Log In

Reviews

Review: Grey’s Anatomy – Where the Boys Are

Pin it

Cena de Where the Boys Are
Série: Grey’s Anatomy
Episódio: Where the Boys Are
Temporada:
Número do Episódio: 43
Data de Exibição nos EUA: 9/11/2006
Data de Exibição no Brasil: 19/3/2007
Emissora no Brasil: Sony

Há alguns meses atrás, Grey’s Anatomy foi notícia em todos os tablóides, jornais e capa das mais variadas revistas. E isso tudo nem foi por causa de seu estrondoso sucesso, mas sim pelo desentendimento entre o elenco masculino da série. Mas o que ninguém imaginava é que esse “problema interno”, tomaria proporções absurdas. Acho que todos acompanharam de perto essa polêmica e sabem do que eu estou falando. Pois bem, foi nas gravações de Where the Boys Are que toda a dor de cabeça começou.

Confusão à parte, esse sim foi um excelente episódio. Os méritos são todos do roteirista Mark Wilding. Depois de nos deixar sem fôlego com 17 Seconds, primeira parte da season finale tripla, ele está de volta e cria situações que jamais veríamos. É o segundo roteirista masculino da temporada a colocar um script no ar. Coincidência ou não, ele acaba fazendo deste episódio o mais masculino de Grey’s. O legal é que ele escreve um episódio para os homens, mas sem avacalhar a essência feminina da série. A trama de Grey’s é voltada para o público feminino, mas atualmente isso não quer dizer absolutamente nada. No Brasil, por exemplo, o público masculino está se interessando cada vez mais pelas novelas e os autores estão abordando temas que atendem aos dois públicos. Em Grey’s não vemos isso com muita freqüência, mas se a intenção do Mark Wilding era masculinizar um pouco a série, ele acertou em cheio.

Cristina e eu somos um time. Ou você é parte dele ou joga sozinho pelo resto da vida.

Como vimos no episódio passado, Bailey descobre que não foi Burke quem apagou seu nome do quadro e sim Cristina. E ela usa sua principal arma para conseguir uma confissão de Yang: a afasta das cirurgias. Cristina é viciada em cirurgias e não foi fácil ela ficar longe do O.R. Mas ao mesmo tempo percebemos que ela está sendo mesmo leal a Burke. No inicio pensava que era mais pelas cirurgias, mas minha opinião mudou. Ela realmente está sendo sincera. E a pressão que Cristina está sentindo é pura conseqüência dos seus atos. O alivio ao ver Burke de volta ficou evidente, pois ela ficou totalmente perdida sem ele ao seu lado. Nesse duelo de titãs que ganhou fomos nós. Sandra Oh e Chandra Wilson estão maravilhosas no episódio.

Cena de Where the Boys AreOlha, achei muita pretensão do roteirista em indicar um possível relacionamento entre Mark e Meredith. Pelo histórico seria completamente incoerente, mas inconseqüentemente serviu para abrir os olhos dela. Não acho que ela tenha ficado balançada com o que ele disse a ponto de se envolver. Quando o Derek diz que queria começar de novo, ela hesitou, pois estava magoada, mas quando viu o Mark, lembrou que ele tinha dito para ela recomeçar e ela seguiu seu conselho, mas recomeçou com o Derek.

O tão esperado beijo finalmente acontece depois de sete episódios na espera. Eu particularmente adoro o casal. Acho bacana a química entre os dois e juntos eles são melhores que separados. Tomara que os roteiristas agora os deixem lá quietinhos, pois assim talvez os outros personagens tenham a chance de se destacarem.

O ponto alto do episódio foi sem dúvidas a excursão dos rapazes para o meio do mato. Tudo soou perfeitamente bem. É muito bacana vê-los interagindo daquela maneira. Todos ali tinham seus motivos para dar essa escapada e buscar forças para o que viria. O mais ferrado da turma é Burke. Cristina está sufocando-o em todos os sentidos. Uma das cenas mais engraçadas de toda a série é quando o Alex e o George começam a “briga de tapas”. Nunca ri tanto assistindo Grey’s.

O Chief teve uma atuação ótima no episódio. Alias, isso já vem acontecendo há algum tempo. O personagem está evoluindo muito. Ele é outro que estava totalmente perdido. A vida dele foi apenas o hospital e nada mais. Ele sentiu um pouco de arrependimento quando o Joe lhe diz que se precisar mudar para sua relação com o Walter funcionar, ele mudaria. Exatamente o oposto do que ele fez. Quando ele descobre que os dois são um casal, sua reação é impagável:

Brokeback Mountain e tudo mais…

Gostei pra caramba da parceria entre Addison e Callie. Gostaria de ver as duas se interagindo mais vezes. Elas estavam ótimas. Gosto do jeito descolado da Callie. Acho isso que a faz tão legal. A cena que ela vê a Addison chorando no banheiro é muito boa. As duas sentadas no final do episódio é outra coisa que seria difícil imaginar. Enfim, foi um episódio marcado de ótimas atuações, uma fotografia excelente e um roteiro caprichado.

