Log In

Reviews

Review: Grey´s Anatomy – Piece Of My Heart

Pin it

Grey´s Anatomy -  Piece Of My HeartSérie: Grey’s Anatomy
Episódio: Piece Of My Heart
Temporada:
Número do Episódio: 72 (4×13)
Data de Exibição nos EUA: 1/5/2008
Data de Exibição no Brasil: 2/62008
Emissora no Brasil: Sony

O desafio de substituir Eric como reviewer de Grey’s é o “apuro técnico” que ele, assim como o Thiago Sampaio em ER, tem. Ele sabe o nome do roteirista de cada episódio, eles lembram a história do episódio a partir do nome ou número de episódio. Eu sou do tipo que vê a história. Posso, em alguns casos, saber quem é o criador ou conhecer um ou outro roteirista. Mas não é isso que me faz gostar ou desgostar de um episódio ou seriado. Eu gosto da viagem que significa assistir um episódio de um seriado do qual eu goste muito. Simples assim.

Eu esperava mais de Piece Of My Heart. Pela volta de Addison, personagem da qual sou fã incondicional. Ela pôde dar uma passadinha nesse episódio, já que a greve dos roteiristas reduziu o número de episódio de seu novo seriado nesta temporada.

Pelo que pude perceber, Addison, no episódio em referência, acabou funcionando como alter-ego de Shonda. Criadora do seriado que falou aos quatro ventos da imprensa americana que, durante a tal greve, assistiu Grey’s Anatomy e entendeu que ela precisava retomar algumas coisas, compensando os erros cometidos. Acho que esse episódio foi isso, uma retomada de rumo.

Deu para perceber que, o principal erro, foi a saída de Addison. O personagem, mais adulto e irônico que a média dos demais, acabou pesando demais na série. E sua visita, apenas para o parto de um bebê que se desenvolveu com o coração fora do peito, trouxe um pouco de ar fresco e também serviu para revermos tudo que mudou.

Bailey agora é uma “mãe solteira”, mas insiste em dizer que não tem tempo para desabafar, enquanto desabafa.

George parece se adaptar melhor a sua vida de interno pela segunda vez, graças, principalmente, a Lexie. De quem gosto cada dia mais (já falei isso por aqui, falei não?). E passa longe da chatice da época em que estava naquele vai não vai com Izzie.

Izzie que, torço eu, tem a chance de retomar seu rumo. Mais que todos, ela precisava disso. E foi Addison quem lhe disse para ir atrás, para voltar a ser uma lutadora e deixar de ser a chorona que se tornou desde a morte de Danny. Quando ela encara de frente a garota que pensa em fazer um aborto por ser HIV positiva, dividindo o que é responsabilidade dela e da mãe, eu voltei a gostar dela.

Cristina, que fica tão preocupada com o que Hahn pensa dela que se perde de si mesma. Podem falar o que quiser, que no fundo ela é insegura, que o comportamento dela é condizente com quem ela é. Eu acho que Cristina foi a personagem que mais perdeu nessa temporada. Muitas vezes ela foi a mola mestra de um episódio. Muitas vezes ela foi aquela que, apesar de frieza, te emocionava por conseguir algo, ou por não conseguir, como a cena em que tira o vestido de noiva.

Quem não mudou nada? Derek e Meredith… Ou melhor: Derek. Apesar de gostar da chamada que Addison aplica em Meredith por ela não estar mais com Derek, ainda acho que ele é quem realmente precisava de um puxão de orelha. E que sensacional ela perguntando quem é a McConsolo ali, do lado de Rose, no meio da operação! Me diz: quem mais além de Addison poderia fazer isso com tanta naturalidade?

Meredith é quem realmente está mudando, não é? Tem mais liberdade com a terapeuta, realmente se interessa pela pesquisa médica relacionada aquele tumor. E consegue ver que Derek é tão humano quanto ela. Que se envolve com seus pacientes, também se enche de esperança.

