Log In

Reviews

Review: Grey’s Anatomy – Testing 1-2-3

Pin it

Cena de Testing 1-2-3Série: Grey’s Anatomy
Episódio: Testing 1-2-3
Temporada:
Número do Episódio: 60
Data de Exibição nos EUA: 10/5/2007
Data de Exibição no Brasil: 23/7/2007
Emissora no Brasil: Sony

Burke:

Nós passamos por muita coisa esse ano.

Derek:

E todo mundo virou as costas para você.

Na primeira vez que vi o episódio não tinha percebido esse precioso diálogo entre os médicos naquele momento de descontração no inicio, onde os dois e mais o Chief estão esperando a ambulância. Não, não tem nada a ver com a série. Todos sabemos a polêmica em que o Isaiah Washington se envolveu e esse diálogo faz uma alusão a tudo isso. Da maneira com que foi colocado não senti que foi num tom provocativo, mas sim amistoso. Dava a entender que o elenco encontraria a paz outra vez (mais aí Isaiah foi demitido e reacendeu o assunto para o desgosto de todos). Eu achei uma tremenda ousadia que poderia facilmente obter resultados negativos.

O roteirista do episódio Allan Heinberg iniciou seu comentário no blog da série de uma maneira bastante inteligente. Suas palavras vão ao encontro de tudo que tem sido essa reta final da série. Eu achei fantástico, vejam só:

Eu não sei se vocês tem observado, mas, às vezes, coisas horríveis acontecem em Grey’s Anatomy. Coisas maravilhosas também. As pessoas se apaixonam. Tem o melhor sexo de suas vidas, mas a maioria delas perfuram suas luvas cirúrgicas com suas unhas, durante uma cirurgia de coração. Ou eles dormem com a pessoa errada – de novo e de novo. Ou eles morrem. De vez em quando eles morrem e voltam à vida, mas na maioria das vezes eles só morrem, e é devastador: o pai de George, a mãe de Meredith e sua madrasta. Isso pode fazer o programa parecer forçado, mas não é totalmente diferente da vida real, onde coisas terríveis acontecem conosco, com nossos amigos e com o mundo a nossa volta, sem aviso ou explicação.

Não sei se eu estava muito feliz porque minha adorada série tinha voltado ou se o roteirista foi competente demais e escreveu um grande roteiro. Só sei que eu achei Testing 1-2-3 o melhor episódio após Some Kind of Miracle que, no meu ponto de vista, foi quando a série se perdeu. Conversando com o Juliano Cavalcante, nosso colunista de Dexter, na época em que o episódio foi exibido, ele me disse que as inúmeras metáforas chegaram a incomodar. Vocês sabem que eu sou um dos que mais criticam o abuso desse artifício dentro do show, mas neste episódio não me incomodou. Não que o Juliano ou quem compartilha a mesma opinião dele estejam errados, mas o problema foi que gostei do que vi mesmo disparando inúmeras críticas ao longo da temporada. Estranho, não?

O episódio já começa quente com a chegada de um grupo de alpinistas feridos ao hospital. Para Meredith também não começa nada bem. A visita do seu pai abalou completamente seu emocional. Apesar dos roteiristas sempre quererem deixá-la para baixo, acho que ela poderia se portar diferente. Não me entendam errado, eu sinto muito pelo que ela passou e compreendo, mas gostaria de ver uma Meredith de cabeça erguida pelo menos uma vez. Olha só, ela e todos sabem que não foi sua culpa a morte da Susan. Independentemente do que seu pai lhe disse, ela deveria estar tranqüila consigo mesma e não deixar a peteca cair. Tentar ser forte, invulnerável e encarar as coisas da maneira certa. Mas só a vemos emburrada, triste e com cara de choro. Assim não dá.

A morte da Susan é uma outra razão para abalarem a relação dos protagonistas. A comunicação entre eles, que a alguns episódios atrás era obrigatória, hoje não passa de um capricho de uma desgastada relação. A solidão do Derek é visível e a imaturidade da Meredith é burrice. Não precisava deixá-lo totalmente no escuro. A cena inicial no elevador vale por mil palavras. Se eu fosse ele aceitaria sim aquele drink free que a garota lhe ofereceu (quem conseguiu fugir dos spoilers, revelarei quem é ela no meu próximo review). Mas pelo que vi nesse episódio, provavelmente teremos algumas surpresas desagradáveis na season finale.