Semana que vem o drama de George começa e Cristina se vê encurralada.

***

Músicas tocadas no episódio:

“Think I’m In Love” – Beck
“Tell Me What To Do” – Jim Noir
“Make Right With You” – Luke Temple
“Greedy” – Inara George
“Something In The Water” – The Jealous Girlfriends
“It’s Time” – Big Sandy & His Fly Rite Boys
“There Is So Much More” – Brett Dennen
“12:59 Lullaby” – Bedouin Soundclash
“A Cold Wind Will Blow Through Your Door” – Bill Ricchini

Séries citadas:

15 Comments

  1. Simone Miletic

    OH Rô, tudo bem que Meredith não é lá essas coisas, mas eles realmente funcionam juntos!

    Seja por toda a história do começo, que criou tais vínculos, seja por simplesmente se complementarem. Também toço para que dêem certo e fiquem quietinhos no seu canto.

    O episódio foi ótimo. Todos estiveram muito bem. Até Meredith.

    Eu torço para que a série da Addisson não saia. Eu adoro a personagem dela e acho que ela funciona muito bem no hospital. Além disso, a história de que a série dela seria um Nip/Tuck de saias não me anima nada.

    Agora Cristina e Burke: estamos tão acostumados com o egoísmo dela que não nos passa pela cabeça que ela esteja fazendo tudo realmente por amor. A questão é que isso pode acabar com a relação deles.

    Ela tem medo de dizer a Burke que pare, de permitir que ela admita sua humanidade, achando que isso vai feri-lo. O que ela não vê é que o burke perfeito é mais importante para ela do que para ele.

    Ele não quer feri-la e também não fala nada. Mas também não se sente bem com isso.

    Não sei até onde isso ainda pode ir.

    Ótima review, passou bem o epírito do episódio.

    http://www.soseriados.zip.net

  2. Rô Floripa

    Esta Rô aqui gosta da química Derek e Meredith, acho que els são a alma da série. Mas não quero que fiquem nesta enrolação sempre, pq os outros personagens que são ótimos merecem um destaque também. Adorei o jeito da Cristina quando o Burke voltou, elas está perdendo a armadura.

  3. Leon

    òtimo episódio, gostei muito do acampamento e talz … e me digam … sou só eu mas a parte mais chatinha de grey’s anatomy é o que diz respeito a meredith e derek, tanto individualmente quanto cmo um casal ? As confusões emocionais de Izzie, as trapalhadas de geroge e sua relação com a callie, a arrogancia de Karev, a rigidez de cristina, as broncas de bailey, o Chefe, o Burke, a Addison, as cantadas de McSteamy (que tá atirando pra tudo quanto é lado !) tudo isso eu acho infinitamente mais interessante que shepherd/grey.

  4. Paulo Antunes

    Grande review Eric, pra ser perfeita faltava citar o drama da mulher tendo que parir uma criança morta. Impossível não chorar vendo aquela cena. A atriz, que é a mesma que participou de Friends no papel de aluna/namorada do Ross e era filha do personagem do Bruce Willis, mandou muito bem.

    Foi um ótimo episódio.

  5. Cristina

    Leon, eu concordo com você. Eu gosto do Derek e da Meredith, mas a história deles não é interessante, e olha que eu adoro essas angústias de relacionamento. Eles até tem bastante química juntos, mas não tem aquele toque especial, não passam a sensação de serem “almas gêmeas”, que outros casais de tv tem.

  6. Irina

    Concordo que Meredith e Derek têm química, e também concordo que a história não é interessante! Mas essa série é a minha favorita e eu simplesmente esqueço que o nome dela é GREY’s Anatomy! Assisto, curto, choro, dou risada, amo cada minuto dela e simplesmente penso como se fosse uma série sobre o hospital em geral e a vida de todos os internos, sem levar em consideração ninguém em específico!

  7. Thais Afonso

    Eu acho Derek e Meredith um dos casais mais sem graça e clichê da Tv. Mas eu acho que a série está acima disso graças aos ótimos coadjuvantes que tem.

  8. Eric Fernandes

    Simone,
    Concordo contigo. A Ellen não é lá essas coisas, mas o casal funciona sim. Sobre a Addison, então somos dois! hehe

    Paulo,
    Foi uma enorme mancada minha não mencionar. As vezes me limito a dizer o que aconteceu com os personagens fixos e me esqueço do ótimo time de guest stars que participa. Vou prestar mais atenção nisso.

