Log In

Reviews

Review: Heroes – An Invisible Thread

Pin it

Heroes - An Invisible ThreadSérie: Heroes
Episódio: An Invisible Thread
Temporada:
Número do episódio: 59 (3×25)
Data de exibição nos EUA: 27/4/2009
Data de exibição no Brasil: 26/6/2009
Emissora no Brasil: Universal

Nada mudou, digo, em termos de melhoria. Se você pensava que a season finale iria trazer alguma coisa de diferente, sinto muito, você se enganou. Na verdade, tivemos apenas a introdução de um novo capítulo, intitulado de Redenção, provavelmente tendo Tracy Strauss como a grande vilã. Mas antes de falar disso, eu teria que comentar sobre os eventos que culminaram neste momento.

Primeiro que Sylar queria conquistar o Mundo, quase que num jogo de War. Para isso, ele se transformou no senador Nathan Petrelli para se encontrar com o Presidente e poder se transformar nele e gerenciar o país. A ambição foi tanta, que Sylar acabou pagando por isso. Num dos momentos de inteligência dos roteiristas – porque eu realmente nao esperava que aquilo acontecesse – vimos Peter se passando por Presidente para, finalmente, “matar” Sylar. Quem garante, afinal, que ele realmente morreu? É claro que a série cria todo o suspense, ao colocá-lo sendo queimado e aquele clima de “final feliz”.

Heroes - An Invisible ThreadAliás, vale ressaltar que existe uma crise de personalidade que, provavelmente, deverá ser tratada no quarto volume. Isso porque Angela não aceitava perder o filho e encontrou em Matt Parkman uma salvação. Agora, por mais que ele tenha injetado as memórias de Nathan num corpo de Sylar, é claro que em um determinado as duas entrarão em conflito sem saber exatamente qual delas é a verdadeira.

Uma irá se sobressair mais que a outra, isso é um fato. Por isso que a pergunta continua: quem garante que o Sylar realmente morreu? De qualquer maneira, o quarto volume também não me empolgou muito por aquilo que foi mostrado. Nada contra Heroes, apenas por ela nos entregar um roteiro tão fraco. A season finale comprovou o que foi toda esta temporada: completamente desequilibrada, sem foco, sem definição de uma trama, personagens vagos e literalmente voando pelo espaço. Se isso for considerado como positivo, realmente não sei mais o que ela poderá nos mostrar.

Pois bem, em um texto que escrevi recentemente, ressaltei a importância da ambiguidade do Sylar e também critiquei o número excessivo de personagens, causando os deslizes que a série tem hoje. Essa season finale de Heroes pouco foi comentada exatamente porque ela nao apresentou nada de novo, ela não causou nenhum espanto. A série parece que estagnou e nao consegue sair desse estado trépido em que se encontra. E ela não melhorou exatamente com a volta de Bryan Fuller, porque não é uma pessoa que poderá mudar. Digamos que a série retornou com um objetivo e nada mais do que isso.

Heroes - An Invisible Thread
E também não será com a saída do Bryan Fuller (como noticiou o TeleSéries) que Heroes irá piorar, até porque, se a série ficar pior do que já está realmente vai ser difícil ela sobreviver por mais uma temporada. O que os roteiristas precisavam fazer: enxugar o elenco, definir um objetivo para os personagens para, então, colocá-la nos trilhos novamente. Do jeito que está, podem ter certeza: é cancelamento na certa!

Adaptado de texto publicado originalmente no weblog Sob a Minha Lente.

Séries citadas:

19 Comments

  1. Mica

    Enxugar o elenco vai ser difícil com as contratações para novos personagens sendo noticiadas a todo instante :-/
    E, confesso, já nem sei se me interesso pelos personagens que estão na série atualmente.

