Log In

Reviews

Review: Grey’s Anatomy – Here’s To The Future e Now or Never

Pin it

Grey's Anatomy - Here's To The FutureSérie: Grey’s Anatomy
Episódio: Here’s To The Future e Now or Never
Temporada:
Número do Episódio: 101 (5×23) e 102 (5×23)
Data de Exibição nos EUA: 14/5/2009
Data de Exibição no Brasil: 6/7/2009
Emissora no Brasil: Sony

Acredito que o grande movimento em torno desses dois últimos episódios seja sobre dois personagens que de certo modo marcaram essa temporada: George, que simplesmente sumiu, tendo alguma importância nesses episódios finais, mas nada significante, visto que o interesse de Hunt por ele, poderia render uma ótima linha de roteiro para a série, mas infelizmente, isso só aconteceu agora, no fim. E a outra personagem, é Izzie, que ao contrário de George, simplesmente inundou a tela com sua presença, e fez a temporada ser sobre ela.

Coincidência ou não, os atores que interpretam os dois personagens também dominaram o noticiário no último ano, com rumores referentes ao afastamento de ambos, algumas polêmicas, e a insatisfação pública com o material que eles tinham para trabalhar. Mas antes de comentar esse assunto de bastidores, vamos comentar os episódios.

Com exceção da primeira e da terceira temporada, Grey’s já tem um tradição de episódios finais duplos. O primeiro envolvendo a morte de Denny e o segundo envolvendo a morte dos fantasmas de Meredith e ela finalmente querendo uma relação estável com Derek. E agora, nessa quinta temporada, também há o envolvimento da morte.

Na primeira parte, o futuro é o tema chave do episódio, e já começa com Meredith narrando sobre o passado e sobre como ninguém consegue prever como algo pode terminar. Seria um indício de que Shonda Rhimes pretendia chocar o telespectador com alguma revelação final, que fosse ao mesmo tempo inesperada, mas também um gancho para a próxima temporada? Tudo indica que sim.

O uso de Denny nesse episódio foi mais parecido com o episódio da terceira temporada em que Meredith fica entre a vida e a morte, ou seja, fazem parte de alucinações e visões, mas em um cenário diferente, o fantasma não interage com o mundo real, apenas com a cabeça da pessoa problemática, o que faz bem mais sentido. Talvez se os roteiristas tivessem usado esse tipo de técnica no começo, essa storyline poderia funcionar desde o princípio, e não só quando Izzie finalmente percebe o que está acontecendo com ela.

A escolha de George em ir para o exército me pareceu muito apressada e mal planejada, visto que o personagem que menos cresceu e evoluiu nessa temporada, o que é irônico, já que em outras temporadas, ele tinha um tempo considerável em cena e sempre teve um centro só seu. Já Sloan, por exemplo, um personagem que sempre foi menor que George em temporadas passadas, conseguiu ter seu espaço nessa, e aos poucos foi crescendo, primeiro com sua amizade com Callie, que foi uma das melhores coisas nessas duas temporadas, e depois com sua relação com Lexie, desde o começo do namoro, até finalmente ele querendo viver com ela.

Cristina e Hunt têm, talvez, o tipo de relação mais sutil da série nesse momento, eles não fizeram juras de amor nesse episódio, mas era claro a preocupação que o sente pelo outro, e isso, à vezes, vale mais do que palavras gritadas ou lágrimas nos olhos.

O episódio final da temporada começa com Meredith narrando sobre o viver no agora, sem se preocupar com o futuro, ou seja, um contraponto do episódio anterior, onde os personagens discutiram seus futuros e tomavam decisões baseadas nessas discussões. Mas agora, o que importa, para esses mesmos personagens é tomarem decisões imediatas, e viver o presente completamente, esquecendo o passado e presente um pouco.