    Irina,
    É isso ai!!! :D

    Prue,
    Cadê você???????????

  9. Gui Barranco

    Confesso que não sou um big fan do casal Meredith e Derek, acho que os coadjuvantes são muuuuito mais interessantes.
    Tô achando a fase da Cristina muuuuito interessante, e quero ver até quando ela vai suportar a pressão da Bailey. E ando torcendo pra Callie e George, mas pelo que eu ouvi, virão chuvas e trovoadas pra eles…
    De resto, o pessoal está ótimo. Addison, Izzie, Karev, o chefe, enfim, simplesmente a melhor série da atualidade.
    Adorei o review também.

  10. Eric Fernandes

    Tais e Gui,
    Os coadjuvantes são demais mesmo. Mas não acho que o sucesso é por causa deles. Todos tem sua parcela de colaboração, mesmo que seja negativa.

  11. Prue**

    Eric to Aki!!!!! hahahahaha
    Vamos aos comentarios!!!! AMOOOO Derek e Meredith…podem ser sem graça, clichê e por ai vai…mas eles funcionam sim juntos…e não acharia legal separa-los ou colocar mais gente no meio deles…ja chega tudo q passou…agora Mc Steamy é um caso a parte…ele ta mais perdido q cego em tiroteio,e ta jogando todas as fichas onde acha q vai dar certo…o sonho dele é ser o Derek…pq sempre q pode tenta puxar o tapete dele…sinto ele com uma inveja imensa do “amigo” e mais uma vez ele provou q não merece pena e nem compreensão por parte do Derek…faria tudo novamente pra magoa-lo…antes eu achava q ele era um perdido…inconsequente,mas qdo ele tentou fazer a cabeça da Meredith, sobre o Derek estar “danificado” emocionalmente, deixou claro q ele faz sim as coisas de proposito.
    Os rapazes indo pescar juntos foi hilário…desde o inicio….o q seria uma viagem Derek/Preston,virou uma viagem regada a muita testosterona hahahahah,o chefe com akela cestinha de pic-nic tava perfeito….parecia uma vovó hahahaha,Alex mostrando fragilidade por nunca ter vivenciado essa experiencia tambem foi otemo,George sacando q o Burke esconde algo foi super legal,pq ele venera o cara,e vai ver q ele tambem é humano…tanto q concordo com o q o Burke falou pra ele,sobre ele exigir demais das pessoas, e qdo não consegue parece q a pessoa perde o valor…o chefe descobrindo q o casal era gay foi barbaro….hilario mesmo….
    Miranda fazendo a Yang provar do seu veveno foi perfeito!!! ela sacou q ela tirou o nome dela,mas quer saber o pq…será q na vida real seria assim????afinal de contas a Miranda é superior a Yang…não acho q seria essa briga de egos…mas vamos relevar…e outra…se ela tivesse mesmo essa certeza…deveria ter levado isso pra cima…p/ os superiores…mas pelo trailer da semana q vem, ela vai descobrir o real motivo? ou não hahahahahahaha
    Izzie fugindo da Sidney tambem foi legal…preferiu mexer em cocô do q falar com ela hahahaha mas no fim qdo ela diz q o Denny faz falta constantemente,deu pra sentir q a recuperação dela será bem lenta em relação a isso.
    No mais fiquei feliz com o recomeço da Meredith com o Derek…ele falando q queria q ela conhecesse ele foi lindo….mesmo pq era tudo q ela queria no fim da primeira temporada.e a cara do Sloan vendo q dessa vez perdeu tambem foi ótema!!!
    Amo esse episódio!!!!Eric…ótemo review!

    Em tempo: Paulo Concordo com vc..a cena do bebe morto foi super forte…e não tinha como segurar o choro.A Atriz deu um Show!

  12. Prue**

    Ah esqueci!!!!
    Falando de Addison e Callie….essa união seria a mais lógica pra mim…primeiro pq desde o inicio a Callie nao curte a Meredith e ninguem da panelinha curte a Callie…amizade entre Addison e Meredith seria forçada pacas…entaum nada mais facil do q unir as duas q são excluidas da panela né???? fora q as duas foram pra cama com o Sloan entaum tem mais isso em comum…achei legal essa nova amizade!

  13. Rubens

    Leon, eu sempre achei isso (e ja escrevi isso em outros comentarios), a atriz que interpreta a Meredith poderia ate morrer ou sair do seriado que nao faria a menor diferença, é provável ate que o seriado melhorasse. O personagem é chato e o relacionamento entre ela é McDreamy é mais insuportavel ainda…

    Bastaria aos produtores arrumarem outro personagem de sobrenome “Grey” para justificar o titulo do seriado e pronto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account