    Não consegui engolir a atitude deles de manter Sylar vivo mas com as memorias do Nathan. Que absurdo! Angela vai olhar para o ‘filho’ todos os dias e saber que aquele não é o filho dela, mas sim o homem que o matou. E como Noah pode ter permitido uma coisa dessas? Quando o próprio Peter podia personificar Nathan no que fosse necessário inicialmente e depois forjavam um acidente para que ele pudesse ‘morrer’ em paz? Para que toda aquela novela de troca de corpo/mente? Só para dar pano para a manga na próxima temporada. Porque é ÓBVIO que Sylar não vai ficar aprisionado para sempre, ele vai voltar à superfície mais cedo ou mais tarde.

    O pior é que eu devo estar pagando meus pecados todos, porque ainda quero acreditar que o próximo capítulo ‘Redenção’ será melhor (apesar de que essa história da Tracy ainda estar viva e querer vingança não me parece grande coisa).

  2. DIMAS

    Talvez na frase “desse estado trépido em que se encontra” a palavra mais adequada fosse “tépido”. Deve ter havido erro de digitação:
    trépido: trêmulo de susto, assustado. Que corre ou flui tremendo.
    tépido: que tem pouco calor, ligeiramente morno. Frouxo, tíbio.
    Para mim é o que Heroes se tornou: uma série “tépida”, com nenhum calor e extremamente frouxa.

  3. Caio

    Se vc ver nos reviews antigos, vai encontrar um comentário meu no season finale do primeiro ano dizendo que se o Sylar não tivesse realmente morrido no final daquele episódio, eu não assistiria mais Heroes…
    Assim o fiz e pelo jeito não vou ter do que me arrepender….

  4. Mica

    Mas Caio, eu não teria ficado feliz se o Sylar tivesse morrido, porque ele é até hoje a melhor coisa em Heroes. É claro que tem seus altos e baixos, mas ainda é o que sustenta a série.

  5. Sandro

    Mica, Concordo contigo, Sylar ainda é o pilar da série, um dos poucos que gosto de assistir, mal é assistir o filme Jornada nas Estrelas e ficar esperando ele cortar a cabeça de alguem ^^

  6. Vinicius Silva

    @Dimas

    sim, é tépido realmente. Eu puxeu um “r” ali onde não devia (e ainda revisei o texto, mas sempre passa um erro desses ou de concordância, obrigado por ter feito a observação)
    o que eu dizer com o tépido era exatamente isso que você comentou, a série se tornou frouxa, sem nada a acrescentar de novo, mesmo quando estamos em uma season finale, que seria o momento do episódio trazer algum arco, nao sei

    continuo dizendo: Sylar é o melhor personagem que a série tem e a melhor storyline. Se deixarem ele de lado, a série vai ficar pior do que já está auiahuiauhuhiauhiauia isso é fato

  7. Caio

    me desculpem, acho que me expressei mal. Não foi com relação ao Silar em si, não tenho nada contra o personagem, muito pelo contrário, mas ninguém merece esses vilões (e heróis também) sexta feira treze – que morre, volta! morre, volta! morre, volta! – se morreu, morreu! se não é pra sair, então não morre! Isso vale pro Silar, pro Petrelli, e etc, pq parei mesmo de assistir após a 1ª temporada e não sei quem mais morreu depois disso… .

  8. Andrei

    Na verdade a Tracy será uma das heroinas, mas isso assunto de spoiler por isso paro aqui.

    Realmente tanto o Sylar quanto o Nathan deveriam ter morrido no episódio 1.23
    Isso teria dado outro rumo para o volume 2 e consequentemente para os outros.

    Quanto a todo o volume 4 em sí, eu realmente acho que ele foi o segundo melhor volume da série, porque mesmo sem grandes reviravoltas e dilemas grandiosos, esse se mostrou o arco mais coerente da série.
    Tipo, sem virus que aniquilam 93% da população ou um futuro onde poderes são vendidos a quilo.

    Isso sem contar com o novo formato adotado pelos escritores de HEROES nesse volume que foi focar em menos nucleos durante os episódio deixando as estórias ( mesmo com muitos personagens na série ) mais secas e faceis de entender, coisa que se tivesse sido feita desde o incio da terceira temporada, com certeza teria evitado que ela se tornasse o samba do macaco doido que foi, mesmo com estórias fantasiosas.

