Log In

Reviews

Review: Grey’s Anatomy – I Will Follow You Into the Dark

Pin it

Grey's Anatomy - I Will Follow You Into the DarkSérie: Grey’s Anatomy
Episódio: I Will Follow You Into the Dark
Temporada:
Número do Episódio: 95 (5×17)
Data de Exibição nos EUA: 12/3/2009
Data de Exibição no Brasil: 25/5/2009
Emissora no Brasil: Sony

Ao que tudo indica, as mulheres da série vão seguir seus companheiros na escuridão.

Cristina ainda quer ficar ao lado de Hunt, mesmo que ele tenha seus ataques (possivelmente estresse pós-traumático), e ele vê em si mesmo uma fonte de ameaça para ela. Talvez pelo fato de ter ficado muito tempo longe da “calmaria” e de mulheres, ele não se sinta confortável, mas seu maior problema é assimilar tudo o que aconteceu quando estava no exército e de certa forma esquecer isso.

Meredith por muito tempo fugiu de Derek. Ela já tentou se matar, ficou com presa à uma bomba, já mentiu… já fez de tudo, mas dessa vez, ela não está fugindo, ela está ao lado dele. E pela primeira vez a situação se inverte, ele foge dela. Agora, será que é possível culpá-lo? Pois é um trauma grande, mas não seria a hora de usar isso para progredir, como pessoa e como médico? Acredito que as resposta não sejam tão simples assim, mas sei que Meredith não vai desistir tão fácil, afinal foi a personagem que mais progrediu na série.

Izzie de certo modo quer “seguir” Alex, porém ela sabe que talvez não tenha essa chance, basta ver as cenas em que imaginava os personagens mais velhos, mas em nenhum momento ela se imaginou mais velha, interagindo com eles, o que já indica que não importa o que aconteça com a paciente X, ela já aceitou.

Acham que sempre que diagnosticarem um paciente com sentença de morte, haverá um prêmio?

Vocês foram médicos, esse é o prêmio.

Grey's Anatomy - I Will Follow You Into the DarkE falando mais uma vez de atuações, é incrível como Sandra Oh consegue nos emocionar só com o olhar, sem falar nada. O que foi aquela cena final, com Izzie lhe contando o que estava acontecendo com ela? Nem de lágrimas precisou.

Outros pontos interessantes:

• A carreira de Karev finalmente está sendo desenvolvida, depois de todo o drama com Rebecca, é bom ter uma história só para ele, que não seja romântica.

• Interessante George ser o único a notar algo de estranho em Izzie e sua paciente X.

• O chefe grita muito.

• O discurso de Lexie sobre a morte da sua mãe, foi finalmente a redenção que a personagem precisava, sem contar, que ela é outra personagem feminina que não pretende abandonar seu companheiro.

Músicas do episódio:
Metric, “Front Row”
Rachel Yamagata, “Duet”
Shady Bard, “Treeology”
Piers Faccini, “A Storm is Going to Come”

Séries citadas:

5 Comments

  1. thiago machado

    Ótimo episódio. A cena da Lexi falando da morte da mãe para a Izzie é excelente.

  2. ~vivi

    Achei tudo nesse episódio muito tocante. Desde a Torres e o Hunt tentando convencer o Derek (e no final das contas eles foram convencidos e ficaram por lá tomando cerveja) até a cena final em que eles todos estão internando a Izzie.
    Demais, foi um dos mais emocionantes ever.

  3. Patrícia

    Eu acho que a Vivi aí em cima colocou um comentário sobre o episódio dessa semana, um depois do citado na Review… mas gostei dos dois… a série está ficando mais interessante sem umas histórias absurdas como aquela do fantasma…

  4. Amanda

    “Acham que sempre que diagnosticarem um paciente com sentença de morte, haverá um prêmio? Você foram médicos, esse é o prêmio.”

    Muito bom, esse episódio foi uma lição de vida. Quanto a interpretação de Sandra Oh, realmente, fantástica. Cristina que tanto fugia das emoções, cresceu muito. Vide o último episódio da 5ª temporada.

    Agora, Patrícia, não era um fantasma, era o tumor de Izzie criando alucinações, por estar localizado no cérebro… A trama foi longa, encheu o saco, mas não foi absurda, tem sentido.

  5. Camila

    Derek… Acho que pela primeira vez ele está mostrando oficialmente aquilo que eu sempre achei dele. Que ele não passa de um grande covarde com complexo de deus. Ele errou, se fosse tão deus quando achava que era ele seguia em frente e progredia, mas ele é um covarde e quando finalmente a super complexada resolve ficar do lado dele ele dá um jeito de fugir disso.

    Resta saber se a Meredith vai aguentar isso de sustentar o cara mais do que a Addison aguentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account