Grey´s Anatomy -  Piece Of My HeartOutra cena que ficou: Addison questionando Callie se ela agora fala monólogos da vagina. A cara da Callie é i-m-p-a-g-á-v-e-l. Ela não tinha entendido, até àquela hora, o que Hahn realmente estava querendo com ela. E seu medo por descobrir que ela também pode estar gostando de Hahn de outra maneira faz com que ela corra para a cama com Sloan. Coitado, ele estava sofrendo de abstinência absoluta já.

A única cena melhor que essa é a do elevador: Derek, Addison, Meredith e Rose no mesmo elevador. E Sloan faz o comentário da noite:

Aposto que você preferia ter ido pela escada!

Só não gostei do retorno de Ava/ Rebecca que, vamos encarar, tá mais para psicopata do que qualquer outra coisa. Ela surpreende Karev com a notícia da gravidez, que Izzie descobre ser falsa apenas no finzinho de episódio. Karev, mais uma vez, mostra que, embaixo de toda aquela pose de bad boy, existe um coração enorme. Que mais uma vez será partido… O que só deve fazer com que se feche ainda mais.

Frase da noite:

Agora eu vivo em Los Angeles. Agora eu abraço.

Nos outros reviews esqueci de algo importante: a lista de músicas do episódio, que segue abaixo.

“See What You Feel” – Katalyst
“Money” – Greenskeepers
“Distance” – Neverending White Lights
“Five More Minutes” – Meaghan Smith
“Buildings And Mountains” – Republic Tigers
“Little Bit Of Feel Good” – Jamie Lidell

Simone Miletic está substituindo interinamente o colunista Eric Fernandes.

Séries citadas:

13 Comments

  1. Victor Regis

    Eu dei tanta risada nessa cena do elevador!!
    Eu não me decepcionei muito com esse episódio não, acho que o começo da quarta temporada tava tão insosso p/ mim que por isso achei esse episódio tão refrescante.
    E o bom é que só melhora =D

  2. leonardo medeiros

    otimo review. vc escreve muito melhor com o eric, vc tem olhos de fã mas de um fã racional e coerente. greys nao merece tudo isso q falam da serie, os premios ou mesmo a audiencia q tem. shonda nao escreve bem, shonda deveria escrever seriados teen para cw, pq os problemas do chove nao molha dos personagens de greys faz com q eles se comportem igual adolescentes mascarados de adultos por serem medicos e trabalharem num hospital.

    cristina esta chata nesta temporada? esta, mas melhor ela chata e sozinha, se recuperando de burke do que fazerem com ela o mesmo q fizeram com izzie. izzie acha o amor da vida dela – danny, ele morre e na metade da seguinte temporada ja esta com o sonso do george? teria sido muito melhor ela recuperar-se de danny sozinha. nem q ficasse chorona, sofrendo, se dedicando a medicina do que a burrada que fizeram estragando o personagem dela.

    idem a george, casar com callie foi ridiculo e algo nada a ver. ficar com izzie nada a ver. daki a pouco ele fica com mais mulheres da serie do q sloan! e george é muito chato…

    ja meredith apesar de todo o drama dela, ao menos é uma personagem mais consistente, e vc escreveu bem quem precisa de um puxao de orelhas é derek.

    enfim achei a review otima, nao adianta dizerem q greys é um ótimo seriado pq nao é. ele é apenas de bom a regular., serve como passatempo, mas nao é a grande serie q pensam que é. e eric sempre torna greys a oitava maravilha do mundo, qdo esta longe de ser. foi muito bom ver um bom texto com uma visao mais dinamica e realista.