    Fugitives não marcou o retorna dos velhos tempos de HEROES mas marcou um bom começo para os velhos tempos, se eles seguirem as coisas que iniciaram nesse volume voltando a desenvolver estórias marcantes para os personagens, com cereteza HEROES voltará a ser pelo menos instigante.

  9. Vinicius Silva

    @Andrei

    Eu concordo em partes com você. Acho que você conseguiu dizer muito bem um pouco do que eu penso sobre a série. Mesmo sem grandes reviravoltas, este volume foi o mais coerente, com certeza. Mas eu acho que é preciso ter estes eventos, estas reviravoltas que possam criar uma apreensão. Porque o volume foi morno, quase parando. Nada acontecia. A série se tornou cansativa e muito cansativa. Os roteiristas precisam criar uma reviravolta que possa durar alguns episódios, não exatamente toda a temporada. É preciso ter eventos como estes para que possa movimentar a série… e, claro, apostar em menos núcleos (algo que eles já começaram a fazer, é verdade)

    abraços!

  10. Thiago FLS

    Antes de esse final de temporada passar na TV, Tim Kring estava dizendo aos quatro ventos que esse era “o melhor episódio de Heroes” em muito tempo.

    E depois de assitir a esse arremedo de episódio cheio de furos e reviravoltas forçadas, só o que posso concluir é que Kring, além de ser um péssimo escritor, não tem noção do quanto é ruim. E enquanto a NBC não der um pé na bunda dele, Heroes nunca vai melhorar de verdade.

  11. Andrei

    Vinicius também concordo que HEROES precisa ter essas tais reviravoltas, e só por isso esse volume fica atras da primeira temporada, porque faltou coisas que nos deixassem com o coração na mão como na primeira temporada tinha a perseguição da Claire na escola pelo Sylar, o Hiro no futuro e coisas assim.

    Se esse volume tivesse coisas assim com certeza iria ser competir pau a pau com a 1ª temporada.

    Mas acho que a série ficou tão “d’uh” tão sei lá, precisando aparar as arestas que esse volume acabou mesmo é ficando com essa função de aparar as arestas e preparar o terreno para o proximo volume.

    Porque se o proxima volume se manter assim, acrestando apenas as reviravoltas e tramas grandiosas focando novamente no desenvolvimento pscilogico dos personagens, com certeza teremos a série que um dia adoramos de volta.

  12. Juninho

    Concordo com o que foi dito sobre esse volume,realmente foi morno,mas foi coerente,agora é o tempo de fazer as melhorias e se redimir,o proprio Tim Kring disse que nunca pensou em ficar com o elenco da primeira temporada,mas o publico se apegou a eles,por isso ele se perdeu com os personagens,concordo que poderia ter cortes na trama,mas que dê um final aos personagens,”Heroes” é exper em sumir com as pessoas sem dar nenhuma explicação,e assim como o Vinicios comentou no review,foi uma boa sacada do roteiro fazer com que Peter se transforma-se em presidente para enganar Sylar;a transformação do Sylar em Nathan já havia meio que sido preparada,já que o episodio “I’am Sylar” teve como base o medo do personagem de perder sua propria identidade,mas tenho certeza que não dura muito,não dá pra ficar com Nathan e perder o Sylar,a série ficaria sem graça,e por falar em sem graça aquela cena de luta não mostrada entre Nathan,Sylar e Peter foi terrivel,há unica coisa que vimos foi o olho da Claire e umas luzes sem graça,o orçamento deve “tá Osso” mesmo,mas quero acreditar nesse novo volume,acredito que os roteiristas já sabem o que funciona e o que não funciona(pelo menos assim espero),ficar igual a primeira temporada sem chance porque essa foi única,mas ainda há esperanças,pelo menos eu quero acreditar,e todos sabem que gosto de Heroes e vou até o fim da série,sem desistir como alguns dizem que fizeram,e o engraçado é que ainda leêm os review e fazem comentarios,mesmo tendo desistido,acho que no fundo ainda sentem vontade de assistir,rsrsrs.

