Log In

Reviews

Review: Grey’s Anatomy – A Change Is Gonna Come

Pin it

Grey's Anatomy - A Change Is Gonna Come
Série: Grey’s Anatomy
Episódio: A Change Is Gonna Come
Temporada:
Número do Episódio: 62 (4×01)
Data de Exibição nos EUA: 27/9/2007
Data de Exibição no Brasil: 11/2/2008
Emissora no Brasil: Sony

Ou nos adaptamos a mudança, ou ficamos para trás.

Grey’s Anatomy finalmente está de volta e com um gostinho diferente. Muitos se perguntavam como a série viria para seu novo ano após uma terceira temporada que muitos querem esquecer. A Change Is Gonna Come promete mudanças. Desde quando liberaram o nome do episódio, meses antes da estréia, era esperado um twist no show. E ele veio. Mudanças no rumo dos personagens, no roteiro, mudanças no elenco, em resumo, uma mudança na própria série. Grey’s Anatomy busca um recomeço, um novo fôlego. Era visível que o programa estava se perdendo, tanto que até a própria criadora assumiu em seu blog oficial que o terceiro ano não foi fácil. A Change Is Gonna Come é uma promessa de que as coisas realmente vão melhorar.

Shonda Rhimes se redimiu de seus últimos roteiros (o famoso arco naval e o piloto do spin-off) e entrega um episódio muito bem escrito, sempre realçando o que a série tem de melhor. Mais uma vez, minha única preocupação são aquelas metáforas forçadas. São elas que podem dar uma rasteira bonita na série, pois, já que ela busca um recomeço, se forem mal desenvolvidas poderão ser um tremendo obstáculo nesta ‘nova’ fase do programa.

Uma das coisas mais legais deste inicio de temporada será vermos Meredith, Cristina, Alex e Izzie se relacionarem com seus internos. Nesse primeiro episódio já tivemos uma boa prévia dessa relação. Isso pode ser bem explorado e talvez seja o fôlego que a série precisa para voltar a brilhar, pois essa interação realmente funcionou. Os quatro agora são residentes e alcançaram um outro nível em suas carreiras. Uma mudança mais que necessária. George é o único repetente da turma e a mudança do personagem pelo visto será á longo prazo.

Sou o tipo de médica que deixa uma criança a convencê-la a fazer o impossível’

Katherine Heigl começa a temporada mais hypada do que nunca e o relacionamento de Izzie e George deve mesmo continuar. Depois de refletir bastante e por falta de escolha também, já estou me conformando. Aquele momento onde Izzie se declara mais uma vez para ele e lhe cobra palavras, é sensacional. Palavras que vem no final do episódio, quando O’Malley diz exatamente o que a loira queria ouvir. Lembrando que Shonda Rhimes prometeu o desfecho desta relação, para o bem ou para o mal, no oitavo episódio. E por fim usando uma certeira psicologia reversa, Izzie dá um sermãozinho importante e sensacional no seu time de internos.

Eu sou a garota do bar.

As coisas entre Meredith e Derek continuam estranhas. Ele visivelmente solitário e ela mais uma vez indecisa. A ambigüidade das últimas palavras de Meredith na igreja na season finale é prova do desgaste de uma relação sem limites e bastante conturbada. Desde a primeira cena dos dois já se percebia certa comodidade com a situação. Não houve briga e nem mesmo uma discussão. Foi um ‘término’ de namoro calmo. Calmo até demais. Eles não estão oficialmente separados, aquele break up sex me deixou com a pulga atrás da orelha, mas acredito que o Derek veio para essa nova temporada completamente diferente e isso forçará Meredith a tomar atitudes de uma vez por todas. Não dá para ficar nesse lenga-lenga mais.

Espiritualmente, a Bailey está acima todos.