No primeiro episódio dessa temporada, a narração de Meredith falava sobre contos de fada, e ela dizia como os contos de fada do mundo real são péssimos, pois tudo começa ótimo, mas no fim não há o “felizes para sempre”, mas sim apenas um momento de felicidade, que não dura muito, e a tristeza volta. E é isso que vemos com Izzie nessa reta final, o episódio começou com ótimas notícias para ela, mas no fim nada disso durou, foi apenas algo momentâneo. Além disso, foi interessante o uso de ligar o começo da temporada com o fim, usando a paciente de Izzie em que a sua memória só durava cinco minutos, levado a Izzie inventar uma desculpa, para amenizar a dor dela e das pessoas ao seu redor, mas pelo que vimos, o mesmo não pode ser feito por Izzie, pois não houve apenas o problema com a memória, mas sim um problema com a vida dela como um todo.

O casamento de Derek e Meredith, talvez tenha o sido o mais apropriado para os dois, principalmente para ela, que foi a personagem que mais evoluiu durante todo esse processo entre quarta e quinta temporadas, e isso pode ser traduzido com um simples diálogo entre ela e Cristina:

Você realmente mudou.

Talvez eu tenha mudado.

Grey's Anatomy - Now or NeverE falando em Cristina, finalmente sua relação com Hunt saiu do modo sutil, como no episódio anterior, e eles fizeram suas juras de amor. E fizeram na sala de ventilação, que pode ser considerado para eles, o mesmo que o elevador é considerado para Meredith e Derek.

Bailey mais uma vez recebeu um material bem clichê em mãos, visto que seus problemas com o casamento sempre foram nesse nível, mas de novo, Chandra Wilson conseguiu se superar e conseguiu sumir com esse clichê, e transformar aquela solução em algo crível para a personagem, mesmo que seja uma solução um pouco tardia, ela já deveria ter se separado há algum tempo atrás.

Alex e a mulher que foi salva pelo paciente desconhecido, talvez tenham sido os dois únicos personagens nesse episódio a se preocuparem com o futuro. Ele, tendo que visualizar um futuro em Izzie continue com aquele problema de memória e todas as conseqüências disso, e ela, a mulher salva, vendo como sua vida poderia ter sido diferente se aquele homem realmente fosse seu príncipe encantado, mas que de certo modo, ele estivesse vivo.

A discussão pró guerra e contra guerra, infelizmente não saiu do lugar comum, onde quem defende é porque ou viveu nessa guerra, ou perdeu alguém para ela, e quem condena, ou é por realmente achar que guerras não são soluções para nada, ou porque não querem ver alguém muito próximo delas, se aproximar desse tipo de batalha.

A revelação final, do paciente ser George, talvez tenha sido inesperada para muitas pessoas, mas acredito que o maior efeito dramático tenha sido graças a atuação de Ellen Pompeo, quando Meredith finalmente decifra o 007 (ótima sacada da roteirista, em relembrar o apelido do George do primeiro episódio da série), pois o personagem sumiu durante tanto tempo, que parece que sua ausência não será sentida.

Por fim, a cena de Izzie no elevador e George fora dele, pode ser interpretada de várias formas, mas nada ainda está decidido quanto aos personagens, mas quanto aos atores, isso já foi decidido há algum tempo:

Grey's Anatomy - Now or NeverSegundo o Entertainment Weekly, T.R. Knight não renovou seu contrato para a próxima temporada, ele disse que deixar Grey’s não foi uma decisão fácil e que estava muito grato pela série e pelo apoio dos fãs. Saindo da série, ele apresentará uma peça na Broadway, uma releitura da peça Lend Me a Tenor.

Já Katherine Heigl renovou seu contrato para a próxima temporada, ainda não se sabe se a renovação foi pela temporada inteira, ou só por alguns episódios, nem se sua personagem vai sobreviver ou não. Tudo o que foi noticiado é que ela já assinou o contrato.

Bem, agora acabou. Essa rodada de reviews foi minha primeira contribuição com TeleSéries, então sei que ainda tenho muito o que prender com os outros críticos daqui, mas espero que tenham gostado, mesmo quando não apreciem muito o que eu critico ou o que eu elogio, mas o importante é sempre manter a discussão e sempre ter argumentos. Até a próxima temporada.