    E que venha a redenção de Heroes

  13. Any

    Juninho, o que voce falou sobre os que abandonaram a série mas lêem as reviwes tem um pouco de verdade. E eu falo isso pois sou um deles. Na realidade eu não abandonei a série de fato, eu tenho todos os episodios que nao assisti no meu computador, mas morro de preguiça de assistir porque esse volume estava parado demais. A unica coisa que gostei nele foi a morde da Tracy, e agora já li que nem morrer de verdade ela morreu (pra variar). Mas de fato, eu leio os reviws na esperança que alguem diga “nossa Heroes tá ótimo” e eu sinda vontade de voltar a assistir. Porque a série era muito boa e se perdeu completamente. Então, sim, eu abandonei mas gostaria de voltar a assistir. Ainda tenho esperanças em Heroes, só não tenho saco pra ficar acompanhando episodio por episodio chato quando tem milhoes de outras séries muito boas pra assistir por aí.

  14. Juninho

    Any concordo com todos que dizem que a série perdeu a qualidade,mas me apeguei a série,e eu te digo que ainda existe episodios bons,o problema é que Heroes precisa de uma limpeza e me parece que os roteirista se esforçam e insistem na permanencia de alguns personagens que já deveriam ter tido seu fim a muito tempo,por isso as historias as vezes aparecem arrastadas demais,e o roteiro de bons episodios se perde por causa de personagens desgastantes.

    Mas Any Fugitives foi um bom volume,a série não voltou aos trilhos completamente mas está caminhado e agora com o fim da terceira temporada,os roteiristas tem a oportunidade de repensar a série.

    Concordo que a Tracy,foi um erro,na verdade o erro não foi a Tracy,mas sim matar a Nikky,mas esse volume ela esteve bem melhor e passei até a me simpatizar a ela,o episodio “Cold Snap” teve uma ótima historia com ela,e foi um dos melhores episodios de Heroes desde a primeira temporada.

    E eu sei que existe muitas outras séries melhores que Heroes,mas a série ainda não está esse lixo todo que as pessoas dizem,é que agora todo mundo odeia Heroes,parece até modinha,mas quando tiver um tempo volte a assistir,quem sabe você volta a gostar.

  15. Andrei

    O que mais me da raiva é que mataram a Niki para poderem encaixar a Monica na estória e depois somem com ela.

    Sem explicação nenhuma, só agora nas ultimas HQs que mostram as “aventuras” do Micah motando uma equipe (Rebel) é que descobrimos que ela estava agindo como super heroina mascarada.

    Deviam fazer ela voltar pra série nem que fosse pra morrer.

  16. Vinicius Silva

    Engraçado que as cópias da Nikki que vieram nenhuma realmente desenvolveu uma trama interessante, isso que é o revoltante auiahauhiauhiuhiauhi

    saudades da primeira temporada…

  17. Juninho

    A Mônica,era ótima,mas a desculpa do Tim Kring dizendo que não achou espaço pra Mônica trama foi ridicula,tendo em vista que a lista de personagens de Heroes cresce cada vez mais.

    E eu também sinto falta da Nikky e do Micah,e de todas as mancadas do Tim Kring essa foi a pior de todas,pra mim Heroes sobreviveria com cinco protagonistas Peter,Claire,Nikky,Matt e Sylar.

  18. Andrei

    Eu realmene queria ver a Monica voltasse, nem que fosse pra morrer, os outros personagens tiveram fins ruins, mas pelo menos tiveram um fim, ela foi cortada de vez, o Micah teve uma boa volta em Fugitives, mas porra, podia pelo menos falar algumas coisas sobre a Monica né…

    Quanto a Tracy e Barbara, que são irmã gemeas da Niki, e não copias.
    Até agora só apareceu a Tracy, e mesmo não aparecendo na trama toda hora, a trama que ela teve, principalmente em Fugitives, que resultou em um episódio que tá no Top 5 de toda a série, ela está sendo bem desenvolvida, e tem potêncial para arrazar na temporad

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account