Log In

Reviews

Review: Grey’s Anatomy – I Am a Tree

Pin it

Cena de I Am a TreeSérie: Grey’s Anatomy
Episódio: I Am a Tree
Temporada:
Número do Episódio: 38
Data de Exibição nos EUA: 28/9/2006
Data de Exibição no Brasil: 12/2/2007
Emissora no Brasil: Sony

Tudo que não queríamos era mais um episódio dramalhão tendo Izzie como fator predominante. Graças a Deus, não foi isso que tivemos. Grey´s Anatomy virou a página e a temporada começou pra valer. Logo no inicio, percebemos que o clima no hospital não era o mesmo e a responsável pela mudança se chama Krista Vernoff, a roteirista do episódio. Com um roteiro cômico com a finalidade de esquecermos toda a choradeira do episódio passado, ela faz, de novo, um ótimo trabalho.

Já virou uma marca registrada de Vernoff nos entregar um roteiro cômico. Ela já fez isso muito bem em If Tomorrow Never Comes, Make Me Lose Control e Yesterday. Falando em Yesterday, aqui vai uma curiosidade: a responsável pela introdução de McSteamy na série foi justamente Krista Vernoff em Yesterday. Se foi coincidência ou não, é nas mãos dela que temos a volta de Eric Dane a série, e de uma maneira… digamos… polêmica? No blog oficial dos roteiristas de Grey´s, Vernoff rasga elogios a McSteamy e diz que amou ter introduzido o personagem, e o ama mais ainda pela forma que apareceu no fim deste episódio. Bem safadinha essa mulher…

O centro das atenções é Cristina e a conturbada aproximação com a mãe do Burke. Depois do flagra que tomou, ela tenta fugir de todas as maneiras daquela tradicional conversa entre sogra e nora. Cristina fica bem desconfortável e sua insegurança é capaz de nos proporcionar ótimos momentos. Num dos diálogos mais legais do episódio, a Sra. Burke diz:

Cristina, não é que eu não gosto de você. Te acho inteligente e atraente. Mas você é egoísta. Você o tirou da cama por se sentir desconfortável. Você é egoísta e meu filho é altruísta. E a combinação… não vai durar… não por muito tempo.

O que eu acho ótimo na Sandra Oh é sua versatilidade pois tanto nas cenas dramáticas quanto nas cômicas, ela dá conta do recado. Esse adjetivo também serve para Chandra Wilson, que neste episódio está impagável. A Nazi da primeira temporada está de volta e como disse o Alex, pior do que nunca. Bailey quer mostrar que ainda tem autoridade sobre seus internos, perdida na temporada passada. Todas as situações foram hilárias. Em especial sua reação quando viu a calcinha no quadro. Muito boa.

A Shonda Rhimes, Krista Vernoff e toda a equipe de roteiristas de Grey´s são pessoas inteligentes, isso é fato. Mas que diabos foi aquilo da Addison encontrar a calcinha da Meredith no bolso do paletó do Derek? O maior clichê do mundo é a esposa encontrar a calcinha da amante no paletó do marido. Faça me o favor né. Ta bom que Grey´s é uma novelinha, mas também não precisa forçar tanto a barra. Totalmente desnecessário. Deu a entender que eles não estavam nem um pouco interessados em como terminar e sim em terminar logo de uma vez. Uma péssima escolha, pois há dezenas de situações descentes para terminar um relacionamento, e não assim, babaca e clichê.

A atuação da Kate no episódio foi bastante forçada. Não convenceu e não gostei dela ficar chorando as mágoas com a Bailey no bar. Qual é, ela é a Addison, caramba. É humano chorar o fim de um “casamento”? Claro, mas desde o inicio ela sabia que isso aconteceria, só era uma questão de tempo. Mas uma motivo pra ela não ficar se mergulhando na auto-piedade. Esperava uma outra atitude dela.

A confissão do pai do homem-árvore fez Bailey perceber a real dimensão da morte do Denny perante si própria. Ela amoleceu. Permitiu que várias coisas acontecessem, coisas que a antiga Nazi nunca permitiria. Foi omissa em situações que deveriam ter sido omitidas. A volta dessa personalidade rígida neste episódio foi justamente para nos mostrar que ela ainda queria estar no comando, que não queria sentir a pressão de seus internos e que seria a Bailey que eles precisavam. Mas o estrago já estava feito, positivamente. Ciente da sua parcela de culpa, ela chama Izzie para voltar para o trabalho e resolver os problemas junto ao chefe, pois seu talento pela medicina é maior que seu talento na cozinha.

Me senti muito desconfortável com a decisão dos roteiristas em fazer a Meredith escolher Derek ou Finn através de encontros (!!!). Acho que nem precisa pensar muito pra descobrir a decisão final dela. É previsível demais. Quanto mais rápido ela escolhesse, melhor pra a série. Pra quê adiar o inadiável? Sua indecisão e falta de personalidade é uma das coisas que mais atrapalha o desenvolvimento da personagem.

A crise de ciúmes de George causada pela suposta calcinha da Dra. Torres no quadro é bastante bizarra. Mas de tão bizarra é muito engraçado. Depois de Callie dizer dois “eu te amo” em dois episódios seguidos e uma omissão inacreditável, mas compreensível, do O’Malley, ela já estava perdendo as esperanças no seu relacionamento com seu Bambi. Essa situação serviu de fôlego para uma relação que estava quase afundando.

E pra terminar, a paciente do inicio do episódio com câncer no pulmão interpretada pela ótima Roxanne Hart (a esposa do promotor Devalos, de Medium), volta pro hospital a fim de se tratar, pois depois da rapidinha com o Alex, ela percebeu que coisa pior, só mesmo a morte.

No próximo episódio Izzie se encontra num dilema e os surreais encontros de Meredith começam, e mal.

* * *

Cena de I Am a TreeE a Sony ganhou antecipadamente pela segunda semana consecutiva o prêmio emissora mais sem noção da TV. Esperava falhas na legendas, cortes e até mesmo propaganda de refrigerante no meio do episódio, mas alguém pode me explicar que diabos foi aquela ação de marketing durante o episódio, cortando as legendas?

Mulheres de todo Brasil, não saiam da frente da TV, porque vocês não podem perder a ultima cena deste episódio de Grey´s Anatomy. Vocês não vão se perdoarem se não virem. Homens ciumentos, desencanem…

*_*

Séries citadas:

60 Comments

  1. Mandy

    Por que vcs colocam um campo pra endereço de site, se quando postamos algo com endereço de site vcs cortam o post?
    Que incompetência….

  2. Aila

    Por favor, alguém sabe o nome da música que foi ao ar no final do episódio de Grey’s Anatomy exibido no dia 12/02/07 as 22h na Sony?? Estou louca atrás dessa música maravilhosa.

  3. Letícia

    Ñ quero parecer tarada,mas eu fiquei deliciada com a última cena.E ñ entendi os comentários.Afinal,eles já tinham colocado Cristina de lingerie na primeira cena mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account