Rebecca Pope. Esse é o nome da mulher com quem presenciamos seus dramas e sofrimentos. E suas alegrias também. Gostei muito como essa subtrama foi realizada. Já estava começando a ficar semelhante com o que vimos na temporada passada, mas essa recuperação de memória veio para colocar de vez um fim nessa comparação. A conclusão óbvia a que chegamos é que ela não queria revelar sua identidade para não perder os cuidados, excessivos, do Alex. O fato de Rebecca odiar sua antiga vida faz jus à não revelação da recuperação de sua memória mais cedo. Ela gostaria de conhecer o novo mundo, diferente do qual a fez partir. E aparentemente, com Alex. Gostei muito da atuação do Justin Chambers. Ele não deixa a desejar quando o roteiro necessita que ele faça algo mais denso.

Não posso ficar te beijando nos elevadores. Sou um homem casado.

E por incrível que pareça, o George finamente tomou uma atitude. Foi uma agradável surpresa. Parece que essa historinha entre ele e Izzie finalmente se encerrou, mas acho que a Callie percebeu tudo. Ele vai pro Mercy West, Izzie, que estava insuportável, terá que superar outra perda amorosa e Callie disputará o cargo de chefe de residência com Miranda. Aliás, essa notícia abalou Bailey, que está convicta que será a escolhida. Eu gostaria de ver uma outra pessoa no cargo e não Bailey. Seria extremamente positivo para sua vida pessoal. Ela teria a oportunidade de dar mais atenção e carinho para sua família. A Chandra Wilson esteve muito bem no episódio. Das poucas vezes que sua personagem aparece, é sempre alta a qualidade da cena.

Eu acho que ter um filho é mais fácil do que pensávamos.

Bom, a Addison não concorda com isso. Metáforas não faltaram para ela no episódio. Após uma tentativa falha de engravidar, tivemos dois casos ligados ao assunto. Justamente para colocar a personagem em conflito. O que a deixou mais abalada foi o caso de Adele, ex-esposa do Chief. Para ela deve ter sido muito difícil ver que até uma cinquentona engravidou, o que é considerado um milagre e ela não. Seu breve momento com a Callie foi tão bacana que naquela hora percebi o quanto sentirei falta da personagem. Restando apenas um episódio de Kate Walsh na série, espero uma despedida a altura. George também precisou de uma ajudinha para perceber que não poderia abandonar a Meredith no momento em que ela mais precisava e tratou logo de ir ajudar à amiga. Era o mínimo que ele poderia fazer, já que a Meredith sempre esteve do lado dele.

Cena de Testing 1-2-3Semana que vem é o grande dia. Meredith e Derek terminarão a temporada separados? Quem serão os novos chefes de cirurgia e de residência? Como será o encerramento da história entre Alex e Rebecca? George realmente deixará o SGH? Adele terá complicações em sua gravidez? Joe e Walter conseguirão a adoção dos gêmeos? O que realmente aconteceu com os alpinistas? Essas são algumas perguntas que esperamos que sejam respondidas no último episódio da temporada (que a Sony transmitirá num especial de uma hora e meia de duração). Estou ansioso e espero ver um grande episódio. Não percam o review da próxima semana.

***

Trilha sonora do episódio:

“This Rope is Long” – Let’s Go Sailing
“Wake Up Alone” – Amy Winehouse
“Corner of Your Heart” – Ingrid Michaelson
“Stains of Saints” – The Weather Machines
“Million Faces” – Paolo Nutini

Séries citadas:

23 Comments

  1. Simone Miletic

    Oi Amigo,

    Não podia concordar menos com o review, risos.

    Eu odiei o episódio praticamente que inteiro, tirando Bailey e a conversa de Callie e Addison.

    Acho que os roteiristas estão forçando a barra com a Meredith chata para justificar o que acontece no fim da temporada e começo da próxima (danm it, não consegui fugir dos spoilers). E por ser tão forçado soou falso e irritou tanto.