Músicas dos episódios:
Joy Williams, “Charmed Life”
Katie Herzig & Matthew Perryman Jones, “Where the Road Meets the Sun”
Sugarplum Fairies, “Hold on to me”
Ingrid Michaelson, “All love”
Missy Higgins, “The Battle”
Hollywood, Mon Amour, “Flashdance… What a Feeling”
Greg Laswell, “Off I Go” (música da montagem final do episódio)

Séries citadas:

30 Comments

  1. Daniela Oliveira

    Episódio MUITO bom! Adorei. O que foi?aquela revelação? OO7? Quase morri do coração. Fantástico.

    A Izzie não pode morrer!!!!

  2. eloisa

    nao sei se e pq eu nao gosto da izzie, mas essa temporada me cansou ainda mais de ve-la, sera q ela e realmente tao importante para a serie girar ao redor dela? eu nao acho.
    achei bem mal feito a chegada do george como o desconhecido atropelado, do nada ja aparece assim, nao gostei, apesar q a revelaçao de que era ele foi impressionante.
    eu amo o casal cristina e owen, eles tem uma dinamica incrivel, eles tem muito oque crescer juntos, amo a historia dos dois, pra mim o ponto alto dos ultimos episodios, finalmente eu nao sinto mais falta do Burke.
    eu querooooo eu casamento de papel passado do derek e meredith hehehe claro assim foi lindo e romantico, mas eles tem q casar de verdade
    e agora e esperar ate ano q vem quando a dona sony decidir passar a nova temporada.

  3. Neto Paes

    Verdade, o impacto da Meredith gritando “Oh God! Oh God!” quando descobriu que George era o paciente foi demais! Deu um desespero…

  4. Thalita Freitas

    Verdade o momento que Meredith descobre é muito incrivel. Uma parte mto besta do episodio mais que eu adorei foi qdo a Meredith disse que amava a Cristina, bobinho mais eu adorei.

  5. Everton

    Fazia tempo que eu não levava “um susto” numa série… a cena quer a Meredith identifica o george foi demais (acho que o ultimo susto tinha sido Lost na morte da Libby e Ana Lucia…)

  6. matheus lemes

    Bom pelo menos a shonda disse a verdade que o resumo da temporada e algumas respostas estavam no season premeare…o acidente de carro , nao foi do der mais do george, a Izz no elevador encontrando o Deny e ai tb mostrou que o deny iria aparecer no restante da temporada…no final era o george.
    A cristina tendo um relacionamento novo , aquela paciente da Iz se lembram ela esquecia em alguns minutos o que acabara de acontecer…e acabou acontecendo isso com a Iz tb.
    Der e mer querendo casar e eles ficaram noivos durante a temporada …realmente tudo estava la no ep. 1 e 2 do comeco da temporada .

  7. Thayse

    Bom, vou postar o comentário que fiz em outro blog:

    Eu adoro o George desde o início, sempre foi o meu preferido!! Eu estava sentindo muito a falta dele nessa temp, mas como já tinha lido por aí que o TR ia sair, achei que era por causa disso. Não senti o sumiço dele na SF, justamente porque ele já estava sumido a temp toda, não achei nem um pouco estranho. Também (posso ser a maior tapada do mundo, mas vá lá), não achei em momento algum que o desfigurado fosse alguém conhecido, que dirá o George!! Não achei que “tava na cara” (com o perdão do trocadilho) em momento algum, achei que era apenas um personagem chocante, um politrauma daqueles que aparece pra movimentar de vez em quando (semana passada mesmo teve aquele com os universitários). Não estranhei quando o Chief falou que tinha mandado o George ficar com a mãe, não estranhei do desconhecido querer escrever algo, nada, nada!! Não sei como pôde isso, mas foi o que foi, e só serviu mesmo pra eu ficar arrasada, e chorar por todo mundo aqui que não chorou nada! Quando o desconhecido começou a escrever o 007 na mão da Meredith, no segundo 0 eu entendi que era o George ali, e desatei a chorar desesperada!!! Sério!! Quando a Mer finalmente se tocou, eu já estava chorando litros, em absoluto desespero!
    E eu não conseguia parar de chorar!! Nem consegui ver o resto do epi direito, só lembro da cena do elevador, que me fez chorar mais ainda. Depois fiquei lá, chocada, chorando, com as mãos no rosto, sem acreditar no que tinham feito com o George. Estou inconsolável com o final monstruoso que deram a ele. Sério, gente. Queria tirar o personagem, tudo bem, mas mandasse pro Iraque, ou fizesse ele largar a medicina, mudar de hospital, qualquer coisa. Mas não cometesse uma crueldade dessa.

