreterimento a série podia ser MTO melhor explorada, mas prefere perder tempo com tramas tolas e sem sentido!

  22. Pingback: Heroes Review 01 x 12: Godsend

  23. Darth Cesar

    O insuportavel aquele irmão do Peter, ta sempre negando as coisas e atrapalhando, o cara consegue voar e não ve nada de interessante nisso?!!!
    e aquele piralho do Micah, merecia era umas chineladas, isso é resposta que se de a um pai? Se vira pai, a mãe arrumava dinheiro! faça me o favor, e depois ainda da uma de trombadinha.
    achei meio furada esse negocio do Hiro perder os poderes e só reave-lo conseguindo uma espada, o que ísso tem haver? os poderes dele não são geneticos? só se é algo psicologico.

  24. Leon

    Cesar, lembre-se : foi por causa do poder dele de voar que a esposa dele deixou de andar. é natural que ele queira negar o dom.

  25. maurício

    Depois que o Hiro não conseguiu salvar a Charlie o poder dele enfraqueceu. É claro que o problema é psicológico gerado pelo sentimento de impotência. A espada é apenas uma forma de reaver a auto-estima dele. Um novo propósito que vai fazê-lo relembrar sua missão.

  26. maurício

    Cesar, depois que o Hiro não conseguiu salvar a Charlie o poder dele enfraqueceu. É claro que o problema é psicológico gerado pelo sentimento de impotência. A espada é apenas uma forma de reaver a sua auto-estima. Um novo propósito que vai fazê-lo relembrar sua missão.

  27. Wendell

    É por tudo isso que vocês comentaram que eu ainda sinto saudade de THE WEST WING.

  28. Edson

    Vou dar uma resposta simples e objetiva… e um tanto mal educada tbm…

    È UM DRAMA PORRA!!!

    querem ver efeitos especiais ou superpoderes sendo usados direto leiam xman ou vejam aquele filme tosco chamado xman 3.

    Realmente o nucleo nicki, D.L e micah é a pior parte da serie… mais proximo do fianl da uma engrenada boa.

    Ja o matt, é inconstante… as vezes vc ama e odeia.

    Sinceramente quem fala que a nikki interpreta mal… deveria ver certas interpretacoes dos atores que interpretam. Peter e sylar…

    meus deus do ceu sao extremamente canastroes…

  29. Helena

    Foi um episódio bom,mas lento, acho que eles estão preparando o terreno para os últimos episódios.
    ESte episódio realmente da uma freada no ritmo mas é necessário para colocar alguns detalhes sobre os personagens.
    Não concordo que a série esteja ruim ou que ela seja ruim. Só não se pode esperar ação o tempo todo.
    Outra coisa que não entendo são estas críticas em cima de NIkki/Jéssica. A sequencia que a mostra na prisão com os guardas com emdo dela é bem feita e quando elas brigam pela posse do corpo,a atriz mostra que não é ruim não.
    Este foisim, um bom episódio é só parar de deseja ação a todo instante.

  30. Sandra

    Vc sabe que tenho que concordar com vc…Qdo a trama está se desenrolando ele corta no meio…a gente fica até meio sem reação, pq a adrenalina tá lá em cima e é cortada…Mas não perco as esperanças e não perco nem um episodio.

  31. Jorge

    Eu não assisto com qualquer intensão de recomendar performance pro Emmy’ Awards.
    Olhem só, acho muito legal dramas bem elaborados com excelentes performances.
    A-D-O-R-O “Sex Feet Under”!!!!
    Nossa, acho “Sex and The City” Up to Dated.
    “Seinfeld”: excelente.
    Tenho saudade de “The third rock…”, ah, não vou ficar listando…
    Mas, Lost e Heroes têm que ser pauleira, no mínimo 50% do que rola têm que ser pauleira!

    No caso de Heroes, que se desenvolvam enredos bem tramados entre as personagens e seus poderes e nós, os sem poder algum.
    Porque se eu tivesse algum poder, daria uma passada lá no Congresso Nacional para exigir que eles se conportassem como FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS que são, … 28% de aumento retroativo a abril!!!….. ooops, devaneio….

    Só acho um pouco ruim a inserção contínua de novos personagens com poderes, fica parecendo que logo vão abrir uma nova escola para superdotados do Professor Xavier, ou que o DNA evoluído de alguém o fará ter pelos azuis.

    Não assisto pra ser crítico, assisto pra ser estimulado…. e, conseqüentemente, a manter a audiência.
    Na média está bom! Afinal, estamos aqui, doidos para ler e comentar a respeito.

  32. Rafaelly

    Os melhores de Heroes são os núcleos do Hiro, dos Petrelli e claro, Claire e seu pai.
    O resto…é o resto!Parkman é um chato com um poder bem legal…Nikki e sua família são o q há de pior no seriado.E nunca q consideraria o “poder” de Nikki um poder.Mohinder concorre com o Parkman em matéria de chatice.

    Tb acho q Eden e Charlie não deveriam ter morrido.Eram boas personagens.E o Hiro teria mais uma ajuda na “missão” dele.Muito fofo, o Hiro!hehehe. E Eden era uma boa aliada na luta contra o Sylar, personagem muito legal tb.
    Aliás, Mr.Bennett versus Sylar é uma das melhores coisas da série.

    Gente…o cara tb é tão tosco q até esqueci dele: tem tb o Isacc.Não fede nem cheira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account