Grey's Anatomy - A Change Is Gonna ComeEnquanto Callie trava uma dura batalha em impor sua autoridade sobre seus residentes, Bailey segue com o ego ferido e não lidando da maneira mais madura o fato de não ter sido nomeada Chefe dos Residentes. Acho que para o bem da própria personagem será ótimo vermos uma Bailey contrariada, sem controle. Bailey sempre teve o controle das situações e agora ela tendo que se ajustar a nova condição pode fazê-la crescer muito dentro do show. Eu sempre reclamei que a Chandra Wilson foi pouco requisitada na temporada passada e espero que não repitam o mesmo erro.

É difícil de acreditar que as mesmas pessoas que criam pérolas como ‘Mentes Perigosas’ e ‘Machos de Respeito’, conseguem fazer algo tão bacana como aquele promo que o canal Sony vem exibindo ‘Quem será a nova Nazi?’. É muito bem feito e divertidíssimo. Captou a alma do negócio. Mas afinal, quem será?

Alex e Cristina começam esse novo ano completamente perdidos. Burke a abandonou e descobrimos que Alex foi atrás de Rebecca nas suas férias. Alex e Cristina são dois personagens em ascensão. Ele principalmente, que começou timidamente (para ter uma idéia, sua imagem foi incluída no piloto digitalmente, ele não gravou junto com o elenco) e hoje é um dos melhores personagens da série. Sandra Oh carrega todo um hype dentro do show e é inegável que a 3ª temporada foi de Cristina Yang. A cena final entre os dois foi ótima. Nunca tivemos uma cena tão íntima entre eles. Deu gosto de ver.

Se não bastassem os problemas imaturos de Meredith junto ao namorado, Lexie Grey agora entra na história para complicar ainda mais a vida da protagonista. De principio, achava que ela seria uma vilãzinha vingativa, porém o que vimos foi exatamente o inverso. Mais uma coisa é certa, do jeito que ela anda querendo uma aproximação com a meia-irmã, ela terá que ter muita paciência. Se Meredith não consegue superar simples problemas de relacionamento com Derek, vai demorar um bocado para as duas se aproximarem. Na primeira vez que vi aquela cena final, onde a Meredith dá as costas para Lexie, senti uma frieza sem tamanhos. O problema da Meredith é que as coisas têm que acontecer no tempo dela, na vontade dela e que, na maioria das vezes, não é o tempo que outra pessoa resolveria tal situação. Aquele ditado ‘Não espere de outra pessoa uma atitude que você teria’ se encaixa perfeitamente nesta ocasião. Tanto para a Lexie quanto para o Derek, que está começando a reconhecer que ela não faz por mal.

E a amizade entre Mark e Derek poderá ganhar novos tons. O Mark pode até ter entrado na série para ser um par romântico da Addison (gente, Private Practice é bem bacana!), mas ele assumindo que voltou por causa do Derek foi absolutamente impagável. Seria bacana que eles se acertassem logo de vez, pois seria um atrativo a mais na série.

E não seria uma premiere de Grey’s se não tivesse um caso médico altamente emotivo. Impossível não ficar com lágrimas nos olhos naquele momento que a garotinha da as três piscadas para o pai. Foi tão forte que esse ato perfurou até o coração de pedra de Cristina Yang.

Grey’s Anatomy começou muito bem e tem total condição de se manter assim. Será mais difícil recuperar a confiança perdida junto ao telespectador do que manter uma regularidade de ótimos episódios. Mas se os próximos mantiverem o nível deste, tenho certeza que a série começou a temporada de sua consagração.

Mas a verdade é que, algumas vezes, quanto mais as coisas mudam, mais elas continuam iguais.
[…]
Algumas vezes, a mudança é tudo.

Semana que vem a pressão em cima de Callie aumenta e Cristina recebe uma visita inesperada.