    E, ao contrário de você, odiei a postura de Derek no bar… Acaba parecendo que nosso amigo sempre procura o caminho mais fácil: Addison traiu, vou embora. Meredith está difícil, vou embora…

    Sei lá, tô um pouco desiludida com este seriado que sempre gostei tanto.

    Beijos

    Si

  2. Barbara

    Bom dia!

    Concordo, concordo, concordo e concordo e concordo também… =) Quando o episódio terminou, pensei: “hum, este aqui valeu a pena…”

    Este episódio FOI Grey’s Anatomy. Aquele Grey’s interessante, que se tem vontade de assistir e assistir e quando termina vc diz “mas já?”.

    Gostei do Alex ter quebrado a cara com a fulaninha lá, já que a Addison ainda tentou com ele e ele preferiu a fulaninha… É, eu sei o nome dela, o falso e o verdadeiro, mas é fulaninha.

    George e Izzie.. Aiai… Por que renovaram o contrato deles… Negócio vai ter que melhorar muito, mas assim, muito mesmo para a presença deles fazer jus na próxima temporada.

    Aquela cena da Izzie falando e falando enqnt a Cristina tentava escrever os votos… Nossa, a mulher surtou. E surtou de tal forma que se a Callie tava pra descobrir… Com aquele drama todo… Não teve como esconder.

    Bailey.. Eu tb acho que ela deveria ter mais tempo pra família. Até o marido dela podia aparecer tb.. o filho… Até a família daquela psiquiatra psicótica podia aparecer e aquele chove-não-molha da Izzie e George ser deixado de lado.

    Eu estou mui curiosa pra saber como vão fazer a separação de Cristina e Burke porque é mais que evidente que ela gosta dele, mesmo que seja do jeito diferente dela. Sei não, tomara que não inventem mais um paciente e a Cristina se envolver com ele…

    E já falei demais. =)

  3. Mica

    Já nem lembro o que eu senti com o episódio, só sei que não suporto mais o George e a Izzie. A Izzie está chorona a temporada inteira, com aquela cara de quem vai perder alguém dentre de um segundo.Primeiro por causa do Denny, depois por causa do George. E o pior é que nem consigo sentir por ela, pq ela fez a besteira, ela insistiu na besteira, ela com suas atitudes foi colocando o George na parede, e agora está colhendo todo o sofrimento e infelicidade que merece.
    Só espero que ela desencane do George e possa ser feliz na próxima temporada.
    Quanto ao George, é o cara mais chato da série. Nunca vou compreender pq continuou nesse negócio. Fulaninho chato, imaturo, inconsenqüente, irresponsável. Casou por impulso e continua no casamento por obrigação. Nunca amou a mulher e do jeito que as coisas andam, nunca amará.
    A Callie está percebendo e sinto muito por ela. Queria que desse um pé na bunda desse marido sem vergonha (não no sentido de mulherengo, mas de falta de vergonha na cara mesmo) que ela foi arrumar.
    Achei legal ela concorrendo a chefia da residência. Um abalo na Bailey ^_^.
    A Meredith nem menciono. É claro que ela está abalada, ainda mais depois do chilique que o pai deu no hospital proibindo-a de ir ao funeral, mas…como sempre ela excluiu todo mundo ao seu redor, principalmente o Derek, que já está começando a ficar de saco cheio dessa mulher irritante que ele foi arranjar. Ela pode até não ser do tipo que o trairia com o melhor amigo, mas é muito menos ‘mulher’ que a Addison.
    Se ele a trocar, vai ser bem merecido. Apesar de que eu gostaria de vê-los finalmente felizes….e não só no final do seriado.
    Alex e Ava (Rebecca) foram sem dúvida o ponto alto do episódio. Ele ficou decepcionadíssimo, e ela vai ter que se desculpar bonito ali. Mesmo assim eu adoro a personagem. Gostava muitíssimo da ideia dos dois juntos, mas pelo visto isso não será possível. Mas eles deveriam pelo menos se acertarem e ficarem amigos de verdade. Eu queria que ele tivesse alguém de verdade para ele, pq aqueles outros quatro são uma vergonha.
    Cristina é de longe a que eu mais estou gostando já a algum tempo. Como eles farão para separa-la de Burke? Pq ela o ama, disso não tenho a menor dúvida. Apesar de que ele deveria entendê-la melhor.
    E acho que terei que dar um jeito de baixar o último episódio. Arf! As aulas tinham que começar bem na próxima segunda!?