    Quanto à Shonda, entendo apenas o porquê dela ter diminuído a participação do George nessa temp, pois caso contrário a gente notaria a falta dele de cara e não teria o fator surpresa, que pelo menos pra mim funcionou até demais (depois eu não conseguia dormir, só pensando no que tinham feito com o George). Mas não consigo entender de modo algum a necessidade de fazer uma mosntruosidade dessa com o personagem. Shonda Rhimes te desprezo!!
    E agora, o que vai ser esse epi 6×01????

    E ontem assisti à reprise, e chorei de novo… buáaaa!!

  8. Camila Oliveira

    Eu estava fugindo de todos os spoilers sobre a próxima temporada, mas o final do texto foi brochante para mim.

    Depois que eu me recuperar da descoberta eu comento o episódio.

  9. eloisa

    Thayse
    vai ver a shonda teve umas aulas com os roteiristas de er q adoram matar personagens hehehe
    eu tb adorava o george, meu favorito, sempre foi, preferia q a izzie saisse e ele ficasse, mas fazer oq ne……

  10. Caio

    Admito que nunca dei muita bola pra atuação da Meredith, mas a reação dela ao perceber que o John Doe era o O’Malley me marcou. Ela expressou perfeitamente o choque da situação.

  11. Aline

    Achei o episódio muito bom, já vi SFs melhores e pra mim o 100º episódio ainda é o melhor da temporada, mas enfim.

    Entrei em desespero quando vi a Izzie perdendo a memória recente. Deu muita pena do Karev. Quando ele finalmente consegue ser feliz algo tinha que acontecer. Mas como a Heigl renovou eu acredito que a Izzie vai sobreviver, até porquê tem que ser ela ou o George por causa do elevador.

    E putz, eu nunca imaginei que fosse me importar com o George, mas acabou que fiquei super apreensiva com a história do 007 – que foi uma sacada muito boa. E a Ellen vem crescendo a beça como atriz, ela deu o tom certo quando descobriu que o cara desfigurado era o George.

    O casamento da Meredith e do Derek foi bem eles, bem bleh, bem sem graça. Só acho que os fans do casal mereciam coisa melhor, mas como eu não me enquadro neste grupo por mim tanto faz.

    Sou muito mais Cristina & Owen, ótimos! Adorei! Adorei! Realmente a sala de ventilação é o lugar deles e todas as cenas ali são ótimas. E ela indo visitar a mãe dele junto com ele foi muito legal.

    Chandra esteve ótima como sempre tanto nas cenas dramáticas quanto nas cenas cômicas. Ela com os aparelhos de cirurgia foi demais.

    Só achei engraçado que eu vinha chorando em todos os últimos episódios de Grey’s e agora na SF eu não chorei. Talvez porque eu já sabia dos contratos…