  3. Mica

    De fato, a forma de agir da Callie e da Hahn chegava a ser ridícula. E não falo pelo fato da Hahn estar obviamente dando em cima da Callie (e só agora dela ter se tocado), mas pelas risadinhas, conversinhas sem graça das duas. Pareciam duas adolescentes, e daquelas adolescentes chatinhas. Em nenhuma cena, nenhuma mesmo as duas mostraram alguma naturalidade no possivel relacionamento das duas. Mesmo assim eu gosto da Callie, sempre gostei e provavelmente sempre vá gostar.
    Gostei muito de ver a Addison de volta e me senti extremamente triste por não assistir Private Practice.
    Quanto a Ava/Rebecca, de duas uma: ou ela inventou a gravidez, ou ela sofre de alguma coisa ainda pior. Eu sinceramente preferia a segunda hipótese (que acabasse levando-a à morte ou algo assim, apesar de ser beeeem clichê). Não queria ver o Alex se decepcionar tanto assim.

  4. Pingback: Grey’s Anatomy: Piece Of My Heart (04×13) « Só Seriados de TV

  5. Everton

    mais alguém achou um vacilo uma portadora de HIV, que possui o vírus há um bom tempo, desconhecer as chances do bebe ?? Acho que qualquer um sabe que um pré-natal bem acompanhado reduz a quase nada a chance do bebe contrair o vírus no parto….

  6. Paulo Antunes

    Tudo o que eu tenho a dizer sobre este episódio é que a Kate Walsh consegue ser sexy até comendo batata frita de pacote. Nham…

  7. Soão da Silva (antigo Soão da Jilva)

    Ótimo texto, Simone. Quando o Eric voltar bem que poderiam colocar o review de vocês dois. Seria interessante pra contrastar a opinião de duas pessoas que escrevem tão bem e com tanta propriedade.

    No mais, concordo com você sobre o retorno da Ava. Também não gostei, e acho que todas as participações dela nessa temporada foram dispensáveis. Os roteiristas simplesmente parecem não saber o que fazer com ela. Some-se isso ao fato de que a relação entre e o Alex “esfriou”, e tira-se pouca coisa relevante da participação dela nessa quarta temporada.

  8. Line Kutner

    É a primeira vez que comento aqui. Li esse review e alguns mais antigos e gostei muito da qualidade deles.
    Sobre o episódio,muito bom!!
    Todo ele,de forma geral(exceto Cristina com essa história com a Hahn,que já cansou) e principalmente,Addison,como ela faz falta para a série.Ela tem um brilho,uma graça insubstituível!!!
    Meu medo é o lugar dela ser “preenchido” no SGH e PP ficar pela segunda temporada,então perdermos essa maravilhosa personagem.

  9. Samara

    episódio muito bom, um mistura perfeita de comédia e drama, com uma excelente trilha sonora!
    eu não sentia falta da Addison, mas depois dessa episódio… ah, ela podia voltar mais vezes. Verdade, ela chegou cutucando a todos.
    Derek é mesmo quem precisava de uns puxões de orelha. Aliás, eu ri no mesmo o jeito que o Mark nessa cena do elevador, huahua.
    Esse é o único episódio que a Izzie tá legal (no season finale ela melhora um pouco tb).
    Adorei a Ava na terceira temporada, mas na quarta estava achando a personagem desnecessário, mas no fins das contas, ela mostra pq retornou. Pertubada!
    Meredith rules! Sou fã da personagem, que só evolui depois que começou a terapia.

  10. Tatiana

    Só um comentário……adoreiiiiiiiiiiiiii a cena do elevador………

  11. Neto Paes

    Não engoli essa da Hann com a Callie…como é que num dia ela vira pro Sloan e fala: “Ok, vc é gato e gostoso, mas infelizmente a gente trabalha juntos então tenho que manter minha postura de cirurgiã fodástica, senão te pegava aqui e agora mesmo…” (Ok, não foram bem essas as palavras, mas é que ela foi bem convincente quando disse, então ficou gravado assim na minha mente, hehehe)…e agora tá nesse arremedo de L word com a Callie?! Não gostei…acho que seria até mais convincente se fosse com a Cristina…E realmente, concordo com quem disse que a Addison é sexy até comendo batata chips…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account