  4. Maria Vieira

    concordo com algumas coisas q foram ditas… mas gostaria de deixar aki o q eu realmente gostaria q acontecesse: 1º a Addison nao deveria ir embora e se enfiar nakela serie sem futura (rs), na minha opiniao esta mais do q na hr do Derek deixar a mer e voltar para a Add. A Mer está muito imatura e k pra nós akele sonho de homem merece uma mulher a altura.Mas se por acaso Derek tiver q ficar com mer, pois é a protagonista, q add ficasse com Alex… mais ir embora nao. 2º George e Izzie, tem dó né!!! ta na hr da Izzie arrumar o q fazer e parar de querer sempre o q nao pode… esqueceu tao rapido um amor tao profundo e mais uma vez k pra nós…. o george… fala serio…. ele sim deveria ter saido. Nao importa o que Isaiah falou, nao estou colocando isso em questao, mas como ator ele é muito melhor q TR e na serie Burke era muito mais importante. Tenho todos os episodios e sou fanatica mesmo por Grey´s, e assito e assisto e reparei q só 2 epi com relação ao George foi importante: o da cirurgia no elevador e do pai dele. 3º Seja qual o futuro de Cristina, tenho a certeza q vamos continuar vidrada na historias dela, pq alem de otima atriz ela tem umas respostas memoraveis. 4º Acredito q Bailey realmente nao mereça nessa temporada a chefia, pois ela realmente escorregou um pouco, vejam bem, nao me entendam mal, ela é perfeita, mas como apagarao a coitada nessa temporada, seria merecido q outra pessoa conseguisse a chefia e ai entao a Bailey voltasse com tudo na 4ª temp. Mas vamos aguardar pra ver o q vem pela frente e torcer para que grey´s volte a ser grey´s e que continuemos colados na telinha esperando o prox ep.

  5. Francisco

    Na comunidade de Grey’s no Orkut foi dito isto: “Meredith sempre foi sozinha na vida: a mãe negligente, o pai a abandona, não tem irmãos, a melhor amiga é fria…” Ela não sabe se relacionar. Ela tentou fazê-lo, mas se deu mal: Derek diz que não quer mais respirar por ela; Susan, que estava ajudando ela e o pai a se reconciliarem, morre; e o pai, num ato de desespero, trata a filha daquela forma, culpando-a pela morte de Susan.
    Ela não sabe o que fazer agora. Não quer saber de mais ninguém. Não quer se apegar ao Richard (”Você não é o meu pai!“) porque tem medo de perdê-lo também. A maneira como ela age é mais que normal, por tudo que ela passou. Ela é dark & twisted.

    continuo falando disso aki:
    http://www.seriesholics.wordpress.com

  6. Eric,

    Seus reviews são realmente incríveis, bem como já sei algumas das perguntas que você fez no final, vou falar o que eu queria.

    1º Que a Addison não saísse, concordo com vc a ´cena dela com a Callie me fez dizer na hora “ela não podia sair”.

    2º Queria que a Callie deixasse de ser tão boazinha e começasse a ser má, como todos foram com ela durante a série. Aliás a única amiga que ela tinha vai sair da série como ela vai ficar agora.

    3º A Mer já apanhou demais da vida (pai, mãe, namorado, etc..) ela podia começar a crescer um pouco, quem saber até ficar um pouco má (no bom sentido).

    4º Alex e Ava, queria que continuassem o relacionamento, e pra resolver o problema de um persongem que não fosse do ambiente do hospital, ela podia arrumar um emprego lá, ela tá sem rumo mesmo.

    5º George e Izzie, acho legal o relacionamento dos dois, mais parece que não convenceu. Não sei o que eu queria que ocorresse, quem sabe se eles tirassem férias juntos. hehehe

    6º Derek e McSensual, queria que a amizade deles voltasse, acho que tá começando a acontecer não tenho certeza.

    7º O chefe devia continuar chefe e aí resolvia o problema. O que vai acontecer com o chefe se ele aposentar mesmo?