    Ahh e muito bom 3 coadjuvantes que eu adorava em outras séries de volta em GA :D

  12. Jubs

    Olá!
    Eu gosto mto do personagem do George e adoro mesmo a interação dele com a Izzie, eles são melhores amigos e se conhecem de verdade. Gostei mto do final e apesar de estranho, a cena q mais gostei foi qndo a Izzie e o George conversam, isso porque, apesar da cena ser curta, fazia mto tempo q eles não interagiam dessa maneira (poxa a izzie doente metade da temporada e só no último episodio q ele conversam como antigamente!); gostei da cena tb pq eles resgataram coisas de outras temporadas (como qndo ele fala q ela é uma “doer”), alias esse ep resgatou varias coisas do passado: mais obvio o 007 e qndo Karev disse q a Izzie ñ podia desistir dele (me lembrou uma cena de Meredith e Derek, qndo ela diz pra ele ñ desistir dela).
    Outras partes que gostei são obvias, como o dialogo sobre a mudança da Grey e a Cristina no final abraçando ela; me emocionei com Arizona contando sobre o irmão (menos a parte de que são os soldados q fazem a gente durmir em paz na cama… blah mto americano, mas o fato de que por falta de médicos q o irmão dela morreu me emocionou); Miranda com o Chefe contando sobre o últimato do marido e (ela é uma ótima atriz) dava pra ver na cara dela todos aqueles fatos vindo a consciencia pela primeira vez e a decepção de ñ poder viver aquilo q imaginou pq seu marido ñ a apoia; a cena da Cristina flando Eu te amo por Owen (de como ele tirou a pedra de gelo do coração dela e q ela ñ pode respirar sem ele! ah tão romantico!); é claro, a cena q grey descobre q o John Doe é o George (a reação dela foi mto real); e a cena final (já disse q adoro o george e a izzie interagindo) deles se olhando, ela com o vestido de formatura (mais uma referência ao passado da série) e ele de uniforme militar (algo q ñ chegou a acontecer de verdade).
    Esse final foi mto bom e lembrou os bons tempos da série, alias essa temporada inteira foi mto boa (mto melhor q a 4ª), só fico triste com a saida do george, mas principalmente com a forma q ele vai sair (desfigurado e todo ferrado) ele podia voltar pra alguns eps, pra pelo menos ter um final digno, mas a gente já sabe como as pessoas saem de Grey’s(esse é o maior defeito da série..)
    Agora só ñ sei como vou aguentar sei lá qntos meses pra ver o desfecho!

  13. Marcos Almeida

    Excelente fim de temporada. Como eu já sabia que o cara acidentado era o George, o impacto quando o vi foi bem menor que se não soubesse, mas nada que a atuação de Ellen Pompeo não consertasse. Muita gente fala mal da atriz (que eu sempre considerei ótima para o papel), mas a tuação dela foi excelente, na medida certa e conseguiu me impactar.

    Outros bons momentos:
    ***O diálogo entre Mer e Yang, em especia a delcaração de amor e o abraço das amigas;
    ***A cena final do elevador. Como bem disse o Lucas em seu review, ela dá margem para diversas interpretações. De qualquer maneira, foi muito bem feita, ainda mais que o elevador é quase um personagem na série, local de grandes cenas.

  14. Lena

    Eu não me lembro de ter chorado tanto vendo um episódio de qualquer série quanto neste. Nossa, nem quis ver a reprise pra não passar por tudo aquilo de novo!

    Episódio simplesmente MARAVILHOSO! Deu até pra esquecer as instabilidades da série ao longo dessa 5ª temp.

    Destaques foram vários:
    – Karev mais humano que nunca, lutando pela recuperação da Izzie (Quem não morreu de pena dele?)
    – Cristina e Hunt finalmente se acertando(Adorei o “você me traumatizou!” logo depois do “eu te amo”)
    – O “casamento de post-it” fofinho de Mer & Der
    – O show da Chandra Wilson dividida entre família e trabalho
    – A decisão IMBECIL do George de se alistar no exército (e sim, muito precipitada na história)…

    Mas fiquei completamente chocada com a descoberta do George ser o paciente desconhecido. Tudo foi contado de uma forma completamente verossímil: todos chocados com o alistamento de George, George em cirurgia, todos armam para convencê-lo a não ir assim que ele sair da cirurgia, Chefe dizendo que na verdade o liberou mais cedo para ficar com a mãe antes de ir para o Iraque,… até a revelação final! Eu não tinha lido nenhum spoiler sobre isso e levei um SUSTO quando ele conseguiu escrever “007”! Juntando com a reação da Meredith em pânico, foi um momento de agonia eterno! Absolutamente muito bem feito!

