Log In

Reviews

Review: Heroes – Exposed

Pin it

Heroes - ExposedSérie: Heroes
Episódio: Exposed
Temporada:
Número do episódio: 52 (3×18)
Data de exibição nos EUA: 2/3/2009
Data de exibição no Brasil: 8/5/2009
Emissora no Brasil: Universal

O que faltava para Heroes apresentar um bom episódio era um propósito. A estória estava seguindo um rumo que mal sabíamos qual era a trama. As informações eram jogadas em cima do telespectador e, por isso, a série se perdeu em termos de contemplar as idéias e transformá-las em algo que pudesse significar alguma coisa. Exposed se mostrou muito melhor do que todos os episódios de Heroes que assisti nesta temporada. E não foi difícil constatar isso.

Indicando que os heróis tinham um objetivo, assim como aqueles do Building 26, o programa soube entrelaçar as tramas a partir de uma pessoa com codinome Rebel. Isso criou um mistério dentro da série, algo que não víamos como na primeira temporada, que tinha aquela famosa frase “save the cheerleader, save the world”. Isso era um sinal de que tínhamos uma trama misteriosa por trás de um objetivo: salvar a líder de torcida para, assim, salvar o mundo. Neste episódio, isso foi criado de maneira diferente, com o(a) misterioso(a) Rebel delegando “funções” para os heróis.

Além disso, confesso que achei muito interessante a resolução que deram para a fuga de Alex. Finalmente vimos o poder de alguém sendo usado de maneira inteligente. Porque, até então, tenho visto apenas pessoas voando pelos lugares, cenas irritantes expressas pelo controle mental e Peter roubando poderes. Aliás, isso é algo que ainda não entendi. Ele pode escolher o poder a ser roubado? Quando ele se apodera da habilidade mental de Matt, vale dizer que ele também tinha o mesmo dom de Isaac. Pra mim, isso ainda é uma incógnita.

Heroes - ExposedA volta destas ilustrações também ajudaram neste propósito que venho me referindo. Parkman estava pintando a mesma coisa todo o tempo e vimos como foi o desfecho até Danko colocá-lo como um suicida, na tentativa de provar para o povo americano que estas pessoas com habilidades especiais são realmente perigosas.

Até mesmo a trama envolvendo o passado de Sylar foi interessante, uma vez que ele descobriu que o seu pai assassinou a sua própria mãe.

Perceberam que o Hiro não faz mais falta nos episódios? E, agora, quem sabe Heroes não retoma o caminho?

Texto publicado originalmente no weblog Sob a Minha Lente.

Séries citadas:

5 Comments

  1. Sorcerus

    Quando a série se iniciou, tínhamos o Hiro como um alívio cômico, leve e sutil. Ele, em muitas vezes, fazia a interligação com os demais personagens. Com o passar dos episódios e das temporadas, fizeram a besteira de transformá-lo numa caricatura dele próprio. Até hoje não consigo entender para que mesmo o personagem serve nesta série. Alguns poucos momentos ele ainda é engraçado, mas em outras muitas, tornou-se um mala, sem motivo algum para o desenrolar das tramas.
    Está na hora de salvar o Hiro, pois a série parece que está conseguindo tomar um rumo.

  2. Thiago FLS

    Pois é, Fuller volta no episódio 20, e a diferença de qualidade em relação aos episódios anteriores é brutal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account