    Só mais um comentário, o pai da Mer qdo deu um tapa nela estava no calor do momento (embora se fosse outro medico eu duvido que o tapa ocorresse), mas agora ele foi pura e simplesmente cruel, sem necessidade.

  7. Desculpe.. mais uma coisa.

    A Ava, quer dizer Rebecca parece ter personalidade forte, quem sabe trazê-la para o eps como uma vilã não fosse legal? Essa era a primeira proposta para a Addison não era?

  8. Thiago FLS

    O que eu achei engraçado é que Allan Heinberg, que já escreveu algumas HQs como Jovens Vingadores e Mulher Maravilha, deu aos alpinistas os sobrenomes dos seus colegas Brad Meltzer (Arqueiro Verde, Liga da Justiça) e Judd Winick (Batman, Renegados).

  9. Eric Fernandes

    Simone,
    Sobre o Derek, acho que a postura dele não é a mais correta, mas o problema é a Meredith que não o exclui. Vimos no episódio pelo menos duas tentativas dele querer fazer parte dos problemas dela, mas ela não deixou. Ele está todo desiludido e seria fácil demais ele ir embora, mas não é.

    Barbara,
    Adorei o fulaninha! Rererererererere
    George e Izzie, bom, não sei o que esperar dessa dupla. Sinceramente, do jeito que ta não dá pra ficar. Sobre a separação da Cristina e do Burke, aguarde. É de partir o coração.

    Mica,
    Você soltou os cachorros, heim? Hhahahaha
    Desabafou geral. Concordo com a maioria das coisas que disse e também gostaria que desse certo entre Alex e Ava (aka Rebecca). Acho que será difícil alguém arrumar uma namorada/do de fora do hospital. A própria Shonda já descartou essa possibilidade a algum tempo atrás, mas o Alex precisa de algum especial sim. E como disse para a Barbara, a separação entre Cristina e Burke é de partir o coração. Sandra Oh est…bom..espere e verá.

    Maria Vieira,
    1°: Infelizmente a Addison já foi, hehehehhee. A meredith ta imatura daquele jeito pq tem sempre que ter alguma coisa errada entre os protagonistas. Isso me deixa chateado. 2°: Sobre Izzie e George, concordo que está muito chato isso mesmo. Já falei tanto deles que nem mis nada novo a acrescentar! 3°: Sim, sim. A Cristina é uma das personagens mais interessantes dentro do show e independentemente do que acontecerá, sempre terá excelentes momentos. 4°: Realmente a Bailey foi pouco requisitada nessa temporada e isso foi um tremendo erro. A personagem é a alma viva dentro da série e poderia fazer milagres. Se ainda não viu a finale, não perca. Eu gostei muito.

  10. Eric Fernandes

    Francisco,
    Eu não compro essa idéia. A maneira que ela aje não é a mais normal. Essa que ela não sabe se relacionar não motivo para todos esses erros. Eles criaram uma Meredith fraca e sem personalidade. Imatura e infeliz. Quando que vimos a Meredith feliz nessa temporada?Concordo sobre ela e o Richard. Ele está tentando criar uma barreira mesmo, já que definitivamente, agora ela está sozinha. E adorei seu blog. =P

    Fê,
    Obrigado.
    O que eu mais gostaria de ver era a Callei partindo pra cima da Izzie (igual ela faz com a Meredith aquela vez). Não seria hilário? Mas primeiro ela ter que perceber se vale a pena continuar com aquele projétil de marido. Realmente, bem que George e Izzie poderiam tirar umas férias juntos. Não iria achar nada ruim … =P
    A amizade entre Derek e Mark, concerteza, será destaque na 4ª temporada. Essa 3ª temporada foi um ano de transição para esse relacionamento.Espero que isso aconteça. Se o Chefe Webber aposentar, ele sai da série =P. Ma aguarde o próximo episódio e verá!! Sobre o tapa na Meredith, o pai dela estava bêbado e ainda estava sobre efeito da enorme carga emocional do dia anterior. Sobre a Rebecca voltar a série, bom, acho difícil. Ainda mais como uma vilã. Por mais legal que poderia ser, acho nula essa possibilidade. Sim, a proposta inicial da Addison era ser a bitch da série. Mas aconteceu o que ninguém imaginada: ela criou mais afetos que a protagonista e a Shonda não aprofundou tanto na idéia dela ser a grande vilã da série, o que foi ótimo.