***

Trilha Sonora do episódio:

Oversleeping – I’m From Barcelona
Knock ‘em Out – Lily Allen
23 – Blonde Redhead
Reasons To Love You – Meiko
To Build a Home – Cinematic Orchestra

Séries citadas:

11 Comments

  1. Paula

    Quanto à olhinhos tristes, as pisacadas da menina me comoveram… mas o que me deixou com lágrimas nos olhos foram as piscadas do Bambi!

  2. Beto

    O que eu mais gostei nessa temporada nova (já assisti todos exibidos) é a Cristina e a Bailey. Cristina se supera a cada episódio e num dos últimos ela mostra uma faceta totalmente inesperada. Bailey simplesmente brilha nessa temporada. Não há nem o que comentar.

  3. Alessandro

    Eu ia dizer o que o Beto escreveu! O destaque dessa temporada (que também já assisti toda eheh) é, sem dúvida, a Bailey! Finalmente ela teve o destaque merecido. E está cada vez melhor, a atriz manda muitíssimo bem!

  4. Victor Regis

    Ok, oficialmente estou com o coração corrompido, pq não consegui me emocionar com a menininha piscando e não gostei dessa estréia.
    Não que tenha sido um episódio terrível, simplesmente me pareceu que nada mudou taaanto assim.
    Eric, seu texto tá tão bom que quase me fez gostar do episodio hehehe
    Quem sabe nos próximos minha opinião mude.

  5. Daniela Saibert

    Bom, eu nunca assisti um episodio ruim de GA, pois eu sempre me diveiro e me emociono. Adorei a Izzie nesse episodio, ela mandou muito bem no final, adorei o q ela falou parar os seus residentes, muito bom, sem contar q a hora q ela ressucita o cervo foi muito legal, levei ateh um susto e comecei a rir!!!
    A meredith como sempre, nao sabe o quer da vida, mas posso adiantar que aos poucos ela vai amadurecendo nessa temporada.
    Adorei a cena final da Yang com o Alex, gostei dos dois ali juntos.
    Agora soh para finalizar, a narraçao de GA continua impagavel, nossa, adoro os dizeres!!!

  6. Paulo Fiaes

    na temporada passada, eu descia o pau na série e vc, Eric, a defendia de todas as formas. Agora vc reconhece que a série se perdeu ano passado? hai ai

    mas não estou aqui para afronta-lo, essa quarta temporada de Greys está sendo bem bacana sim, alguns erros, e principalmente, eu parei de esperar de greys aquilo que ela não pode me dar. sinceramente, ela pra mim nunca vai fazer parte do time de House, BSG, Dexter. Mas, como uma leve diversão está funcionando. e ainda acho q greys poderia ser bem melhor do que é, mas um monte de séries eu acho isso. é isso

    abraços!

  7. Rafael B.

    apesar de toda a série ser um GRANDE drama, eu dou muito mais risada (aquela cena, em que a izzie consegue ressuscitar o “bambi”, e ele se levanta, é mais que HILÁRIA), do que daria vendo muitos sitcoms (menos friends), que é o mesmo que acontece com gilmore girls. eu já vi até o quinto episódio, e essa comédia fica um pouco menos evidente, mas fica /o/.

  8. Eric Fernandes

    Paulo,
    Não confunde as coisas, vai. Defendia porque a maioria das coisas que você criticava era implicância infantil sua. Sempre deixei claro que depois do arco naval a série despencou, é só ler meus reviews.

  9. Mica

    EU comentei nessa joça e meu comentário não apareceu!!! Arf!
    Desisto! Não tenho ânimo para comentar depois de quatro dias… :-(

    (odiei o caso da Izzie, odiei Izzie e George, odiei terem esquecido que existe uma clínica na droga daquele hospital onde poderiam ter colocado a Izzie e os internos ao invés do bambi. Amei a irmã da Meredith – pelo menos até agora – e continuo odiando e achando a Meredith horrível).

  10. Matheus

    Já assisti os 11 episódios esta temporada já exibidos, e posso afirmar que Bailey terá muito destaque, principalmente no episódio 11, que foi só dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account