    A Ellen melhorou muito, não há dúvida. Assim como a temporada, que passou por aquele período boring do Danny fantasminha, foi ganhando ritmo depois e terminou agora de forma tão avassaladora!

    Fiquei triste do TR ter saído, eu gostava do George e achava que ele merecia algo melhor do que ser apagado durante uma temporada inteira antes de deixar a série.

    Essa notícia é 100% confirmada?

  15. Any

    Não sei nem por onde começar a comentar o episódio.
    Eu já tinha lido meio por cima do acidente do George, mas só me toquei no meio do episódio que podia ser ele. Ainda assim fiquei chocada com o que fizeram com ele. Adorava o George e achei muito “ER” essa saída.
    Merê descobrindo que era ele foi perfeito. Nunca gostei da personagem mas era realmente melhorou nessa temporada.
    O casamento dela com o Derek foi lindo, mas ainda acho que eles tem que casar de verdade. Vá, post-it? Parô a palhaçada!
    Yang e Hunt é o melhor casal de todos os tempos. Amo todas as cenas deles.
    E finalmente, Bayle deu um show, como sempre. Chorei litruz com ela. Mais que com a Izzie morrendo (ou não), mas por mim ela podia ir com o Denny, já foi tarde. Só morro de pena do Alex.
    E acho que esqueci metade do que queria comentar, mas foram muitas emoçoes pra um dia só. E fato que não esperarei a Sony resolver passar a próxima temporada.
    ufa, cansei.

  16. Tati Siqueira

    Excelente fim de temporada, do começo ao fim, teve um ou outro episodio em baixo nivel, mas de geral foi excelente;
    Nesses 2 episodios teve tantas cenas lindas e emocionantes que fica dificil comentar somente uma;
    *Bailey agindo como criança com as máquinas na cirurgia
    *A mesma chorando como criança com o chefe;
    *A briga da Callie e da Arizona(muito complicado os dois lados)
    *O desespero do Karev com a memoria curta da Izzie(Juro que na hora veio o filme como se fosse a 1º Vez, eu amo esse filme)
    *O Sloan que definitivamente não sabe pedir a “Pequena Grey” em casamento
    *A amizade linda de Cristina com a Meredith, adorei a cena onde ela diz que ama a Cristina, e a mesma diz que ela mudou mesmo;
    *O casamento a lá Meredith e Derek; Não é o casamento ideal, mas é o jeito deles
    *Juro que não me passou nunca pela cabeça até a Meredith gritar que o 007 era o George, Oh My God(gritei junto) – Não sei se merecia um final desse o Ator;
    *E o sofrimento da Izzie, ai deus……que dó, xinguei tanto o Alex ao gritar com ela, sem saber que isso era a palavra chave para a memoria dela, e a imagem dela na praia, lugar tranquilo, em paz, sereno, enfim um paraiso para ser desfrutado em vida nas férias e não em sofrimento; Chorei Muito com ela desfalecida nos braços de Alex;

    Enfim muita coisa junto em dois episodios magnifico; Agora é aguardar até fevereiro(pela Sony)ou setembro pela Net;

    Lucas parabéns pelos excelentes textos

  17. Tati Siqueira

    Só esqueci de falar do Casal Cristina e Hunt, finalmente acertaram os ponteiros

  18. Felipe Trigo

    Eu sempre achei a Ellen Pompeo uma chata!
    Feia, com cara de metida, cheia de exageros desnecessários….

    Mas, aquela cena mudou tudo.

    Foi o “Oh my God” mais real q eu já vi na telinha. Fiquei totalmente sem reação.

    Só por aquela cena, ela merece o Emmy, o Globo de Ouro e qualquer outro prêmio q apareça!

  19. Danilo

    Ana Paula.
    Não tenho certeza, mas acho que vai ser dia 24 de setembro.

    Assisti faz um tempo, não lembro do episódio todo. Mas as cenas finais me chocaram quando eu assisti, já que eu não tinha percebido que era o George (sim, sou meio lento e não tinha visto nenhum spoiler). Foi uma pena ter pouco George nessa temporada, já que pelo jeito foi a ultima dele. :(
    Mesmo assim, foi uma das melhores season finale da série.