    Thiago FLS,
    Nossa, não sabia. Valeu mesmo pela dica!!

  11. Paula

    Meredith = insuportável (“oh, céus! oh, vida! oh, azar!”). Já estou torcendo para a irmã pegar o Derek..
    Izzie = chata, chorona e meio vadiazinha (dando em cima com tudo de homem casado)
    George = umpf
    Karev = ok. Se vira sozinho (sem precisar dos três patetas – George, Izzie e Meredith), e têm tido mais chances de aparecer.
    Sloan = ok, faz o que tem que fazer, dentro do seu limitadíssimo personagem.
    Chief = ok, deveria aparecer mais
    Derek = ok, ainda mais agora que vai se livrar da hiena Hardy
    Burke = ok, mas já está de saída, então…
    Addison = graaaaande perda para uma série já em decadência
    Bailey = inteligência, competência, carisma
    Cristina = inteligência, competência, carisma, humor, charme, etc etc. Entre as melhores personagens de tv já feitas.
    Callie = inteligência, ousadia, charme, atitude, competência… muita mulher pro caminhãozinho(inho) do George.

  12. lucas

    Greys teve uma temporada muito fraca e chata q teve isso evidenciado com izzie e george.. a pior coisa q poderia acontecer… a propria atriz q faz izzie ficou insatisfeita..

    callie otima e precisa dar um pontapé no chato george…

    derek teve seus chiliques e duvidas sobr meredith, entao acho q ela tem o direito de se isolar, ele fez o mesmo.

  13. Simone Miletic

    Paula: amei!

    Você resumiu muito bem o que eu acho!

    Eric: é que estão forçando muito a barra com a Meredith hardy, eu não aguento…

    Beijos

    Si

  14. Eric Fernandes

    Simone,
    É pois é.

    Acho que Grey’s Anatomy precisa terminar a temporada logo. Todo mundo já ta irritado com essa série! Rererere

  15. Mica

    Mas os chiliques do Derek foram em menores quantidade e geralmente superados logo. Já a Meredith vive em constante estado de chilique. Aliás, ela é uma ‘chiliquenta’ crônica.

  16. Francisco

    O Derek tá sofrendo tudo que ele fez a Meredith sofrer ao longo da série. Tá com ela, e esquece de contar que é casado. Durante o casamento, fica dando emcima dela, insinuando que quer voltar… Depois, a disputa com o Finn, pra depois sair da briga. A Meredith já sofreu demais pela Derek, e tem que seguir a vida dela sem ele…

    Eric, valeu ;D
    tamo só começando lá.. espero que possa visitar sempre ;D

  17. Mica

    Acabei de assistir o último episódio (já que perderei na próxima segunda). Estou chorando aos cântaros…

  18. Eric Fernandes

    Mica,
    Eu te avisei que era de partir o coração….

    Só responde se gostou: Sim ou não? Quero teu comentário completo no próximo review!! :P

  19. Lourdes

    Esse episódio não conseguiu me segurar no sofá, então para mim não foi bom. Sou viciada em Greys mas essa temporada me deixou desanimada, não é mais a mesma coisa…… com esse seu review Eric, fiquei com vontade de assistir e prestar mais atenção (forçada, mas tudo bem), então estou baixando para poder ter mais opinião… agora qdo aparece o George ou a Izzie não dá para ficar assistindo, não sei pq continuam insistindo na dupla…

  20. camila*

    eu gostei do episódio…mas não estou gostando muito dos rumos do casal protagonista…a meredith sempre foi chata e problemática mas eu acho que estão forçando muito agora, mesmo assim, concordo com quem disse que parece que o derek é meio covarde e que quando as coisas complicam muito ele cai fora…
    pelos comentários que eu li, o final de temporada vai ser punk…

  21. M...

    concordo com tudo o que foi dito sobre a série esse ano ela deixou muito a desejar foi muito chata as vezes e ate cançativa em algumas partes principalmente as que tinha os chatos de toda a temporada a izzie e o george, deveria ter demitido sim o george ele é um grande pê no saco, falo a real pra vçs se tiver na proxima temporada esse mesma merda do 2 citados a cima vou para de asistir a série…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account