  20. Thayse

    Bah, GA na Sony só em fevereiro??? É pra morrer.

    Enfim, GA copiando House (cenas da Izzie e o Denny na praia), e ER (matando um colega de trabalho todo desfigurado). Blegh.

    SHONDA RHIMES TE DESPREZO!!

  21. Priscila Karen

    AMEI o final da temporada. Já assisti a um tempo, mas ainda lembro de tudo!

    *Eu SEMPRE gostei do Alex com a Izzie, sempre preferi os dois juntos! Lembro bem quando eles estavam bem, o Alex foi levar um bolinho pra ela fora do hospital e chegou a ambulância com o Danny ¬¬’ Agora que eles estão tão apaixonados um pelo outro, e ele mostrou todo o amor que sente por ela (ele amadureceu bastante), ela tem que viver. Espero que sim…
    *Eu não esperava MESMO que o John Doe fosse o George, quando a Meredith descobriu, eu chorei TANTO, mas TANTO! A carga emocional desta parte foi intensa…

    Nem vai demorar muito para começar a nova temporada (2 meses), e como não espero a boa vontade da Sony de jeito nenhum, vou acompanhar o tempo deles mesmo!

  22. Luciana

    Adorei a temporada, mas como todo mundo ja falou eu acho o George OOOOOOOOOtimo, lindinhoo e bonzinho.So queria que a Sony colocasse logo no ar a proxima temporada.

  23. Monique

    Nunca fiquei tão emocionada em um episódio de Grey´s Anatomy. Meu, quase morri de dó do Karev e a Meridith quase me matou do coração quando descobriu que o acidentado era o fofo do O´Malley. A Izzy já sofreu demais, o George é bonzinho demais…agora , “demais” é ter que esperar a próxima temporada pra saber o que vai acontecer…

  24. Milla

    Eu adoro a Izzie e o Karev!!! Ela não pode morrer!!! O Karev já sofreu demais e a Izzie o faz melhor e o fez melhor!!! É o casal mais lindo da série!!! Eu não aguentava mais aquele Denny chato!!! Que fantasma chato!!! VAI PROCURAR O QUE FAZER!!! FALA sério, ele desde o início só atrapalha!!!

  25. Anna

    Meu fala sério, vou ter um ataque se demorar muito pra passar a próx. temporada, ninguém merece!!!

    Gosto de todos os personagens, mas as aparições do Denny realmente não têm nada a ver meu!! Tomara que ele pare de aparecer na nova temporada…

    Não queria que o George morresse de jeito nenhum…Realmente foi muito forte a cena em que a Mer descobre q é ele o acidentado..fiquei totalmente sem chão…foi demais!!!

    Ai gente…alguém tem alguma certeza quanto a próx. temporada? Pq alguns falam que é Setembro, mas vi comentário sobre Fevereiro? Ninguém merece esperar tudo isso hein?

    Amo essa série, cada dia que passa, fico pnsando em como será esse desfecho. Mas se tem algo que me incomodou bastante foi o fato de o George não estar mais mesmo….

  26. Samantha

    dESCULPEM A IGNORancia, me viciei no GA há pouco tempo, então, nao entendi pq chamam o George de 007… muito obrigada.
    Tbm fiquei chocada de ver que era o George o desconhecido, tadinho, precisavam detonar assim?
    Tb fiquei achando injusto com o Alex a Izzy morrer agora e chorei muuuuuito na cena do elevador. Nem consegui dormir a noite…kkkk

    mas, que o Denny é chato, ah, é….

  27. sheila

    Foi de mais o final mais é triste de mais ainda não me recuperei do choque mais adoraria se a cristina ficasse com o preston e cada com seu verdadeiro amor adoro o george ele deveria ficar com a izzy e continuar a série com todos eles juntos novamente sem o george e a izzy e os outros que sumiram e morreram não tenho mais vontade de assistir…pois os que eu mais gostava não vão mais participar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account